Tornozelos grossos! :( | Page 2 | A Nossa Vida
41 entradas / 0 new
Última entrada
Retrato de ff86
Sex, 06/01/2012 - 23:14
ff86:
Membro desde: 11.09.2010

Olá Vegas,

A que tratamento te referes? À cavitação? Fiz 2 sessoes de cavitação nos gemeos e resultou numa diminuição em 2 cm em cada perna. Esta zona é muito dificil de perder cms, mas perdi. O pior é que voltou ao mesmo. Twm de haver uma solução, porque para além de ser incomodativo (incham muito e doi) é esteticamente mau, pq no meu caso, tenho uma cinturinha de 68 cm e 75cm de peito e depois umas pernas gigantes, tamanho 38. É muito complicado. Mas o pior nem é as pernas por si só e anca, são mesmo os gémeos que têm à volta de 41 cm. São horríveis. Preciso mesmo de dicas. Já fiz pressoterapia durante meses, resultou, porque emagreci, mas os gemeos gordos continuavam lá. às vezes chego à conclusão que não é retenção de líquidos. Quem souber de algum tratamento sem cirurgia, agradeço que diga.

Filipa

Retrato de ff86
Sex, 06/01/2012 - 23:23
ff86:
Membro desde: 11.09.2010

Olá a todas,

Eu alinho! Aliás, de vez em quando, uso vestidinhos, mas nada dejusto. São um pouco acima do joelho e evasé. Nada daqueles que marcam a anca. Detesto os meus gémeos!! rrrr

Retrato de chazinha
Qui, 22/03/2012 - 15:09
chazinha:
Membro desde: 22.03.2012

Oi gente...
Também tenho pernas grossas, mas grossas mesmo, shorts, saias, caças justas, botas de cano longo (mesmo as com elástico) e coisas assim, não fazem parte do meu guarda-roupa. E ultimamente estou sentindo um novo problema, não encontro calça para comprar, porque essas barrinhas que está na moda nem entra em mim, e ai minhas calças velhas estão acabando e com isso resolvi ir a fundo no "nosso" problema.
Descobri que tenho um problema chamado "lipedema" um problema nas células de gordura, uma luz no fim do túnel!!!
Fui em um médico em SP e ele me explicou certinho o tratamento que terei que fazer, e futuramente terei pernas menos grossas, porque pernas fininhas nunca terei, mas tendo pernas que dê para se usar algo mais fresco nos dias quentes é a minha maior vontade.
Espero encontrar pessoas por aqui para trocar ideias...
Gostaria de encontrar alguém que já fez algum tipo de tratamento.
Até breve...

Retrato de Rossana_Silva
Sex, 06/04/2012 - 00:10
Rossana_Silva:
Membro desde: 14.12.2010

Olá. Eu também tenho as pernas bastante grossas, mas no meu caso sofro de linfedema precoce, é de família! E já sofri muito com isso também e já experimentei tudo e mais alguma coisa É importante perceberes se tens apenas as pernas gordas ou se estão inchadas. Se for gordura resta-te transformá-la em músculo com muito exercício localizado, mas ficas sempre com as pernas grossas. Se for inchaço podes fazer algumas coisas, como dormir com a cama elevada na zona inferior, colocas umas toalhas numa altura mais ou menos de 5 centímetros, sempre que estiveres em casa colocas sempre as pernas elevadas também, o exercício também ajuda a eliminar a retenção de líquidos. Os cremes para a retenção de líquidos não fazem nada, escusas de gastar dinheiro nisso. Depois o que faz muito bem é a drenagem linfática, mas cuidado com isso, tem de ser feita por um profissional. A drenagem linfática mal realizada é muito perigosa. E depois tens os diuréticos. Olha se quiseres envia-me uma foto para o mail [email protected] que depois eu já te digo o que acho e aconselho-te, conheço bons médicos de cirurgia vascular. Beijos

Por vezes ajudo as pessoas a viver,
Por vezes ajudo-as a morrer,
Porém, ajudo-as sempre,
Sou enfermeira.

Retrato de _Secret_
Sex, 06/04/2012 - 00:20
_Secret_:
Membro desde: 01.07.2009

No meu caso são os joelhos...
Sad

Retrato de Ttta
Seg, 27/08/2012 - 17:21
Ttta:
Membro desde: 27.08.2012

Boa tarde,

descobri este post por acaso, através de uma pesquisa na net.

Também eu sofro deste mal, que afinal parece ser uma doença chamada lipedema.

No meu caso, tudo piorou depois da primeira gravidez, embora já tivesse umas pernocas cheínhas, mas nada de mais, pois na altura usava vestidos e saias.

Com o tempo, e mais outras 2 gravidezes, foi piorando e o meu desgosto aumentando por me sentir única. Não conheço mais ninguém assim. Até à cinta sou uma pessoa, da cintura para baixo outra.
Sempre me escondi por baixo de calças o mais compridas possível e de corte bootcut de forma a disfarçar a grossura da perna. Tenho ainda a agravante de ser bastante baixinha, enfim ... tudo a ajudar.

Muitas foram as vezes em que chorei por ser assim e o meu médico de família sem nunca dar importância nenhuma a isto, nem quando me comecei a queixar das muitas dores que tinha nas pernas, limitando-se uma vez a receitar-me o lasix e outra um medicamento para a tensão arterial, que tem estado ligeiramente elevada, dizendo-me que também iria ajudar no problema das pernas. Tomei apenas 2 semanas, pois dei-me mal com ele por me provocar muitas palpitações (tudo isto sem qualquer observação às pernas).

Na praia, nunca me levanto da toalha, para grande desgosto meu não uso vestidos. Mas encontro-me neste momento a fazer um esforço muito grande para os voltar a usar e a dizer-me mentalmente que se lixe o que as outras pessoas podem pensar.

Comprei 2 vestidos este fim de semana! E devo dizer, sem contar com as pernas, que me tiram uns bons quilitos de cima. Nem queria acreditar quando me vi ao espelho. O meu problema maior é mesmo as pernas, desde a coxa ao tornozelo, mas principalmente do joelho para baixo. Pois no resto do corpo sou bastante proporcionada, apesar de tudo.

Decidi este verão consultar um cirurgião vascular, devido às fortes dores que sinto nas pernas e que têm vindo a piorar, só me sentindo bem sentda;sem saber muito bem se era a especialidade certa.
Assim que me viu disse-me que o meu problema não era vascular. Disse-me que era uma doença genética (há mais casos na família, mas não com a mesma gravidade) chamada lipedema. Ainda assim prescreveu-me um doppler, que fui fazer a semana passada e a técnica confirmou-me na altura que estava tudo bem a nível venoso.
Prescreveu-me também daflon para as dores, mas que não tem feito nada...

Ainda no dia da consulta, reencaminhou-me para uma consulta de cirurgia plástica, marcada para o final do mês de setembro.

Gostaria de saber se a alguma das meninas que participou neste post, lhe foi diagnosticado o mesmo e que tratamento lhes foi dado e se o mesmo tem estado a surtir algum efeito.

Peço desculpa pelo testamento ...

Obrigada!!!

Tita

Retrato de FMIC
Qua, 29/08/2012 - 23:27
FMIC:
Membro desde: 19.05.2011

Olá Ttta Smile

Também me foi diagnosticado o mesmo problema há já uns anos, conforme já contei num post acima. No meu caso começou a manifestar-se na adolescência mas só lá para os 20 anos é que resolvi consultar um médico acerca do assunto, um cirurgião vascular. Tomei Daflon, Esberiven e sei lá mais o quê para a circulação, sem resultados. Fiz ecoppler e até uma linfangiografia para fazer o diagnóstico diferencial entre linfedema e lipedema (que são condições parecidas). Se soubesse o que sei hoje não teria feito este último exame, uma vez que recorre à injeção de um isótopo radioativo. Ou seja, estive exposta a um elevado nível de radiação desnecessariamente porque, de qualquer forma, não há ainda tratamento nenhum para o lipedema.
Não sei se o seu médico lhe explicou mas o lipedema é uma condição genética e hereditária embora, no meu caso, desconheça qualquer situação semelhante na família...
A dada altura e porque a tristeza de não poder usar saias e calções e ter que andar sempre de calças já era muita resolvi consultar uma cirurgiã plástica que se prontificou logo para me fazer uma lipoaspiração. Como seria uma intervenção muito dispendiosa optei por não fazer e procurei mais informação sobre o assunto e ainda bem que não fiz porque provavelmente teria piorado ainda mais a situação. O cirurgião vascular informou-me que teve pacientes a fazer lipoaspiração e que o problema piorou substancialmente porque passaram a ter problemas linfáticos, ou seja, para além do lipedema passaram a ter linfedema associado o que é muitíssimo mais difícil de gerir e agrava muito o inchaço.
Há uns tempos li na net sobre umas novas técnicas de lipoaspiração que não são tão agressivas para o sistema linfático mas não me informei ainda sobre isso.
Basicamente a única coisa que podemos fazer é impedir que piore, ou seja, usar meias de descanso ou elásticas, não passar muitas horas de pé, fazer exercício mas não que envolva impacto (tipo ténis), fazer drenagem linfática e sobretudo ter cuidado com a alimentação.
Tenho agora 32 anos e continuo a esconder as pernas... De vez em quando penso que se lixe a opinião dos outros e quem não quiser que não olhe mas... easier said than done...
Boa sorte para si e se puder dar-lhe um conselho procure sempre informação antes de optar por uma solução ou tratamento. Fale com médicos, pesquise na net (em sites fidedignos sobre o saúde).

Retrato de Ttta
Qui, 30/08/2012 - 00:16
Ttta:
Membro desde: 27.08.2012

Agradeço muito a sua intervenção Smile

Sim o meu desgosto também é muito grande e pensava que não havia mais ninguém assim como eu. Tenho pessoas na família assim, mas não com a mesma gravidade e nem sequer evitam vestidos, porque os seus tornozelos, ao contrário dos meus, são torneados.

O meu desespero já dura há tanto tempo e agora para piorar tudo, as dores estão a piorar. Cada vez, tenho mais dificuldade em andar durante longos períodos de tempo e manter-me de pé parada no mesmo sítio mais de 5 minutos é-me quase impossível (daí ter consultado um cirurgião vascular).

Como estava a dizer, o desespero já é tanto que neste momento sou capaz de aceitar o que me for proposto.

Se quiser, pode continuar a acompanhar noutro post que criei, pois pensei que as pessoas que aqui tinham participado, tivessem "abandonado" este post.
Quantas mais formos melhor! Ao menos sabemos que não somos casos únicos e vamos partilhando ideias e apoiando-nos umas às outras.

Aqui: http://anossavida.pt/forum/lipedema

Beijinhos

Tita

Retrato de Maylla Rego
Ter, 24/10/2017 - 19:56
Maylla Rego:
Membro desde: 24.10.2017

Gente Eu cresci até os meus 20 anos de minha vida com complexo comigo mesma escondi minhas pernas durante anos ,na família de meus pais as mulheres nascem com as pernas lindas aquelas coxas e panturrilhas bem desenhadas minha irmã nasceu com as pernas lindas iguais á da minha mãe ,já eu nasci com aquelas batatas grossas um pouco mais que as coxas ,nossa meus tios me apelidaram de batatao na infância meu caminhado sempre foi nas pontas dos dedos eles da família mangavam de mim eu odiava ,já as pessoas lá fora achavam minhas panturrilhas lindas e elogiavam fiquei escondendo minhas pernas até os meus 20 anos, minha mãe sempre me elogiou e me colocava pra cima, depois quer saber passei a me amar mais e deixei pra lar aquelas zoacoes da família do meu pai ,eles pararam de me apelidar de batatao, hoje tenho 26 e amo minhas pernas acho elas lindas tenho 1,58 de altura peso 48 kilos e sou muito feliz com minhas pernas.

Retrato de Maylla Rego
Ter, 24/10/2017 - 20:00
Maylla Rego:
Membro desde: 24.10.2017

Gente Eu cresci até os meus 20 anos de minha vida com complexo comigo mesma escondi minhas pernas durante anos ,na família de meus pais as mulheres nascem com as pernas lindas aquelas coxas e panturrilhas bem desenhadas minha irmã nasceu com as pernas lindas iguais á da minha mãe ,já eu nasci com aquelas batatas grossas um pouco mais que as coxas ,nossa meus tios me apelidaram de batatao na infância meu caminhado sempre foi nas pontas dos dedos eles da família mangavam de mim eu odiava ,já as pessoas lá fora achavam minhas panturrilhas lindas e elogiavam fiquei escondendo minhas pernas até os meus 20 anos, minha mãe sempre me elogiou e me colocava pra cima, depois quer saber passei a me amar mais e deixei pra lar aquelas zoacoes da família do meu pai ,eles pararam de me apelidar de batatao, hoje tenho 26 e amo minhas pernas acho elas lindas tenho 1,58 de altura peso 48 kilos e sou muito feliz com minhas pernas.