Morte | A Nossa Vida

Morte

Retrato de omanu
08.01.2016 | 09:58
omanu:
Membro desde: 06.04.2013

Escrevo porque nao consigo lidar com esta situação: ontem foi um dia tragico para mim. Fui trabalhar e recebo uma chamada que a minha "menina" (cadela) tinha morrido. Foi atropelada e teve morta imediata, o condutor colocou-se em fuga. não me conformo!
Sempre que eram soltos eram supervisionados, nunca nos distraiamos nem por um segundo, ontem o meu marido brincou com eles e decidiu ir lavar o canil, eles nunca saiam da nossa beira, ontem saíram quando reparou chamou-os, veio logo um a menina não ele viu logo que algo aconteceu foi a correr e estava na berma da estrada morta, levou uma pancada na cabeça, foi demasiado rápido, ela nem no meio da estrada estava... Sinto-me magoada, revoltada.. há imensos "S" na minha cabeça! uma questão de segundos e tudo muda, a minha vida virou um inferno! sinto um vazio enorme, não sei lidar com esta ausencia, não consigo ver o lugar dela vazio, ver o meu pequenino a brincar sozinho...tinha 3 anos e termina assim!!! é uma dor sem explicação... Sad


Retrato de angelgirl
Sex, 08/01/2016 - 11:15
angelgirl:
Membro desde: 14.07.2013

Lamento muito a sua perda, até porque também tenho um cão....mas lamentavelmente a culpa é vossa...o condutor por acaso até fugiu porque se não para além da dor ainda tinham que ser responsabilizados pelos estragos que causaram no carro Sad

Por mais anúncios, por mais informações que digam, é proibido andar com os cães soltos, as pessoas não cumprem. o meu cão não anda solto e anda sempre de açaime por ser considerado uma raça potencialmente perigosa....eu tenho uma trela de 15m que é para quando vou para espaços grandes, tipo praia, poder "solta lo" mas sempre preso, pois se o solta se mesmo, ou seja sem qualquer trela para além de poder correr o risco de ele poder fugir me e acontecer uma tragédia dessas ele poderia assustar se com algo, poderia morder alguém ou algum cão, podia assustar alguma pessoa que tenha fobia a cães, poderia mandar se contra alguém e magoar...e de quem é a responsabilidade? Somente nossa....

Espero que com esta tragédia agora tenhas sempre o teu outro patudo sempre preso, para que nunca tenhas mais que passar por este sofrimento. Lamento mais uma vez a tua perda, mas tinha mesmo que te dizer isto. Tudo de bom

Retrato de rafaellamgoncalves
Sex, 08/01/2016 - 14:29
rafaellamgoncalves:
Membro desde: 17.05.2014

Sei muito bem o que é isso, muitas pessoas não entendem e acham ridículo ficarmos neste estado mas a verdade é que quem gosta de animais e os tem acaba por criar uma ligação inexplicável. Não tenho filhos mas o meu gato foi o primeiro ser vivo que tive a meu cargo e à minha responsabilidade, tive-o desde que nasceu e foi amor à primeira vista, era um amiguinho que eu tinha, uma companhia. Tal como a maioria dos animais tinha praticamente sempre os mesmo hábitos e as mesmas rotinas e foi um dia em que cheguei a casa e estranhei a sua ausência, perguntei à minha mãe onde ele estava e foi em lágrimas que ela me deu a notícia. Foi atropelado e como é óbvio o condutor fugiu. Chorámos todos, sentimos todos a falta dele. Eu nos primeiros dias não parava de chorar, sonhava que ele estava ao pé de mim nem sequer queria ir trabalhar. Dói muito sim, da minha parte fiquei traumatizada o suficiente para não querer ter mais nenhum animal naquela casa. Não há um dia em que não me lembre no meu gatinho Smile

Retrato de omanu
Sex, 08/01/2016 - 15:15
omanu:
Membro desde: 06.04.2013

Eu sei que a responsablidade é nossa e sim culpo sempre o condutor e sempre o culparei alias gostava de estar com ele... A kelly teve morete imediata nao dava para fazer nada, mas já pensou se por acaso nao tivesse? era dever dele socorre-la. Ela tinha chip tinha seguro tinha tudo direito, nunca andei com ela a solta e sou contra isso. Estava no meu terreno, lamentavelmente fugiu, pensava eu que só acontecia aos outros. Tive azar!
Preferia mil vezes ter gasto uma fortuna a compor o carro da pessoa que a atropelou do que a ver morta... A kelly era para mim como uma filha, foi de lamentar esta situação. Mas o minimo acho que deviam ter parado para pelo menos verem como ela estava....

Retrato de rafaellamgoncalves
Sex, 08/01/2016 - 19:28
rafaellamgoncalves:
Membro desde: 17.05.2014

Eu sei, também pensei nisso muitas vezes. Eu não vi o meu gato morto, à hora que tinha chegado já o tinham enterrado pois isto aconteceu durante a noite e eu cheguei a casa no dia seguinte. Fartei-me de perguntar à minha mãe e ao meu avô mas têm mesmo a certeza que ele estava morto? Têm mesmo a certeza que não havia nada a fazer? Até eu mesma cheguei a pensar, se não tivesse chegado tão tarde teria levado-o ao veterinário... Já não há nada a fazer, não vale a pena martirizar-se, como se costuma dizer lembre-se sempre dos bons momentos que passaram todos juntos e das alegrias que a sua cadelinha lhe deu. A dor é grande e inexplicável mas vai ver que com o tempo vai ficar bem Smile