Renunciar descendência: possível? | A Nossa Vida

Renunciar descendência: possível?

Retrato de JGoncalo
06.02.2018 | 17:25
JGoncalo:
Membro desde: 13.03.2014

Olá a todos!

A minha situação é bastante fácil de entender e já me encontro nela há muitos anos. Tenho 20 anos e o meu pai biológico só este presente durante 1 ano da minha vida. Quando os meus pais se divorciaram ele nunca efetuou qualquer pagamento dos subsídios que eu/a minha mãe tinhamos direito. Nunca mais o vi e por razões pessoais nunca o procurei, nunca me identifiquei com o meu apelido e ele também nunca me procurou. Desde os meus 4 anos a minha mãe está com o atual marido que sempre me tratou como um filho, tendo com ele a minha irmã, e na altura se me recordo bem era possível pedir a paternidade dele até aos meus 15 mas decidiram não o fazer porque não me queriam colocar na situação traumatizante de talvez ter de ver o meu pai biológico em tribunal.

Este ano decidi que é altura de realizar um sonho, algo que me vai tirar um enorme peso dos ombros: remover o último nome e colocar o da minha mãe (que para minha sorte é igual ao do meu padrasto).

Surgem agora duas questões:

1. Vou optar por repudiar a herança do meu pai biológico, sabem se é possível fazer isso enquanto ele estiver vivo? Aos olhos da lei ele deixa de ser meu pai biológico por eu repudiar a herança?

2. Se não for possível renunciar a descendência, é possível "esconder" o nome dele do meu cartão de cidadão e até na minha futura carta de curso? Para mim é uma frustração ver o nome dele nos meus documentos oficiais uma vez que sempre me negligenciou.

Muito obrigado.