A crise afetou a sua vida em: | A Nossa Vida

Separadores primários

A crise afetou a sua vida em:

Comentários (21)

Retrato de _Marta_
_Marta_ Há 6 anos
Pena só dar para assinalar um item...
Retrato de Joannitah
Joannitah Há 6 anos
Reduzi tanta coisa na minha vida....acho que deveria dar para assinalar mais do que uma coisa....Choca-me um pouco a percentagem das ultimas duas opções...serão familiares do cavaquinho???!!!!
Retrato de Corvaxv
Corvaxv Há 6 anos
de facto devia dar para assinalar mais

www.cantinhodacorvaxv.com
[email protected]
91 595 08 31

Não perca as nossas 2 promoções!!!! Promoção de convites, e a Promoção de parceria, todas disponiveis em: www.cantinhodacorvaxv.com

Retrato de maralucy
maralucy Há 6 anos
concordo...teria assinalado uns 4 ou 5! ;p

our time is now!!

Retrato de AL
AL Há 6 anos
Gostei do teu comentário Joannitah! :D Acho que só pode mesmo ser isso. Como é possível não é? Mas ainda bem que existem pessoas que têm essa sorte.

Foste a melhor coisa que me aconteceu na vida. Amo-te para sempre! :x

Madrinha: MeVi
Afilhada: Mari Fernandes

Retrato de Nês 87
Nês 87 Há 6 anos
Concordo Marta, tanta coisa que a crise veio alterar na minha vida
Retrato de lms
lms Há 6 anos
enquanto pessoa que votou que até hoje a crise não me afetou em quase nada gostaria de dizer que a razão pela qual isso acontece é porque sempre poupamos uma boa parte do salário cá em casa. claro que gostava de ir mais ao cinema, jantar fora, comprar coisas sem olhar a preços e ir de férias sem função das minhas vontades e não do que o orçamento permite mas sempre foi assim cá em casa e nesse sentido a crise não mudou muito as coisas. a coisa que mais mudou foi menos poupança. é claro quea isto está associado o facto de termos sorte porque o ordenado é superior ao ordenado mínimo e não perdemos o emprego.
Retrato de turtleeyes
turtleeyes Há 6 anos
Nem mais ims... havendo uma educação "orçamental" rígida:P n tendo perdido emprego nem havendo alterações no salário.. há redução na poupança, q no meu caso n foi mta.. até ver! cinema? so vou aos gratuitos infanti, c o meu filho. jantares? dou me um limite p o jantar e noite. Roupas, acessórios? só em grande necessidade e as marcas q me perdoem, vão á falência, por mim :p mas praticamente sp fui assim... so ajustei uns valores agora!
Retrato de Nês 87
Nês 87 Há 6 anos
Cá em casa também sempre reinou a poupança, mas nunca ganhamos mais que o ordenado minimo. Para mais estamos os dois desempregados. Visto que ganhamos sempre o ordenado minimo , não nos permitia grandes poupanças, por isso todo o que haviamos poupado já era!!! Mas pronto nem todos tem a mesma sorte...
Retrato de Sofia1984
Sofia1984 Há 6 anos
por acaso hesitei bastante antes de responder, mas acabei por dizer que "janto menos vezes fora". Porque era a única coisa que fazia de vez em quando, ou "ir ao cinema". Hesitei entre estas duas. Férias, a bem dizer nem dentro nem fora.Comprar menos roupa e acessórios não, porque eu já compro mesmo o estritamente necessário.Mudar para uma casa mais barata quando pago 250 eur por uma mini mini, impossível, acho eu.No supermercado gasto o mesmo, ou seja, o essencial. Ficar mais por casa e ficar sem emprego foi devido ao meu filho, e não devido à crise. Não foi por estarmos em crise que deixei de trabalhar, apenas não arranjava trabalho com descontos...tive de me fazer à vida de uma forma alternativa, sem dinheiro é que não podia ficar... Confesso que me apeteceu votar no "crise, qual crise?!" pois acho que a crise afecta mais quem vive acima das suas possibilidades. Como eu vivo com os pés assentes na terra, por acaso não senti nada por demais.

"A meta de uma discussão ou debate não deveria ser a vitória, mas o progresso."
( Joseph Joubert )

Madrinha da TCosta, da florzinha C.A.S.C.S. e da espevitada RuteCris
Afilhada da Joanasantosblue