Como evitar fraudes, esquemas e donativos fraudulentos | A Nossa Vida

Como evitar fraudes, esquemas e donativos fraudulentos

No dia-a-dia a fraude é uma prática corrente e passa quase como que despercebida. O desejo pelo lucro e pelo dinheiro fácil é para muitos uma tentação difícil de resistir.

É comum encontrarem na Internet esquemas de fraude online associadas a websites de pagamentos; fraude nos emails, quando são recepcionados emails com conteúdos maliciosos e não fidedignos; SMS fraude, a solicitar o envio de uma determinada mensagem a toda a lista de contactos; no grupo de amigos ou colegas de trabalho podem surgir situações de fraude, quando são convidados a participar em esquemas Ponzi, que envolve, necessariamente, a introdução de capital financeiro.

Os modelos de fraude sucedem-se e em todos eles existe um objectivo comum: o enriquecimento de alguém à custa da ignorância e ilusão de outros. Sejam prudentes!

Em seguida fiquem a conhecer o que é a fraude e evitem-na a todo o custo.

Fraude, o que é?

A fraude é um comportamento desviante por parte de indivíduos que fazem parte de qualquer sociedade, organização ou instituição. Um acto fraudulento é um acto ardiloso, enganoso ou de má fé que é praticado com a intenção de lesar ou ludibriar uma terceira parte com o intuito de obter ganhos privados ou de não cumprir determinado dever.

A fraude nasce fruto de uma necessidade, isto é, quando alguém quer a todo custo obter alguma vantagem ou bem que não obteria de uma forma legal. Na perspectiva de uma pessoa fraudulenta, uma fraude, ou um esquema fraudulento é um meio, uma hipótese, como que uma oportunidade dourada que não pode ser ignorada, nem desperdiçada.

Ser fraudulento é um vício que precisa constantemente de ser alimentado, quer isto dizer que ao praticar uma fraude e sendo esta bem sucedida, muitas outras se seguirão, daí o motivo de existirem tantas fraudes em tantos domínios.

Tipos de Fraude

A fraude é composta por dois tipos principais de fraude onde são agrupadas a maioria das fraudes: as “Advance Fee”, ou pagamento adiantado e as "Capital Vanish", ou desaparecimento do capital.

A fraude está presente nos mais diversos campos do quotidiano. Diariamente, a comunicação social divulga novos e vários esquemas de fraude fiscal, de fraude bancária, de fraude online, de fraude artística, de fraude científica, entre outras.

Os burlões estão dispostos a tudo para enriquecerem na vida e elaboram esquemas diabólicos com o intuito de trapacear todos os que são iludidos pela promessa de dinheiro fácil.

Fraude “pagamento adiantado”

Esta fraude ocorre quando é solicitado algum adiantamento, a qualquer título, para conseguir atingir um benefício maior. O objetivo principal da pessoa fraudulenta passa por ter o dinheiro na mão e quando isso acontece o negócio aborta e não existe possibilidade de reaver o capital investido. Devem optar sempre pela manutenção da vossa estabilidade e sucesso financeiro. Neste modelo, as fraudes são muito criativas e imaginativas, como as que são praticadas nos modelos Ponzi, que explicaremos mais à frente.

Fraude “desaparecimento do capital”

Esta fraude sucede quando a pessoa fraudulenta toma posse ou controla directamente um valor ou propriedade da vítima. A promessa de juros elevados ou financiamentos à taxa reduzida induz no burlado a percepção que está a fazer um negócio único, no entanto, fica na ruína.

Esquemas e Donativos fraudulentos

O mundo virtual representa, sem dúvida, um avanço enorme da ciência e da técnica para o homem, contudo também pode constituir um mar de perigos e enganos. As fraudes online comprometem a segurança e a credibilidade que a Internet adquiriu ao longo dos tempos. Para combater esta tendência sejam vigilantes!

As fraudes online podem ser subdivididas em 4 tipos: Phishing ou fraude email, Trojans (Spyware/Adware/Malaware), Vishing ou email/SMS fraude e SCAM ou mensagens suspeitas.

A Fraude Phishing ou fraude email

Um exemplo clássico de fraude Phishing ou fraude email é quando recebem mensagens não solicitadas no correio electrónico. Uma situação de fraude email tem, a maioria das vezes, origem numa fonte aparentemente fidedigna como, por exemplo, um banco, empresa ou um website conhecido e são páginas muito semelhantes às originais. Porém, quando acede aos links enviados, estes remetem para websites fraudulentos com o intuito de furtar os dados pessoais e financeiros dos utilizadores.

Quantas vezes não receberam e-mails deste género: “clique aqui para mais informações

sobre o seu pedido/débito”; “Osama Bin Laden voltou a atacar”; “Veja aqui as suas fotos”; “Veja aqui o seu prémio”, entre muitos outros. Este género de emails são fraudulentos, o objetivo principal da fraude email é induzir as pessoas a clicarem nos respectivos links, pois ao acederem a eles estão a fazer o download de programas maliciosos.

Trojans (Spyware/Adware/Malaware)

Os trojans são softwares que se propagam através de mensagens de email, cujos conteúdos não estão ligados a nenhuma instituição financeira. Uma vez instalados, monitorizam o acesso aos serviços, com o objectivo de recolher toda a informação do utilizador, nomeadamente códigos secretos. A sua instalação pode levar a outros cenários de fraude email.

Devem ter o máximo de atenção para que esta situação não aconteça, verifiquem sempre se o website lhes parece autêntico e tenham especial atenção aos campos das passwords. Geralmente, têm muitos erros ortográficos. Estejam prevenidos!

Vishing ou email/SMS fraude

O conceito de Vishing ou email/SMS fraude surge quando as vítimas recebem um email de uma suposta entidade bancária. No conteúdo do email é disponibilizado um número de telefone para o qual têm de ligar para regularizar uma determinada situação (neste aspecto podem ser muito engenhosos) e, através de uma gravação, são-lhes solicitados os dados do seu cartão e os códigos do mesmo. Posteriormente, os vossos códigos caem nas mãos erradas.

Outra modalidade é através do envio de um SMS, onde é transmitida a informação de que o vosso banco lhes fez um depósito de uma determinada quantia e colocam à vossa disposição um número de telefone para esclarecimento de dúvidas. Ao ligarem para confirmar o que sucedeu, é-lhes pedido os dados bancários e assistem dessa forma, como que impávidos, se não estiverem precavidos, a um esquema tradicional de SMS fraude.

Para evitar esquemas de SMS fraude ou fraude email devem ter em atenção as linhas disponibilizadas pelos próprios bancos, nunca entrem em contacto com números de telefone que são apresentados por email ou SMS e, claro, nunca forneçam os vossos dados pessoais sem terem certezas.

SCAM ou mensagens suspeitas

As mensagens suspeitas ou SCAM concretizam-se quando recebem uma mensagem a oferecer trabalho na Internet. Estas ofertas são outros exemplos claros de SMS fraude ou de fraude email, pois, criam nas pessoas a ilusão de ganharem dinheiro de uma forma fácil (trabalhar a partir de casa por exemplo). As únicas aptidões necessárias são um computador com acesso à Internet e uma conta bancária.

Como diz o ditado, “Quando a esmola é grande, o pobre desconfia”, procedam desta forma e serão salvaguardados. Nos dias de hoje ninguém dá nada a ninguém, mesmo que o assunto da mensagem seja super interessante, se não vier de uma fonte conhecida, devem eliminá-la.

Donativos fraudulentos

As contribuições online podem ser uma forma salutar e conveniente de fazer donativos para as suas instituições de beneficência preferenciais. Todavia, à medida que a popularidade das doações online cresce, crescem também os esquemas de donativos fraudulentos online.

É uma realidade triste, mas verdadeira! Os esquemas de donativos não tentam apenas roubar o vosso dinheiro, mas também os impedem de ajudar instituições de caridade e grupos de ajuda legítimos, o que também vai prejudicar aqueles que realmente necessitam do vosso apoio financeiro.

Utilizam como fachada as catástrofes do momento para colocarem em prática esquemas fraudulentos e ganharem dinheiro com isso. São vários os casos conhecidos, como o atentado terrorista de Madrid em 2004, o Maremoto que assolou a Ásia em 2005 e agora o sismo que abalou o Haiti. São pessoas sem escrúpulos que estão dispostas a enriquecer sem olhar a meios.

Esquema Ponzi

Na temática das fraudes, existem exemplos infindáveis que podiam ser enumerados. Destaca-se o esquema Ponzi, introduzido pelo criminoso financeiro Charles Ponzi. A operação fraudulenta, conhecida como esquema em pirâmide, envolve o pagamento de rendimentos anormalmente altos aos investidores que estão no topo da pirâmide e isso faz com que as pessoas entrem no círculo, ou seja, na base da pirâmide. Depois, à medida que vão chegando novos investidores, as pessoas vão subindo na pirâmide e ganham dinheiro face à injecção de capital dos que chegaram em último.

O sistema Ponzi acaba sempre por cair na bancarrota. A falha fundamental é que não há benefício final; o dinheiro simplesmente percorre a cadeia, e somente o criador da fraude, ou poucas pessoas, ganham dinheiro trapaceando os seguidores.

Em Portugal, os esquemas de pirâmide efectuados pelas empresas perante os consumidores são considerados prática comercial desleal e, como tal, proibidos por lei.

O combate à Fraude

Para combaterem o fenómeno das fraudes existem várias técnicas e ferramentas para serem bem-sucedidos. Atentemos alguns exemplos que lhes garantem uma maior segurança e autenticidade.

Sejam cuidadosos: Em qualquer situação passível de fraude é necessário a vossa intervenção directa. Por exemplo ao receberem uma mensagem de correio electrónico de uma organização humanitária a pedir-lhes dinheiro, é bem possível que se trate de uma situação de fraude SMS. Não se precipitem em clicarem em ligações duvidosas, nem introduzam informações pessoais;

Contactem directamente as instituições: Em caso de dúvida, contactem as instituições de caridade conhecidas e estabelecidas e continuem a contribuir para as organizações ou pessoas da vossa confiança com as quais já tenham cooperado;

Tenham cuidado com as mensagens de correio electrónico desconhecidas: Quando recebem um email de fonte desconhecida, principalmente as que afirmam ter fotografias em anexo, sejam cautelosos, pode tratar-se de algum tipo de fraude de email;

Melhorem a segurança do computador: Utilizem a tecnologia actual para ajudar a bloquear o Spam, existem programas informáticos muito eficazes neste aspecto;

Utilizem o Filtro de Phishing Microsoft: O filtro de phishing da Microsoft oferece nova tecnologia dinâmica para os protegerem contra fraudes online e riscos de furto de dados pessoais; 

Verifiquem o website das organizações: Tenham em consideração que o website de uma determinada organização a que acedem, poderá não ser o website oficial e verdadeiro. Geralmente, os websites com conteúdos fraudulentos utilizam erros de ortografia deliberados, facilmente ignorados, para enganar os utilizadores;

Mantenham-se actualizados: A melhor forma de combater todo o tipo de esquemas de fraude passa pela forma como estão preparados para lidar com eles. A informação é a arma principal, assim estarão sempre um passo à frente das pessoas fraudulentas. Sejam perspicazes!

Não existe uma regra universal de como evitar as fraudes ou os esquemas e donativos fraudulentos. Cada vez mais as fraudes são mais complexas e diversificadas. Algumas noções e técnicas já foram desvendadas, porém, estejam atentos e vigilantes a qualquer situação estranha por mais paranóica que seja…pode tratar-se de uma fraude!