Traição ou não traição | A Nossa Vida

Traição ou não traição

Retrato de perdido
27.06.2019 | 10:17
perdido:
Membro desde: 27.06.2019

Tenho 44 anos, vivo com alguém à 13, temos 2 filhos e uma vida que, julgava eu, era relativamente feliz.
A minha companheira queixava-se da minha distancia, da minha ausência, de não querer fazer coisas com ela, de passar muito tempo no telemóvel e na televisão, muito tempo mesmo...
De não acompanhar nas gravidezes com carinhos e surpresas. Essas coisas que toda gente já sabe e conhece.
Mas eu na minha inocência ou ou como a a minha vida era confortável achava que eram queixas de mulher.
Nos últimos tempos ela mudou. Mais tempo ao telefone, quase de forma escondida, começou a pintar-se e a vestir-se melhor, a demorar mais tempo a chegar a casa e a ficha caiu e confrontei-a.
Disse-me que sim, que tinha conhecido alguém que a fez pensar. Não tinha existido nada físico, nem sequer se tinham encontrado, mas que tinha havido um "click" na cabeça dela. Foi tudo por telefone e messenger.
Antes de mais quero dizer que, inocentemente ou não, acredito que foi assim.
Falamos abertamente até em separar e a minha companheira disse-me que precisava de tempo para arrumar a cabeça e que ia aproveitar uma viagem de negócios para isso.
Vi claramente que se ia encontrar com ele. Para arrumar as coisas mas que se ia encontrar com ele.
Fiquei magoado. Muito magoado. Não com o ela ir mas com o esconder.
Depois quando veio perguntei directamente, ela não negou, que se encontraram para um café e para acabar com o que nunca tinha começado. Que um dia iriam falar novamente mas que tinha havido um fim. E que estava aqui comigo.
Mas a questão é que não está. Pelo menos ainda. e tem sido muito difícil lidar com isso.
E acho que ainda há contacto. Não da parte dela mas da parte dele. E que ainda mexe com ela e ela não consegue cortar completamente.
E eu não sei se consigo lidar com isto assim. Se consigo ter paciência suficiente.
A minha primeira questão é: isto é traição certo? Mesmo sem nada físico?
Depois é: o que acham disto e o que me aconselham?


Retrato de Grim Reaper
Qui, 27/06/2019 - 14:20
Grim Reaper:
Membro desde: 29.04.2017

Pareces muito passivo nisto tudo.

Obviamente acho mal ela andar nessas conversas com outro gajo. Acho que foderam nessa "saída de negócios" e ele depois de a ter comido deu o fora e ela voltou para ti. Na cabeça dela és um bananas que pode tolerar esses comportamentos e aí é que falha tudo. Tens de a punir de algum modo, senão vai haver mais situações onde alguma faça "click". O que essa estúpida não percebeu é que já não tem 16 anos e quando está numa relação e com filhos não há "clicks".

"Tenho 44 anos, vivo com alguém à 13, temos 2 filhos e uma vida que, julgava eu, era relativamente feliz.
A minha companheira queixava-se da minha distancia, da minha ausência, de não querer fazer coisas com ela, de passar muito tempo no telemóvel e na televisão, muito tempo mesmo...
De não acompanhar nas gravidezes com carinhos e surpresas. Essas coisas que toda gente já sabe e conhece.
Mas eu na minha inocência ou ou como a a minha vida era confortável achava que eram queixas de mulher.
Nos últimos tempos ela mudou. Mais tempo ao telefone, quase de forma escondida, começou a pintar-se e a vestir-se melhor, a demorar mais tempo a chegar a casa e a ficha caiu e confrontei-a.
Disse-me que sim, que tinha conhecido alguém que a fez pensar. Não tinha existido nada físico, nem sequer se tinham encontrado, mas que tinha havido um "click" na cabeça dela. Foi tudo por telefone e messenger.
Antes de mais quero dizer que, inocentemente ou não, acredito que foi assim.
Falamos abertamente até em separar e a minha companheira disse-me que precisava de tempo para arrumar a cabeça e que ia aproveitar uma viagem de negócios para isso.
Vi claramente que se ia encontrar com ele. Para arrumar as coisas mas que se ia encontrar com ele.
Fiquei magoado. Muito magoado. Não com o ela ir mas com o esconder.
Depois quando veio perguntei directamente, ela não negou, que se encontraram para um café e para acabar com o que nunca tinha começado. Que um dia iriam falar novamente mas que tinha havido um fim. E que estava aqui comigo.
Mas a questão é que não está. Pelo menos ainda. e tem sido muito difícil lidar com isso.
E acho que ainda há contacto. Não da parte dela mas da parte dele. E que ainda mexe com ela e ela não consegue cortar completamente.
E eu não sei se consigo lidar com isto assim. Se consigo ter paciência suficiente.
A minha primeira questão é: isto é traição certo? Mesmo sem nada físico?
Depois é: o que acham disto e o que me aconselham?"

Retrato de Grim Reaper
Qui, 27/06/2019 - 14:25
Grim Reaper:
Membro desde: 29.04.2017

O motivo dele ter ido embora foi provavelmente ela ter estrias agressivas de dois partos na barriga e coxas.

Retrato de perdido
Qui, 27/06/2019 - 15:38
perdido:
Membro desde: 27.06.2019

tu és um tipo(a) simpática! Isso é que é frontalidade!

Retrato de Tony Chopper
Sex, 28/06/2019 - 17:20
Tony Chopper:
Membro desde: 28.08.2017

Pá onde é que vocês arranjam mulheres destas? Não lhes tiram a pinta de que não são mulheres de fiar logo de início? Têm medo de ficar sozinhos e desesperam apanhando uma qualquer e aturando tudo?

Pega nas coisas dela, mete dentro duns sacos e malas, abre a porta e atira tudo lá para fora, muda a fechadura e diz-lhe para ir ter com o outro gajo! Feito! Não foi ela que acabou o que nunca começou, foi o outro que lhe quis dar umas quecas e quando percebeu que ela se estava a aproximar e que tem bagagem de dois filhos, mandou-a passear...

Retrato de MOPA
Seg, 01/07/2019 - 18:04
MOPA:
Membro desde: 23.06.2015

Olá!
Sendo bem honesta, meta-se no lugar da sua mulher: tem um marido que não sai com ela, que não lhe dá atenção, que passa a vida na televisão, no telemóvel. Afinal quer um marido assim para quê?
Muito honestamente admira-me o facto dela não ter olhado para outro homem mais cedo. Uma relação tem que ser cultivada sempre. E não apenas na fase do namoro… de que me serve ter um marido/companheiro se não está comigo? se não me dá atenção? se não partilha a vida? muito honestamente? Não serve para nada. Mais vale estar sozinha. E mais! Foi homem para lhe fazer 2 filhos e não foi para a acompanhar na gravidez? a sério?
O senhor errou ao não dar atenção a sua companheira. Todas as pessoas precisam de se sentir amadas e pelo que escreveu falhou neste aspecto.
Ambos erraram. Você e ela. Você porque não estava presente e ela porque o traiu.
O que é que faz agora? bem, ou aprendem os dois com o erro que cometeram metem tudo atrás das costas e recomeçam de novo, ou então separam-se. Simples.
Se é traição ou não? tudo depende do conceito de traição. Para umas pessoas sms não é traição, para outra é. Depende do seu conceito de traição. O meu conceito de traição pode ser diferente do seu…
Ah! se recomeçarem passe menos tempo ao telemóvel, na televisão e dê-lhe atenção.
Mopa

Retrato de Tony Chopper
Ter, 02/07/2019 - 06:34
Tony Chopper:
Membro desde: 28.08.2017

Muito bem MOPA, gostei deste e do outro comentário! Valorizo muito a honestidade e frontalidade! Ficam-te melhor os comentários em que dizes o que pensas!

Retrato de Ana Margarida Marinho
Sex, 05/07/2019 - 13:40
Ana Margarida Marinho:
Membro desde: 14.10.2018

Olá,
Grim Reaper- "Tens de a punir de algum modo"- do meu humilde ponto de vista, acho que a punição já dura há mais ou menos 13 anos, pois estar "casado" com alguém que tem esta postura "a minha companheira queixava-se da minha distancia, da minha ausência, de não querer fazer coisas com ela, de passar muito tempo no telemóvel e na televisão, muito tempo mesmo...
De não acompanhar nas gravidezes com carinhos e surpresas. Essas coisas que toda gente já sabe e conhece" que reconhece que passa muito tempo ao telemóvel, mas que acha que está tudo bem... . E concordo com o que diz a Mopa. Não acho que problemas num relacionamento sejam um motivo para traições, acho uma relação tem de ser cultivada de ambas as partes...e ambas as partes erraram, resta-lhes pensarem e ponderarem no que farão daqui para a frente.

Retrato de Konigvs
Dom, 07/07/2019 - 16:17
Konigvs:
Membro desde: 21.10.2011

Respondendo à pergunta sem ponto de interrogação do título do tópico: não, não é traição. Ou também consideras que olhar para outra pessoa na rua é traição? Ou como pessoas que também dizem que é traição quando apanham o outro a ver pornografia? Podes considerar deslealdade, desonestidade, traição é sempre algo físico. Desde quando é que falar com outra pessoa é traição?

Mas se queres ir por aí, não terás sido então tu o primeiro a trair-te a ti mesmo, quando te abandalhaste na relação? Não estás só a colher o que semeaste? Ação-reação. Segunda lei de Newton.

Por mais que uma vez eu já fui o homem com quem a tua mulher se foi encontrar, e muitas vezes elas não dizem que têm alguém. Também não têm que dizer, afinal, no início são só duas pessoas desconhecidas a conversar sem segundas intenções. As terceiras pessoas só aparecem, ou por norma as pessoas nas relações só começam a olhar para o lado (excluindo quem tem que andar sempre a comer alguém) quando a relação em que estão está completamente desmoronada e as pessoas ficam juntas por conveniência, por causa da casa ou dos filhos ou para dividir despesas.

Se tu não cuidas, adiante alguém aparecerá para valorizar o que tu desvalorizas.
O que fazer agora? Não vai ser fácil. Vocês vão-se tolerar, aturar-se um ao outro e cuidar dos filhos. Mais do que isso será muito difícil.

Retrato de Grim Reaper
Seg, 08/07/2019 - 13:14
Grim Reaper:
Membro desde: 29.04.2017

Há sempre um triste desesperado que se vai encontrar com mulheres casadas e que se contenta com os restos.

Dito isto não te iludas, claro que foi traição. Se ela não pode mostrar-te abertamente as conversas é porque dizem coisas que não te vão agradar. Se ela não pode levar o marido ao encontro com esse "amigo" então é porque nunca houve boas intenções.

Ser passivo não é abandalhar nada. Se a tua personalidade é assim, que seja, apenas não tens de ser traído só porque uma gaja anda aborrecida porque pensa que tem 16 anos e ainda é boa.

Se queres mudar algo, pede-lhe para ler as mensagens ou simplesmente tira-lhe o telemóvel da mão. Vê o que foi dito e confronta-a. Não há nada pior que uma ordinária mentirosa debaixo do tecto.

Retrato de Filipesaraiva
Qua, 17/07/2019 - 22:59
Filipesaraiva:
Membro desde: 20.04.2015

Pois...

Retrato de Sonhadora22
Qui, 01/08/2019 - 08:56
Sonhadora22:
Membro desde: 18.09.2011

Devem reflectir os 2 na relação. Consegues mudar e ser mais presente e estar lá para ela / para vocês?
Ela consegue/ quer manter-se como companheiro, assumindo que fazes a tua parte de companheiro (acompanhar, estar presente, etc?).
Se é traição depende de ti e do que tu sentes.

Retrato de gatita5
Sex, 02/08/2019 - 23:59
gatita5:
Membro desde: 21.08.2013

Boa noite, é traição, o mais provável é que tenha existido contacto físico. Obviamente não o vai assumir. Muito confuso diz que existiu um fim no entanto vão falar... algo está muito errado aqui.

Retrato de Anaki
Sex, 09/08/2019 - 11:43
Anaki:
Membro desde: 31.10.2016

Esta pessoa é doente!