Cães no exterior | A Nossa Vida

Cães no exterior

Retrato de Ana Gomez
02.12.2011 | 21:51
Ana Gomez:
Membro desde: 22.12.2010

Olá meninas. Quem daqui tem os seus cães no quintal?
Eu vou ter duas ou tres cadelas, e vão ter que ficar lá fora porque um elemento da familia apesar de tar controlada tem bronquite e pêlo dentro de casa não convinha muito.
O problema é que se uma das cadelas vier bebé eu não tenho coragem de meter lá fora tão pequenina. E se meter dentro de casa é provavel ela depois quando for a altura de ficar no quintal ir raspar para a porta para entrar
Elas vao ter um terreno de 2mil m2 e box partilhada com todas as condições.
Vocês deixaram o cãozinho dentro de casa e depois puseram lá fora?
Como devo proceder?


Retrato de Panther
Sex, 02/12/2011 - 22:15
Panther:
Membro desde: 24.12.2010

Olá,
Sinceramente, prefiro quando temos um cão a viver connosco dentro de casa, pois é diferente quando temos esse tipo de interacção, acho que acabamos por passar mais tempo com ele e é mais fácil educá-lo, etc Smile
A pessoa que tem bronquite nunca conviveu com animais? Eu tenho alergias e tenho vários animais, o meu pai tem bronquite e também viveu com alguns dos meus animais, e conheço outros tantos casos.
Claro que existem excepções, mas normalmente com a medicação certa o organismo acaba por se adaptar Smile

Retrato de Andreia_Lelo
Sex, 02/12/2011 - 22:48
Andreia_Lelo:
Membro desde: 18.02.2010

Eu tenho asma brônquica e à uns anos ofereceram uma caniche à minha irma. Ao inicio tb tive receio das consequencias k poderia ter ao conviver diariamente com ela. Garanto k nunca tive uma crise derivado a ela. Continuo a ter os meus episodios mas nao mais do k tinha antes de ela ir lá pra casa. E atenção k eu passava a vida com ela ao colo, ela dormia comigo, por vezes acordava e ela estava quase com o focinho colado à minha cara :). Por isso nao sei se essa justificação me convence... Há imensas pessoas com problemas do género k têm animais em casa. Aliás, alguns estudos até já dizem k ao contrario do k se pensava, é benéfico ter caes ou gatos. Por isso pensa bem antes de ficares com os bichos. Por muito boa k seja a instalação exterior para eles, nao se compara com o conforto e aquecimento de viver dentro de casa.

Retrato de nini_mafa
Sex, 02/12/2011 - 22:49
nini_mafa:
Membro desde: 18.05.2009

Bem quando os cães são bebes deveriam estar um pouco mais abrigados mas também existem cães que nascem nas rua e "não morrem por isso".
Quanto à bronquite... desde que se mantenha a casa limpa de pêlos, o máximo possível, não acredito que haja qualquer problema, digo eu por experiência própria (eu tenho bronquite asmática, rinite alergia e sinusite) e já tive cães, gatos, pássaros e nunca tive qualquer problema.

Mas se for um caso que bronquite mais sensível nada que com a medicação certa não resolva.

bjs

Retrato de C.A.S.C.S.
Sáb, 03/12/2011 - 10:10
C.A.S.C.S.:
Membro desde: 29.01.2011
Andreia_Lelo wrote:

Eu tenho asma brônquica e à uns anos ofereceram uma caniche à minha irma. Ao inicio tb tive receio das consequencias k poderia ter ao conviver diariamente com ela. Garanto k nunca tive uma crise derivado a ela. Continuo a ter os meus episodios mas nao mais do k tinha antes de ela ir lá pra casa. E atenção k eu passava a vida com ela ao colo, ela dormia comigo, por vezes acordava e ela estava quase com o focinho colado à minha cara :). Por isso nao sei se essa justificação me convence... Há imensas pessoas com problemas do género k têm animais em casa. Aliás, alguns estudos até já dizem k ao contrario do k se pensava, é benéfico ter caes ou gatos. Por isso pensa bem antes de ficares com os bichos. Por muito boa k seja a instalação exterior para eles, nao se compara com o conforto e aquecimento de viver dentro de casa.

... concordo com a Andreia!
Tenho a minha opinião e sou totalmente contra a permanência de animais apenas no quintal.
Para mim, são parte integrante da família e da mesma maneira que não iria pôr um irmão, um filho ou um primo a viver na rua, também não o faria com um cão ou um gato.
Claro que há centenas de cães e milhares de gatos a nascer e a viver na rua, mas quando são adoptados cabe-nos a nós zelar pelo seu bem-estar. Digo-te isto ati da mesma maneira que disse a uma familiar minha que tem um rott a viver no quintal. Não concordo nem um bocadinho!
Quanto à bronquite, há casos de pessoas que não se dão com os pêlos de todo, mas felizmente são casos raros! Além de que, tendo o trabalho de aspirar a casa isso é amenizado!
Mas atenção, isto é a MINHA opinião!
Eu não deixaria um patudo meu a viver na rua, fosse bebé ou adulto.

"Eu serei forte mesmo se tudo der errado, mais uma vez.."

Madrinha das queridas TâniaMiguel e kikinha_kutxi.
Afilhada orgulhosa da Rute Cris, da FiPipoca e Sofia1984 ! Lindonas

Retrato de NANCE
Sáb, 03/12/2011 - 11:10
NANCE:
Membro desde: 16.03.2011

Não entendo, se tens uma pessoa na família com esse problema, pq é que queres ter logo 3 cães?
E vão ficar só no quintal os 3 animais?
Pq que é que não adias o teu desejo de ter animais para quando tiveres mais condições?

Retrato de Ana Gomez
Sáb, 03/12/2011 - 14:29
Ana Gomez:
Membro desde: 22.12.2010

NANCE wrote: Não entendo, se tens uma pessoa na família com esse problema, pq é que queres ter logo 3 cães?
E vão ficar só no quintal os 3 animais?
Pq que é que não adias o teu desejo de ter animais para quando tiveres mais condições?

Nós temos perfeitas condições e temos cabras e isso. Temos um terreno grandissimo e o meu pai quer cães para guardar a quinta, a box deles quase que dava para uma casa LOL

Eu também preferia ter dentro de casa, mas o meu pai não quer nao sei o que fazer

Retrato de Andreia_Lelo
Sáb, 03/12/2011 - 14:31
Andreia_Lelo:
Membro desde: 18.02.2010

Cabras e cães nao sao comparaveis. Parece me simples: nao fiques com os cães. Quando tiveres a tua casa com condições para os ter dentro dela, aí sim pensa nisso. Não sou minimamente apologista de cães no exterior.

Retrato de Ana Gomez
Sáb, 03/12/2011 - 14:32
Ana Gomez:
Membro desde: 22.12.2010
Andreia_Lelo wrote:

Cabras e cães nao sao comparaveis. Parece me simples: nao fiques com os cães. Quando tiveres a tua casa com condições para os ter dentro dela, aí sim pensa nisso. Não sou minimamente apologista de cães no exterior.

Não estas a perceber, não sou eu que quero os cães!
Eu ainda vivo com os meus pais e esta decisão de ter cães é deles!

Retrato de Teresa Cunha
Sáb, 03/12/2011 - 18:14
Teresa Cunha:
Membro desde: 14.09.2006

Os cães estão preparados para viverem no exterior (a camada de pêlo permite protegê-los contra as intempéries), e precisam dessa liberdade, principalmente quando se pretende que sejam cães de guarda.

Coloque na "box" um cesto/caixa com uma manta para o cachorrinho, vai ver que se vão dar às mil maravilhas.

Eles vão ser muito mais felizes a correr e saltar no campo, do que enfiados em casa.

Espero ter ajudado

Teresa Cunha

Retrato de Andreia_Lelo
Sáb, 03/12/2011 - 18:40
Andreia_Lelo:
Membro desde: 18.02.2010

Deu a entender k os caes iam ser teus

Retrato de fmarcelo
Sáb, 03/12/2011 - 22:14
fmarcelo:
Membro desde: 16.07.2010

Na minha opinião, esse tipo de animais ficam sempre na rua, e ainda por cima tens boas condições para eles... Não é por os deixares na rua que eles vão ser mal-tratados. Até porque os animais gostam muito mais da vivencia ao ar livre, a não ser que sejam habituados desde bebes a viver dentro de casa. Respeito as pessoas que gostem de ter os caes ou gatos sempre em casa, mas eu detesto entrar numa casa e só me cheirar a "cão". As pessoas que vivem cm os animais já nem se apercebem do cheiro que está entranhado nas casas, mas quem vem da rua nota logo... E por mais que limpes é impossivel nao haver pêlos...

É só a minha opinião ;o)

Retrato de Andreia_Lelo
Sáb, 03/12/2011 - 22:55
Andreia_Lelo:
Membro desde: 18.02.2010
fmarcelo wrote:

Respeito as pessoas que gostem de ter os caes ou gatos sempre em casa, mas eu detesto entrar numa casa e só me cheirar a "cão". As pessoas que vivem cm os animais já nem se apercebem do cheiro que está entranhado nas casas, mas quem vem da rua nota logo... E por mais que limpes é impossivel nao haver pêlos...

Não sei k tipo de casas com cães frequentas mas te garanto k a casa dos meus pais nunca cheirou nem cheira a cão. Tal como a dos meus sogros nao cheira e a de imensas pessoas k conheço e têm caes não cheira. Eu sou muito susceptivel a cheiros e detesto ir a uma casa k cheire a cão. Mas isso so acontece se os donos permitirem. SE houver boas práticas de higiene e limpeza isso nao acontece de certeza.

Retrato de NANCE
Sáb, 03/12/2011 - 23:59
NANCE:
Membro desde: 16.03.2011

E quantas pessoas têm uma casa imunda e a cheirar mal e não têm sequer 1 peixinho num aquario?

Quem gosta de limpeza tem a sua casa sempre limpa independentemente de ter animais ou não.

Retrato de Panther
Dom, 04/12/2011 - 01:26
Panther:
Membro desde: 24.12.2010
Ana Gomez wrote:
NANCE wrote:

Não entendo, se tens uma pessoa na família com esse problema, pq é que queres ter logo 3 cães?
E vão ficar só no quintal os 3 animais?
Pq que é que não adias o teu desejo de ter animais para quando tiveres mais condições?

Nós temos perfeitas condições e temos cabras e isso. Temos um terreno grandissimo e o meu pai quer cães para guardar a quinta, a box deles quase que dava para uma casa LOL

Eu também preferia ter dentro de casa, mas o meu pai não quer Sad nao sei o que fazer :S

Mas a situação foi apresentada como o problema ser por haver alguém com bronquite, mas pelos vistos não é apenas isso, é haver mesmo uma imposição!

Se o objectivo é que sejam cães de guarda, na minha opinião o melhor seria então adoptarem cães adultos, que já tivessem esse temperamento. Há vários casos desses.
É que adoptarem um cachorro, para além da questão da transição de dentro de casa para o quintal, nada nos garantia que depois ao crescer seria um cão de guarda.
É preciso é ter-se também em atenção que lá por haver muito espaço, não quer dizer que não tenham que ir à rua. Os donos devem sempre passear os seus cães diariamente, independente do espaço que têm para eles.
A ida à rua não serve só para fazerem as necessidades, é super importante para o equilíbrio de um cão, pois lidam com outros cheiros, com outras pessoas, com outros animais, enfim, lidam com diferentes situações que os estimulam.
Cuidado também com possíveis leishmanioses, estando sempre no exterior um cão corre mais perigo de a apanhar.

Retrato de Ana Gomez
Dom, 04/12/2011 - 13:51
Ana Gomez:
Membro desde: 22.12.2010
Panther wrote:
Ana Gomez wrote:
NANCE wrote:

Não entendo, se tens uma pessoa na família com esse problema, pq é que queres ter logo 3 cães?
E vão ficar só no quintal os 3 animais?
Pq que é que não adias o teu desejo de ter animais para quando tiveres mais condições?

Nós temos perfeitas condições e temos cabras e isso. Temos um terreno grandissimo e o meu pai quer cães para guardar a quinta, a box deles quase que dava para uma casa LOL

Eu também preferia ter dentro de casa, mas o meu pai não quer Sad nao sei o que fazer :S

Mas a situação foi apresentada como o problema ser por haver alguém com bronquite, mas pelos vistos não é apenas isso, é haver mesmo uma imposição!

Se o objectivo é que sejam cães de guarda, na minha opinião o melhor seria então adoptarem cães adultos, que já tivessem esse temperamento. Há vários casos desses.
É que adoptarem um cachorro, para além da questão da transição de dentro de casa para o quintal, nada nos garantia que depois ao crescer seria um cão de guarda.
É preciso é ter-se também em atenção que lá por haver muito espaço, não quer dizer que não tenham que ir à rua. Os donos devem sempre passear os seus cães diariamente, independente do espaço que têm para eles.
A ida à rua não serve só para fazerem as necessidades, é super importante para o equilíbrio de um cão, pois lidam com outros cheiros, com outras pessoas, com outros animais, enfim, lidam com diferentes situações que os estimulam.
Cuidado também com possíveis leishmanioses, estando sempre no exterior um cão corre mais perigo de a apanhar.

Phanter ajuda-me lá numa coisa!Se adoptarmos um cao já com leishmaniose que cuidados terei de ter? que medicação implica e sabes os custos?

Retrato de Panther
Dom, 04/12/2011 - 15:33
Panther:
Membro desde: 24.12.2010

Se a leishmaniose já estiver controlada, basicamente os cuidados principais serão dar-se um comprimido diário (é barato, mas claro que também varia conforme o peso do cão, quanto mais pesado for, maior a dose que terá que tomar) e manter-se a desparasitação externa em dia, que tenha protecção contra o mosquito (scalibor, pulvex, etc) mas também isto é algo essencial seja o cão positivo ou não.

Depois, é aconselhado ir-se repetindo análises regularmente (tipo de 6 em 6 meses ou com mais tempo de intervalo, isso depende da opinião do vet) para ver se ir vendo se a leish continua controlada e se não chegou a nenhum dos orgãos. Se houver uma recaída (ou seja, o cão deixar de ter a leis controlada) terá que fazer um novo tratamento com um outro medicamento durante cerca de 30 dias (este medicamento já é um pouco mais caro, mais uma vez variando conforme o peso, mas também só é dado durante esse tempo).

Resumindo, é uma doença que mantendo-se controlada não tem nada demais e há cães que chegam mesmo a velhotes com ela controlada Smile Havendo recaída, se conseguir voltar a controlá-la (e não chegando aos orgãos) também ainda poderá viver bastante.
O problema é mesmo quando a leish consegue chegar aos orgãos, porque ai podem surgir outro tipo de problemas (insuficiência renal, por exemplo).

Eu já tive um cão na família com leishmaniose. Custou porque não é fácil vê-los sofrer quando surgem os sintomas, mas ainda viveu algum tempo com a doença controlada. Infelizmente, teve uma recaída e os orgãos começaram todos a falhar, esteve internado mas não houve volta a dar Sad
Se eu voltasse atrás, tinha feito tudo igual, por acaso a decisão de ser tratado não podia ser tomada apenas por mim porque ele não era meu, mas aconselhei na mesma a que fosse feito e voltava a aconselhar o mesmo Smile
Valeu bem a pena todo o tempo que viveu com a doença controlada e era feliz, ninguém diria olhando para ele que tinha uma doença sem cura.

Pessoalmente não me importava de um dia vir a adoptar um cão com leish, são muito postos de parte quando podem viver tanto como os outros ou às vezes até mais Smile

Post