Estou a desesperar | A Nossa Vida

Estou a desesperar

Retrato de sipe
15.10.2013 | 14:07
sipe:
Membro desde: 08.10.2009

Bem estou a desesperar,encontro me desempregada há pelo menos 6 meses, tenho ido a entrevistas,e nada!talvez devido a minha baixa escolaridade (9º ano),não sei... tenho casa e um filho com 3 anos,neste momento só o marido a trabalhar e o ordenado tb não é grande... não recebo qualquer subsidio.
Por enquanto ainda consigo gerir as coisas,mas temo que vá piorar...
Não sei o que fazer... estou me a sentir muito perdida Sad


Retrato de Osha
Ter, 15/10/2013 - 14:35
Osha:
Membro desde: 27.08.2012

Passam a vida a "pregar-nos" o quanto a escolaridade é importante para evitar situações como a tua... Um filho não é de todo impedimento para estudar mais...podes ter parado um ano, dois até...mas porque não retomaste tendo em conta que tens consciência que é por esse motivo...Tira um curso técnico, que te profissionalize ao mesmo tempo que te dá o 12º ano. Nãos ei de que zona és mas há entidades como o ciccopn e associações comerciais que têm estas formações. Ainda vais a tempo. Está dificil arranjar trabalho mas enquanto esperas alarga as hipóteses, não custa nada e até se convive, conhece-se mais pessoas...influências e quem sabe um emprego!

Retrato de sipe
Ter, 15/10/2013 - 14:46
sipe:
Membro desde: 08.10.2009

Tens razão! eu podia muito bem continuar os estudos e tenho tentado acredita! já tentei diversas vezes através do iefp,mas está apinhado de "putos" que desistem da escola e como são menores e os pais recebem subsidios são obrigados a estudar e vão para onde? iefp. Isto também se aplica a outras escolas profissionais aqui de Setúbal,tenho inscrições feitas algumas há 5 anos para fazer um efa,e nada!
Ah! também como não recebo subsidio vou para o fim da lista,têm prioridade os que recebem...
Podia estudar á noite,tb podia e deixava o meu filho muitas vezes entregue a quem? infelizmente perdi á cerca de 1 ano e meio quem me podia auxiliar (mãe) neste momento não tenho muito com quem contar,o meu marido trabalha por turnos...
De qualquer forma agradeço a tua opinião.

Retrato de Isacorreia
Ter, 15/10/2013 - 15:12
Isacorreia:
Membro desde: 09.05.2013

concordo que os estudos são importantes, mas não podemos ser todos doutores ou todos trabalharem de papel e caneta na mão... e a meu ver não é por teres o 9º ano que não consegues nada, não consegues nada porque realmente pouco há... vai tentado e tenta te animar um pouco e pensares mais positivo Wink boa sorte

Retrato de sipe
Ter, 15/10/2013 - 15:18
sipe:
Membro desde: 08.10.2009

Obrigada isacorreia Smile infelizmente nem toda a gente nasceu com o "rabo virado para a lua".
Hj estou mesmo assim... desanimada...

bjnhs e obrigada

Retrato de NinaLab
Ter, 15/10/2013 - 15:37
NinaLab:
Membro desde: 23.05.2013

Olá!

Aqui há dias, uma menina publicou isto!

Dá uma espreitadela...

http://anossavida.pt/forum/aten9ao-mini-preco-esta-recrutar-pessoal-toda...

Retrato de sipe
Ter, 15/10/2013 - 15:54
sipe:
Membro desde: 08.10.2009

Olá, obrigada

Por acaso dei uma espreitadela no topico e estou farta de tentar submeter a candidatura e não dá!ainda não percebi porquê!...

Obrigada mais uma vez
bjnhs

Retrato de tania.fernandes
Ter, 15/10/2013 - 15:54
tania.fernandes:
Membro desde: 10.02.2013

acho que a escolaridade nao tem nada haver claro que em muitos sitios chamam mais depressa quem estudou mais e tal mas olha eu tenho o 12º e tou desempregada á 8 meses so o marido trabalha e temos uma menina de 4anos por isso.. Isto é que nao anda nada facil

tudo se vai resolver Smile

Retrato de sipe
Ter, 15/10/2013 - 15:56
sipe:
Membro desde: 08.10.2009

Afinal já consegui,recebi confirmação no mail Smile agora é esperar...

Obrigada

Retrato de sipe
Ter, 15/10/2013 - 16:01
sipe:
Membro desde: 08.10.2009

Eu acho sempre que é por isso,pq perdoem me a minha ignorância,mas o 12º já passou a escolaridade minima obrigatoria,é que só pedem o 12º ano...
Eu até sou uma pessoa que tenho bastante facilidade em aprender,sou empenhada e muito responsável... mas o fato de dizeres isso em entrevistas parece que não é tido em conta...

Eu sei que é preciso é calma,mas há dias em que perco a esperança...

Obrigada pelo teu testemunho e boa sorte tb para ti

bjnhs

Retrato de Maria do Porto
Ter, 15/10/2013 - 17:19
Maria do Porto:
Membro desde: 29.09.2010

A escolaridade é muito importante, quanto mais não seja por uma questaõ de valorização pessoal, de crescimento do nosso potencial e de de auto-estima - mas não é tudo, e muito menos garante emprego.
A mentalidade portuguesa de que os estudos servem para se ter "bons empregos", e o entendimento de que "mau emprego" é todo aquele que se faz com as mãos e envolve esforço, é uma TRETA!
Aqui há uns anos, numa das ocasiões qque tive de contactar com a cultura e com as gentes britãnicas, apercebi-me por exemplo de que o carpinteiro de construção civil em casa de quem estava alojada era licenciado em Latim e cantava num coro de Cãmara semi-profissional especializado em música do Renascimento Inglês! Percebes a diferença de mentalidade?
Cultura e estudos têm-se porque SIM, e não para "ganhar muito dinheiro".
Tu neste momento só tens o 9º ano - mas deixa-me dizer-te que escreves melhor, de maneira mais clara e com menos erros ortográficos´do que muita gente aqui do fórum que tem "canudos"!
Acredito que um dia, quando não tiveres as responsabilidades de Mãe que tens agora, muito provavelmente vais sentir vontade, e ter a oportunidade, de estudar um pouco mais.
Entretanto, não deixes que uma sensação de "inferioridade" te trave o caminho!
Procura emprego de "proximidade" - ás vezes, anúncios postos nas montras das lojas do Centros Comerciais; uma cabeleirerira de bairro que precisa de alguém para lavar cabeças e manter o salão limpo; uma ou duas pessoas que precisem de que lhes passes a roupa a ferro; ou deixares tu anúncios nos estabelecimentos comerciais da tua zona a ofereceres-te para tomares conta de bebés ou crianças pequeninas á hora (para as mães poderem ir cortar o cabelo, ou fazer uma pequena compra...).
Oferece-te para fazeres tarefas em que ninguém pensa: fazer companhia a idosos duas ou três vezes por semana (quando o teu marido puder ficar com o vosso filho...). Ou cozinhar refeições a pedido, para que mães que trabalham até tarde inesperadamente possam ir a tua casa levantar o jantar...

Não penses logo em "emprego" - pensa em "trabalho", para ires fazendo uns tostões, e não ficares tão desesperada!

Beijinhos e coragem!

Maria do Porto

Retrato de NinaLab
Ter, 15/10/2013 - 17:33
NinaLab:
Membro desde: 23.05.2013
Maria do Porto wrote:

Tu neste momento só tens o 9º ano - mas deixa-me dizer-te que escreves melhor, de maneira mais clara e com menos erros ortográficos´do que muita gente aqui do fórum que tem "canudos"!

Engraçado! Por acaso reparei no mesmo!

Retrato de sipe
Ter, 15/10/2013 - 21:30
sipe:
Membro desde: 08.10.2009

Muito mas mesmo muito obrigada pelas tuas palavras! fiquei mais leve
Mas como já disse anteriormente,o concluir a escolaridade não está fora de questão,de todo! acho que de todos os objetivos que tenho ou que defini na minha vida é o que me falta. Por razões da vida não consegui concluir... Já tive em várias áreas,mas tenho o curso de Administrativa,estagiei numa Junta de Freguesia onde estava no apoio ao Executivo,aí lidei com todo o tipo de pessoas. Isto só para dizer que os sítios por onde tenho passado tenho tentado aprender e crescer,tanto a nível pessoal como profissional.
Acho que estou numa fase em que me sinto deprimida que não consigo ter a iniciativa para nada.
Adoro cozinhar, e "modestia á parte" acho que cozinho muito bem. A minha anterior função era cozinheira de um infantário onde tinha um feed back muito positivo,quer dos miudos quer das colegas. Mas depois tenho um marido que não me apoia em nada,e gosto de contar com o apoio dele para tomar certas decisões... já pensei em cozinhar para fora,e até acho que me safava...mas preciso que ele acredite como eu para que as coisas dêem certo.
É tão complicado...

Mas pronto tenho de pensar que as coisas se vão resolver...

Bjnhs e mais uma vez obrigada :

Retrato de XanaCD
Qua, 16/10/2013 - 13:19
XanaCD:
Membro desde: 13.01.2013
NinaLab wrote:
Maria do Porto wrote:

Tu neste momento só tens o 9º ano - mas deixa-me dizer-te que escreves melhor, de maneira mais clara e com menos erros ortográficos´do que muita gente aqui do fórum que tem "canudos"!

Engraçado! Por acaso reparei no mesmo!

E é que é mesmo verdade Smile

Sipe, eu também estou desempregada e há muito mais tempo. Não é fácil. E tenho um curso superior.
É pq temos baixa escolaridade, é pq a temos superior ao desejado, há sempre uma desculpa.
Mas claro concordo que devas continuar a insistir na conclusão do ensino secundário. Não sei neste momento como andam os apoios do estado nessa matéria.

Retrato de sipe
Qua, 16/10/2013 - 14:16
sipe:
Membro desde: 08.10.2009

Pois é,são mesmo desculpas!
Nem que seja aos 40 anos hei de concluir,só preciso que hajam oportunidades...
Em relação aos apoios,é como já disse,quem recebe subsidios é que tem prioridade,não é o meu caso...
E sinceramente... este país vai de mal a pior...
Tenho de ir tentando...

Obrigada e boa sorte tb para ti