Ferida/fissura vaginal | Page 29 | A Nossa Vida
916 entradas / 0 new
Última entrada
Retrato de siapires
Dom, 29/10/2017 - 15:33
siapires:
Membro desde: 10.04.2016

Olá Meninas,

Se a fissura é assim tão grave e abre sempre, já consideraram que talvez seja preciso suturar? Eu já tive umas microfissuras devido a fazer sexo pouco lubrificada, mas isso passou por si.
Se pensarem quando a mulher tem filhos essa zona também se rasga e abre, no entanto é suturada e fica tudo normal.
Quando eu tinha essas microfissuras apenas colocava halibut e uso também um hidratante vaginal chamado: velastisa intim hidratante V.V

O médico na altura também me disse que as alterações da pele da mucosa também podem estar relacionada com a pílula que se toma... pode ser isso...

Retrato de Trebaruna
Sáb, 11/11/2017 - 22:21
Trebaruna:
Membro desde: 24.08.2013

Olá lunaneves!

Conseguiu a receita em Portugal?

Obrigada desde já.

Retrato de VaniaCPC
Seg, 08/01/2018 - 09:51
VaniaCPC:
Membro desde: 08.01.2018

Olá meninas., a minha história é a seguinte:

Em 2010 ou 2011 (já nem sei) o meu namorado sem querer magoou-me na entrada da vagina durante o sexo e fiquei com uma fissura na mucosa. Essa fissura até hoje não sarou. Ela sara superficialmente mas só posso ter relações 1x por semana ou de 15 em 15 dias, porque normalmente abre durante o sexo, ou se não abrir durante abre mesmo no final o que impossibilita que possa ter sexo novamente nos proximos dias.

Já fui a ginecologistas e fiz:

- Cicalfate e outras pomadas cicatrizantes
- Pomada de estrogénios
- Abstenção de 6 meses
- Deixei a pipula contraceptiva e remotei
- Injeção local de ácido hialirónico: desta última acho que ninguém falou. Fiz injecção deste fármaco no local da fissura para preencher a mesma e conferir elasticidade à mucosas, a médica falou que tinha bons resultados com mulheres com o mesmo problema após o parto. Notei que a zona ficou mais espessa e dura, o meu namorado também nota, mas acabou por piorar a situação toda. Antes cicatrizava por fora e não por dentro. Agora parece que por dentro não fica afetado mas mal o pênis penetra a minha mucosa abre logo, sangra e tenho dores horriveis. Antes ainda conseguia ter uma relação até ao fim pelo menos, agora nem consigo começar por fico logo fissurada, embora seja mais superficialmente.

Ando a ver o que posso fazer... Várias falam da pomada de testosterona mas não sei que fazer. Talvez vá a uma consulta com um cirurgião.

Obrigada e força!

Retrato de VaniaCPC
Seg, 08/01/2018 - 09:55
VaniaCPC:
Membro desde: 08.01.2018

E é ácido hialurónico*

Retrato de dianaesteves2200404
Qua, 31/01/2018 - 00:12
dianaesteves2200404:
Membro desde: 24.04.2012

Ola a todas, vim ver como andava o tópico. Já vi algumas pessoas com bons resultados e fico sempre com esperanças. EU detetei a minha fissura em 2016. Foi por acaso que a descobri, ou seja, andava com umas candidíases constantes até que um dia devido á comichão, decidi espreitar e lá estava. um pequeno rasgo na fourchette! Bem, achando eu algo normal de tratar fui a ginecologista. 1º vim de la com um género de gynocaneste, mas era gino travogen e nerisona (com corticoide). A ideia da Ginecologista era "talvez um fungo". Tive semanas a fazer ambas as pomadas e sem sexo. Mas depois, no ato sexual, tudo igual. Volto á ginecologista, e mandou-me parar as pomadas, porque se não fizereram efeito, é porque não será fungo! bem, vim pra casa com o mytosil (pomada do rabinho dos bebes que contem zinco, que ajuda a cicatrização). E, além disso, ela disse que a fissura "tinha bom aspecto". Meses a fazer mytosil...a ter sexo uma a duas vezes por mês...e nada. Fui lendo por aqui a tal da cicalfate. Comprei, usei....e mais do mesmo. Entretanto fui ao medico de família, e tive relações um dia antes, para que ele tivesse oportunidade de observar no dia seguinte. SIM, porque na verdade a fissura cicatriza "aparentemente" muito rápido. MAs abre sempre com o sexo, ou melhor abre com a friçao. Porque eu já experimentei um dildo (é do tamanho do pénis do meu namorado), e vou fazendo alguma ginástica, e não rasga. Bem, esse medico de família pediu uma consulta no hospital publico (a minha ginecologista é particular) e nos entretantos mandou-me usar na fissura, um gel hidratante vaginal para a secura vaginal...e lá fui eu. Ah entretanto deixei a pilula, por também já ter lido aqui, como solução, devido á produção de estrogénio. Vinte dias com a pomada e na 1 tentativa, rasgou só uns milímetros. Á segunda e terceira (sábado e domingo seguidos) NAO RASGOU. Ficamos tao contentes...Mas foi sol de pouca dura. á 4 vez e com 2 semanas de diferença da ultima vez, rasgou novamente. Faço 2 relações sobre estas ultimas situações...uma é o angulo da posição. Outra relação também curiosa é, que o sábado e domingo de sexo, eu estava no período fértil, ou seja tinha bastante muco cervical e sentia-me bastante molhada (algo que desconhecia de todo, pois há anos que tomava a pilula). Ainda assim usámos lubrificante. E para além disso, os meus lábios estavam bastante sensíveis. A minha vulva inchava ao mínimo toque (inchava por excitação) e o facto dos lábios engrossarem, protegiam a zona da fissura. Não sei se conseguem visualizar a lógica. Mas como disse ante, á 4 vez voltou a fissurar, e não, não estava no período fértil. Mas vou voltar a experimentar ter relações na mesma fase do ciclo menstrual. E claro, vou voltar á ginecologista. No fundo, isto não me dói....mas rói-me psicologicamente, porque não tenho coragem de ter relações todas as semanas....e nem faço sexo como quero e bem me apetece....tenho sempre isto na cabeça. Outra coisa que tenho feito, é um relatório de imagens...sempre que fissuro, tiro foto durante 5 dias, para registar a evolução da cicatrização. Tenho medo de me desleixar e que isto se possa tornar maligno. Tenho lido muitos artigos sobre este tema. Alguns estudos feitos por médicos....e infelizmente deparo-me com uma situação ainda difícil de diagnosticar e tratar. Além de vocês, há imensas mulheres no mundo com o mesmo problema. Muitas resolveram com cremes, outras com estrogénio, outras com operações....Como veem, não é coisa fácil e boa de tratar. Infelizmente o comentário anterior ao meu tem 7/8 anos de historia. É muito ano...é muito tempo a lidar com um porcaria duma fissura que dá cabo de nós...pergunto-me como é possível. não sei se consigo adicionar aqui uma imagem da minha fissura. Mas vou tentar. Ao menos digam-me se é idêntica á vossa! E desculpem pela imagem..nao fiquem impressionadas. Estranhamente é coisa que até á data não me provoca dor...Força a todas.

Paula pires

Retrato de ndd
Qui, 15/02/2018 - 17:07
ndd:
Membro desde: 15.02.2018

Eu tive fissura e melhorei usando duas pomadas: bepantol e neomicina+ bacitranicina e também usei um creme hidrante vaginal para ressecamento, Vagidrat...espero que as dicas melhore sua vida!

Retrato de sabrin
Qua, 28/02/2018 - 17:28
sabrin:
Membro desde: 22.10.2015

Depois de mais de um ano sem tomar anticoncepcional posso dizer com todas as letras: nunca mais sofri com isso!! Acompanhava o grupo antigamente e já tinha comprado praticamente todas as pomadas que vocês tinham recomendado aqui. PAREM DE TOMAR ANTICONCEPCIONAL!!!! Não me lembro com quanto tempo comecei a sentir melhoras mas acredito que melhora real mesmo foi depois de 6 meses! Enfim, já postei aqui no grupo e estou postando de novo por que recebi um email do site e como vi que muitas ainda estão sofrendo com isso, não custa nada dar meu relato. Beijo e cura para todas, pois nós merecemos isso!!!!!!!!!!! Sexo é bom demais para ser doloroso!

Retrato de PsPs
Sex, 02/03/2018 - 00:23
PsPs:
Membro desde: 20.09.2017

Boa noite!
Fiz uma postagem em setembro de 2017 e volto pra relatar o que tem acontecido comigo. Usei por 2 meses a pomada Trofodermin, receitada por uma ginecologista ( a 3ª que consulto). Essa pomada é cicatrizante, normalmente utilizada por quem fez cauterização no útero. Passava 2 vezes ao dia. O recomendado foi que eu teria que ficar o maior tempo possível com a pomada na região. Notei uma melhora significativa com relação ao aspecto da ferida. Em poucos dias senti o períneo mais saudável, aparentemente. Porém, não posso dizer que resolveu o problema. Continua abrindo quando tenho relações, mas bem mais superficial e também sinto menos dor. Comecei a usar a RENOPEL, citada aqui no fórum por uma moça. No entanto, ela é regeneradora e acredito que não pode ser utilizada na ferida aberta. Bom, estou usando a quase 1 mês e, como mencionado, o aspecto da ferida melhorou muito. O próximo passo será interromper o uso da pílula, mas antes preciso passar pela ginecologista para que minha situação seja avaliada, pois tenho ovário policístico e o uso do AC seria para controlá-lo. Já dei um grande passo, acredito. No início foi muito doloroso e deprimente, mas aos poucos vai ficando menos pior. Acredito sim, na cura desse mal que apareceu de repente, por isso espero que minha próxima postagem seja para informar que nunca mais tive problema com fissura. Até breve. Força pra vcs!

Retrato de scpb
Seg, 05/03/2018 - 17:32
scpb:
Membro desde: 05.03.2018

Olá, minha história é muito parecida com a da maioria. Depois das minhas primeiras relações, comecei a ter os sintomas de candidíase e ela nunca mais me abandonou. Isso já uns 14 anos. Cheguei num ponto que estava comformada de que viveria com isso para o resto da vida, controlando apenas as crises. Mas a tal fissura realmente destruiu todo meu apetite sexual, dor durante e dor terrível depois, quando ia urinar até me contorcia. Os médicos sempre diziam que era falta de lubrificação, para caprichar mais nas preliminares, canse de ouvir isso e ninguém realmente se preocupar com o que eu estava falando. Aí parei de reclamar e fui descobrindo outras alternativas, tudo para evitat penetração. Moro em Portugal e aqui meu go mostrou-se empenhado em resolver a questão da candidíase. Gastei 66€ com medicamentos (comprimidos, óvulos, banho de assento, líquido para lavar a vagina internamente), eu estava esperançosa. Acabou o tratamento, td bem, 20 dias depois a “colega” resolveu aparecer. Fiquei arrasada. Voltei ao go e ele disse que estava bem melhor, mas realmente ela estava querendo voltar. Mandou eu tomar fluconazol e estou tomando um por semana. Esses dias fui tentar brincar um pouco, quase morri de dor, apareceram mais dias fissuras, foi horrível. Achei esse fórum e depoia de ler muitos tratamentos, resolvi tentar um deles. Vou usar o Emla, pois o fato de pensar na dor nem me ajuda a relaxar, ela pode ajudar nisso e para fortalecer a pele, vou fazer a massagem usando o Bepanthene pomada (aqui bepantol e bepanthene e não tem o derma, pela composição opetei pelo pomada, que é usado para assaduras e fissuras no mamilo). Vou começar a usar hoje e conto pra vocês. Para tratamento, estou mais confiante no bepantol, a Emla é mais para me dar segurança de que não vou sentir dor, não pretendo usar com frequência. Volto daqui uma semana para contar como foi. Boa sorte para nós!

Retrato de scpb
Dom, 11/03/2018 - 23:48
scpb:
Membro desde: 05.03.2018

Voltei e caso alguém ainda esteja acompanhando, tenho ótimas notícias! Tive relações dia 8, sem dor, a Emla é uma benção, mas apareceu uma fissura, menor, mais superficial. Hoje, dia 11, ainda usando Emla, mas nenhuma fissura! Sigo usando o bepanthene pomada 3 ou mais vezes por dia e Emla antes das relações. Eu e o meu marido estamos felizes, lamento não ter descoberto isso antes, mas agradeço a todas que deixaram aqui suas contribuições! Tenham esperança, há sim uma solução!

Retrato de lorena gue
Dom, 25/03/2018 - 05:55
lorena gue:
Membro desde: 25.03.2018

Olá, comecei a ler esses casos semana passada e decidi contar minha historia de forma breve. Ja tive fissura umas 2 vezes na vida pós sexo ,mas elas cicatrizaram e ficava boa. Há 2 semanas, tive relacao sexual 2 dias seguidos( com camisinha) e na hora, ja comecou a doer, pois além do cara demorar MT pra gozar,eu ja estava super seca e foi bem bruto. Insistimos bastante até que pedi pra parar. No dia seguinte, surgiram algumas fissuras,e MUITASt feridas em toda a vagina. Era uma dor surreal, eu n conseguia andar e tive que ficar 2 semanas sem ir trabalhar. Nao conseguia evacuar e cada vez que ia fazer xixi,quase desmaiava de tanto que ardia! Fui no gine e ele me passou fluconazol (2 comprimidos), trok n na area externa( que pareceu piorar) e amplium g na area interna. Nada adiantou, ainda sentia um ardor horrivel. Na semana seguinte, voltei nele e comecei a tomar cefalexina e passar uma pomada chamada IRUXOL. Eu não sei se melhorou pela pomada ou pelo antibiotico,mas acho que mt provavel pela pomada. Agora estou boa, porém n tive nenhuma relacao sexual ainda e estou com medo dessa fissura abrir dnv. Quando tiver relacoes,volto pra contar a experiencia.

Retrato de Carla Canedo
Ter, 08/05/2018 - 04:02
Carla Canedo:
Membro desde: 08.05.2018

Pesquisando a respeito do problema de fissura vaginal descobri várias mulheres ao longo desses anos que sofrem com esse problema sem solução mesmo passando pelo ginecologistas .Eu sofro com isso a um tempo e vim aqui em busca de ajuda. Será que alguém se curou totalmente?

Retrato de dianaesteves2200404
Ter, 08/05/2018 - 23:40
dianaesteves2200404:
Membro desde: 24.04.2012

Carla Canedo, há sim poucos casos de sucesso! São muitos comentários para ler. Embora o que tenha resultado com umas não resulta com outras. Eu por exemplo escrevi um pouco mais acima. dianaesteves2200404. Até publiquei uma fotografia para me disserem se as vossas fissuras são parecidas às minhas. Eu descobri a minha á coisa de 2 anos. A minha sorte é que não me doi. Mantenho o hidratante vaginal aynara e vejo que a fissura recupera rápido. Mas volta após o sexo. Já desisti de ter relações mais brandas, pois dava no mesmo. Agora tenho relações de 3 ou de 4 em 4 semanas.....vá 1 vez por mês e depois espero ate a fissura recuperar. Enfim....é ir-se tentando...! mas leia o comentários deste tópico, há muitas soluções.

Paula pires

Retrato de PsPs
Ter, 15/05/2018 - 02:38
PsPs:
Membro desde: 20.09.2017

Boa noite meninas!
Sigo firme na luta pela cura dessa terrível fissura. Estou em tratamento desde maio de 2017 e, como muitas de vcs disseram, já passei várias pomadas indicadas por ginecologistas. Enfim, a pomada que deu um pouco de resultado foi a Trofodermin, mas não curou, apenas diminuiu o tamanho e profundidade. Usei pomada de barbatimão, de hamamelis, candicort, renopel e atualmente estou usando gyno kollagenase. Minha ginecologista me informou que, caso não melhore, me indicará uma dermatologista que cuida da parte íntima e será necessário fazer terapia com laser. Em minha próxima consulta fazer vulvoscopia para ver se existe alguma infecção por cândida ou qualquer outra coisa. Vou deixar meu whtas aqui, caso alguma de vcs queiram entrar em contato comigo para terem maiores informações. Desejo força a todas. Não desistam!

Retrato de brunacaroli
Ter, 26/06/2018 - 15:58
brunacaroli:
Membro desde: 26.06.2018

Oi meninas... também tenho problema com cândida e há uns 3 dias apareceu essa fissura no canto dos labios.... comprei a pomada bepantol e espero que consiga resolver com ela. Fiquei muito assustada com esses relatos. Fui na ginecologista há pouco tempo e ela identificou uma ferida no meu útero e me encaminhou pra fazer uma transvaginal. Força.

Retrato de camiadv
Qui, 28/06/2018 - 12:11
camiadv:
Membro desde: 28.06.2018

Ola. esto com esse problema também. Há 1 ano descobri que tenho essas fissuras, mas há bastante tempo já sofria com isso sem saber. Tenho usado trofedermin, mas demora para fechar a ferida..em torno de 07 dias. Sinto dor. Não usei nenhuma outra pomada. Vi relatos de renopel e cicalfate. Vou tentar usar para ver se consigo algum resultado melhor.
Essa fissura acaba com meu humor e minha estima.
Fiz inumeros exames e tudo deu ok.

Retrato de dianaesteves2200404
Qua, 11/07/2018 - 15:35
dianaesteves2200404:
Membro desde: 24.04.2012

Agora que espero bebé terei de esperar por qualquer nova tentiva de tratamento. Já fui ler a sua sugestão. Já agora pergunto se fez algum tratamento destes e a que doença?

Paula pires

Retrato de Elodie Ramos
Sáb, 21/07/2018 - 13:05
Elodie Ramos:
Membro desde: 21.07.2018

Boa tarde Meninas,
Estou com este problema há quase 1 ano =(
Já tentei muitas pomadas, antibióticos etc etc ... e nada resultou! Há poucos dias falaram de um tratamento a laser ... alguma tentou recentemente ?

Não entendo como tanta mulher sofrendo do mesmo e nenhum médico tem solução =(

Retrato de dianaesteves2200404
Qui, 26/07/2018 - 23:38
dianaesteves2200404:
Membro desde: 24.04.2012

A minha fissura é parecida à 1ª imagem à esquerda com o titulo "before surgery", deste link:
https://vulvodyniasirenblog.wordpress.com/2014/03/
E a vossa? É algo parecido?
Falamos tanto aqui das nossas fissuras, mas na pratica podemos ter casos distintos.
Este link que anexo fala de um caso de Vulvodinia ou vestibulite vulvar, uma disfunção sexual caracterizada por dor crônica na área da vulva com causa orgânica desconhecida (idiopática).

Paula pires

Retrato de LMacedo
Sex, 27/07/2018 - 14:53
LMacedo:
Membro desde: 25.11.2013

Olá dianaesteves2200404! Minha fissura era exatamente nesse lugar da sua. Vou contar novamente minha história.
Desde a primeira vez que ela apareceu eu já fui ao médico para descartar qualquer tipo de doença, foram realizados exames e estava "tudo certo". O problema persistia e minha ginecologista sempre dizia que era questão de "relaxar". Passei diversos cremes, uma outra ginecologista disse que era consequência de cândida, o que eu não entendo até hoje pois quando ela afirmou isso eu não tinha corrimento e nem coceira. Um dia minha ginecologista viu minha ferida aberta e aí sim entendeu o meu problema, me deu uma pomada cicatrizante e outra pra melhorar a lubrificação da vagina. Passei a pomada por uma semana e fiquei sem ter a fissura por seis meses ou mais! Foi muita alegria e até cheguei a postar aqui no fórum meu tratamento mas infelizmente o problema voltou. Aí eu passava a pomada cicatrizante, ficava tudo certo durante um tempo mas depois voltava, sempre voltava... Então um dia eu li em algum site que o anticoncepcional de hormônio poderia ser a causa, em algumas mulheres o anticoncepcional pode baixar muito a libido e esse era o meu caso. Fiquei um tempo sem anticoncepcional [não lembro ao certo quanto tempo] e senti uma melhora muito grande na minha libido, estava com muita vontade de fazer sexo, algo que eu não tinha antes. Então por mais que eu tentasse negar o meu problema era sim questão de falta de lubrificação, o que acontecia era que eu não ficava lubrificada o suficiente e tentava a penetração e essas tentativas repetidas faziam com que a fissura abrisse. Inclusive se eu não estiver lubrificada o suficiente a chance de abrir novamente é grande. Hoje eu uso o DIU de cobre e estou imensamente feliz.
Então se você assim como eu descartou qualquer tipo de doença com o médico e toma anticoncepcional de hormônio eu recomendo que tente ficar um período sem o uso. Espero que todas vocês consigam assim como eu resolver esse tipo de problema porque sentir dor no sexo não é nada normal, sei bem o quanto vocês estão fragilizadas e o quanto isso afeta o relacionamento mas não desistam!

Retrato de Elodie Ramos
Dom, 29/07/2018 - 14:31
Elodie Ramos:
Membro desde: 21.07.2018

Olá ..
A localização é exatamente essa.. sinceramente já não sei o que fazer mais =/...
Estou a ver que não será fácil tratar, voltei a fazer exames e aguardo os resultados esta semana, depois penso em consultar um dermatologista, pelo menos para ver qual o diagnóstico e tentar algo diferente.

Retrato de xofissura
Sex, 21/09/2018 - 05:32
xofissura:
Membro desde: 21.09.2018

Olá meninas, tudo bem com vocês?!

Sou brasileira, solteira e tenho 30 anos.
Descobri esse fórum essa semana e não consegui ler tudo ainda. São inúmeros relatos, os quais boa parte me identifico e sofro junto.

Identifiquei que tenho esse problema com as FISSURAS no início do orifício de entrada da vagina, quase próximo do períneo, desde o fim de 2014 e de lá pra cá isso vem me atormentando bastante. Antes disso eu transava muito e nada me acontecia...e desa época para trás, também não usava anticoncepcional, só camisinha.
Já fiz exames de captura híbrida, de candidiáse, de sangue, entre outros que nem me recordo mais e nada ruim constou.
--
Detalhe importante: NÃO UTILIZO ANTICONCEPCIONAL.
--
No início os médicos que consultei achavam que era candidíase e receitavam a princípio pomadas para essa cura. Porém eu usava a pomada e nada melhorava no ato do sexo. Já me recomendaram e usei também as pomadas: TROFODERMIN, KOLLAGENASE, OVESTRION (na tentativa de que acharam que eu ñ lubrificava bem). Porém eu considero que tenho uma lubrificação boa. Essas pomadas (TROFODERMIN, KOLLAGENASE) serviram para cicatrizar, mas sempre que volto a ter sexo abre novamente. Utilizo também pomada de bebê tipo HIPOGLÓS e uso também BEPHANTOL DERMA e nada resolve. Não sei mais o que fazer e isso só me atormenta. Sou uma pessoa que sempre gostou muito de fazer sexo e hoje sou podada por este acontecimento infortúnio em minha vida. Acho que me bloqueio até para conhecer alguém novo e namorar, pois imagina só...será que algum homem terá paciência para transar só de 15 em 15 dias e namorar alguém com esse problema? E meus desejos fiam como?
Uma médica chegou a dizer que a área sofreu trauma com o pênis de algum cara e isso deixou a minha pele mais sensível, me receitou KY (lubrificante), mas sei que não será a solução de meu problema.
--
OBS: Ah! Já tive umas 3 verrugas decorrentes de HPV na região da vulva, mas foram tratadas com eletrocauterização e nenhuma foi nessa região do períneo. Hoje não tenho nenhuma lesão por HPV.
--
Ainda não utilizei nenhuma pomada/tratamento recomendado aqui.
Alguém me ajuda!? Os ginecologistas pesquisadores precisam nos ajudar.

Acreditem....já fiquei 9 meses sem transar e nada melhorou depois disso.

Retrato de xofissura
Sex, 21/09/2018 - 05:56
xofissura:
Membro desde: 21.09.2018

Olá SABRIN tem como você ou outra pessoa divulgar o link do whatsapp (melhor do que divulgarmos nossos contatos aqui) ou algum formulário para coleta de informação de mulheres e casos de sucesso?

Retrato de Elodie Ramos
Qua, 03/10/2018 - 01:36
Elodie Ramos:
Membro desde: 21.07.2018

Olá meninas....
Trago novidades pois tive uma consulta com o ginecologista que me tratou há uns anos de umas lesões também por HPV e me garante que não se trata de nada parecido.
Ele disse me que isto era uma lesão causa da por uma fragilidade na área em questão (alguma relação menos lubrificado) ou ainda mais « bruta » ... essa fragilidade faz com que o perineo fique mais tenso e como se trata d o músculo que permite a elasticidade a vagina pois durante o ato o corte abre..
ele garante que umas massagens diárias na zona irão ajudar substancialmente com o creme Elastolab. vamos ver..

Retrato de Vaopv
Sáb, 13/10/2018 - 15:39
Vaopv:
Membro desde: 13.10.2018

estou a 15 anos com esse problema e na minha cidade os médicos me dizem que preciso de tratamento com psicologo, já que fisicamente não aparece nenhum problema. Vi seu relato sobre essa pomada, poderia me passar a receita para que eu mostre para me GO?

Retrato de Vaopv
Sáb, 13/10/2018 - 15:41
Vaopv:
Membro desde: 13.10.2018

Gostaria da receita CREME VASELINADO DE PROPIONATO DE TESTOTERONA 5%

Retrato de Mjt
Dom, 21/10/2018 - 01:44
Mjt:
Membro desde: 21.10.2018

Tem grupo no whats?alguém me adiciona por favor!

Retrato de camiadv
Ter, 23/10/2018 - 13:12
camiadv:
Membro desde: 28.06.2018

Bom dia. Fui na medica ontem. Ela me deu essa receita de testosterona e pediu um exame vulvoscpoia para verificar se é liquen vulvar. Alguém já descartou essa possibilidade?

Retrato de Elodie Ramos
Qua, 24/10/2018 - 15:08
Elodie Ramos:
Membro desde: 21.07.2018

Boa tarde a todas,
Venho dizer que desde que comecei com as massagens diárias com o tal creme Elastolab, tenho vindo a sentir umas melhorias . Já consigo ter relações sem abrir fissura o que é uma coisa ótima.
Aconselho a quem ainda não tentou , começar a massajar com o creme durante 10 minutos (os movimentos necessários para a massagem estão explicados na bula do creme) pois no meu caso realmente tem ajudado imenso. Pretendo continuar pois acredito que possa ser o problema a falta de elasticidade da pele na zona afetada.

Retrato de Mjt
Dom, 28/10/2018 - 00:34
Mjt:
Membro desde: 21.10.2018

Quais eram seus sintomas? Como é o nome da pomada? É possível comprar sem receita?