Casamento em risco

86 respostas [Última]
bettsy
Retrato de bettsy
Offline
Desde: 21.10.2011
Pode realmente não haver

Pode realmente não haver ninguem no sentido literal da palavra... mas ter-se cruzado com alguém que a tenha feito pensar seriamente na vida que tem... Até pode simplemente se ter atraido por alguem que não conhece praticamente e ai explicaria o nao querer contacto e nao se achar boa mae...nao ter traido realmente mas ter pensado nisso...

Acho que isso de ler mensagens ou seguir nao vai levar a nada... porque o facto de ela falar com alguem ou a ver com alguem nao indica que o esteja a trair... pode simplesmente ter um amigo/colega com quem sinta empatia e isso nao invalida um casamento na minha opiniao.

O que eu aconselharia... primeiro responde a ti proprio a uma pergunta: imaginas-te divorciado sem ela? Se sim... tenta ter um momento em que consigas falar com ela e diz que não aguentas levar a vida assim. Se ela te vê como amigo melhor divorcio (se ela aceitar deseja-lhe felicidade e tenta ser feliz tambem) Se ela se indignar... têm que ultrapassar os problemas e reencontrarem-se. Portanto, neste caso seria terapia de casal que eu aconselharia, por ti, por ela e pelo pequenote Sorriso

Ankiko
Retrato de Ankiko
Offline
Desde: 23.05.2015
Olá. Mais uma vez obrigado a

Olá. Mais uma vez obrigado a todos pelos conselhos. Nunca pensei encontrar num site apoio num momento como este. Sorriso

A possibilidade dela me ver como um amigo, e só, é a mais provável, realmente. A maneira como as coisas acontecerem é que me faz pensar que pode ser algo mais do que isso.

Porque, acho eu, ninguém deixa de gostar de um dia para o outro. E embora ela alegue que as coisas já não vinham bem desde há muito tempo, a verdade é que, tal como já disse aqui, a nossa vida sexual era relativamente normal, fazíamos planos para o futuro (casa nova, engravidar novamente, etc), e nunca nos demos mal. Mas em poucos dias, talvez semanas, notei nela uma mudança radical de atitude.

Pode, portanto, ser mais do que apenas desinteresse enquanto homem/marido. Pode ser, como diz a Betsy, uma atracção por alguém que a faça pensar que a vida dela pode ser melhor sem mim.

Evidentemente, quando duas pessoas se conhecem, tudo parece perfeito. Ninguém tem defeitos, ninguém acorda com mau hálito ou cheio de remelas, ninguém tem problemas.

Estes surgem quando a relação se aprofunda, e se começam a partilhar aspectos mais íntimos (não físicos, porque esses há tendência para partilhar logo). E é aí que percebemos que afinal aquela pessoa não é nenhum ser perfeito. Tem problemas tal como todos.

Isto para dizer que, se for esse o caso, há uma boa probabilidade dela estar a cometer aqui um erro, ou uma imaturidade. Eu, por exemplo, não cometeria esse erro. Porque já o cometi noutra fase da vida e aprendi com ele.

Pode também ter a ver com problemas financeiros. A precariedade da minha situação (embora eu acredite que tudo irá correr bem), o empréstimo recentemente feito, enfim...

Sinceramente, e apesar disto também não ser revelador de nada de bom da parte dela, acho que uma boa parte da postura dela terá a ver com aspectos financeiros.

Por último, sim, vejo-me divorciado dela. Não morrerei disso, com toda a certeza. Até porque também já não a tenho em tão elevada conta como tinha até há pouco tempo atrás.

Ela também se verá divorciada, sei disso. Não o fez ainda por medo. Medo da vida dela piorar financeiramente e medo do falatório que inevitavelmente se gerará, e medo da reacção da família, que gosta muito de mim.

Mas esse medo vai passar, um dia. Eu, na posição dela, já teria tomado a iniciativa. A minh situação é mais complicada, acho.

Primeiro porque não serei eu a ficar com o meu filho, e isso mata-me, parte-me o coração. A ideia de o ver menos vezes deixa-me dilacerado.

Depois porque, financeiramente, me veria numa situação potencialmente fatal para a minha empresa. Conto resolver isso em poucos meses. Se tudo acontecer como prevejo, e se as coisas se mantiverem assim, eu resolvo a situação.

E depois, e confesso ter alguma curiosidade nisto, veremos se ela não vem atrás de mim.

São tudo conjecturas, eu sei....

Obrigado, uma vez mais.

Saphir@
Retrato de Saphir@
Offline
Desde: 03.06.2015
Olá! Se calhar já venho um

Olá!

Se calhar já venho um pouco tarde e a vossa situação já se resolveu. Espero que sim. Sorriso
Não queria deixar de comentar, porque me revi na tua situação. Vivi algo parecido, sem saber o que se passava, mas com a pulga atrás da orelha. E enquanto não estamos certos do que se passa, temos dificuldade em ser nós a tomar a atitude. No meu caso, eu só consegui, quando soube que a traição era uma realidade. Quando isso aconteceu, deu-se o viés e passei a ter o "melhor" marido do mundo. Mas já era tarde...
Bom, isto para dizer que todos passamos por momentos de dúvida (e pode ser o caso da tua mulher), mas isso não pode deixar o parceiro nesta insegurança. É mega injusto para o outro, não? Desejo sinceramente que consigas encontrar o melhor caminho. Eu não tenho A resposta, mas a minha experiência revelou-me que tudo o que fazemos tem consequência, mais cedo ou mais tarde.
Boa sorte! Piscar o olho

Ankiko
Retrato de Ankiko
Offline
Desde: 23.05.2015
Nunca é tarde para ajudar - :)

Olá Saphir@.

Obrigado pela opinião. A minha situação não está resolvida, ainda...

Tenho feito um esforço por me abstrair de todas as dúvidas e pulgas atrás da orelha, e tenho tentado, nos últimos dias, contacto físico, que não sendo nada de mais, acabou por trazer momentos mais descontraídos e alegres.

Assim, nos últimos dias vinha a sentir-me um pouco mais animado e esperançoso. Mas hoje de manhã, enquanto preparávamos o pequeno-almoço, num desses momentos em que lhe roubava um beijo, ela diz: gostava tanto quando tinha os pequenos-almoços sossegados, sem ninguém a chatear-me...

Saí da cozinha, comi o meu pequeno-almoço o mais rapidamente possível, e fui para a cama, para perto do meu filho.

Meia hora depois, ela foi trabalhar, sem qualquer tentativa de se redimir ou emendar a mão.

Até agora (18:15), não me telefonou, nem enviou sms... Nada...

Enfim.

Babe1987
Retrato de Babe1987
Offline
Desde: 29.06.2013
Sinceramente

Sinceramente?!

Sendo como sou isso era motivo para acabar logo com tudo. Ela está mesmo a dizer-te que não suporta a tua presença!

Era nunca mais lhe dizer nada, tanto fisicamente como por telemóvel quando ela tentasse aldo dizias "então não querias que ninguém te chateasse?!"

Pode parecer rude mas ela não merece outro tratamento. Assim ela vê o que é ser-se tratado com indiferença.

SophieSophie
Retrato de SophieSophie
Offline
Desde: 10.08.2011
...

Ankiko escreveu:
Olá Saphir@.

Obrigado pela opinião. A minha situação não está resolvida, ainda...

Tenho feito um esforço por me abstrair de todas as dúvidas e pulgas atrás da orelha, e tenho tentado, nos últimos dias, contacto físico, que não sendo nada de mais, acabou por trazer momentos mais descontraídos e alegres.

Assim, nos últimos dias vinha a sentir-me um pouco mais animado e esperançoso. Mas hoje de manhã, enquanto preparávamos o pequeno-almoço, num desses momentos em que lhe roubava um beijo, ela diz: gostava tanto quando tinha os pequenos-almoços sossegados, sem ninguém a chatear-me...

Saí da cozinha, comi o meu pequeno-almoço o mais rapidamente possível, e fui para a cama, para perto do meu filho.

Meia hora depois, ela foi trabalhar, sem qualquer tentativa de se redimir ou emendar a mão.

Até agora (18:15), não me telefonou, nem enviou sms... Nada...

Enfim.

Nesses tempos em que ela tomava o pequeno-almoço sem ninguém que a chateasse, o Ankiko não estava presente porque estava a trabalhar?

Ankiko
Retrato de Ankiko
Offline
Desde: 23.05.2015
Por vezes sim, porque saía

Por vezes sim, porque saía cedo, outras vezes ainda estava a dormir, porque ficava a trabalhar até mais tarde.

Saphir@
Retrato de Saphir@
Offline
Desde: 03.06.2015
Ankiko, ela já te deu todos

Ankiko, ela já te deu todos os sinais, não? Não me refiro a traição. Refiro-me a querer permanecer contigo. O que fez com que ela ficasse assim se calhar já pouco importa. Importa este resultado.
Percebo a tua luta e acho mesmo que é preciso tentar, mas agora parece já não estar ao teu alcance fazer o que quer que seja, para alterar esta situação. Já se viu, não é? Só te fará sofrer mais, porque vais ouvir comentários desses.
A bola está do teu lado Sorriso

Ankiko
Retrato de Ankiko
Offline
Desde: 23.05.2015
Bem, ontem voltei a forçar

Bem, ontem voltei a forçar uma confrontação. Que, tal como todas as outras, deu em nada.

Mas desta vez avisei-a que as coisas seriam diferentes. Que doravante ela viveria a vida dela e eu a minha.

Hoje, já depois dela acordar, dei um beijo no pequenote e disse que ia dar uma volta, e que não vinha almoçar.

Deixei-a literalmente a falar sozinha, e regressei apenas depois do almoço. Voltou a perguntar-me onde eu tinha ido, e eu voltei a dizer que fui dar uma volta.

Perguntou se eu já tinha almoçado, e eu disse que sim.

À tarde, e à frente dela, calcei o meu filhote, e saí com ele. Disse-lhe apenas: já voltamos.

Voltei e estava a fazer o jantar. Noto-a distante, chateada por eu agir assim.

Adivinham-se dias estranhos....

ccastanheira
Retrato de ccastanheira
Offline
Desde: 02.05.2014
Muito bem...

Ela esta a provar "do próprio veneno", passo a forma de expressão, e não está a gostar!

Mary38
Retrato de Mary38
Offline
Desde: 13.07.2012
oi

Ankiko escreveu:
Olá Saphir@.

Obrigado pela opinião. A minha situação não está resolvida, ainda...

Tenho feito um esforço por me abstrair de todas as dúvidas e pulgas atrás da orelha, e tenho tentado, nos últimos dias, contacto físico, que não sendo nada de mais, acabou por trazer momentos mais descontraídos e alegres.

Assim, nos últimos dias vinha a sentir-me um pouco mais animado e esperançoso. Mas hoje de manhã, enquanto preparávamos o pequeno-almoço, num desses momentos em que lhe roubava um beijo, ela diz: gostava tanto quando tinha os pequenos-almoços sossegados, sem ninguém a chatear-me...

Saí da cozinha, comi o meu pequeno-almoço o mais rapidamente possível, e fui para a cama, para perto do meu filho.

Meia hora depois, ela foi trabalhar, sem qualquer tentativa de se redimir ou emendar a mão.

Até agora (18:15), não me telefonou, nem enviou sms... Nada...

Enfim.

Se o meu marido me dissesse uma barbaridade dessas é porque tinha a certeza que estava tudo acabado... que pena, até pensei que voces se tinham acertado... mas por favor tenta ser feliz, nem que seja sozinho, porque isso não é um casamento feito de afeto e amor...

Babe1987
Retrato de Babe1987
Offline
Desde: 29.06.2013
Como o outro usuário disse

Ankiko escreveu:
Bem, ontem voltei a forçar uma confrontação. Que, tal como todas as outras, deu em nada.

Mas desta vez avisei-a que as coisas seriam diferentes. Que doravante ela viveria a vida dela e eu a minha.

Hoje, já depois dela acordar, dei um beijo no pequenote e disse que ia dar uma volta, e que não vinha almoçar.

Deixei-a literalmente a falar sozinha, e regressei apenas depois do almoço. Voltou a perguntar-me onde eu tinha ido, e eu voltei a dizer que fui dar uma volta.

Perguntou se eu já tinha almoçado, e eu disse que sim.

À tarde, e à frente dela, calcei o meu filhote, e saí com ele. Disse-lhe apenas: já voltamos.

Voltei e estava a fazer o jantar. Noto-a distante, chateada por eu agir assim.

Adivinham-se dias estranhos....

Como outro usuário já disse, ela está a provar do próprio veneno. O mais engraçado é que ela tinha dito que gostava de estar sozinha, sossegada. Bom é o que lhe está a acontecer não é?
O ideal era numa próxima vez sair sozinho, mesmo. Sem o filho.
De certeza que isso irá despoletar uma reacção maior nela. Se realmente não te quiser perder, terão de ter uma conversa séria.

Ankiko
Retrato de Ankiko
Offline
Desde: 23.05.2015
Olá a todos, e obrigado.

Olá a todos, e obrigado. Mesmo. É bom contar com o vosso apoio.

Não há grandes novidades. Ontem chegou a casa com uma infecção urinária, e pediu-me para tratar do pequenote enquanto foi a uma clínica e à farmácia. Dei o jantar e banho ao filhote, tratei da louça, e já estava a deitar o miúdo quando ela chegou, cheia de dores. Adormeci o pequenote, e fui um pouco para perto dela. Levantava-se de 5 em 5 minutos para ir urinar.

Durante a noite, levantei-me duas vezes para ver se ela estava bem (ela hoje dormiu no quarto do rapazote). Pediu-me água, e eu fui buscar.

De manhã, tudo normal. Já estava melhor, e quando a condição física está bem, o humor segue o percurso inverso....

Mary38
Retrato de Mary38
Offline
Desde: 13.07.2012
oi

Ankiko escreveu:
Olá a todos, e obrigado. Mesmo. É bom contar com o vosso apoio.

Não há grandes novidades. Ontem chegou a casa com uma infecção urinária, e pediu-me para tratar do pequenote enquanto foi a uma clínica e à farmácia. Dei o jantar e banho ao filhote, tratei da louça, e já estava a deitar o miúdo quando ela chegou, cheia de dores. Adormeci o pequenote, e fui um pouco para perto dela. Levantava-se de 5 em 5 minutos para ir urinar.

Durante a noite, levantei-me duas vezes para ver se ela estava bem (ela hoje dormiu no quarto do rapazote). Pediu-me água, e eu fui buscar.

De manhã, tudo normal. Já estava melhor, e quando a condição física está bem, o humor segue o percurso inverso....

Deixa-me só dizer que pareces ser um marido de ouro, super parecido com o meu kkk pena é a tua esposa não te dar valor...enfim, te desejo toda a sorte do mundo.

Nikiad
Retrato de Nikiad
Offline
Desde: 24.05.2011
Boa tarde Vou dar a minha

Boa tarde

Vou dar a minha opinião muito pessoal. Identifiquei alguns "sintomas" da tua esposa em mim, que também tenho uma filha de 3 anos e me sinto saturada/sobrecarregada com a rotina.
Não tem propriamente a ver com o meu marido mas muitas vezes é em relação e a ele que se centra a minha frustração.
No meu caso sinto-me demasiado sobrecarregada com a nossa filha e ele a acomodar-se a essa situação. Ele também ajudava muito e fazíamos tudo a meias mas a pouco e pouco as coisas vão estando cada vez mais "em cima de mim". E eu começo a acusar essa sobrecarga, não tenho tempo para mim (também tenho saudades de um pequeno almoço sozinha...), não tenho um minuto de sossego quando estou em casa, ando de mau humor (muitas vezes nem consigo ir à casa de banho descansada porque a pequenita anda sempre atrás de mim).
O que quero com isto dizer é que a tua esposa pode também estar a sentir-se assim (ou este ser um dos fatores). Por vezes precisamos de sentir que os maridos conseguem tomar conta da situação sem nós e o que sugiro é que tentes aliviá-la um pouco em relação ao pequenote para ver se o humor dela melhora!

Desejo que tudo corra bem!

kika.lipe
Retrato de kika.lipe
Offline
Desde: 24.06.2015
Olá, espero sinceramente que

Olá,

espero sinceramente que as coisas se resolvam...

Será que a sua mulher não estará com uma pequena depressão?

Não estará cansada psicologicamente do dia-a-dia.

Ok que voçê ajuda mas ela própria poderá estar saturada de determinada situações e nem ela própria saber o que tem.

Tenho 2 filhos pequenos em que a diferença de idades é de 2 anos, o pai ajuda mas nunca é o suficiente. Provavelmente ele diz o mesmo de mim.
porque ou estão doentes, ou é necessário ir a uma reunião, ou isto ou aquilo. temos de fazer o jantar, fazer as lidas domésticas, etc...quero com isto dizer, e vou ser muito sincera, hoje em dia a vida de casada e com filhos é DÍFICIL....é complicado quando temos dívidas, quando temos responsabilidades, quando temos filhos.

houve uma altura em que andava muito cansada psicologicamente tinha atitudes irreflectidas e o meu marido sugeriu que fosse fazer um tratamento. E andava mal porque eram e são muitas preocupações, as pessoas não são iguais e tomam atitudes que para o outro pode não ser bem entendida.

Tente ver se a senhora está bem psicologicamente.
Ela também pode ter deixado de gostar de sim;se ela deixou de amar isso não quer dizer que tenha havido uma traição.

Já se perguntou se ela era capaz de o trair? Voçê conhece-a melhor do que nós..ou caso ela o traísse voçê não iria reconhecer os sinais?

seguramente que vou ter muitas criticas c/ o que vou dizer mas....se eu traísse o meu marido ele seria o primeiro a saber, e se o meu marido me traísse seguramente que ele iria mudar.

neste momento voçê está tão alerta que qualquer atitude que a sua senhora tenha e não seja do seu agrado voçê leva a mal....isso é normal também acontece comigo.

se que uma sugestão faça assim:
. não dê importância a coisas insignificantes
. pergunte-lhe se ela anda bem psicologicamente
. vão passar um fim-de-semana sem o filhote
. um pouco de desprezo para ver se ela se sente

tudo de bom

z0ra
Retrato de z0ra
Offline
Desde: 11.07.2011
Não iria pela via de andar

Não iria pela via de andar atrás a ver se ela tem "outro"...
Na minha opinião, terem sexo 1 a 2 vezes por mês também parece muito estranho... Mas cada casal é um casal!
Já tentou conversas francas, não deu em resultado... Eu optaria pela indiferença perante ela. Se ela de facto ainda gostar de si, pode ter a certeza que a tampa lhe vai saltar!
Para mim isto seria o necessário para saber se punha ou não um ponto final na relação. Gosta de mim? muito certo. Não Gosta? Amigos na mesma e não percam mais tempo um com outro...
Espero sinceramente que tudo se resolva pelo melhor para ambos!

Bioderma, Mustela, Ávene, La Roche Posay, Ducray, Uriage, Aderma, Lierac, etc!
Gostas destas marcas mas deixas sempre balúrdios na farmácia?
Vai já a www.skincare.pt!
Não se esqueçam de pôr like para estar a par das novidades e promoções!

Bis23
Retrato de Bis23
Offline
Desde: 27.07.2011
'

'

Ankiko
Retrato de Ankiko
Offline
Desde: 23.05.2015
Boa noite a todos, e obrigado

Boa noite a todos, e obrigado pelos comentários. São todos de grande ajuda,

Já não vinha aqui há algum tempo, tenho andado ocupado.

As coisas estão um pouco diferentes, mas ainda não como eu gostaria.

Há uns dias, forcei novamente uma conversa, depois de me ter tentado aproximar fisicamente (mais uma vez) e ela me ter rejeitado.

Nessa conversa perguntei-lhe se as coisas se tinham alterado e ela disse que não. Então eu disse que não aguentava mais, que se não sabia o que sentia já tinha tido mais do que tempo para ter definido isso.

E que não ia continuar a fingir para o exterior que estava tudo bem. Disse-lhe que passava a fazer a minha vida, e ela a dela, e que passaria a dormir no quarto do meu filho.

Ela, uma vez mais, nada disse.

Saí durante uma hora para espairecer, e quando voltei, disse-lhe para me ajudar a mudar as minhas roupas para o quarto do pequenote. Ela começou a choramingar, a dizer que não havia necessidade para isso, e que não me ajudava a fazer isso. Enquanto eu fiz a mudança, ela esteve sempre a chorar.

Mais tarde, não fui almoçar com os meus sogros, apesar dela ter insistido para o fazer, Assim, foi forçada a contar-lhes. Agora todos sabem.

Isto foi num domingo. Na 3ª feira seguinte, enviei-lhe um sms a dizer-lhe que me entristecia muito ver que ela não lutava pela nossa família, e que não mudava a sua atitude.

Nessa noite, dormi no quarto do pequenote outra vez, mas durante a noite fui vê-lo, para ver se estava tudo ok, e ela acordou, e olhou para mim. Não resisti a tentar novamente aproximar-me.

Desta vez ela não só deixou, como me deu um beijo rápido, e até colocou o braço dela em cima do meu corpo. Ficámos assim até nos levantarmos.

Na noite seguinte, a mesma coisa. E já se despediu com um beijo, antes de sair de casa.

Entretanto, deixa-me fazer massagens, já fui ter com ela ao duche e ela não me espetou com o chuveiro na cabeça Sorriso

Mas continua sem dizer que me ama..... E continua sem ter intimididade comigo....

Talvez com o tempo, não sei...

Ankiko
Retrato de Ankiko
Offline
Desde: 23.05.2015
Olá. Há tempo que não escrevo

Olá.

Há tempo que não escrevo aqui nada, não porque não tenha nada para contar, mas porque não tenho tido disponibilidade.

Vou tentar ser sucinto.

A minha mulher mudou de atitude para comigo, como já tinha dito.

Chegámos a ter intimidade uma única vez, numa das vezes em que me fui enroscar nela, durante uma tarde em que estávamos a dormitar depois do almoço.

Já lá vão quase 3 semanas, e nunca mais aconteceu. Continua mais receptiva, beija-me quando sai para o trabalho e quando regressa, continua a abraçar-me durante a noite, mas queixa-se que sou chato e que precisa de dormir.

Discutimos várias vezes, consequência da minha falta de paciência, e por vezes vem ter comigo e dá-me um beijo, como quem pede desculpa.

Pede-me massagens de vez em quando, e temos feito alguns planos em comum, como ir ao cinema, jantar fora, e ir à praia.

No entanto, ultimamente, voltou a ser mais distante.

Nada parecido com o que já foi, e sinceramente desconfio que seja sobrecarga de trabalho.

Ou seja, está melhor, mas eu continuo insatisfeito...

Mary38
Retrato de Mary38
Offline
Desde: 13.07.2012
Olá

Ankiko escreveu:
Olá.

Há tempo que não escrevo aqui nada, não porque não tenha nada para contar, mas porque não tenho tido disponibilidade.

Vou tentar ser sucinto.

A minha mulher mudou de atitude para comigo, como já tinha dito.

Chegámos a ter intimidade uma única vez, numa das vezes em que me fui enroscar nela, durante uma tarde em que estávamos a dormitar depois do almoço.

Já lá vão quase 3 semanas, e nunca mais aconteceu. Continua mais receptiva, beija-me quando sai para o trabalho e quando regressa, continua a abraçar-me durante a noite, mas queixa-se que sou chato e que precisa de dormir.

Discutimos várias vezes, consequência da minha falta de paciência, e por vezes vem ter comigo e dá-me um beijo, como quem pede desculpa.

Pede-me massagens de vez em quando, e temos feito alguns planos em comum, como ir ao cinema, jantar fora, e ir à praia.

No entanto, ultimamente, voltou a ser mais distante.

Nada parecido com o que já foi, e sinceramente desconfio que seja sobrecarga de trabalho.

Ou seja, está melhor, mas eu continuo insatisfeito...

Realmente ela está melhor, mas ainda não acho normal uma casal ser assim tão distante fisicamente... quer dizer, não há carinho, não há sexo nem nada de nada? Não me parece muito normal ter relações uma vez e voltar tudo ao mesmo... voce tem de ver o que é melhor para si e para sua felicidade.

Ankiko
Retrato de Ankiko
Offline
Desde: 23.05.2015
Realmente, chego à conclusão

Realmente, chego à conclusão que o meu timing para fazer assunções sobre o ponto de situação da minha vida pessoal não é grande coisa.

Dois dias após vir aqui dar conta que as coisas estavam melhores, a minha mulher diz-me que afinal não consegue ser a pessoas que quero que seja, e que o melhor será separarmo-nos temporariamente.

Que é como quem diz, para sempre, obviamente.

Nada que me surpreenda verdadeiramente, há que dizê-lo.

Vamos lá então para esta nova fase da minha vida. Enfim...

Ankiko
Retrato de Ankiko
Offline
Desde: 23.05.2015
Hoje de manhã, veio ter

Hoje de manhã, veio ter comigo à cozinha (dormi no quarto do pequenito), e queria à força um abraço.

Disse-lhe que passei estes meses todos precisamente a querer abraços dela e ela nunca mos quis dar, não era agora que ia acontecer.

Agarrou-me à força e disse que não me tinha dito que se queria separar, e que não disse que não gostava de mim.

Disse-lhe que eu não tinha dúvidas sobre o que ela tinha dito, e que já o tinha dito várias vezes.

Foi atrás de mim para o wc (eu queria tomar banho), e tive que a pôr fora e fechar o wc à chave.

Depois, ainda me disse que queria que fôssemos juntos para férias, na próxima semana.

Disse-lhe que não havia a menor possibilidade disso acontecer...

Enfim, parece-me que não anda bem, mas eu não tenho mesmo paciência para a aturar, já.

O problema é ainda gostar dela...

Raquel_Moreira
Retrato de Raquel_Moreira
Offline
Desde: 12.11.2009
Posso dar a minha opinião

Posso dar a minha opinião sincera e não querendo defender ninguém?

Eu já passei isso com o meu marido e apesar de não lho dizer sabes o que e?

Depressão, frustada com o trabalho, com a casa, com a constante falta de carinho e atenção... chegamos ao ponto de irmos de ferias e ele cancelar as ferias para ir trabalhar porque tinha virado chefe, telemóvel sempre atras, tudo... tudo isso me cansou e fez me fechar no meu mundo...

Ela q procure ajuda medica, por vezes o cansaço tornasse numa depressão e quando da mos por ela e tarde demais... muitas felicidades

Arieth
Retrato de Arieth
Offline
Desde: 19.03.2009
Olá Ankiko, Li e reli os seus

Olá Ankiko,

Li e reli os seus comentários, e confesso que fiquei estarrecida ao ler a sua história.
Nem sempre as coisas desenvolvem como queremos. Pelo que descreves, acredito piamente que a sua esposa gosta de si, só tem um gênio difícil. Posto isto, lute pela sua família. Ela já percebeu que tem um grande homem em casa.... Piscar o olho

Helder Cardoso
Retrato de Helder Cardoso
Offline
Desde: 16.02.2007
É complicado...

É complicado...

Ankiko
Retrato de Ankiko
Offline
Desde: 23.05.2015
Obrigado a todos. Não

Obrigado a todos.

Não imaginam a força que os vossos comentários me dão.

Não sei mesmo o que fazer. Ela foi, e já regressou de férias. Continuamos a partilhar a casa, mas eu decidi que as coisas iam ser diferentes, e tenho-me esforçado por não me desviar desse rumo.

Não lhe ligo nada, vivo em exclusivo para o filhote, e acreditem que começo a tirar dividendos maravilhosos com ele.

Mas com ela, custa mesmo muito. Noto que ela mete conversa, sobre coisas triviais, mas não passa daí. Não me consigo esquecer do que ela me disse várias vezes, acerca da falta de sentimento.

E decidi que não me humilho mais.

Como diz o ditado, à espera do melhor mas preparado para o pior.

Obrigado, mais uma vez.

Patrícia10
Retrato de Patrícia10
Offline
Desde: 24.05.2013
Olá

Olá,

Li todos os teus comentários e estou de facto chocada com a tua história.

Tu vais aguentar essa situação mais tempo? Ela foi de férias sozinha e regressou como se nada fosse? Sinceramente não consigo entender.

Falo-te como mulher, que também tem os seus traumas/depressões e aborrecimentos. Também me sinto mal com o mundo de vez em quando, pego com o meu marido sem razão nenhuma e sinto-me a mulher mais infeliz do mundo.. Mas isso são fases, que duram pouco tempo...Mas ele conhece-me melhor q ninguém e já sabe quando fico com as agulhas viradas o melhor é deixar passar..

Agora manter essa situação durante tanto tempo deve ser desgastante... Ainda por cima se lhe tens mostrado indiferença e ela mantém-se igual, é pq deixou de te amar.. E aí acho que é mesmo o fim.
Aguentar um casamento sem amor deve ser desesperante. Bem pior que o divórcio. Por isso, aconselho-te muita força e boa sorte!

Arieth
Retrato de Arieth
Offline
Desde: 19.03.2009
Boas Ankiko, Julguei que as

Boas Ankiko,

Julguei que as coisas estavam melhores, faz-me lembrar a conversa de um passo para frente e dois para trás. Segundo os últimos relatos julguei que a coisa estava encaminhada e avizinhava-se às pazes, mas depois de teres dito que foi de férias sozinha tb começo a duvidar que ela realmente goste de si e que aprecia a sua companhia.
Não pode estar assim indefinidamente, tudo na vida tem um fim, senão conseguem manter uma conversa aberta e sincera entre os 2, o que poderá correr bem??? reflita! ponha os prós e contras na balança, e meça se valerá a pena tanto sofrimento e se tem resolução.
Abraços e coragem!!!!

gatita5
Retrato de gatita5
Offline
Desde: 21.08.2013
Boa tarde

Boa tarde. Lamento a situação. Vou expor o meu problema, eu estou numa relação à 10 anos e desde que emagreci (há 2 anos) tenho tantos complexos com o meu corpo que por mais que ame o meu companheiro e adore sexo, deixei de o fazer de 2 vezes ao dia mínimo, para 2 vezes por mês se tanto. Mas isso não é desculpa para desprezar o companheiro e recusar carinho e abraços, eu disse-lhe o que se passava e ele compreendeu, e encontrei outra forma de lhe dar prazer, pq quando se gosta esforçamo-nos.
Relativamente à separação, caso chegue a divórcio o Ankiko pode solicitar guarda partilhada, vejo que é um excelente pai e marido, ela é que perde. Muita força e faz bem não se deixar humilhar, é o príncipe encantado que muitas mulheres procuram, merece tudo de bom e parabéns por ser como é.

Opções de visualização dos comentários

As alterações efectuadas serão aplicadas a todos os tópicos.

Tópicos relacionados

Eis uma boa questao...Acho k ja perdi com o facto de dizer td o k penso...As vezes falo e a seguir e k penso E penso:"N devia ter dito isto"......
Alguem sabe como apagar conta neste site? queria abrir outra porque me esqueço sempre do nome Obrigada
Porque se queixarão as mulheres das lides domésticas se basta um pouco de organização? Segunda-feira Sózinho em casa. A minha mulher foi passar a...
A existência de flores e plantas dentro de casa está ligada a um mito: as flores “roubam” o oxigénio presente na habitação e prejudicam...
Olá meninas! Bemmmm isto de aos poucos ir compondo a nossa casinha tem que se lhe diga! Falta sempre alguma coisa!!! Vocês não têm o mesmo problema?...
...