Explicações - Como começar? | A Nossa Vida

Explicações - Como começar?

Retrato de Pipoca Loira
27.08.2017 | 10:48
Pipoca Loira:
Membro desde: 23.02.2014

Olá a todas!

Estou atualmente licenciada em Gestão e ainda desenpregada. A ideia de dar explicações já paira pela minha cabeça ha cerca de um ano, mas nunca a concretizei porque achei que ia interferir com o pouco tempo que tinha para eu própria estudar. Neste momento o tempo livre associado à necessidade de fazer uns trocos, fez-me voltar a pensar em dar explicações.

Antes de avançar para algo concreto, queria saber as vossas experiências e os vossos conselhos acerca de algumas dúvidas que tenho. Estou a pensar começar as explicações com os mais novos, 5° e 6° ano, talvez até avançando até ao 8° ou 9°. Até vou fazer uma listazinha de dúvidas:
- começo apenas pelo básico (português e matemática) ou arrisco-me a dar outras como história?
- tendo em conta que sou de gestão e nunca dei explicações, qual é o valor que devo levar? 6€? 7€? 10€?
- o que preciso (cadeiras, mesas, quadro) para começar? Qual é o básico?
- como me preparo? Compro livros das matérias? Pesquiso na internet? Logo vejo quando estiver com as coisas a frente?
- como faço a publicidade inicial, a divulgação?
- declaro nas finanças ou espero mais um pouco para ver o sucesso ou não da coisa?

Desculpem o post longo, mas eu gosto de esclarecer tudo de uma vez eheh


Retrato de Mia.
Seg, 28/08/2017 - 00:30
Mia.:
Membro desde: 12.09.2013
Pipoca Loira wrote:

Olá a todas!

Estou atualmente licenciada em Gestão e ainda desenpregada. A ideia de dar explicações já paira pela minha cabeça ha cerca de um ano, mas nunca a concretizei porque achei que ia interferir com o pouco tempo que tinha para eu própria estudar. Neste momento o tempo livre associado à necessidade de fazer uns trocos, fez-me voltar a pensar em dar explicações.

Antes de avançar para algo concreto, queria saber as vossas experiências e os vossos conselhos acerca de algumas dúvidas que tenho. Estou a pensar começar as explicações com os mais novos, 5° e 6° ano, talvez até avançando até ao 8° ou 9°. Até vou fazer uma listazinha de dúvidas:
- começo apenas pelo básico (português e matemática) ou arrisco-me a dar outras como história?
- tendo em conta que sou de gestão e nunca dei explicações, qual é o valor que devo levar? 6€? 7€? 10€?
- o que preciso (cadeiras, mesas, quadro) para começar? Qual é o básico?
- como me preparo? Compro livros das matérias? Pesquiso na internet? Logo vejo quando estiver com as coisas a frente?
- como faço a publicidade inicial, a divulgação?
- declaro nas finanças ou espero mais um pouco para ver o sucesso ou não da coisa?

Desculpem o post longo, mas eu gosto de esclarecer tudo de uma vez eheh

Eu também dou explicações Smile

- Dá explicações apenas das disciplinas em que te sintas confortável. Os métodos de ensino estão diferentes, as matérias estão diferentes, portanto dá explicações apenas de coisas que domines, até ao ano que te sentires confortável para tal.
- O valor/hora depende da zona onde morares. Investiga quanto é que os centros de estudos cobram e cobra um pouco menos. Wink
- Se dominares a matéria, verás que não precisas de grande preparação, mas deves partir sempre das necessidades dos alunos e dos materiais deles. Depois, podes pesquisar fichas, exercícios, materiais, e se sentires necessidade, comprar livros. Cadeiras e mesas não investi em nada, apenas fiz uma caixa com material (folhas, lápis, borrachas, afias, etc).
- Divulgação, página no Facebook e papelinhos nas escolas, ou parcerias com associações de pais, por exemplo.
- Quanto a recibos, como eu trabalho a contrato noutro local e tenho actividade aberta nas finanças porque dou formação, pergunto se as pessoas querem recibo. Normalmente não querem. Se não estivesse a trabalhar, não passaria recibo. É ilegal, mas era o que eu faria. Smile

Podes também começar por te associar a um centro de estudos. Vais receber menos, mas porque não? Smile

Boa sorte!

Retrato de Pipoca Loira
Seg, 28/08/2017 - 12:39
Pipoca Loira:
Membro desde: 23.02.2014

Olá Mia Smile

Ainda não consegui entender muito bem como é que os centros de estudos funcionam e talvez o modo de funcionamento entre eles seja diferente.

Consigo estar associada a mais do que um centro de estudos ao mesmo tempo? Ou isso depende do contrato que assinar?

Estou à procura de emprego na minha área ao mesmo tempo. Quando (Se) conseguir encontrar emprego, posso na mesma continuar a trabalhar no centro? Ou, mais uma vez, depende do contrato que assinar?

E em termos de preços. Sou eu que dito os meus valores ou estou sujeita aos preços praticados pelo centro de estudos?

Retrato de Mia.
Seg, 28/08/2017 - 15:27
Mia.:
Membro desde: 12.09.2013

Já dei explicações em centros de estudos, mas já não dou porque se tornou incompatível a nível de horário com o meu trabalho.
Normalmente consegues estar associada a vários centros de estudos ao mesmo tempo. No entanto, e por uma questão ética, sempre que me pediam para indicar um centro de estudos a alguém que precisasse, eu dava o nome de todos com os quais colaborava. E nunca escondi que trabalhava em vários.

Quando encontrares trabalho na tua área, à partida podes continuar a trabalhar no(s) centro(s), provavelmente com uma disponibilidade mais reduzida. São raros os contratos que pedem exclusividade, por isso, à partida podes sem stress.

A nível de preços, são os centros que determinam o valor que é cobrado ao aluno e o valor que é dado a ti. E pedem sempre recibo verde...

Retrato de Pipoca Loira
Seg, 28/08/2017 - 18:55
Pipoca Loira:
Membro desde: 23.02.2014

Vou só fazer mais uma pergunta eheh

O facto de pedirem recibo verde, significa que vou ter que ir às Finanças / Segurança Social (baralho-me sempre aqui por ser verdinha nestas coisas) abrir atividade para começar a descontar, certo?

Vou ter que fazer isso assim que um centro de estudos me aceite.

Retrato de Mia.
Seg, 28/08/2017 - 23:08
Mia.:
Membro desde: 12.09.2013

Correcto! Smile
Aproveita e faz agora algumas candidaturas, estás na altura certa. De preferência perto de tua casa, porque o que se ganha não é nada de especial. Wink