Tem outra? | A Nossa Vida

Tem outra?

Retrato de Anabela G
13.09.2021 | 13:05
Anabela G:
Membro desde: 13.09.2021

Boa tarde!
Sou casada faz 4 anos, à um ano tive um deslize e falei pelo msn com um antigo colega do secundario, chegamos apenas a beber cafes juntos não existiu nada entre nós so desabafos, acabei por contar ao meu marido que mostrou compreensão.
Entretanto o meu marido nos ultimos 3 meses mudou muito a sua atitude anda sempre ao telemóvel, esta mais frio e afastou-se.
Diminuiu em muito a frequencia nas relações sexuais e nega constantemente as minhas tentativas.
Tera outra, o que vos parece?


Retrato de MOPA
Seg, 13/09/2021 - 14:06
MOPA:
Membro desde: 23.06.2015

Olá,
A mim parece-me que ele não lhe quer dizer alguma coisa.
Quando a outra parte muda de atitude, alguma coisa não está bem. Quando a frequência das relações sexuais diminuem radicalmente então alguma coisa não está bem.
Está na altura de ter uma conversa com o seu marido e tentar saber o que se passa.
Ir beber um café com antigo colega do secundário não tem mal nenhum. Secalhar o que fez mal foi não dizer-lhe que ía beber o tal café na altura certa. De resto um encontro com um antigo colega de escola é uma coisa normal, digo eu... eu vou de vez em quando almoço ou janto com um ex namorado meu. E não há mal nenhum nisso. Comemos, dizemos umas piadas, falamos das nossas famílias e pronto. Depois disso cada um segue para a sua vida, até ao próximo encontro. O meu marido sabe destes almoços/jantares nunca viu mal nisso (e não tem mal).
Se tem outra ou não, não sei. Mas sei que precisam de conversar. Não perca mais tempo e converse já hoje...

Retrato de Anabela G
Seg, 13/09/2021 - 14:20
Anabela G:
Membro desde: 13.09.2021

Mopa, já questionei o meu marido varias vezes, a desculpa e sempre a mesma o cansaço mas em vez de ir dormir para o quarto fechasse na casa de banho com o telemóvel.
Quando lhe contei sobre o meu colega ocultei o que sentia por ele, existia atração mas como não fizemos nada na pratica achei melhor não falar disso.

Retrato de gatita5
Seg, 13/09/2021 - 14:47
gatita5:
Membro desde: 21.08.2013

Olá Anabela,
Pelo que escreveu, acho que ele está a falar com outra, é a minha opinião e vale o que vale.
Se já traiu, só ele pode dizer.

Retrato de MOPA
Seg, 13/09/2021 - 14:47
MOPA:
Membro desde: 23.06.2015

Mas ele anda a trabalhar mais do que é normal?
Se ele passa muito tempo agarrado ao telemóvel e não era assim, se ele passa a vida a dar-lhe negas no sexo e não era assim, então na minha opinião está a esconder alguma coisa.
Se já falou com ele e ele diz que não, mas se a Anabela acha que sim, nada melhor do que investigar... Eu sei que é mau, mas secalhar ver-lhe o telemóvel sem ele saber não é descabido... ver as mensagens de whatsapp, facebook, sms... conheço uma pessoa que descobriu uma traição por ver as mensagens no telemóvel e a localização do mesmo numa determinada altura do dia... e o traidor jurava a pés juntos que não acontecia nada....

Retrato de Anabela G
Seg, 13/09/2021 - 14:54
Anabela G:
Membro desde: 13.09.2021

Pois e o que eu sinto também deve andar a falar com outra.
Mesmo o sexo não e a mesma coisa vou ter que investigar o telemóvel mesmo, mas não sei como se nunca o larga leva o com ele para todo o lado

Retrato de MOPA
Seg, 13/09/2021 - 16:06
MOPA:
Membro desde: 23.06.2015

Aproveite quando ele estiver a dormir... 2, 3, 4 da manhã...

Retrato de Tony Chopper
Seg, 13/09/2021 - 20:40
Tony Chopper:
Membro desde: 28.08.2017

Isso não é normal, mas por outro lado parece o novo normal... Regressei recentemente e fiquei surpreendido de ver o mesmo que já via do outro lado do mundo há anos: pessoas coladas ao telemóvel a toda a hora... casais a jantar e os dois cada um no seu telemóvel... filas de pessoas em comboios curvadas com os olhos enfiados no telemóvel perdendo apetite por contemplar o que as rodeia... Um normal que se começa a combater em certas partes do mundo como proibir o uso de telemóveis em transportes públicos, campanhas de sensibilização para limitar uso de telemóvel é o novo normal recentemente chegado a Portugal... Tarifários com mais net, tarifários em que aplicações de séries, vídeos, social media e música não são contabilizado como uso de dados, etc, está a criar um novo fenómeno de zombies alienados do espaço que os rodeia...

Não quer dizer que o seu namorado/marido tenha outra, por outro lado o interesse excessivo no telemóvel não o é por ser um objecto inanimado se apenas recebermos estímulos de jogos, vídeos e fotos, pode ser porque do outro lado há algo, alguém que lhe dá atenção, que se ri das suas piadas, que o faz rir ao fim do dia, que lhe dá a atenção que já não quer na sua parceira, etc, etc...

Antigamente as pessoas saíam de casa, chegavam ao fim do dia e a conversa começava com "como foi o teu dia?"

Hoje em dia, algo que serviria para facilitar a comunicação, tornou-nos escravos de si, de ter que estar sempre online, responder frequentemente, criou a sensação de solidão de rede social quando não se trocam mensagens ou áudios com outras pessoas... uma nova realidade que veio para ficar... quando alguém chega a casa já sabe tudo sobre o dia da outra pessoa e fica mais curioso sobre o dia de quem não vê frequentemente a não ser por detrás dum brilhante ecrã...

Retrato de Tony Chopper
Seg, 13/09/2021 - 20:48
Tony Chopper:
Membro desde: 28.08.2017

Por acaso, o "vício do telemóvel" é algo que me assusta... traz-me uma má sensação de "dejá vu" do que vejo noutros "carnavais"... e de como isso arruína relacionamentos, isola as pessoas, facilita cyberbullying, facilita intriga, depressões, vicia as pessoas em estímulos vindos de gostos/likes...

Eu evito o vício do telemóvel, mas por causa da natureza do meu trabalho tenho frequentemente "phantom vibration"... quando acho que o telemóvel vibra por causa de mensagens ou mails, mas não...

Retrato de Anabela G
Ter, 14/09/2021 - 07:55
Anabela G:
Membro desde: 13.09.2021

Obrigado a todos pelas respostas, tremia a mexer no telemóvel dele acham estranho ter tudo limpo msg msn whatsapp parece um telemóvel novo?

Retrato de Miguel_Gaspeadeiro
Ter, 14/09/2021 - 07:59
Miguel_Gaspeadeiro:
Membro desde: 24.08.2021

Desculpem invadir o thread mas Chopper, você resume bastante bem a coisa. Lembro-me de aprender os smileys básicos quando era adolescente e começa-se logo aí a projetar o que o outro quererá dizer com aquele sorriso. Será maroto? Será a brincar? É como diz, a atenção e o carinho mesmo ali à distância de um telemóvel. Há uns dias assustei-me ao ver dois jovens a namorar num banco de jardim (ao menos isso!) usando o telemóvel para trocar mensagens de voz. Maravilhoso mundo novo

Retrato de Tony Chopper
Ter, 14/09/2021 - 09:38
Tony Chopper:
Membro desde: 28.08.2017

Eu sou do tempo em que apareceu o mIRC e iniciou os "nicknames" , as conversas online em salas e em privado com desconhecidos com as coisas como "oi, ddtc?", "m ou f?", etc, e mais tarde evoluiu para o MSN com o piscar intermitente de mensagens novas na barra de ferramentas, o som das notificações, a janela de chats com smileys e emojis e as horas a teclar depois das aulas com miúdas do mesmo liceu e os encontros com desconhecidas importadas do mIRC para o MSN.

Havia telemóveis e internet mas os telemóveis apenas serviam para chamadas, mensagens e jogar "snake", mais tarde é que se transformaram em câmaras fotográficas cheias de pixels grandes em que mal dava para ver uma foto de grupo tirada durante a noite, no que então nem sequer tinha nome de "selfie"; não havia tarifários que dessem para usar a net no telemóvel, 3G ou sequer ver filmes e séries no telemóvel... Não havia redes sociais que prendessem as pessoas horas a fio, mas apenas blogues onde se postavam fotos random e alguns textos...

Retrato de MOPA
Ter, 14/09/2021 - 10:32
MOPA:
Membro desde: 23.06.2015

Olá Anabela!
Secalhar apaga tudo ao final do dia, ou quando está na casa de banho...
Assim não é fácil... só se for ir vendo o telemóvel sem ele saber e ver se algum dia não apaga as conversas. Ou ver a carteira, os bolsos...

Retrato de MOPA
Ter, 14/09/2021 - 10:43
MOPA:
Membro desde: 23.06.2015

Olá Tony Chopper,
Tirando o uso do telemóvel por questões profissionais na minha opinião só somos escravos do telemóvel e das redes sociais se assim o desejarmos.
O problema não é a tecnologia. É o uso, a forma que as pessoas fazem dela. A mim também me choca ver famílias inteiras agarradas aos telemóveis as refeições, mas cabe a essas mesmas pessoas mudarem a atitude. Os pais darem o exemplo aos filhos do que não devem fazer. Por exemplo, na minha casa não há telemóveis à mesa.
Eu também sou do tempo do Mirc, do messenger, dos smiles com os sinais de pontuação, do Nokia 3310... foi uma fase muito engraçada.

Retrato de Tony Chopper
Ter, 14/09/2021 - 11:26
Tony Chopper:
Membro desde: 28.08.2017

Pois, mas muita da educação que vejo os novos pais darem aos filhos inclui darem-lhes o tablet ou telemóvel para as mãos para eles se calarem e pararem quietos e penso que quando os miúdos ficam irritados de não terem o tablet ou telemóvel parece-me sintomático de sintoma de abstinência dum vício.

Eu sou contra uso de telemóveis à mesa, em casa dos meus pais não é permitido, mas, por outro lado, vivo num país onde as pessoas são completamente alheadas do mundo real e vivem enfiadas no seu mundinho de telemóveis, tendo eu estado em mesas redondas com várias pessoas e todas agarradas ao telemóvel, acabando eu por me sentir aborrecido. Uma vez deixei uma namorada pendurada no restaurante porque estava sempre no telemóvel, avisei-a que não gostava disso e como continuou levantei-me e fui embora.

No entanto, as redes sociais e aplicações são feitas cada vez mais para nos prenderem mais tempo e criarem um ciclo de vício, incluindo os gostos, os pontos de ... quando alguém está a comentar algo, a sinalização de que a mensagem foi lida do outro lado, os asteriscos a vermelho de notificações, os feeds de notícias, vídeos e publicações criados com algorritmos baseados nas nossas preferências, etc...

Há um documentário na Netflix e muito bom sobre isto - chama-se "The Social Dilemma".

Aconselho!

Retrato de Tony Chopper
Ter, 14/09/2021 - 11:33
Tony Chopper:
Membro desde: 28.08.2017

Sobre apagar mensagens isso é indicador de esconder algo. Quantos de nós não temos mbs e mbs de históricos de mensagens, fotos e áudios de pessoas com que socializamos e temos que falar seja por que motivo for? È normal ter mensagens de ambos os sexos no telemóvel, agora há mensagens e mensagens, históricos e históricos... Se alguém quiser esconder algo qual a vida mais eficaz de o fazer? Obviamente apagar os históricos e vestígios...

Retrato de Tony Chopper
Ter, 14/09/2021 - 11:34
Tony Chopper:
Membro desde: 28.08.2017

*via mais eficaz

porque não se permite alterar comentários???

Retrato de gatita5
Ter, 14/09/2021 - 12:53
gatita5:
Membro desde: 21.08.2013

O telemóvel é uma problemática, deviam existir regras rígidas no seu uso tanto nas escolas, como nos restaurantes, etc isola as pessoas. Para mim estar à mesa ou a conversar com alguém que olha para o ecrã ininterruptamente é das coisas mais irritantes e desrespeitosas.
Usávamos os telemóveis e a internet para combinar com o people o local de encontro para saídas, ir a festivais, concertos e pouco mais, tive um nokia 3310 que usei até 2011 ou 2012 e funcionava na perfeição. Conversávamos à volta da fogueira, faziamos acampamentos selvagens na floresta ou praias, havia sempre alguém a tocar viola, a cantar, a fazer malabarismo... isso sim era socializar...
Eu gostava de ter vivido nos anos 60 e 70 “Sexo, drogas e Rock'n'Roll" sem as drogas lol, só fumei umas vezes a maria juanita e não gostei da sensação, dos efeitos, já era louca o suficiente. As histórias que um "jovem" amigo contava dessa época da paz, amor, muita música e dança, ficávamos horas inebriados a ouvi-lo.
Não havia telemóveis, nem Internet e as pessoas eram muito mais conectadas...

Retrato de Anabela G
Ter, 14/09/2021 - 17:48
Anabela G:
Membro desde: 13.09.2021

Pedi ao meu patrao para sair mais cedo e fiz uma visita surpresa ao meu marido no trabalho quando me viu ficou tao vermelho feito tomate maduro reparei que estavam la a trabalhar 2 empregadas novas uma da minha idade outra mais velha estranho nunca as ter mencionado costumava contar essas coisas andava a despachar-me dizia que ainda tinha muito que fazer não podia dar-me atençao. Anda a trocar msg com uma dessas empregadas so pode, o que vos parece?

Retrato de gatita5
Ter, 14/09/2021 - 18:06
gatita5:
Membro desde: 21.08.2013

Acho muito suspeito. Como já disse anteriormente, na minha opinião ele anda a falar com outra, agora se é uma das colegas de trabalho, só ele saberá.
Verdade que é muito recorrente existir casos de traição em ambiente laboral...
Tente falar com ele e continue a pressionar... força.

Retrato de Anabela G
Ter, 14/09/2021 - 18:08
Anabela G:
Membro desde: 13.09.2021

Obrigado

Retrato de MOPA
Qua, 15/09/2021 - 00:12
MOPA:
Membro desde: 23.06.2015

Eu acho que se ele não tivesse nada a esconder não ficava tão sem jeito quanto lá foi... E se estava sempre a tentar despacha - la... Na minha opinião há qualquer coisa. Continue a investigar, se possível.