Duvidas sobre a minha relação! | A Nossa Vida

Duvidas sobre a minha relação!

Retrato de ppipoca
15.10.2019 | 10:36
ppipoca:
Membro desde: 14.10.2019

Olá ;)Sou casada a quase 17 anos e desde sempre que tenho um marido que fica sempre chateado por tudo e por nada,mas de há uns tempo para cá desde que me tornei massagista parece que ficou ainda pior.Frases tipo:Só tens atenção para os outros para mim não...Não me tocas,mas nos outros tocas...Não tens necessidade de me fazeres massagens,mas aos outros fazes tu...Tanta simpatia para os outros e para mim nada. Quando digo não ao sexo pois estou cansada trabalho desegunda a sábado fica logo emburrado e começa com esta conversaA verdade é que o motor da relação sempre fui eu,pode parecer presunção mas ter um marido que na relação tem pouca iniciativa para tduo menos parao sexo ou para forma de demonstar carinho.Ou seja eu sei que existe uma troca mas faz-me também falta um homem que me convide par sair,que me faça uma surpresa romantica,que me mostre sitíos da sua infância e adolêscencia,que faça diversas actividade comigo.durante estes anos todos,eu é que dou as ideias para sairmos,férias,eu é que sou a estabilidade financeira,eu é que crio amizades e só convivemos com pessoas que vêm do meu lado,nos anos de namoro e casamento se não falar,nós só fazemos as ideias que eu proponho,so convivemos com amigos meus e durante muitos anos quando não gostava do programa ia muitas vezes sozinha.
Estou um pouco cansada de ser o motor desta relação e penso que falta de actividade dele não tem despertado em mim uma forma de me cativar daí não ter o lado mais afectuoso muito trabalhadoDesde que a minha profissão é de massagista terapeuta,acho que ficou um pouco alterado,pois é uma profissão que tem alguma conotação infelizmente...e quando comecei a sair com outras amigas e fazer diversas actividades como desporto sozinha,veio com a conversa que me ausento,que estou distante,que não temos momentos de intimidade um com o outro.Mas agora tenho sempre na cabeça que tudo isto só foi provocado por outras pessoas quererem estar comigo e ele estar com ciumes,e assim para mim não tem logica,existe sempre aquela sencação de esta "propriedade" é minha e não a quero fora da caixa!
A tal ponto de ser repetitivo e passar o tempo todo a falar disto o que me afasta ainda mais o que me dizem?


Retrato de Pedrom
Ter, 15/10/2019 - 15:22
Pedrom:
Membro desde: 10.10.2019

Olá, como homem e um pouco ciumento posso afirmar se a minha namorada ou mulher fosse tarapeuta de massagem e não me desse uma massagem de certeza que havia de me sentir com ciúmes e bastante mal afinal qual o motivo de fazer a clientes e não ao namorado ou marido. Só se não gosta dele! Em relação a falta de motivação que se refere ao seu namorado nada como falar e entender esses porquês as vezes a falta de intimidade de ambas as partes leva a essas situações a acontecer nada que uma boa conversa é até quem sabe uma boa massagem não lhe faça despertar aquilo que existe em falta. O diálogo será sempre a melhor solução ele que lhe diga o porquê de ser assim e você lhe diga o porquê de agir assim.
Como tudo na vida a única coisa que não tem solução é a morte.

Retrato de MOPA
Ter, 15/10/2019 - 17:06
MOPA:
Membro desde: 23.06.2015

Olá!
Conheço bem de perto uma pessoa que também faz massagens terapêuticas e poucas pessoas fazem ideia do quanto é desgastante. Ao final do dia a pessoa quer é ir para casa e alguém lhe fazer uma massagem, porque doem as costas, as pernas, os braços… essa pessoa ao fim de algum tempo paga para lhe darem uma massagem e meter os "ossos todos no sitio" para poder continuar a trabalhar.
O seu marido está a ser infantil quando passa a vida a queixar-se quando diz que é simpática para os outros e para ele nada. Que faz massagens as outras pessoas e a ele nada...Ora se o seu trabalho é massagens terapêuticas tem que "meter a mão na massa" certo? trabalha diretamente com pessoas que é que vai fazer? má cara? não sorrir? não ser simpática? se isso algum dia acontecer é garantido que o cliente não volta. Ele não entende isso ou não quer entender?
Ao fim de 17 anos assim é natural que se sinta cansada. Na minha opinião devia falar com o marido. Dizer tudo o que pensa que não está bem na relação. Ele pode não saber demonstrar sentimentos, mas deverá fazer um esforço certo? A pipoca também poderá fazer-lhe uma massagem ou outra de vez em quando, mas ele também deverá saber retribuir… porque ser só um a esforçar-se não dá com nada…
Quanto aos ciúmes… bem, sou honesta, não tenho pachorra para essas inseguranças… pode dizer-lhe que se está com ele é porque gosta dele e não de outra pessoa, e no dia em que deixar de gostar parte para outra.
Quanto as suas atividades tem todo o direito a elas. Não é por ele não gostar dessas atividades que as vai deixar de as fazer. Um dia experimente fazer essas atividades acompanhada com ele. Se ele for inteligente aceita na hora, pois mostra que está empenhado em estar consigo e não apenas um homem que passa a vida a lamentar-se.
Tudo de bom!