Como conhecer alguém aos 40? | A Nossa Vida

Como conhecer alguém aos 40?

Retrato de susiemi
17.01.2018 | 15:51
susiemi:
Membro desde: 04.02.2017

Tenho um cunhado, 42 anos, divorciado há 2 anos, que desde então não conheceu mais ninguém. Há 10 anos atrás era fácil. No messenger conhecia-se imensas pessoas. Mas agora, meter conversa no Facebook soa a freak, o Tinder na prática não funciona, as mulheres que conhecemos estão todas casadas, ou numa relação séria. É verdade que ele não é atiradiço, mas ainda assim, é estranho. Fisicamente é interessante, e é boa pessoa.
Não sei, será da idade? Ou será que os nossos comportamentos estão a mudar? Sempre enfiados no computador em casa... Mas com receio de escrever no facebook porque acabamos por estar tão expostos... Com tantos "amigos" mas tão solitários...

E como ele conheço mais homens também nos seus 35 - 45 anos solteiros para sempre...


Retrato de Costa2
Sáb, 27/01/2018 - 18:58
Costa2:
Membro desde: 26.10.2012

Chama-se a isso ser livre...de ambos os lados M/F !! tu estás a ver todos os dias a comer a mesma sopa....ninguém está para isso e aturar os problemas de cada um...hoje em dia é muito fácil arranjar por umas horas ou dias alguém e não ter de aturar permanentemente....

Retrato de Psst
Sex, 02/02/2018 - 12:22
Psst:
Membro desde: 28.04.2017

Tinder

Retrato de Tony Chopper
Seg, 05/02/2018 - 02:47
Tony Chopper:
Membro desde: 28.08.2017

Sinceramente as melhores maneiras é conhecer sozinho, circunstancialmente, na vida real, na noite ou por mediação de terceiros...

Essas apps tipo Tinder e Tantan na prática funcionam mas também estão cheias de gente estranha e pouco fiável. Eu jamais iria ter uma relação séria com uma mulher que conhecesse no Tinder... Se ela me deu conversa a mim, quando a relação estivesse numa fase menos boa ou eu fosse viajar onde é que ela se iria refugiar? Tinder!

Esse gajo tem que sair mais, viajar mais, ir a mais jantares de amigos, a tardes de fim-de-semana em casa de alguém onde estejam lá outras solteironas, etc.

Retrato de Psst
Ter, 06/02/2018 - 09:17
Psst:
Membro desde: 28.04.2017

É verdade que a melhor maneira de conhecer pessoas é algo mais cara-a-cara, situações do dia-a-dia, amigos em comum, etc mas tendo em consideração que já lá vão dois anos acho que ele precisa é de "desemburrar" e esse tipo de aplicações (se calhar para a faixa etária dele é melhor o badoo) são boas para isso visto andar tudo à procura do mesmo e não quer dizer que seja de uma mulher para casar se bem que há de tudo.

Retrato de JAlexandre
Ter, 27/03/2018 - 23:58
JAlexandre:
Membro desde: 27.03.2018

A sociedade em que vivemos hoje é consideravelmente diferente daquela em que vivíamos à uma ou duas décadas atrás. Hoje é tudo muito electrónico, muito virtual... No que respeita a relações hoje vive-se mais o momento, as relações de hoje são menos sentimentais, menos ritualizadas,... e mais práticas e objectivas. A juntar a isso hoje existe também mais independência de ambos os sexos. A mulher sempre foi mais orientada do que o homem, e mesmo ganhando pouco consegue sair e divertir-se sem depender de homem algum. Isso leva a que mesmo nesses sites as mulheres que se encontrem por lá não estejam a procura de nada, a não ser que lhes apareça algo verdadeiramente tentador

Retrato de Psst
Qua, 28/03/2018 - 10:56
Psst:
Membro desde: 28.04.2017

Concordo JAlexandre, antigamente as mulheres sujeitavam-se a muito coisa devido à dependência financeira e à vergonha de um divórcio e os relacionamentos iam-se mantendo apesar de andares infelizes, hoje em dia quando as pessoas não estão bem simplesmente mudam, o que pode ser bom ou não...

Retrato de AnaFernandes12
Ter, 03/04/2018 - 15:53
AnaFernandes12:
Membro desde: 24.10.2017

Nada como instalar o Tinder

Retrato de Tony Chopper
Seg, 09/04/2018 - 08:30
Tony Chopper:
Membro desde: 28.08.2017

Eu continuo a achar que as maneiras tradicionais são as melhores! O teu cunhado (partindo do princípio que o autor do tópico não está à procura de ajuda para ele próprio) pode sempre tentar clubes e actividades sociais...

Por exemplo, eu no Sábado fui com ela àqueles workshops práticos para fazer bolos os dois e foi divertido, mas vi lá moças sozinhas que não me importava nada de lhes meter a mão na massa...

Isso do Tinder tem os seus riscos também: podes pensar que estás a falar com uma Teresa e quando a fores conhecer vais ver que afinal é um Teresão com barba e pêlo no peito...