Usar cartões para obter vantagens financeiras - Economia doméstica, Profissional e lazer | A Nossa Vida

Usar cartões para obter vantagens financeiras - Economia doméstica, Profissional e lazer

Retrato de jvieira73@gmail.com
03.09.2019 | 22:44
[email protected]:
Membro desde: 04.05.2015

Boas,

Iniciei no início de 2019 uma alteração na forma como faço a gestão das finanças familiares, basicamente alterei o paradigma de em vez de usar conta corrente directamente na conta à ordem, passo a usar cartões de crédito que me permitem obter retornos financeiros significativos, a descrição que vou fazer poder ser aproveitada de várias formas, parcialmente ou na totalidade, havendo grandes vantagens quer na economia doméstica quer em despesas de viagens ao estrangeiro, espaço Euro e restante mundo.

Vou descrever alguns dias da minha vida do ponto de vista financeiro com vida doméstica, profissional e turismo para ser mais óbvio as vantagens, produtos utilizados

- Cartão de crédito Cofidis +1€ - Cashback 2% com limite €200 ano, permite cash advance em todos o mundo e conversoes de moeda sem comissões, sem limites
- Cartão de crédito Bankintercard - Cashback 5% com limite €10 mês
- Cartão Cetelem Black - Cashback de 3% com limite de €100 euros ano em restaurantes, supermercados e gasolineiras
- Cartão Curve - Agregador de cartões sem comissoes de cambio e permite levatamentos em ATM até €200 por mês, numa app do telemóvel selecciona-se qual o cartão destino da despesa - Completamente gratuito

Dia 1 - Segunda - Moro numa capital de destrito a 130km de Lisboa, saio de manhã para trabalhar em Lisboa
- Vou atestar o carro - Ponho €70 em gasóleo, pago com o cartão Curve onde previamente seleccionei como cartão destino o Bankintercard, na pratica a despesa fica em €66,5 devido aos 5% de cashbak, quer o Cartão Curve quer o Bankintercard não pagam a taxa de €0,50 de gasolineiras
-Em Lisboa à hora de almoço vejo que não tenho dinheiro para pagar o almoço caso o restaurante não tenha pagamento multibanco, levanto €50 usando o Cartão Curve selecionando previamente o Cofidis como destino do movimento, fico com €50 de dinheiro vivo, mas devido ao cashback de 2%, na pratica vou pagar €49
- No restaurante constato que tem pagamento multibanco, quando vou pagar, selecionao na App do Curve que quero usar o Cetelem Black, pago com o Cartão Curve e os 10 euros do almoço ficam na realidade em €9,7
- Ao voltar para casa, decido passar num hipermercado para fazer compras para casa, a conta total dá €100, confirmo que tenho o Cetelem selecionado na App do Curve, pago com o Curve e a na pratica a despesa é de €97

Dia 2 - Tenho uma viagem de trabalho à Suiça, fora do espaço Euro
Toda a viagem é reembolsada pela pela minha empresa, entre viagens de avião, Hotel, aluguer de carro, combustível e refeições vou gastar €1000, entrego faturas para ser reembolsado, na pratica paguei tudo com o Cofidis em que a despesa em Restaurantes é com o Cetelem (dá +1% em restaurantes), paguei tudo online usando o Cartão Curve onde seleciona cada tipo de despesa um dos cartões, arredondando para os 2% de cashback, na pratica tenho a despesa de €980 embora seja reembolsado pela empresa em €1000. Na Suiça levanto francos suiços no valor de €50 onde pagaria perto de 5% de comissoes entre levantamentos no estrangeiro e taxas de cambio, usando o Curve posso levantar dinheiro sem pagar nada disso, acabo por seleccionar o Cofidis na App por ainda ter 2% de cashback., mais uma vez €50 euros na mão (ou 54 francos suiços) quando na praticao que me vai ser descontado da conta vai ser €48.

Dia 3 - Dia calmo sem despesas significativa mas vou ao minimercado do bairro, a maquina de pagamento deles só aceita multibanco, faço compras no valor de €50, pago com o Cofidis que passa em máquinas que só aceitam multibanco mas dá cashback na mesma, dos €50 na pratica pago €48 (não usei o Cetelem que também passa nos "só multibanco" porque o minimercado está registado como um café e não conta para supermercados, descobri quando não recebi cashback na primeira depesa que fiz com este cartão neste local)

Dia 4 - Preciso novamente de meter combustivel, noutros dias já esgotei os €10 de cashback que o Bankitercard dá por mês, seleciona na App do Curve que quero usar o cartão Cetelem Black que dá 3% em gasolineiras, se usasse directamente o cartão Cetelem, pagaria €0,5 de taxa, mas ao usar o Curve, que não paga isso, a despesa vai parar na mesma ao Cetelem, recebo os 3% de cashback e não pago os €0,5.

Dia 5 - Saio com a família para jantar fora, estamos em vésperas de o pagamento do Cetelem cair na conta e também estou com o plafond do cartão esgotado, o Cofidis também já está sem saldo disponível, seleciono o cartão Universo na App do Curve, somos 5 e gastamos €80 euros a jantar fora, passado 1 semana já tenho o Cetelem pago e o saldo novamente disponível, o cetelem dá 3% de cashback em vez do 1% que o Universo dá. Abro a app do Curve e uso a função"go back in time" e transfiro a despesa do cartão Universo para o Cetelem, passo dessa forma de ter um cashback de €0,80 nessa despesa para €2,4, 1% para 3%.

Julgo que chega, já dei exemplos suficientes para se perceber bem, na pratica ando no meu dia a dia com 2 cartões na carteira, o Curve e o Cofidis, o Cofidis para situações onde apanho terminais de pagamento que não aceitem cartões de crédito.

A nossa economia familiar, 5 pessoas, anda toda à volta destes cartões, todos com cashback, temos dois de cada tipo, em meu nome e outro em nome da minha mulher para maximizar o cashback, estão todos guardado numa caixa em casa porque quase só preciso do Curve, todas a transações de pagamento que faço implicam cashback, que em média andam à volta dos 2,5%, juntando as despesas profissionais, estamos a falar em + de €40.000 ano, 2,5% representa um retorno de €1000 ano, paga umas férias!!! O cartão Curve é o facilitador disto tudo, permite gerir todos estes cartões num só e ainda ter cashback nos levantamentos em ATM.

Conheço outras soluções como o Revolute mas honestamente, não vejo a vantagem, não traz nenhum retorno financeiro e é precio carregar antecipadamente, nesta solução, o dinheiro está na vossa conta de sempre, até porcaria de uma multa de velocidade de €120 euros, posso pagar directamente com o Cofidis que me vai dar nesse tipo de despesa um cashback de €1,2 (1% em pagamentos de serviços ou ao estado)

Esta minha publicação é completamente desinteressada, não tenho qualuer relação com as instituições dos cartões referidos, no entanto por ser cliente do Curve tenho um código que permite novos clientes ter €5 de credito no cartão, e eu também o receber, podia nem referir isso, mas quem quiser fazer o cartão também dexava de receber esse dinheiro... é um sistema que eles têm para promover a publicidade boca a boca, se quiserem ter esse código e receber esse crédito mande mensagem privada porque acho que vai contras as regras do forum eu por publicamente.

Cumprimentos e boas poupanças