Insistir numa relação ou não? | A Nossa Vida

Insistir numa relação ou não?

Retrato de Alex85
01.01.2018 | 22:53
Alex85:
Membro desde: 25.08.2016

Olá, estou com um dilema e gostava de ouvir a vossa opinião.
Envolvi-me com um colega de trabalho. No inicio até foi ele que começou a andar atrás de mim e foi bastante insistente e eu comecei a desenvolver sentimentos por ele até que acerca de dois meses nos envolvemos sexualmente, mas a partir daí ele ficou diferente comigo, diz que não se quer deixar levar e que tem medo de me magoar. Falávamos imenso por messenger todos os dias e agora já nem diz nada. Não sei se hei de insistir ou deixar as coisas correrem naturalmente.
Eu acho que ele tem medo de sofrer novamente porque ele tinha uma namorada que também trabalhava lá e ela trocou-o por outro colega de trabalho.
Enfim não sei o que faça.
Agradeço opiniões


Retrato de joan_
Ter, 02/01/2018 - 15:20
joan_:
Membro desde: 08.07.2013

Olá, eu também já me envolvi com um colega de trabalho, há uns anos atrás, e posso-te dizer que comigo não resultou. Perdi muito tempo com ele e para nada. Tal como tu, depois de ter ficado com ele, ele também mudou de atitude, também ficou diferente comigo, inclusive, começou a ignorar-me. Tal como tu, também comecei a arranjar desculpas para o comportamento dele, porque coitadinho sofreu muito e bla bla bla... mas esquece, é tudo treta. Eu se pudesse voltar atrás não tinha insistido, tinha posto logo uma pedra no assunto e seguido em frente. Mas cada caso é um caso. O meu conselho é que esqueças e partas para outro, antes que fiques cada vez mais envolvida e depois acabes por cair num ciclo vicioso. Relações no trabalho são muito complicadas e ainda por cima, se ele já andou com outra no trabalho, vai ser muito mais difícil de ele te vir a assumir no futuro. Não sintas pena dele. Vive a tua vida.

Retrato de Alex85
Ter, 02/01/2018 - 22:01
Alex85:
Membro desde: 25.08.2016

Obrigada por teres partilhado a tua opinião, e sim talvez seja melhor eu seguir a minha vida.

Retrato de Susaninha88
Qui, 04/01/2018 - 16:04
Susaninha88:
Membro desde: 23.10.2017

Eu no teu lugar seguia em frente... Ano Novo, Vida Nova..

Retrato de 2017Rosy
Sáb, 06/01/2018 - 20:18
2017Rosy:
Membro desde: 26.11.2017

Olá Alex . Ninguém se cruza por acaso. Neste momento reflita se ele lhe trouxe algo de bom. Se ainda não encontrou a razão para o vosso envolvimento, então ainda pode não estar terminado o envolvimento. No entanto, "Tudo o que é forçado não nos traz felicidade", pelo que o melhor é deixar fluir. Ele pode estar confuso, pode estar com medo, pode também, (e deve encarar como normal) ter percebido que afinal não sente o que pensava, enfim N situações podem estar envolvidas. Julgo que uma conversa aberta seria ideal, pois no mesmo local de trabalho torna-se difícil ter colegas assim. Bom Ano!!!

Retrato de Tony Chopper
Seg, 08/01/2018 - 03:56
Tony Chopper:
Membro desde: 28.08.2017

Lol estes conselhos das terapias de energias da Rosy2017 partem-me todo!

Filosofias muito bonitas e inspiradoras é verdade, mas utópicas e irrealistas (quase como a filosofia comunista de castelos nas nuvens).

O gajo sacana como está na cara só queria enrolar-se com uma colega de trabalho para satisfação e prazer pessoal e depois gabar-se aos amigos e colegas de trabalho também!

A autora do tópico não tem que reflectir o que quer que seja, nem andar à procura de motivos, razões, energias positivas ou negativas, etc.

Só tem que ignorar, não pensar mais no assunto e no local de trabalho focar-se no que interessa: ser uma trabalhadora produtiva e fazer o seu trabalho e ignorá-lo, dar-lhe desprezo porque isso vai mexer com ele e afectar o orgulho masculino dele!

Esquece o que te aconselham aqui de fazer telenovelas da TVI e ir correr atrás pedir satisfações, conversas abertas, fazer ioga e inspirar energias positivas, fazer voodoo, etc.

Segue em frente e esquece!

Retrato de 2017Rosy
Seg, 08/01/2018 - 20:25
2017Rosy:
Membro desde: 26.11.2017

Boa noite Tony Chopper
Agradeco que respeite a minha opiniao tal como respeito a sua. Nem a sua é mais valida nem a minha, sao apenas opinioes. Cabe a Alex decidir por ela acima de tudo, pois o melhor caminho nenhum de nós saberá.