Emigrar para a Suiça | Page 2 | A Nossa Vida
89 entradas / 0 new
Última entrada
Retrato de Hélder Marques
Ter, 28/02/2012 - 22:33
Hélder Marques:
Membro desde: 26.02.2012

Caros Amigos, o Meu Pai trabalha a servir às mesas no cantão Alemão, pois sabe Alemão e em gorgetas ganha mais do ordenado mínimo Português.
Pensem nisto...

Palavras de um Tio Meu "o dinheiro não é tudo. Prefiro ter saúde... mas... se não tiver dinheiro fico doente"

Claro está que eu concordo que o dinheiro não é tudo, também não concordo totalmente com o que ele diz mas achei engraçado partilhar =P

Retrato de Pereira1986
Ter, 28/02/2012 - 22:39
Pereira1986:
Membro desde: 31.12.2011
Hélder Marques wrote:

Caros Amigos, o Meu Pai trabalha a servir às mesas no cantão Alemão, pois sabe Alemão e em gorgetas ganha mais do ordenado mínimo Português.
Pensem nisto...

Palavras de um Tio Meu "o dinheiro não é tudo. Prefiro ter saúde... mas... se não tiver dinheiro fico doente"

Claro está que eu concordo que o dinheiro não é tudo, também não concordo totalmente com o que ele diz mas achei engraçado partilhar =P

Sem dúvida que as gorjetas são muito boas para ajudar a pagar algumas despesas mensais que se têm na Suiça.

A Saúde é importante, mas sem dúvida que o dinheiro também é muito importante, pois sem ele não fazemos nada. E a expressão utilizada pelo teu tio faz algum sentido. Até porque com dinheiro consigamos curar algumas doenças e sem dinheiro dificilmente conseguiremos, pois existe tratamentos que poderá ter de ser feitos que é necessário dinheiro e se não o tivermos, as coisas tornam-se muito mais difíceis.

Retrato de estrelinha_82
Sex, 02/03/2012 - 14:58
estrelinha_82:
Membro desde: 27.02.2012

Olá pessoal,

Como a grande maioria das pessoas que residem em Portugal eu tambem estou apavorada com a crise que esta a assombrar o nosso país.
Trabalho na mesma empresa a 10 anos, sou funcionaria de escritorio, e apesar da crise a empresa para já (nunca se sabe o dia de amanha) esta bem no mercado, recebo um ordenado miseravel mas ao dia 1 de cada mês esta na conta.
O marido esse esta a 3 anos em Espanha, vem a casa todos os fins de semana, não tem um ordenado exelente mas duplica o meu.
Temos uma filhota com 5 anos que é a nossa maior riqueza. Temos casa, e como a maioria dos portugueses pagamos um crédito.
Cheguei ao seu blog atraves de uma pesquisa que fiz se valeria a pena emigrar, deixar o meu emprego para ja estavel e rumar a procura de uma vida melhor.
Não me falta nada material (apesar de contar tostões todos os meses), mas estou farta desta vida de ter o marido a 700 km de distância. Ele faz um sacrificio enorme para tentar que tenhamos uma vida mais confortavel.

Tenho uma vida enraizada em Portugal que me prende, tenho casa, uma filhota que tenho receio da mudança, 2 cães e 3 gatos que são como da minha familia, e claro os meus pais,...

A minha duvida é se valera a pena mudar e arriscar, deixar tudo para trás e partir para a "aventura"!!! Vejo pessoas que rumaram para a suiça e hoje têm boas casas com tudo pago, claro que me pergunto em que condições viverão elas por ai,...

Tenho um irmao ha 3 anos em Ticino e uma cunhada em Zurich a 16 anos, penso que para o Marido não seria dificil arranjar trabalho na construção civil, mas para mim pelo que leio o cenario esta complicado, e sera que a minha princesa se adapta? os meus sobrinhos com 3 e 9 anos adptaram-se bem a vida em Ticino...(não me sai da cabeça a ideia "devias ter ido antes de criar raizes em Portugal").

Não temos habilitações academicas, e as unicas linguas que sabemos é Português, Espanhol e alguma coisa de Inglês,...

Valera a pena arriscar???

Respondam porfavor com sinceridade.

obrigada

Retrato de Hélder Marques
Sex, 02/03/2012 - 17:04
Hélder Marques:
Membro desde: 26.02.2012

Olá estrelinha, sim isso das raizes é muito complicado eu tenho namorada faz agora 3 anos, e é muito complicado eu separar-me dela, o meu pai foi para St.Moritz ha 3 meses e tambem tenho uma maninha com 12 e no fim deste ano lectivo, vamos todos ter com o meu pai.
eu estou no 12ºano e nao vou seguir para já a universidade, vou trabalhar para lá pois em princípio já tenho algo.
também temos cães e gatos, embora toda a minha familia seja de emigrantes, ou practicamente toda, também vamos para lá.
estamos a tentar fechar uma empresa, e é do mais complicado que há.
só burocracia.
Eu a meu ver sim aconselho te a ires, pois secalhar daqui a uns anos arrependes-te de não ter ido.
eu também vou porque quero ajudar os meus pais e quero ter uma vida, mais ou menos boa, pois tenho tios que já la estao há bons anos e vivem bem, lá e cá.
espero não ser inconveniente tratar-te por Tu.
Abraço

Retrato de rosa_choke
Sex, 02/03/2012 - 20:31
rosa_choke:
Membro desde: 21.02.2011
estrelinha_82 wrote:

Olá pessoal,

Como a grande maioria das pessoas que residem em Portugal eu tambem estou apavorada com a crise que esta a assombrar o nosso país.
Trabalho na mesma empresa a 10 anos, sou funcionaria de escritorio, e apesar da crise a empresa para já (nunca se sabe o dia de amanha) esta bem no mercado, recebo um ordenado miseravel mas ao dia 1 de cada mês esta na conta.
O marido esse esta a 3 anos em Espanha, vem a casa todos os fins de semana, não tem um ordenado exelente mas duplica o meu.
Temos uma filhota com 5 anos que é a nossa maior riqueza. Temos casa, e como a maioria dos portugueses pagamos um crédito.
Cheguei ao seu blog atraves de uma pesquisa que fiz se valeria a pena emigrar, deixar o meu emprego para ja estavel e rumar a procura de uma vida melhor.
Não me falta nada material (apesar de contar tostões todos os meses), mas estou farta desta vida de ter o marido a 700 km de distância. Ele faz um sacrificio enorme para tentar que tenhamos uma vida mais confortavel.

Tenho uma vida enraizada em Portugal que me prende, tenho casa, uma filhota que tenho receio da mudança, 2 cães e 3 gatos que são como da minha familia, e claro os meus pais,...

A minha duvida é se valera a pena mudar e arriscar, deixar tudo para trás e partir para a "aventura"!!! Vejo pessoas que rumaram para a suiça e hoje têm boas casas com tudo pago, claro que me pergunto em que condições viverão elas por ai,...

Tenho um irmao ha 3 anos em Ticino e uma cunhada em Zurich a 16 anos, penso que para o Marido não seria dificil arranjar trabalho na construção civil, mas para mim pelo que leio o cenario esta complicado, e sera que a minha princesa se adapta? os meus sobrinhos com 3 e 9 anos adptaram-se bem a vida em Ticino...(não me sai da cabeça a ideia "devias ter ido antes de criar raizes em Portugal").

Não temos habilitações academicas, e as unicas linguas que sabemos é Português, Espanhol e alguma coisa de Inglês,...

Valera a pena arriscar???

Respondam porfavor com sinceridade.

obrigada

O facto de teres familia que te possa ajudar a arranjar trabalho é uma mais valia para ti,o conselho que te posso dar é que vá primeiro o teu marido e só quando ele criar as condiçoes necessárias ires tu e a tua filha.É frequente ver-mos boas casas pertencentes a emigrantes sim,mas se reparares a maioria são de pessoas que já estão emigrados há uns bons anos.Os salários na Suiça são elevados mas o custo de vida tambem o é,por isso se fores para lá para com a intenção de juntar muito dinheiro também terás de contar muitos tostões e abdicar de muitas coisas.Se valerá a pena ou não só saberás se arriscares,até porque "cada cabeça sua sentença" P.S Eu arrisquei e não me arrependo.

Retrato de Pereira1986
Sáb, 03/03/2012 - 14:03
Pereira1986:
Membro desde: 31.12.2011
estrelinha_82 wrote:

Olá pessoal,

Como a grande maioria das pessoas que residem em Portugal eu tambem estou apavorada com a crise que esta a assombrar o nosso país.
Trabalho na mesma empresa a 10 anos, sou funcionaria de escritorio, e apesar da crise a empresa para já (nunca se sabe o dia de amanha) esta bem no mercado, recebo um ordenado miseravel mas ao dia 1 de cada mês esta na conta.
O marido esse esta a 3 anos em Espanha, vem a casa todos os fins de semana, não tem um ordenado exelente mas duplica o meu.
Temos uma filhota com 5 anos que é a nossa maior riqueza. Temos casa, e como a maioria dos portugueses pagamos um crédito.
Cheguei ao seu blog atraves de uma pesquisa que fiz se valeria a pena emigrar, deixar o meu emprego para ja estavel e rumar a procura de uma vida melhor.
Não me falta nada material (apesar de contar tostões todos os meses), mas estou farta desta vida de ter o marido a 700 km de distância. Ele faz um sacrificio enorme para tentar que tenhamos uma vida mais confortavel.

Tenho uma vida enraizada em Portugal que me prende, tenho casa, uma filhota que tenho receio da mudança, 2 cães e 3 gatos que são como da minha familia, e claro os meus pais,...

A minha duvida é se valera a pena mudar e arriscar, deixar tudo para trás e partir para a "aventura"!!! Vejo pessoas que rumaram para a suiça e hoje têm boas casas com tudo pago, claro que me pergunto em que condições viverão elas por ai,...

Tenho um irmao ha 3 anos em Ticino e uma cunhada em Zurich a 16 anos, penso que para o Marido não seria dificil arranjar trabalho na construção civil, mas para mim pelo que leio o cenario esta complicado, e sera que a minha princesa se adapta? os meus sobrinhos com 3 e 9 anos adptaram-se bem a vida em Ticino...(não me sai da cabeça a ideia "devias ter ido antes de criar raizes em Portugal").

Não temos habilitações academicas, e as unicas linguas que sabemos é Português, Espanhol e alguma coisa de Inglês,...

Valera a pena arriscar???

Respondam porfavor com sinceridade.

obrigada

Boa tarde Estrelinha,

Tal como tu, também estou a ponderar sair de Portugal rumo à Suiça. Sou casado e também um filho pequenino.
Só ainda não sai de Portugal, pois não tenho ninguém na Suiça que me possa ajudar nos primeiros tempos, e claro, este é um grande entrave para quem tenciona emigrar. Ter alguém no País para onde pretendemos emigrar é um requisito quase obrigatório.

Bem, tu tendo família na Suiça, tudo se torna mais fácil. Por isso, tenta falar com os teus familiares a ver o que conseguem arranjar para o teu marido e posteriormente quando o teu marido criar as condições necessárias então vais tu e a vossa filhota.

Pelo que tenho lido e conversado com algumas pessoas que estão na Suiça, apesar das dificuldades que o País também atravessa, preferem estar na Suiça do que em Portugal, porque apesar de tudo conseguem ter uma qualidade de vida que aqui não tinha nem nunca terão.

Dado isto, penso que vale arriscar. Porque se nunca arriscares também nunca saberás se valerá ou não a pena.

Apesar da Suiça também atravessar algumas dificuldades, pois a crise é Mundial, sempre é um País que oferece condições que Portugal nunca oferecerá aos seus habitantes.

Cumprimentos.

Retrato de Pereira1986
Sáb, 03/03/2012 - 14:08
Pereira1986:
Membro desde: 31.12.2011
rosa_choke wrote:
estrelinha_82 wrote:

Olá pessoal,

Como a grande maioria das pessoas que residem em Portugal eu tambem estou apavorada com a crise que esta a assombrar o nosso país.
Trabalho na mesma empresa a 10 anos, sou funcionaria de escritorio, e apesar da crise a empresa para já (nunca se sabe o dia de amanha) esta bem no mercado, recebo um ordenado miseravel mas ao dia 1 de cada mês esta na conta.
O marido esse esta a 3 anos em Espanha, vem a casa todos os fins de semana, não tem um ordenado exelente mas duplica o meu.
Temos uma filhota com 5 anos que é a nossa maior riqueza. Temos casa, e como a maioria dos portugueses pagamos um crédito.
Cheguei ao seu blog atraves de uma pesquisa que fiz se valeria a pena emigrar, deixar o meu emprego para ja estavel e rumar a procura de uma vida melhor.
Não me falta nada material (apesar de contar tostões todos os meses), mas estou farta desta vida de ter o marido a 700 km de distância. Ele faz um sacrificio enorme para tentar que tenhamos uma vida mais confortavel.

Tenho uma vida enraizada em Portugal que me prende, tenho casa, uma filhota que tenho receio da mudança, 2 cães e 3 gatos que são como da minha familia, e claro os meus pais,...

A minha duvida é se valera a pena mudar e arriscar, deixar tudo para trás e partir para a "aventura"!!! Vejo pessoas que rumaram para a suiça e hoje têm boas casas com tudo pago, claro que me pergunto em que condições viverão elas por ai,...

Tenho um irmao ha 3 anos em Ticino e uma cunhada em Zurich a 16 anos, penso que para o Marido não seria dificil arranjar trabalho na construção civil, mas para mim pelo que leio o cenario esta complicado, e sera que a minha princesa se adapta? os meus sobrinhos com 3 e 9 anos adptaram-se bem a vida em Ticino...(não me sai da cabeça a ideia "devias ter ido antes de criar raizes em Portugal").

Não temos habilitações academicas, e as unicas linguas que sabemos é Português, Espanhol e alguma coisa de Inglês,...

Valera a pena arriscar???

Respondam porfavor com sinceridade.

obrigada

O facto de teres familia que te possa ajudar a arranjar trabalho é uma mais valia para ti,o conselho que te posso dar é que vá primeiro o teu marido e só quando ele criar as condiçoes necessárias ires tu e a tua filha.É frequente ver-mos boas casas pertencentes a emigrantes sim,mas se reparares a maioria são de pessoas que já estão emigrados há uns bons anos.Os salários na Suiça são elevados mas o custo de vida tambem o é,por isso se fores para lá para com a intenção de juntar muito dinheiro também terás de contar muitos tostões e abdicar de muitas coisas.Se valerá a pena ou não só saberás se arriscares,até porque "cada cabeça sua sentença" P.S Eu arrisquei e não me arrependo.

Olá rosa_choke,

Antes de mais agradeço o teu comentário, pois é sempre bom obtermos informações e experiências dos Portugueses que se encontram no estrangeiro, pois são eles que nos podem transmitir informações relevantes que vão pesar na nossa decisão. Obrigado por participares neste tópico.

Acredito plenamente que não estejas minimamente arrependida por saires de Portugal rumo à Suiça, pois consegues ter um nível de vida que em Portugal dificilmente irias conseguir. É triste dizer isto do nosso País, mas infelizmente é a verdade.

Portugal sempre foi e continuará a ser um País para ricos, pois são esses que conseguem ter excelentes condições de vida, pois vivem à custa do Zé Povinho.

Eu gosto muito do meu País, mas só me arrependo não ter tentado sair antes de Portugal.

Cumprimentos.

Retrato de estrelinha_82
Seg, 05/03/2012 - 16:38
estrelinha_82:
Membro desde: 27.02.2012

Vais na idade certa Hélder, so me arrependo de não ter tomado essa decisão a 10 anos atrás.

Não ha problema nenhum em tratares-me por tu.

É daquelas decisões dificeis de tomar,...se não tivesse emprego não pensava duas vezes, assim da medo!!!

Que Deus me ajude a tomar a decisão certa.

Obrg

Retrato de estrelinha_82
Seg, 05/03/2012 - 16:45
estrelinha_82:
Membro desde: 27.02.2012

Olá Rosa,

eu queria emigrar para a suiça não para ficar rica nada disso, só queria ir para poder viver em familia (eu o marido e a a filhota)...so sei o q é estar em familia ao fim de semana. Tudo bem tenho os meus Pais perto e os meus amigos, mas falta metade de mim o marido.
O meu conceito de emigração era ter uma vida razoavel lá, nada de extravagancias, aqui tambem é trabalho casa, e pagar a minha casa cá, sera que se consegue?
Este País esta-me a assustar em prespectivas futuras.
Estas em que Cantão? Na tua opinião qual é o melhor Zurique ou Ticino? Ticino fascina-me mais 1º porque tenho la o meu irmao e sobrinhos e depois pela lingua. Zurique tenho lá uns cunhados a 20 anos, ja estao muito enraizados no País.

Retrato de estrelinha_82
Seg, 05/03/2012 - 16:56
estrelinha_82:
Membro desde: 27.02.2012

É assustador como a situação esta a ficar.

E pior é que ja pensam em "fechar" as fronteiras aos emigrantes.

Retrato de Hélder Marques
Seg, 05/03/2012 - 20:43
Hélder Marques:
Membro desde: 26.02.2012

Pois muita gente me diz o mesmo, que é a melhor coisa a fazer =D
espero que sim que seja =P
Sim vais ver que Te vais sair bem, e se arranjares contrato, não penses duas vezes, mas aviso já que no inicio é bastante dificil, mas não se pode desistir logo à primeira dificuldade=D
Desejo.te a melhor sorte no caso de ires para lá.
Abraço.

Retrato de Hélder Marques
Seg, 05/03/2012 - 20:47
Hélder Marques:
Membro desde: 26.02.2012

Sim é verdade o que diz El_Lobo sobre a reportagem, vejam se conseguirem mas não tirem conclusões muito negativas, pois aquelas situações são de quem arrisca.
os meus tios foram assim para lá,mas foi à 20 anos atrás e nesse tempo era diferente, e também chegaram a dormir nos carros, mas lá conseguiram, agora não façam isso, embora casos extremos às vezes peçam medidas extremas, mas cada situação é diferente.
Abraço

Retrato de Hélder Marques
Seg, 05/03/2012 - 21:35
Hélder Marques:
Membro desde: 26.02.2012

Acabei de ver "Passaporte Enganoso" e É triste, estes nossos irmãos que são enganados por gente que não vale nada e ainda por cima são de cá também, esses enganadores sem escrúpulos não merecem ser Portugueses!!
Confesso que fiquei emocionado ao ver a Reportagem, e rezo por todos esses nossos irmãos, que estão na situação degradante.
Mas não deviam mostrar só a parte má, mas que esta reportagem sirva de aviso para muitos Portugueses que arriscam sem certezas.
Abraço

Retrato de Pereira1986
Seg, 05/03/2012 - 22:24
Pereira1986:
Membro desde: 31.12.2011

Boa noite.

Tal como o Hélder, também acompanhei a reportagem da TVI "Passaporte para o engano".

Infelizmente existe pessoas sem escrúpulos, pessoas muito baixas que só vivem bem com o mal dos outros e mais, aproveitam-se do desespero das pessoas.

Esta reportagem veio mesmo em muito boa altura, para que muitos Portugueses que tencionem deixar Portugal, que o façam mas com os pés bem assentes na terra e com a cabeça no lugar.

Está mais que visto, que ir para Suiça ao Deus dará não é a maneira correcta de emigrar.

Contudo, tal como o Hélder disse, não podemos ficar a pensar negativo por causa desta reportagem, porque as pessoas que foram entrevistadas foram pessoas que rumaram para a Suiça sem pensar nos contras que tal decisão podia proporcionar, mas claro, mostrou bem a realidade da Suiça.

Caros compatriotas, vamos pensar positivo e tentar encontrar o emprego certo para rumarmos a um País que oferece o que Portugal não nos oferece, qualidade de vida.

Cumprimentos.

Retrato de Pereira1986
Seg, 05/03/2012 - 22:26
Pereira1986:
Membro desde: 31.12.2011
El_Lobo wrote:

Hoje vai dar uma reportagem na TVI sobre a emigração e os perigos de ir à sorte e a confiar na palavra de alguém, do outro lado, que diz que ajuda e tal e depois é tudo mentira...

Acho que a reportagem se chama "Passaporte para o Engano"...

Boa noite El_Lobo,

Obrigado por avisares as pessoas da reportagem da TVI.

Já tinha visto ontem a anunciar, mas devido a motivos profissionais não tive possibilidade para vir escrever aqui no tópico.

Abraço.

Retrato de Isabel_
Ter, 06/03/2012 - 18:43
Isabel_:
Membro desde: 12.04.2011
El_Lobo wrote:
Pereira1986 wrote:

Boa noite El_Lobo,

Obrigado por avisares as pessoas da reportagem da TVI.

Já tinha visto ontem a anunciar, mas devido a motivos profissionais não tive possibilidade para vir escrever aqui no tópico.

Abraço.

Viste a intervenção do Miguel Sousa Tavares? Achei muito pertinente e concordo com muito do que disse sobre a questão da emigração jovem, que vai criar mais problemas de sustentabilidade da Segurança Social e que, além disso, os novos emigrantes, muitos qualificados, já não têm a ideia de juntar dinheiro no estrangeiro para depois construir uma casa e negócio na terrinha. Que os novos emigrantes nunca mais voltam...

El Lobo não ouvi o Miguel Sousa Tavares mas concordo completamente com ele.

E falo especificamente no meu caso e do meu namorado.

Já aqui referi que sou enfermeira e que ganho razoavelmente bem (trabalho num hospital público) perante a situação em que vivemos e à maior parte das pessoas que tanto trabalham e apenas ganham o ordenado mínimo (o que para mim é de uma injustiça incalculável). O meu namorado está neste momento quase a acabar o curso na área de Administração.

Já vivi alguns anos na Suíça, e apesar de já ser efetiva e ter uma situação de emprego estável, até ao final deste ano estaremos à partida na Suíça.
Estou a terminar um mestrado na área de Administração Hospitalar e sei que aqui de nada me vai valer estes meus esforços. Enquanto que lá, ganho 5x mais como Enfermeira de Cuidados Intensivos e com o Mestrado em AH posso chefiar mais rapidamente um serviço ou clínica.

Se tenho conhecimentos lá? Sim tenho e claro que isso é uma grande ajuda para não ir desorientada mas também sei que a minha profissão felizmente ainda tem uma grande procura Smile

Quanto ao que tu dizias de voltarmos.. perfeitamente de acordo.. eu se me for embora já avisei que não quero ter os mesmo objetivos que os meus pais que é depois voltarem à terrinha.. A partir do momento em que eu me for embora não volto mais. Não por o país não me ter dado oportunidades porque a mim deu.. mas vi a minha irmã a sofrer, ter estudado tantos anos e não ter encontrado emprego e neste momento estar a 400km de casa.. ver o meu namorado a estudar e trabalhar e saber que quando sair não vai encontrar nada bem remunerado, entre tantas outras coisas..

é uma série de desilusões com todo o nosso sistema.. se as pessoas estão bem e vivem bem assim eu aceito.. mas eu não consigo. preciso me sentir realizada e não vou ser hipócrita sobretudo realizada financeiramente

Retrato de Isabel_
Ter, 06/03/2012 - 19:55
Isabel_:
Membro desde: 12.04.2011

Está a terminar Contabilidade e Administração.

Sinto cada palavra tua acredita. É de dia para dia que a nossa frustração aumenta. Somos jovens (temos 25 anos) e neste momento nada mas mesmo nada nos prende cá e aproveitar de sair é agora.

Darias um bom profissional.. tenho a certeza que sim e irás também noutro país. (Se entenderes enveredar por esse caminho) Wink

Eles acabaram também com esses concursos todos??? Não tinha noção acredita.

Em relação a Direito (deduzo que sejas Advogado), não há saída em países europeus?

Retrato de Isabel_
Ter, 06/03/2012 - 20:58
Isabel_:
Membro desde: 12.04.2011

Claro que com Mestrado seria mais fácil mas já falamos muito entre os dois e chegamos à conclusão que não podemos estar a perder mais 2 anos aqui neste país por causa do mestrado.

Vou eu com Mestrado e ele apenas com a licenciatura e pode ser que ele consiga algo na sua área de formação. Eu pelo menos sei que consigo de certeza. Ele é sempre uma incógnita mas vale a pena arriscarmos. O nível de vida é muito caro mas com o que vou ganhar dá aguentar os primeiros tempos se ele não arranjar logo emprego Smile

Também não acredito minimamente que em 2013 a Economia vai dar sinal positivo. Só pretendem que o povo se mantenha calado como tem estado até agora e aguardar que o barco afunde mais. Falam-me em Optimismo? Não consigo ver onde. Só sei que tínhamos um ótimo pais para se viver se não fosse anos e mais anos de más políticas e de corrupção. Mais c'est la vie Wink

E nas embaixadas não há vagas?

Tens mestrado? Com mestrado na Suíça consegue-se dar facilmente aulas.

Retrato de Hélder Marques
Ter, 06/03/2012 - 21:51
Hélder Marques:
Membro desde: 26.02.2012

Isabel e El_Lobo, acreditem aconselho vivamente a partirem rumo à Suiça, pois com as habilitações que voçês têm muito facilmente se safam e bem acreditem, para terem uma noção, tenho um irmão que tem gestão hoteleira, e agora vai para lá, embora durante o principio ganhe o dito normal, depois de se ambientar e essas coisas, ganhará bastante.
Os chefes de cozinha chegam a ganhar perto de 14000 francos!!!!!
A melhor sorte para vocês, na área que desejam, embora nem precisem de sorte pois de certeza se safam bem com as habilitações.
Abraço

Retrato de Isabel_
Ter, 06/03/2012 - 22:19
Isabel_:
Membro desde: 12.04.2011

É exatamente isso que eu penso.. não quero estar apenas a trabalhar para pagar as despesas.
E o mais frustrante é pensar que nem conseguiremos ter uma casa própria pois com a miséria que ganhamos, temos que nos contentar com os arrendamentos.

Crédito para carro+crédito para casa+despesas do carro+despesas da casa e alimentação - - o que sobra? nada ou praticamente nada. È muito frustrante.

Por exemplo, a minha irmã, tem dois cursos superiores e um mestrado e numa das obras que foi responsável ganhava 600 eur. Mas o que é isto??? E todas as despesas eram à custa dela.

Até para Embaixadas é preciso o factor C?? BAHHH que raiva.

Retrato de Isabel_
Ter, 06/03/2012 - 22:27
Isabel_:
Membro desde: 12.04.2011

El_Lobo wrote:

Hélder Marques wrote: Isabel e El_Lobo, acreditem aconselho vivamente a partirem rumo à Suiça, pois com as habilitações que voçês têm muito facilmente se safam e bem acreditem, para terem uma noção, tenho um irmão que tem gestão hoteleira, e agora vai para lá, embora durante o principio ganhe o dito normal, depois de se ambientar e essas coisas, ganhará bastante.
Os chefes de cozinha chegam a ganhar perto de 14000 francos!!!!!
A melhor sorte para vocês, na área que desejam, embora nem precisem de sorte pois de certeza se safam bem com as habilitações.
Abraço

Não é com as habilitações. O que está mal em Portugal é que não se investe na qualidade da mão-de-obra, investe-se nos favores e nos amigos, nas "indicações" e "recomendações" de terceiros, no fundo, nas cunhas.

Tu até podes ser muito bom, mas se ninguém te agarra o braço e puxa para cima, te dá uma cadeira ou um auditório para mostrares o que vales, nada feito. Pode candidatar-te a não sei quantos postos para técnico superior numa câmara, mas se ele lugar não te for indicado por alguém ficas de fora. Tão simples quanto isso!! Eu já senti na pele essas coisas...A diferença entre seres "recomendado" ou filho de não sei quem e vires de nenhures ou da casa do c****** que é mesmo assim!!

Dizem que há desemprego. Sim há muito, mas quando quando querem também inventam um lugar qualquer para meter lá o filho ou sobrinho de não sei quem, seja no público ou no privado. Já tenho visto tanto isso.

Pode ser que quando o país tiver mais idosos do que jovens e comece a faltar a mão-de-obra qualificada se lembrem da "geração à rasca" e dos sufocos que passaram por sonhar com voar apenas um pouco mais alto...

Não diria melhor El lobo

A minha irmã também sente isso nos concursos nas câmaras e todas as vezes é uma frustração enorme... o que vale é que ela trabalha numa obra a 400 km de casa mas mesmo assim ela concorre a tudo o que é da área dela.

E cada vez que vejo mais um concurso que fica de fora é uma facada que levo e mais um sentimento de ódio por este país. Porque eu sei das competências dela e do seu profissionalismo mas de nada adianta por causa do factor C

Retrato de Pereira1986
Ter, 06/03/2012 - 22:41
Pereira1986:
Membro desde: 31.12.2011

Boa noite,

Estive a ler os vossos comentários e o meu sentimento é o mesmo que o vosso.

É frustrante viver num País em que trabalhamos no dia-a-dia para chegar ao final do mês e receber um vencimento miserável face aos impostos praticados. Somos da população da União Europeia que mais impostos face aos nossos vencimentos. E nada mais frustrante pagarmos dívidas que não fomos nós que contraímos nem tão pouco contribuímos para a mesma e trabalharmos para pagar despesas e nada sobrar no final do mês.
É triste pagarmos pela má gestão dos nossos políticos e gestores públicos. Mas uma coisa é certa, a população também acaba por ter a sua quota parte, porque quando existem as eleições o povo corre às urnas para exercer o seu direito de voto nos Partidos Políticos do costume. Mas também pouco ou nada podemos fazer, pois vivemos num País de corruptos, mafiosos e claro, será quase impossível derruba-los.

Como anteriormente disse, preocupa-me principalmente o futuro do meu filho que ainda nem 2 aninhos tem, o que será das nossas crianças?

É por tudo isto, que pondero sair de Portugal o quanto antes, mas tenho um grande entrave, que é não ter família na Suiça, porque se tal acontecesse já não estaria aqui há muito tempo. Contudo, tentarei pelos meios normais chegar à Suiça com algo concreto, pois não quero correr riscos como os que foram ontem relatados na reportagem da TVI.

Cumprimentos.

Retrato de Isabel_
Ter, 06/03/2012 - 22:54
Isabel_:
Membro desde: 12.04.2011

Não te preocupes que não entendi como sentido depreciativo Wink Wink porque no fundo essa é a mais pura das verdades Sad Sad

Ela até já chegou a desabafar que queria tirar do currículo algumas das qualificações.. o que posso eu dizer perante isto?? Claro que não deixei. Sobretudo tem que sentir orgulho pelo esforço dela durante todos estes anos de estudo.

Eu fico chocada com a quantidade de casas/apartamentos devolvidos aos bancos. O que vai ser daquelas famílias? É um sentimento impotente.

Retrato de Hélder Marques
Ter, 06/03/2012 - 23:12
Hélder Marques:
Membro desde: 26.02.2012

Infelizmente as cunhas são uma realidade...
eu no ano passado candidatei-me a academia militar, e disseram-me logo cada pessoa com quem eu falava ( so entras com uma boa cunha ou umas grandes grandes notas), embora depois tenha chumbado a matematica por 0.5 valores e ando a fazer este ano.

Retrato de Isabel_
Qua, 07/03/2012 - 16:56
Isabel_:
Membro desde: 12.04.2011

Vou dar-te só o exemplo dos meus pais.

Nasci em 1987 e a minha irmã em 1984 (fazemos diferença 2 anos e meio). Nos anos 80 houve igualmente uma vaga enorme de emigração.

Quando eu nasci, o meu pai foi para a Suíça. Sem conhecer ninguém mas felizmente teve sorte e conseguiu emprego. A minha mãe foi ter com ele, tinha eu poucos meses de vida... lá fomos as duas.

Mas agora perguntas e a minha irmã?? Os meus pais tiveram que tomar a decisão mais difícil da vida deles. A minha irmã não podia vir connosco pois entretanto começaria a escola mas até lá não havia condições para ter as duas na Suíça. Naquele momento quem precisava mais de cuidados era eu pois era recém-nascida.

Como calculas, os meus pais sofreram horrores de terem as filhas separadas, a mais nova com eles, e a mais velha ao cuidado dos avós.
Cresci a ver o esforço dos meus pais, cresci a ver todo o esforço a ser recompensado.

Vivi na Suíça até aos 7 anos e depois voltei para Portugal com a minha mãe para iniciar a escola cá. Apenas ficou o meu pai lá.

Mais sofrimento de separação.. Agora perguntas.. mas recompensou todo esse esforço e sofrimento?

Pereira recompensou muitooooo acredita. Hoje é o dia em que os meus pais dizem que estão muito arrependidos de terem voltado para Portugal e se soubesses como eu adorava viver lá. Foram os melhores momentos da minha vida acredita.

O teu filho tem dois anos e enquanto é pequenino irá adaptar-se muito facilmente, tanto ao estilo de vida como ao francês. (de for esse o cantão)

O meu pai ganhou muito dinheiro lá, e se neste momento termos um nível de vida muito bom cá é graças ao facto de termos emigrado para lá. Vivemos desafogados literalmente.
A minha mãe trabalha porque ela sente necessidade de estar ocupada e se estivesse o dia todo em casa stressava.. mas não é por necessidade.

Como Podes percebes, os meus pais pagaram duas faculdades privadas ao mesmo tempo, todas despesas inerentes à educação (que não é nada mas mesmo nada barato)... eu tinha livros de saúde a custarem 250 eur.

Sou Enfermeira, trabalho num hospital público que já referi noutro tópico qual era. O meu vencimento é sempre acima dos 1200 euros (todo o vencimento é para mim.. não dou nada para os meus pais pois eles não aceitam) e o resto dos meus desejos já aqui descrevi no teu tópico em conversa com o El Lobo.

Como vês.. mesmo eu com um emprego bom, até bem remunerado e efetiva.. quero mudar de vida.. quero sentir-me realizada financeiramente.. e tudo o resto foi o que falei com o El Lobo.

Retrato de estrelinha_82
Qui, 08/03/2012 - 10:13
estrelinha_82:
Membro desde: 27.02.2012

Aprecio a tua coragem Isabel,ter algo garantido mas ambicionar mais e mais...ai como dou voltas a minha cabeça. Porque não tomei a decisao de sair do país a 4 anos atrás quando o marido tive de ir para Espanha trabalhar,...
Hoje estou acomodada a um emprego ganho pouco mas sem formação académica não posso pedir muito, a empresa é boa e para ja esta bem no mercado.
Tenho medo de arriscar de ir para a Suiça e depois de alguns meses não ter trabalho, mas tenho 29 anos e estou FARTA de viver afastada do meu marido so poder estar com ele aos fins de semana, ouvir a minha filha a dizer que tem saudades do papá, chegar a noite e não ter para quem falar, com quem rir com quem chorar,...
Tenho um irmão no Cantão de Tichino diz que por la as coisas a nivel de emprego tambem não estao muito bem (ele esta la a 3 anos acho eu, mas eu n falei que queria ir so sondei), tenho uma cunhada em Zurique a 20 com ela ainda não falei, estou certa que se puder nos ajuda mas tenho sempre medo do amanhã, e se vamos e a crise chega lá e ficamos sem trabalho...
Se eu não tivesse uma casa para pagar,...
Claro que tambem me surge duvidas em relação a minha filha, mas estou certa que ela é a que se integra melhor.

Desisões dificeis!!! É deixar uma vida para trás pelo desconhecido.

Retrato de rosa_choke
Qui, 08/03/2012 - 10:31
rosa_choke:
Membro desde: 21.02.2011

Na zona onde estou também esta muito dificil arranjar trabalho ,para os que vem de novo então nem se fala(a não ser que sejam enfermeiros).Se decidires vir só te peço que venhas com certezas e trabalho garantido,há muito boa gente por aqui a passar necessidades por ter vindo atrás de falsas promessas.O melhor é não abandonar tudo de uma vez,primeiro o marido,quando estiver estabelecido tu e a filhota. Alugar casa por aqui nem sempre é facil,e para isso terás de ter contrato de trabalho.

Retrato de estrelinha_82
Qui, 08/03/2012 - 14:16
estrelinha_82:
Membro desde: 27.02.2012

Sim Rosa, so sairia daqui com trabalho. Tenho lido imenso sobre a emigração e reparo que a Suiça esta a ser invadida por emigrantes desesperados.
Volto a repetir que me arrependo de não ter ido mais cedo, mas quanto a isso não ha que fazer.
Tenho de me sentar, conversar com o marido e depois falar com os cunhados que estao em Zurique, so que o mal é que em vez de falarmos choramos um para cada lado, são decisões dificeis.
É mudar uma vida,...

Retrato de andreia_a
Ter, 13/03/2012 - 13:07
andreia_a:
Membro desde: 31.05.2010

Sou mais uma futura emigrante!
Sou enfermeira, com emprego estável, mas este país não me permite ter perspectivas de futuro.
Neste momento estou a tratar do reconhecimento do meu curso pela cruz vermelha suiça, algo necessário para trabalhar no cantão de Geneve.

beijinhos

Retrato de Hélder Marques
Ter, 13/03/2012 - 14:00
Hélder Marques:
Membro desde: 26.02.2012

Boa Sorte Andreia, eu também sou um futuro emigrante, para o cantão Alemão (ST.Moritz)=D

Post