Relação tóxica? | A Nossa Vida

Relação tóxica?

Retrato de saramoreiraa98
18.06.2022 | 12:32
saramoreiraa98:
Membro desde: 18.06.2022

Olá eu e o meu namorado vivemos juntos há 7 meses, mas todos os dias discutimos.
As discussões escalam de uma forma que eu não consigo controlar, e tornam-se em discussões agressivas com insultos gritos.
Qualquer coisa que eu faça é motivo para começar a discutir comigo a criticar-me e a berrar comigo.
Ainda diz coisas horríveis como “Devias matar-te, era um favor que fazias a ti e a mim”
“Desgraças-te a minha vida” (por termos vindo viver juntos porque eu queria muito)
Não sei o que fazer, estou a pensar desistir desta relação e sair desta casa desde que viemos viver juntos.
No entanto a casa é dos dois, houve um grande investimento de parte a parte…
É uma pessoa com quem eu não quero ter filhos porque sinto maldade nele, nas coisas que me diz e na forma como me trata.
Para as pessoas de fora parece um príncipe, sabe fazer tudo em casa, em grupos é sempre o centro das atenções porque diz piadas e é muito extrovertido.
Mas viver com ele é viver em sufoco porque constantemente arranja problemas para me apontar e quer que eu acate tudo, se responder algo diferente do que ele quer passa-se e vira uma discussão gigante.
Acham que há solução para uma situação assim?
É a primeira vez que vivo com alguém, é normal isto acontecer nos primeiros meses de relação?
A tendência é melhorar ou piorar?
Ajudem-me por favor pois não quero tomar nenhuma decisão precipitada mas ao mesmo tempo estou cansada de problemas todos os dias, eu acho que ninguém consegue viver assim…
Obrigada, e caso alguém queira partilhar o seu parecer, ajudaria muito.


Retrato de bmimen
Sáb, 18/06/2022 - 13:22
bmimen:
Membro desde: 10.05.2022

A tendência é piorar, confortado com o facto de "tudo poder dizer/fazer" e nada lhe acontecer, vai fazer com que passe ao nível seguinte, que provavelmente, provavelmente (escrevi duas vezes) será a agressão.
O que é que quer ? passar por um problema de ter que vender a casa e repartir o dinheiro etc, etc ou passar pelo problema de viver essa situação para sempre ? Basicamente ser infeliz o resto da vida.
Tanto quanto eu sei geralmente os primeiros tempos de uma relação são os mais "fofinhos", é tudo novo e cor-de-rosa, quando se começam a cansar um do outro é que os problemas começam, atenção que isto não é assim para todos os casais..
Ainda, para ver melhor as coisas, só essas frases que escreveu e que ele profere, já por si só, ditas um conjunto de vezes, poderá configurar o crime de "Violência Doméstica", artigo 152º do Código Penal, ver link:
http://bdjur.almedina.net/citem.php?field=item_id&value=1172736
" Quem, de modo reiterado ou não, infligir maus tratos físicos ou PSIQUICOS" (não é só bater...).
"TÁS GORDA", "A COMIDA QUE FAZES NÃO PRESTA", "METES-ME NOJO", JÁ NEM NA CAMA PRESTAS" etc, etc, de forma reiterada, ou não, comete o crime de Violência Doméstica. Neste contexto, você poderá estar a viver com um criminoso, certo ? Pena de prisão de 1 a 5 Anos, depende do Juiz (pense nisto).
Felicidades.

Retrato de Miu_Miu
Sáb, 18/06/2022 - 14:33
Miu_Miu:
Membro desde: 16.06.2022

Olá Sara, está numa situação horrível, no entanto, vai muito a tempo de se livrar dele. E, o comentário anterior tem toda a informação necessária para que se possa libertar do agressor.

Retrato de MOPA
Seg, 20/06/2022 - 11:58
MOPA:
Membro desde: 23.06.2015

Olá Sara,
Pergunta se há solução para si.
Sim, há solução. Saia dessa relação o mais rápido possível. Ontem já era tarde.
Não é normal os primeiros tempos serem assim. Da mesma forma que também não é normal uma relação depois de se ter passado os "primeiros tempos" ser assim.
Nos primeiros tempos de uma relação tudo é lindo, tudo é cor-de-rosa, tudo é fantástico. É como se fosse uma lua de mel prolongada. Depois os primeiros tempos passam e o amor continua, e o respeito... coisa que parece que não existe na vossa relação.
Sou casada há uns anos, e namorei outros tantos anos e nunca o meu marido me disse para eu me matar. Nunca me disse que lhe tinha desgraçado a vida. Nunca arranjou pretexto para discussões. As vezes discutimos, claro, mas isso faz parte. Mas uma coisa é discutir de vez em quando, com respeito de ambas as partes e retirar da discussão algo construtivo, outra coisa é discutir quase diariamente por coisas sem sentido.
Saia dessa relação o mais depressa possível, porque se vê maldade, essa maldade mais cedo ou mais tarde vai manifestar-se ainda mais. Se agora é assim, imagine se algum dia lhe bate...
Vendam a casa, siga a sua vida bem longe dessa pessoa. Que se lixe o investimento. Há tanta falta de casas no mercado que se vocês puserem a vossa à venda em menos de nada têm-na vendido. Mais vale feliz e viver temporariamente na casa dos pais, do que ter casa e ter medo de lá estar com medo de alguma coisa.
Neste momento é vítima de violência psicológica, e isso é tão mau como a violência física.
Livre-se dessa relação!