Situações de rejeição - ? Preciso de ajuda urgente | A Nossa Vida

Situações de rejeição - ? Preciso de ajuda urgente

Retrato de NMorgado
31.08.2021 | 21:50
NMorgado:
Membro desde: 07.06.2021

Boas,

Já tinha publicado este post há coisa de 2 meses, mas não sei por que motivo a minha publicação foi removida e vou ter de contar a história toda outra vez do início.
Tenho 29 anos e não me considero feio, algumas raparigas até dizem que sou giro e elogiam muito os meus olhos (são verdes). Não sou muito alto, tenho à volta de 1,73 e neste momento não faço ginásio porque me cansei da rotina e também não tenho tatuagens loool. Atualmente estou solteiro e a minha última relação séria durou 4 anos (de 2012 a 2016). Desde essa altura tive apenas 2 ou 3 coisas passageiras, mas nada sério. Sou um rapaz um bocado introvertido e solitário (neste momento posso dizer que não tenho amigos). Se quiser ir beber café com alguém, não tenho com quem ir. Considero-me inteligente e interessado pelo mundo, gosto de ler, tenho um mestrado pela faculdade de economia da Universidade de Coimbra e escrevo este post porque têm acontecido comigo algumas situações de rejeição (?) com raparigas e, em muitas delas, não consigo encontrar uma explicação lógica que justifique determinadas situações. A minha ideia era expor algumas delas (só algumas porque se eu fosse falar de todas passava aqui o resto da noite a escrever) e esperar que alguém me consiga dar algum feedback para eu perceber se fiz alguma coisa de errado ou se estas raparigas não batem muito bem da cabeça ou se há outra coisa que me está a escapar, porque nem a psicóloga me consegue dar uma explicação lógica para isto. Todas estas situações aconteceram antes da pandemia, excetuando a última que é muito recente.

1. Conheci uma rapariga no Tinder e começámos a falar. A conversa fluiu bem e depois começamos a falar pelo facebook durnate uns dias até que a convidei para um café. Ela disse que sim. Na manhã do dia em que era suposto encontrarmo-nos eu mandei mensagem a perguntar: "Então estamos combinamos para mais logo"? Ela respondeu-me que tinha conhecido alguém no dia anterior (lol) e que já não valia a pena tomar café. Eu perguntei como é que isso tinha acontecido e se fazia sentido descartar assim o café por causa disso..Ela respondeu que não tinha obrigação nenhuma de me dar explicações porque não tínhamos nenhum compromisso, etc..A questão é: ela fez isto de uma maneira repentina e super fria e acho sinceramente que não é a melhor forma de gerir este tipo de situações, mas ok. Cada um tem os seus valores. Depois disso a rapariga bloqueou-me no facebook. PS: A rapariga não era muito gira, se é que a aparência interessa para alguma coisa (talvez sim, não sei). Talvez um 5/10 ou 6/10 no máximo.

2. Outra situação no Tinder. Fiz match com uma rapariga no Tinder, a conversa correu bem e ela até me pediu em amizade no facebook. Passado um bocado ela disse: "olha, agora vou jantar mas depois podemos falar pelo fb" e até mandou um smile. Eu disse "ok" e também mandei um smile. Passou 1,2,3 horas e ela não disse nada. Eu perguntei a brincar: "então ainda estás a jantar ahah?". Ela viu a minha mensagem no fb mas não respondeu até hoje.

3. Eu estava acabar o Mestrado e fui convidado para um jantar com outro pessoal de licenciatura (alguns eram caloiros). Eu estava sentado na minha mesa e na mesa exatamente à minha frente estava uma rapariga que ia olhando intermitentemente para mim (eu não sou estúpido nisto, reparei mesmo que ela estava a olhar para mim e eu para ela). Perguntei ao meu amigo que estava sentado ao meu lado se devia ir lá falar com ela e ele disse que sim..Então fui. Foi uma conversa casual, basicamente falámos de coisas da faculdade, se ela estava a gostar do curso, falei-lhe do meu tema de tese e ela parecia bastante interessada. Depois voltei para a minha mesa e quando acabámos de jantar voltei a falar com ela e a atitude foi completamente diferente. Parecia mais indiferente, distante a dar respostas curtas e eu percebi que não valia a pena insistir se ela não tinha interesse em falar. Quando acabou o convívio tentei encontrá-la para ver se se tinha passado alguma coisa e perguntei a uma amiga dela o que é que tinha acontecido. Ela disse: "ah pois, é que ela tem namorado..". E eu disse "ok, tem namorado e então? é proibido falar com ela? Era preciso ela falar-me daquela maneira?". A rapariga basicamente ignorou-me e foi embora. Senti-me péssimo. Quando cheguei a casa encontrei-a no facebook, pedi em amizade e passado 10 mins estava bloqueado sem mais nem menos lol. Passado umas semanas encontreia-a na faculdade na fila para o almoço, tentei falar com ela, mas fui completamente ignorado. A amiga dela basicamente disse-me para eu me ir embora...Eu sinceramente não entendo o que é que fiz de mal.

4. Conheci uma rapariga de Direito quando fui a um convívio de um pessoal de Medicina e ela é que veio falar comigo quando eu estava a falar com um amigo. Ela disse que eu tinha uns olhos bonitos e tal, depois voltou para às amigas e 5 mins depois voltou para falar comigo, perguntou-me o nome e também perguntou se eu não queria ir dançar para outro sítio. Eu disse que sim lol. A rapariga até era engraçada. Dançámos, bebemos, beijámo-nos, etc e depois fui para casa dela mas já estava demasiado ko para fazer alguma coisa, por isso não aconteceu mais nada do que isto. No dia seguinte pedi-lhe o facebook para falarmos porque gostava de a conhecer um bocado melhor. O perfil de facebook dela era um bocado estranho (vou explicar mais à frente o motivo) e falámos durante uns dias pelo fb, apesar de ela demorar imenso tempo a responder. Eu queria tomar café com ela, mas estava sempre a arranjar desculpas até que disse que ainda não tinha esquecido completamente o namorado com quem tinha acabado a relação há pouco tempo. Passado poucos dias o perfil dela tinha sido a apagado e umas semanas depois eu descobri o VERDADEIRO perfil dela e tudo começou a fazer sentido na minha cabeça. Ela estava no 2º ano de Direito e estava a fazer de caloira infiltrada. Então criou um perfil falso (o que ela me deu) apenas para isso. Ou seja, ela basicamente andou a gozar/brincar comigo. Eu pedi-a em amizade e perguntei diretamente porque é que ela me tinha tratado daquela maneira. Não vou dizer aqui tudo o que ela me disse porque é muito muito mau, mas basicamente resume-se a dizer que não tinha de me dar explicações de nada, que não me conhecia de lado nenhum, etc etc. Foi mais uma vez um murro no estomago. Logo a seguir bloqueou-me.

Todas estas situações me deixam muito triste e com a auto-estima super em baixo porque eu não entendo o que é que faço de mal ( se é que faço alguma coisa de mal) ou se simplesmente tenho azar com estas raparigas e todas elas batem mal da cabeça. Agradecia algum feedback. Obrigado


Retrato de gatita5
Qua, 01/09/2021 - 00:50
gatita5:
Membro desde: 21.08.2013

Boa noite, acho que essa rejeição se deve ao teu comportamento perante elas, o que as desmotiva não sei ao certo, mas objectificar as mulheres não é um bom sinal.
Há tantos sinais que nos fazem fugir a sete pés... terias mesmo que aprofundar, descrever ao pormenor. Se o fazes com tua psicóloga e ela não sabe ou não quer dizer o que induz a rejeição, então devias de mudar de profissional.
Exemplos: - Pode simplesmente não haver química;
- Ao conversarem esta não flui facilmente;
- Atitude muito carente;
- Muita persistência, neste caso, compreendo que apenas pretendes obter o motivo que a/as levou a deixarem de falar, mas se deixaram de falar o melhor a fazer é deixá-las em paz, não contactar a pessoa;
- Não gosta da tua forma de beijar, tocar... não te sintas mal por esta, pode acontecer com todos;
- Pode dar-se o caso de elas serem imaturas, parecem todas mais novas que tu;
- A pessoa considerar os assuntos de conversa enfadonhos;
-...
Todos rejeitamos e todos somos rejeitados, não te consumas muito com isso, não és tu que estás a ser rejeitado e sim o teu comportamento e este pode ser alterado... procura ajuda nesse sentido...

Retrato de NMorgado
Qua, 01/09/2021 - 12:14
NMorgado:
Membro desde: 07.06.2021

Obrigado pelo comentário. Mas eu não objetifiquei nenhuma rapariga. Apenas queria perceber o porquê de elas terem este tipo de atitudes...Às vezes acho que a lógica não explica muito bem o que se passa. Mas isto parece que acontece imensas vezes! E eu não sei porquê...Algumas são um bocado mais novas, outras são da minha idade..Tenho medo de ficar sozinho e nunca encontrar ninguém

Retrato de NMorgado
Qua, 01/09/2021 - 12:18
NMorgado:
Membro desde: 07.06.2021

Por exemplo, acho a situação nº3 muito estranha e nunca percebi o que se passou

Retrato de gatita5
Qua, 01/09/2021 - 13:18
gatita5:
Membro desde: 21.08.2013

Na situação 3 não fizeste nada de mal, mas foste um pouco persistente. O intuito inicial dela pode ter sido apenas para ver se ainda conseguia seduzir alguém, depois de estar numa relação somos confrontados com certas questões, se alguém mais se interessa por nós, se conseguimos ainda ser sedutoras... o mesmo acontece com os homens, está na nossa natureza...
O dizer que não é muito bonita, que é um 5 em 10 é objectificar... não preciso de fazer um desenho pois não?
29 anos ainda és muito novo, certamente encontrarás alguém, essa ânsia e desespero não te ajuda... tenta abstrair-te disso, mais calma, relaxa um pouco... coragem.

Retrato de NMorgado
Qua, 01/09/2021 - 15:24
NMorgado:
Membro desde: 07.06.2021

Sim, ok, mas as raparigas também nos objetificam...também já as ouvi classificarem-nos com números. Eu sinceramente não sei o que é que tenho/faço de mal

Retrato de Miguel_Gaspeadeiro
Qua, 01/09/2021 - 15:43
Miguel_Gaspeadeiro:
Membro desde: 24.08.2021

Provavelmente não faz nada mal. Concordo com a Gatita. Já teve um relacionamento estável, longo, não é nenhuma impossibilidade ou erro seu. Se não me levar a mal: menos Tinder e Facebook, mais saídas para tomar um café e passear na praia ou num jardim, conhecer pessoas, fazer um desporto. As miúdas interessantes aparecem nesse contexto sem se estar à espera.

Retrato de NMorgado
Qua, 01/09/2021 - 16:43
NMorgado:
Membro desde: 07.06.2021

Miguel mesmo assim acho complicado conhecer uma rapariga sem haver um contexto favorável que justifique o contacto e conhecimento. E depois acho que elas se assustam com muita facilidade...

Retrato de gatita5
Qua, 01/09/2021 - 17:07
gatita5:
Membro desde: 21.08.2013

Aquela expressão de: " o problema não és tu sou eu" pode bem ser empregue na tua situação. Usei-a muita vezes, vezes demais. Fi-lo para justificar várias razões / causas, por existir uma terceira pessoa, por não estar envolvida o suficiente e o maior motivo por achar que não merecia os tais rapazes... Bem o que pretendo dizer com isto, para além, de sentir arrependimento, porque podia ter tido uma situação amorosa bem mais agradável do que aquelas que tive, é que muito provavelmente essas raparigas não estão tão envolvidas quanto tu. Portanto, tens de ver o lado bom da coisa, ao invés do mau, tens liberdade e oportunidade para encontrar a rapariga que terá capacidade de te fazer feliz.

Retrato de gatita5
Qua, 01/09/2021 - 17:08
gatita5:
Membro desde: 21.08.2013

Assustam-se como, com quê ao certo?

Retrato de Tony Chopper
Qua, 01/09/2021 - 17:28
Tony Chopper:
Membro desde: 28.08.2017

Eu acho que as afugentas por ser chato e insistente... Mostrar interesse em alguém significa também receber sinais de interessa e implica também não ficar "agarrado" e comunicar a toda a hora, enviar mensagens, querer sair, falar a toda a hora, etc, porque isso demonstra desespero e afugenta as pessoas.

Penso que as raparigas ficam assustadas porque dás ar creepy de desesperado, isso demonstra falta de segurança que é algo que atrai as mulheres. Por outro lado, há pessoas que gostam que andem de volta delas, homens e mulheres, e pode dar-se o caso que alguma delas seja assim, talvez por ter complexos de auto-estima.

Retrato de Tony Chopper
Qua, 01/09/2021 - 17:31
Tony Chopper:
Membro desde: 28.08.2017

Ser bem parecido, ter olhos claros e ser bem sucedido não chega, ajuda mas não é absoluto. Por detrás do véu que cobre a imagem de qualquer ser humano, existe a personalidade, a forma como ela se manifesta e isso é determinante para gerar atracção e para perceber se as pessoas são compatíveis umas com as outras, se há química, etc.

Por outro lado, quem usa Tinders e afins anda à procura de tudo menos de relações sérias. Seja homem ou mulher, não andam à procura do príncipe ou princesa encantados pelo que concordo com o que foi aqui referido de que as pessoas em condições não se conhecem nessas plataformas.

Retrato de gatita5
Qua, 01/09/2021 - 18:02
gatita5:
Membro desde: 21.08.2013

Hahaha, preferia que trouxesse a pessoa amada imediatamente para outra zona que não os pés, mas também mos pode massajar, só de mês a mês porque tenho as minhas prioridades e de preferência que seja um "bom amante" 😉, carinhoso, boa pessoa, honesto, que saiba cozinhar (adoro comer), não fume perto de mim, goste de ler, goste de animais, seja tímido e fofinho...

Retrato de NMorgado
Qua, 01/09/2021 - 19:05
NMorgado:
Membro desde: 07.06.2021

gatita5 Algumas raparigas assustam-se porque podem achar que por meter conversa com elas (seja porque motivo for) pode significar que me estou a "atirar", ou seja, que estou interessado romanticamente

Retrato de NMorgado
Qua, 01/09/2021 - 19:07
NMorgado:
Membro desde: 07.06.2021

Tony Chopper Concordo no ponto em que disseste que andar atrás delas a toda a hora dá um ar desesperado e creepy, para além de demonstrar insegurança e baixa autoestima. Isso é um bom ponto. Mas consegues explicar a lógica que levou as raparigas a tomarem aquelas atitudes que descrevi nos pontos acima? E sim, concordo que não é numa app tipo tinder que se conhecem raparigas em condições

Retrato de gatita5
Qua, 01/09/2021 - 20:06
gatita5:
Membro desde: 21.08.2013

NMorgado eu respondi-te no primeiro comentário, mencionei alguns motivos que nos levam a rejeitar/ afastar a pessoa, podem existir n razões. Tendo em conta o que escreveste no teu post inicial, as que te indiquei são algumas prováveis.

Post