domesticar o teco como ??? | A Nossa Vida

domesticar o teco como ???

Retrato de lekas2007
26.11.2011 | 12:12
lekas2007:
Membro desde: 19.11.2010

ola preciso da ajuda de quem sabe...
adoptei um gatinho que tem cerca de 7 meses e meio, só que ele era um gato de "rua" e é muito arisco para o apanhar andei 2 horas atras dele mas consegui :). esta conosco desde domingo passado e agora embora se esconda ja nao se assanha e quando o apanhamos até ronrona quando lhe damos mimos, eu sei que tenho de ter paciencia pois ele ta estranho mas sera que se vai adaptar?
alguem sabe como fazer ele ganhar confiança e deixar de se esconder? é que assim que o colocamos na camonha dele ou no sofa ele foge logo Sad


Retrato de Sofia1984
Sáb, 26/11/2011 - 12:53
Sofia1984:
Membro desde: 29.05.2010

Olá, antes de mais parabéns pela "aquisição".
Queria apenas dizer-te que os gatos são muito diferentes dos cães, não se deixam conquistar tanto. Se era um gatinho de rua ainda mais traços selvagens irá ter. Não quer dizer que não seja meigo...simplesmente não teve um inicio perto de humanos e isso pode condicionar o seu comportamento perante vocês.

Ou se habituam a isso e aceitam a sua condição meio "selvagem" ou vão viver com a frustração de não ter um verdadeiro animal de estimação.
Esse gatinho é uma incógnita: tanto pode vir a adaptar-se muito bem a vocês e ficar dócil, como pode ficar eternamente arisco e indomesticável: assim são os gatos, uma surpresa!

Para já aconselho-te a não o forçares a ficar onde ele não quer. Se ele se quiser esconder, deixa-o. Tenta arranjar uma fita para o incentivares a brincar contigo,ou atira lhe uma bolinha de ping pong, mas não aproveites o facto dele se chegar a ti para o surpreenderes, agarrando-o. Nada de movimentos bruscos ou tentativas de o forçar a fazer seja o que for.

Da-lhe tempo para que ele sinta vontade de querer estar contigo, para já tenta ignorar a sua presença o máximo possível, brincando com ele esporadicamente apenas, para que ele se entusiasme e queira estar convosco.

Muita paciência!

"A meta de uma discussão ou debate não deveria ser a vitória, mas o progresso."
( Joseph Joubert )

Madrinha da TCosta, da florzinha C.A.S.C.S. e da espevitada RuteCris
Afilhada da Joanasantosblue

Retrato de SofiaB
Sáb, 26/11/2011 - 13:50
SofiaB:
Membro desde: 09.10.2009

O meu gato, quando veio para minha casa também era como um gato de rua. Tinha um mês e pouco quando o apanhei numa palheira dos meus sogros. Quando lá ia, nos primeiros dias assanhava-se e se lhe tentávamos chegar com as mãos, ele tentava morder e arranhar. Foi complicado ao inicio porque era eu que tinha de o alimentar através de uma seringa, já que ele não bebia o leite sozinho.

Quero com isto dizer que tens mesmo que ter paciência. Deixa-o habituar-se à tua presença e à tua voz. Fala-lhe de mansinho e tenta aproximar-te dele aos poucos.
Vais ver que com o tempo ele habitua-se.

O meu tem agora um ano e apesar de ser muito arisco (acho que é a natureza dele. É arraçado de siamês) já está super adaptado e "considera-se o dono da casa". Wink

Retrato de zo
Sáb, 26/11/2011 - 23:41
zo:
Membro desde: 20.02.2010

Eu cada vez mais acho que o meu gato é um cão...
Veio para minha cas tinha um mês e não larga nenhum de nós(tem agora 3 meses), só quer mimos, brincadeira, dormir no nosso meio ou dos miudos, nõ seu aventura nas janelas nem na varanda, odei tar sozinho...

Retrato de Panther
Dom, 27/11/2011 - 01:20
Panther:
Membro desde: 24.12.2010

Antes de mais, não é por ter vindo da rua que diz que é selvagem ou que será sempre arisco. Há de tudo um pouco. Há imensos casos de gatos tirados da rua, adultos, que se tornaram inseparáveis dos donos e extremamente meigos.

Os gatos podem também ser educados.

Mas falando concretamente deste caso, a paciência é mesmo a chave. Estranho era se não se tentasse esconder/refugiar e isso também pode acontecer com gatos quando mudam de casa, não tem obrigatoriamente que ser só com os de rua.
A mim parece-me que ele está a ter uma reacção normal e até positiva perante um novo lar.
Mas já estão a fazer passos errados. Nunca o devem obrigar a fazer nada. Nestes primeiros tempos, deixem-no conhecer a casa, conhecer os cheiros, conhecer os barulhos e conhecer-vos! Deixem ele andar à vontade, por onde quer e quando quer.
O que podem começar a fazer é ir falando muito com ele, num tom suave, podem tentar provocá-lo para a brincadeira como já foi referido, mas se virem que é algo que o assustem, voltem à fase inicial.
E não o obriguem a ficar numa cama, até porque a maior parte dos gatos gosta de escolher o seu sitio para dormir (que até podem ser vários, as minhas é conforme a altura do dia) e o mais usual é escolherem a cama dos donos.

Retrato de Anonymous
Dom, 27/11/2011 - 15:56
:
Membro desde:

Parabéns pela adoção Smile

Mas, antes de mais... os gatos não se "treinam", não são como os cães, lol.
Agora, quanto ao comportamento dele, não te stresses, dá-lhe tempo, miminhos e deixa-o conquistar o espaço dele na tua casa... e já agora, atenção a portas e janelas abertas, ele pode "escapar"!

Boa Sorte Grin

Beijinho ***

Retrato de Ana Gomez
Dom, 27/11/2011 - 16:05
Ana Gomez:
Membro desde: 22.12.2010

Como esta a pouco tempo com vocês deixa ele adaptar-se sozinho e andar pela casa. Não o obrigues a estar perto de vocês se ele não quer. Ele aos poucos vai saindo da casca e habituando-se ao novo meio. Tem de ter é muita paciência

Retrato de andreia_a
Dom, 27/11/2011 - 16:38
andreia_a:
Membro desde: 31.05.2010

Eu tenho o gato com 8 meses. Nasceu no seio de uma família funcional :). Quando veio para minha casa achei estranho ele não gostar de colo, não se deitar ao nosso lado no sofá, nem gostar de festinhas... Mas adivinha?! É a personalidade dele... Não mudou nada. Segue-nos pela casa mas não se aproxima muito, roçar nas pernas muito raramente e ron ron também pouco.

O teu gato pode mudar um pouco, mas pode nunca ficar como esperarias que ele fosse.

Beijinhos

Retrato de lekas2007
Dom, 27/11/2011 - 22:43
lekas2007:
Membro desde: 19.11.2010

meninas fizemos progressos com o teco agora ja se deixa ficar debaixo da mesa Smile
ja o conseguimos pegar ao colo quem que ele tente fugir, ontem a noite deitei-me no sofa e pu-lo ao meu lado e ele e ronronar até que adormeceu....
quando eu me levantei ele pirou-se Sad
não liga muito a brincadeiras ainda.