discussoes devido as tarefas domesticas. | Page 5 | A Nossa Vida
53 entradas / 0 new
Última entrada
Retrato de Me_08
Ter, 07/06/2011 - 15:26
Me_08:
Membro desde: 27.04.2010

Que mal te pergunte Damien, mas... onde estacionaste a tua nave?

Só podes ser de outro planeta!

Retrato de RitaTeodoro
Ter, 07/06/2011 - 17:47
RitaTeodoro:
Membro desde: 21.12.2008

Bem, tirando a parte em que ele oferece dinheiro à "mulher" para ela trabalhar em casa, o cenário do homem que não faz nada em casa é muito comum, nada de outro planeta, de certeza. Sinceramente não entendo a admiração nem a forma como algumas pessoas estão a cair em cima dele. Pelo menos, está a ser sincero.
Felizmente não é o meu caso (é-o agora porque estou desempregada) mas conheço muitos casos como o deste jovem. Em minha casa eu faço tudo (o meu marido não tem o hábito de deixar coisas sujas ou desarrumadas) mas já aconteceu eu sair muito tarde do trabalho e ele ter tudo feito em casa.
Indo à questão inicial, conversa com a tua namorada (é a única forma de se entenderem) e fá-la ver que não gostas da atitude dela em casa dos teus pais. Esperemos que ela também tenha essa frontalidade contigo se não gostar das tuas atitudes Smile

Boa sorte

Retrato de _lilac_
Ter, 07/06/2011 - 18:30
_lilac_:
Membro desde: 16.02.2011
RitaTeodoro wrote:

Bem, tirando a parte em que ele oferece dinheiro à "mulher" para ela trabalhar em casa, o cenário do homem que não faz nada em casa é muito comum, nada de outro planeta, de certeza. Sinceramente não entendo a admiração nem a forma como algumas pessoas estão a cair em cima dele. Pelo menos, está a ser sincero.
Felizmente não é o meu caso (é-o agora porque estou desempregada) mas conheço muitos casos como o deste jovem. Em minha casa eu faço tudo (o meu marido não tem o hábito de deixar coisas sujas ou desarrumadas) mas já aconteceu eu sair muito tarde do trabalho e ele ter tudo feito em casa.
Indo à questão inicial, conversa com a tua namorada (é a única forma de se entenderem) e fá-la ver que não gostas da atitude dela em casa dos teus pais. Esperemos que ela também tenha essa frontalidade contigo se não gostar das tuas atitudes Smile

Boa sorte

Olá Rita
Sim, há imensos casos como este e se calhar essas mulheres que fazem as tarefas todas(ou quase todas) sozinhas deveriam receber um dinheiro extra por isso, é trabalho, é justo, as empregadas que contratamos também têm que ser pagas. Trata-se de valorizar o trabalho extra da outra pessoa. Quantas mulheres têm dois empregos, o "verdadeiro" e em casa têm outro emprego, o de doméstica, tendo uma série de tarefas a fazer em casa depois de voltarem do emprego. Isso não deve ser desvalorizado. Ou é dividido pelos dois, ou contrata-se uma empregada ou compensa-se financeiramente quem o faz. Não me parece assim tão má opção.

Retrato de sibilla
Ter, 07/06/2011 - 18:52
sibilla:
Membro desde: 03.11.2010

Estou apaixonada por este tópico. Já rebolei não sei quantas vezes a rir com isto. Cada vez melhor. Damien, o troll do ano Clap

If you don't like my peaches, baby, why do you shake my tree?

Retrato de CorpseBride
Ter, 07/06/2011 - 20:08
CorpseBride:
Membro desde: 02.10.2008
CláudiaSoares wrote:

Sim, há imensos casos como este e se calhar essas mulheres que fazem as tarefas todas(ou quase todas) sozinhas deveriam receber um dinheiro extra por isso, é trabalho, é justo, as empregadas que contratamos também têm que ser pagas. Trata-se de valorizar o trabalho extra da outra pessoa. Quantas mulheres têm dois empregos, o "verdadeiro" e em casa têm outro emprego, o de doméstica, tendo uma série de tarefas a fazer em casa depois de voltarem do emprego. Isso não deve ser desvalorizado. Ou é dividido pelos dois, ou contrata-se uma empregada ou compensa-se financeiramente quem o faz. Não me parece assim tão má opção.

... não sei quanto a vocês, mas a mim faz uma tremenda confusão que se admita que um MARIDO pague à MULHER para servir de criada em casa, seja lá qual for o pretexto... Surprise

Pá, não sei, se calhar o mal é meu, que me habituei a ver homem e mulher como iguais desde o berço... Neutral ... e já agora, marido e mulher como peças iguais no equilíbrio doméstico, sem contrapartidas financeiras.
Se o meu marido chegasse à minha beira com um maço de notas na mão e me dissesse "toma lá pelo que fazes em casa", eu atirava-lho à cara e dizia algo do género "não quero o teu (que até é 'nosso') dinheiro, quero o teu companheirismo e ajuda".

Há coisas que o dinheiro simplesmente não paga, poça...

There are no flowers on your grave, there are no chains
There I keep chanting for the forgotten name

Retrato de eri
Ter, 07/06/2011 - 20:58
eri:
Membro desde: 15.12.2007

CorpseBride
boa!!

e meninas k o "apoiam"
n se eskeçam de ler bem o comentário k ele abre este tópico,a namorada esta sempre a ralhar com ele para ele ajudar a mãe,e participar um pouco das tarefas,e kd a mãe dele n repara ela tmb n faz nada,nem lhe aptece..

por isso,kem já é casado ou vive junto ha algum tempinho,com uma certa maturidade vai ver no k isto vai dar..

n ha-da haver dinheiro k xegue Wink

Retrato de Lucílio
Ter, 07/06/2011 - 22:39
Lucílio:
Membro desde: 09.02.2009

Em casa da sua mãe manda ela. Tb concordo que a sua namorada pode sugerir que ajude a sua mãe, mas se está habituado a não fazer nada, a sua mãe não se importa, e você está com a sua CONSCIÊNCIA tranquila tudo bem.
Quando viver com a sua namorada (se ambos trabalharem), garanto-lhe que tudo vai mudar ou então vai ter rapidamente as suas roupas à porta de casa enfiadas num saco do jumbo (passo a publicidade).
Ah pois! E então espere até ter um filho...o acontecimento mais importante que tudo o que possa imaginar mas que dá trabalho como é lógico.
Quando estava em casa dos meus pais tb fazia pouco mas ia fazendo alguma coisa. Estou casado há 3 anos (penso eu de que lol), a única coisa que não sei fazer nem tenho qualquer jeito é passar a ferro. De resto faço qualquer coisa, e com boa cara. :-)Se preferia estar a ver TV ou a fazer outra coisa? Não questiono...mas a minha consciência não o permite.
Ambos trabalhamos e chegamos tarde a casa, se um estivesse em casa todo o dia aí as coisas deveriam ser diferentes.

Tem também outra situação, se ambos se ajudarem há mais tempo para a fabricação do amor (queca). Assim não há desculpa do: " Estou cansada (o)! Dói-me a cabeça!
Acho que dei a solução para terem uma mulher insaciável...:-)

Vida a dois é vida a dois para tudo.

Retrato de blue bird
Qua, 08/06/2011 - 11:56
blue bird:
Membro desde: 08.03.2011

Rolling Rolling Rolling Rolling Rolling Rolling Rolling
O que eu já me ri com este tópico !!!
Gozo , ou ñ , pelo menos já dei umas boas risadas Laughing

Retrato de ISABELINHA2
Qui, 09/06/2011 - 16:26
ISABELINHA2:
Membro desde: 02.10.2008

Bom, até eu já me fartei de rir.
Mais uma vez isto vem de encontro á minha teoria: A CULPA É DAS MÃES que acham que se os filhinhos fizerem alguma tarefa doméstica em casa viram "bichas" (não sei se me entendem...).
Eu cá acho que alguns divórcios ocorrem precisamente pelo oposto, porque porque os homens não fazem nada em casa.
Penso que esse pensamento deve mudar com idade. Bem faz a tua namorada em tentar "moldar-te" já.
Mas aconselho-te a pensares bem nesse assunto

Retrato de Catarina Neves
Qui, 09/06/2011 - 16:30
Catarina Neves:
Membro desde: 06.05.2008
ISABELINHA2 wrote:

Bom, até eu já me fartei de rir.
Mais uma vez isto vem de encontro á minha teoria: A CULPA É DAS MÃES que acham que se os filhinhos fizerem alguma tarefa doméstica em casa viram "bichas" (não sei se me entendem...).
Eu cá acho que alguns divórcios ocorrem precisamente pelo oposto, porque porque os homens não fazem nada em casa.
Penso que esse pensamento deve mudar com idade. Bem faz a tua namorada em tentar "moldar-te" já.
Mas aconselho-te a pensares bem nesse assunto

Culpa das mulheres que não vêem a tempo o que têm ali. llololl

Ou então que pensam que os podem mudar, quando casam.

Minha gente... as pessoas são (na maioria) seres pensantes. Como tal, vivendo em sociedade, sabem (normalmente) distinguir bem/mal, correcto/incorrecto.

A minha mãe nunca me obrigou a fazer NADA e não foi por isso que me encostei onde quer que fosse.