Como preparar um animal de estimação para a chegada de um bebé

Cão a olhar para um bebe a dormir

A chegada de um bebé costuma ser um momento delicado para toda a família, incluindo aquelas que têm um animal de estimação. Sensíveis aos mais diversos estímulos, assim como suscetíveis a sentimentos comuns aos seres humanos (como ciúmes, raiva e hiperatividade), os animais de estimação precisam de uma série de cuidados quando se prepara a chegada de um bebé. Encarar essa nova fase é um processo gradual, que implica paciência e disponibilidade para que todos possam conviver de forma saudável e para que a preocupação deixe de existir quando o animal estiver perto do bebé.

Para isso, existem algumas recomendações que, quando seguidas, podem facilitar a adaptação de um animal de estimação à chegada do mais recente elemento da família.

Intensificar o toque e as brincadeiras

Algumas semanas antes do nascimento do bebé, é importante reforçar a atenção dada ao animal de estimação. Aumentar os estímulos, bem como intensificar algumas brincadeiras (como levantar as patas dianteiras), ajudarão o animal a preparar-se gradualmente para os toques e brincadeiras que o bebé terá futuramente com ele. Ao mesmo tempo, estarão a reforçar os laços já existentes com o animal de estimação, assegurando que estes são para sempre.

Aprender a partilhar

A importância dos brinquedos é crucial na chegada de um bebé. Uma criança não entende os limites dos outros, pelo que é importante educar o animal de estimação a saber partilhar os seus brinquedos. Para tal, basta que, com alguma frequência, se retirem os brinquedos ao animal, nomeadamente quando ele estiver a brincar, para que ele se prepare para a partilha que vai ter obrigatoriamente de fazer com o novo membro da família.

(Des)marcar o território

É comum que os animais de estimação se tornem ainda mais territoriais com a chegada de um bebé, principalmente em relação aos donos. Para mudar esse comportamento, é necessário que os treinos comecem alguns meses antes do nascimento do bebé. Por exemplo, o animal apenas deve subir para as camas ou para os sofás quando autorizado, de modo a que ele desenvolva um maior sentido de privacidade, espaço e respeito.

Reforçar o cheiro

A chegada do bebé é um momento especial para todos os elementos da família, mas costuma requerer uma maior paciência em relação ao animal de estimação. Permitir que o animal olhe para a criança é uma excelente maneira de criar vínculos entre eles. Além do olhar, os animais de estimação normalmente identificam pelo aroma, pelo que deverão deixá-los cheirar objetos com o aroma do bebé, para que estes se possam ir familiarizando com o seu “novo dono”.

Integrar o animal. Sempre.

Permitir que o animal faça parte da rotina do bebé é uma forma eficaz de o deixar cada vez mais confortável em relação ao novo membro da família. Se o animal de estimação está acostumado a ficar dentro de casa, não se deve mudar abruptamente essa rotina. O animal de estimação deverá ser integrado na nova rotina da família, podendo participar das atividades quotidianas que se realizam em torno do bebé. O contacto direto é uma excelente forma de criar vínculos para uma vida inteira, reforçar o sentido de família e pertença, sem pôr em causa a segurança da criança.  

Com paciência, força de vontade e muito respeito, é possível ter-se uma família onde os animais de estimação convivem direta e saudavelmente com as crianças, proporcionando um ambiente familiar adequado para o desenvolvimento de todas as partes.

Média: 5 (3 votos)

Artigos relacionados

Trazer para o vosso lar um novo elemento, é um passo que deve ser ponderado e levado com a seriedade que merece. Quando adoptam um animal de...
Olá! Como sabemos que para muitas pessoas, o animal de estimação faz parte da sua vida, recriamos a secção Animais, sendo agora possível homenagear o...
Olá Companheiras ! (e companheiros ^^) Bem, isto é o seguinte: já há algum tempo que andava à procura de um cãozinho. Estava apaixonada pelos Spitz...
A adoção de um animal de estimação traz consigo muitas responsabilidades, pelo que deverá ser uma decisão bem ponderada e em família. O novo animal...
Olá a todos, sei que existem já alguns posts acerca deste tema mas não tenho conseguido encontrar exactamente o que procuro. Eu e o meu namorado...