Queria ser feliz e ver as coisas boas e bonitas da vida.Há esperança? | A Nossa Vida

Queria ser feliz e ver as coisas boas e bonitas da vida.Há esperança?

Retrato de Carolinaaa
02.10.2012 | 19:51
Carolinaaa:
Membro desde: 20.08.2011

Olá meninas. Há algum tempo que estive para escrever este tópico aqui, mas por preguiça e por medo das respostas nunca fui para a frente com a decisão.

Bem, sou uma pessoa muito pessimista, não tenho força emocioal/psicologica nenhuma(!!!), estou SEMPRE na defensiva e para isso sem me aperceber sou agressiva/mal criada nas respostas quando me repreendem e até têm razão, sou bastante rancorosa e fico mesmo com muito ódio por pessoas, é me muito dificil socializar... fico desconfortável com um grupo de pessoas e não sei bem o que dizer, não tenho ambição nenhuma e tooooda a minha vida sempre fui muito dramática, sempre com muitas depressões e tudo o que as depressões trazem. Tenho 24 anos, sou tão nova devia aproveitar a vida e viver feliz, fazer por isso. Quando saí do secundário os meus amigos foram todos viver para longe, agora só tenho duas amigas do curso onde ando. Não me dou com as outras pessoas e os meus amigos antigos só ligam ao pessoal que têm pela terra onde andam (lisboa, tomar, etc). Tenho um namorado incrivel que (cliché ou não) trás ao de cima o que de melhor há em mim. Mas também ele é muito pessimista mas mesmo muito e tem pouca força psicologica.
Já andei à uns meses atrás numa psicologa excelente, à minutos atrás já mandei um mail para marcar uma nova consulta... mas entre psicologa e um esforço para eu mudar e tornar-me mais positiva e mais calma com as pessoas que me rodeiam parece que tenho SEMPRE uma nuvem negra em cima de mim a seguir-me todos os dias... Parece que os problemas e as tristezas vêm ter comigo.
Sinto mesmo muito a falta de uma amiga que me compreenda, em quem eu possa confiar a 100%, que tenha muitos gostos iguais aos meus. Acho que isso ia ajudar um bocadinho, já que só desabafo com o meu namorado (que depois fica pior do que eu) e com a minha mãe que não ajuda muito.

Agora pergunto-vos voc~es também são assim? O que acham que eu possa mudar para puder ficar mais forte psicologicamente/emocionalmente e ser feliz. Estou farta de só ver as coisas más da vida/das pessoas/das coisas... quero ter aquela fome de viver que a minah psicologa tem por exemplo, quero ter força e alegria e entusiasmo dentro de mim mesmo depois de acontecer algo mau.

Eu só estudo (á noite), já pensei em arranjar trabalho (entrava dinheiro, conheça a trabalhar que nunca fiz, tinha uma ocupação e responsabilidade). Também já pensei em arranjar um livrito daqueles de auto ajuda (nunca acreditei nisso mas já estou num ponto de acreditar em tudo).

Aguardo a vossa resposta. Obgd Smile


Retrato de Claudiclocas
Ter, 02/10/2012 - 20:46
Claudiclocas:
Membro desde: 21.04.2011

Vou dar a minha opinião. Desde há muito tempo que faço por escolher ver o lado bom de tudo.
As pessoas que se dizem infelizes acham frequentemente que a felicidade é uma espécie de dom, ou que é um estado permanente de alegria desde o acordar até ao deitar. Eu não acredito muito nisso. Eu ESCOLHO ser feliz todos os dias e em todas as situações. Consigo sempre? Claro que não. Sou feliz? Sou sim senhor! Em 90% dos dias sou feliz e isso para mim é felicidade.

Foi para mostrar parte desta minha filosofia às pessoas que criei o meu blog: há lá sempre uma dica para ver o lado bom de tudo.

Isto treina-se! Houve uma altura em que a minha vida estava... menos equilibrada. Tinha tudo o que precisava, mas queria mais. Então todas as noites seguia os seguintes passos: agradecia por tudo o que já tinha (e acabava por ser bem mais do que imaginava); perdoava a todas as pessoas de quem na altura guardava algum tipo de mágoa ou rancor e depois imaginava o meu dia-a-dia como eu queria que fosse: acordar num quarto lindo e cheio de luz, descer até ao rés-do chão para tomar o pequeno almoço com o meu marido (na altura vivíamos num T2 minúsculo e ainda não éramos casados), espreitar como estava o tempo lá fora, tirar o carro da garagem (que na altura não tinha) e ir trabalhar: fazer algo que me realizasse e que me garantisse um bom ordenado. Estranhamente imensas coisas foram mudando e cerca de 1 ano depois tudo aquilo era meu. Passados 2 anos casámos e continuo a ser feliz, mas com melhores condições.

O que eu quero dizer é q as pessoas que optam pela felicidade, atraem boas coisas, boas companhias... Quem está continuamente a queixar-se de tudo só afasta de si o que é bom.

Queres ser feliz? Escolhe! É mais fácil do que parece. Kiss

Retrato de DMRS
Ter, 02/10/2012 - 21:10
DMRS:
Membro desde: 24.08.2009

Há situações na vida que nos acontecem que não podemos controlar: mas podemos controlar a forma como as encaramos.

Na minha vida aconteceram-me algumas coisas menos boas e, durante algum tempo, deixei-me ir com a tristeza e com a sensação que nada podia mudar. E, de facto, não controlo o que me acontece mas decidi aceitar tudo o que me aconteceu e o que me fizeram acontecer e decidi aproveitar as minhas vivências para aprender. Não gosto de tudo o que me acontece mas consigo ver algo de positivo em toda e qualquer experiência (nem que seja a sabedoria para não voltar a fazer o mesmo)

Claudiclocas wrote:

O que eu quero dizer é q as pessoas que optam pela felicidade, atraem boas coisas, boas companhias... Quem está continuamente a queixar-se de tudo só afasta de si o que é bom.

Queres ser feliz? Escolhe! É mais fácil do que parece.

Quanto a isto concordo e sublinho

As pessoas gostam de ter pessoas de bem com a vida por perto. Isso não significa que nunca tenhas momentos de tristeza (todos os temos e aí se os "amigos" se forem também não fazem muita falta). Mas um equilíbrio saudável, mesmo para ti é bom.

Penso que não há vidas perfeitas nem estamos sempre felizes mas, hoje, considero-me uma pessoa feliz e positiva mas isso é uma escolha. Eu escolhi seguir em frente, escolhi ver o lado positivo, escolhi crescer com as situações em vez de as deixar subjugar-me.

Ainda tenho muitos sonhos por realizar e é óbvio que não nos caiem no colo e é preciso "garra" para lutar pelos mesmos mas acredito que se começa passo-a-passo, um dia de cada vez e quando damos por isso estamos a alcançar alguns objectivos, outros nunca se alcançam mas, entretanto, com a vida vão-se alterando ( e isso é bom - é sinal que também nós estamos a evoluir na vida).

Quanto ao pessimismo: de cada vez que te aperceberes que tens um pensamento pessimista tenta encontrar algo de bom na dita situação (algo que equilibre "a balança") - quando deres por isso terás sempre algo a "compensar" o mau.

Em relação ao teres uma atitude mais critica com as pessoas (podes tentar):
1º tenta manter a mente aberta - não julgues pela capa (ex: só porque alguém usa calções/saias muito curtos, calças "ao fundo do rabo", roupa estranha, etc não significa que seja uma má pessoa)
2º todos temos dias maus e podes ficar com uma má impressão de alguém e, na realidade, essa até ser uma boa pessoa
3º se te aperceberes que estás a ser critica em relação a alguém sem motivos aparentes tenta perceber quais são os teus verdadeiros motivos para isso e tenta perceber se têm razão de ser ou se são simplesmente preconceitos teus ( e se forem tenta conhecer as pessoas - podes aperceber-te muito rapidamente que afinal essas pessoas não são tão diferentes de ti e até podem ter muito em comum)

Em suma, se vires que estás a agir como normalmente fazes tenta agir como realmente gostarias de ser (mais optimista, mais permissiva com os outros).

*

Retrato de Soponipiapa
Ter, 02/10/2012 - 21:11
Soponipiapa:
Membro desde: 25.03.2012

Exactamente como a Claudiclocas disse: escolhe ser feliz!

Há dias em que eu escolho não ser feliz (só porque me apetece), e que porcaria de dias... heheheheh

Não precisas ser uma pessoa muito espiritual, basta seres sensível e teres um fundo bom (que acredito maior parte de nós somos/temos), e a partir é uma questão de treino. Treina nas coisas mais básicas, como dizer bom dia com vontade de realmente desejar bom dia! Como dizer obrigada com vontade de agradecer! As pessoas vão notar!!! Vais começar a sentir que te desejam bem.. e vais adorar. Tenta olhar as pessoas nos olhos quando interages, mesmo os estranhos, faz toda a diferença.

Os sorrisos e a boa disposição vem depois... o optimismo e a boa disposição é contagiante, acredito mesmo nisso.

Se um dia tiveres que ser infeliz e ficar em baixo, que seja por um bom(mau...) motivo, agora se não há nada a puxar-te para baixo, não sejas tu a fazê-lo.

Boa sorte!!!

Retrato de Soponipiapa
Ter, 02/10/2012 - 21:14
Soponipiapa:
Membro desde: 25.03.2012

Vê o filme/documentário "O segredo" ajuda a dar esta perspectiva que tentei (tentámos) dar.

Retrato de Claudiclocas
Ter, 02/10/2012 - 21:31
Claudiclocas:
Membro desde: 21.04.2011
Soponipiapa wrote:

Vê o filme/documentário "O segredo" ajuda a dar esta perspectiva que tentei (tentámos) dar.

Wink É verdade! E procura vídeos e informação relacionada com a lei da atracção. Já tive muuitas provas de que tem um fundo de verdade!

Retrato de little_b
Ter, 02/10/2012 - 21:45
little_b:
Membro desde: 27.09.2011

Vê este vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=Mq8gAB_sUY8&feature=plcp

Eu acho que te poderia ajudar manter um diário desses.

Retrato de Claudiclocas
Ter, 02/10/2012 - 21:47
Claudiclocas:
Membro desde: 21.04.2011

Andei a revirar o "sótão do blog" e encontrei este artigo. É dedicado a quem quiser saber como se faz a felicidade! Smile

"Alegrias escondidas"

http://casapontocome.blogspot.pt/2011/10/alegrias-escondidas.html

Retrato de Alexandra AB
Ter, 02/10/2012 - 22:44
Alexandra AB:
Membro desde: 15.03.2012

Carolina,

A vida é tão demasiado curta que não nos dá tempo para a desperdiçarmos com tristezas.

Tantas pessoas que teriam todos os motivos do mundo para serem infelizes: pessoas portadoras de deficiências extremas, pessoas abandonadas à sua sorte pelos pais, viciadas sem conseguirem enfrentar os seus vícios...

Os jogos paralímpicos demonstram a força e a capacidade de superar obstáculos por quem tem limitações físicas graves.
É de olharmos para estes casos como sinónimo de vencedores, pessoas que não se deixam abater, que têm sonhos, que têm ambição e prazer no que fazem.
São um exemplo, uma lição de vida.

Todos nós temos momentos menos bons na vida. Preocupações, insatisfações que nos fazem esmorecer mas...o sol volta a brilhar no dia seguinte...a vida continua e cada dia que nasce é uma nova oportunidade.

Há uma música que me dá força quando preciso. O refrão diz "Não pares de lutar, agarra o dia a nascer há uma batalha a travar só tu podes vencer...O teu lugar ao sol, sempre teu".

É bem verdade!
Aprecia as pequenas coisas da vida, aprecia o que te rodeia, aprecia os sabores, os odores, as inúmeras sensações.

Na faculdade tive um colega que é cego. Um excelente aluno, um excelente amigo. Filho dedicado e marido exemplar.

Se visses o esforço que fez para assistir às aulas e para as escrever em braille, chegando a partilhá-las com os colegas que faltavam ou não conseguiam bons apontamentos.

Agora diz-me e medita sobre o assunto.Perde minutos do teu tempo a pensar como é a vida desta gente e, como conseguem ser felizes.

Tenta encontrar algo que te dê prazer fazer, para te dedicares.
É sempre bom viajar, espairecer, mudar de ambiente.

Espero ter-te ajudado!

Simplesmente...Sê feliz! Smile

Bjos

Retrato de Dilema
Qua, 03/10/2012 - 12:37
Dilema:
Membro desde: 20.05.2010

O mais importante é mudares por dentro. Faz pequenas experiências, do género, compromete-te contigo própria a seres simpática quando estiveres com um grupo de pessoas.

Sei que falar é fácil, porque eu também ando um bocado como tu, as pessoas irritam-me e até me custa ouvir as suas ladainhas, sei que é um problema meu e elas não têm culpa nenhuma, também estou a tentar mudar essa minha irritação com as pessoas em geral.

Penso que arranjares uma ocupação, também vai ajudar. Um emprego ou voluntariado.

Cumprimentos,
Dilema

Retrato de angel.espiritualidade
Qua, 03/10/2012 - 13:41
angel.espiritualidade:
Membro desde: 14.04.2011

Soponipiapa wrote: Vê o filme/documentário "O segredo" ajuda a dar esta perspectiva que tentei (tentámos) dar.

Já vi esse filme, concordo que pode ajudar uma pessoa a ver as coisas duma maneira mais optimista.

Há também livros que podem ajudar.
Um deles é "O poder do agora", de Eckhart Tolle.
http://goo.gl/dFfDH

Correcção : não tenho a certeza se estamos a pensar no mesmo filme. Eu refiro-me a este
http://www.imdb.com/title/tt1734543/