Começo a não ver saída | A Nossa Vida

Começo a não ver saída

Retrato de Loney
23.01.2023 | 23:50
Loney:
Membro desde: 23.01.2023

Olá a todos!

Venho pedir ajuda/conselhos, porque começo a não saber já o que fazer mais à minha vida.

Namoro e vivo há alguns anos com a minha namorada e temos um filho de 6 anos. A minha namorada sempre teve alguns problemas no passado, incluindo com o alcool, o qual eu desde o momento em que a conheci e depois me apaixonei por ela, que me comprometi comigo mesmo a ajudá-la e consegui (ou pelo menos por alguns anos pensei que tinha conseguido). Mas o que se passa é que desde o ano passado que tudo começou a descambar...o alcool em exagero voltou. Andamos o ano todos sempre com altos e baixos, por causa do alcool, depois por causa de mentiras e uma traição...a qual foi das piores coisas que me aconteceu na vida, e eu depois de pensar muito muito acabei por perdoar...sei que se calhar muitos me vao criticar, mas eu pensei acima de tudo no meu filho. Sempre que saia para "tomar cafe", chegava a casa de rastos, e eu mesmo assim, sempre fiz de tudo para ajudar nos problemas dela, para manter a relacao estavel, mas vejo que cada vez está mais dificil aguentar esta situacao. E então desde o inicio deste ano que tem sido uma montanha russa autentica...dia sim, dia nao vai "tomar cafe" com o melhor amigo de ha mais de uma decada, e chega a casa sempre por volta das 3h da manha, num estado que nem preciso de vos dizer. Antes quando o fazia era so ao fim de semana, e nem todos, mas agora tem sido ate durante a semana, e no dia seguinte claro, nao se aguenta. Eu nao a impeço de sair, porque eu tambem posso ir tomar cafe mas tenho a consciencia de como tenho que me comportar, e nao chego a casa no estado em que ela chega e muito menos durante a semana. Eu apenas lhe faço um pedido: para chegar a casa no estado normal. E ela diz "sim, ja ouvi".. e ouviu mas assim que sai de casa esquece-se do que eu lhe disse. Já raramente pergunta como estou, como me corre o trabalho (que eu ate lhe pedi por tudo para se comportar, porque estou numa fase nova da minha vida tambem, e preciso de me manter tranquilo), mas ela nem sequer se importa minimamente ja se eu estou bem ou nao...antes ainda viamos filmes juntos, agora nem isso. Ela ja nao pergunta se quero, e quando eu pergunto ela diz que nao, porque depois adormece...neste momento que vos estou a escrever, ela está fora, com o melhor amigo, mais uma vez...e sei perfeitamente como ela vai chegar a casa. Ha uns dias tive uma (de muitas dezenas) conversa seria com ela, que nao podia continuar a sim, e no final da conversa, ela foi abrir uma garrafa de vinho a minha frente e meteu-se a beber, mesmo a gozar com a minha cara e a faltar-se ao respeito completamente. Diz ela que não se quer restringir a casa. E eu pergunto-lhe se é regra apanhar uma bebedeira sempre que se vai tomar café. E ela diz que não, que tenho razao, mas volta a fazer. E depois como é normal, no dia seguinte mal lhe dirijo a palavra, porque ja nao sei o que dizer mais, o que fazer mais, estou cansado, ja ultrapassei o meu limite, fiz de tudo, ajudei-a quando a conheci que ela estava mal, desculpei mentiras, perdoei uma traicao e estou a receber isto em troca, e ela como sabe que esteve mal, começa com falinhas mansas, tenta manipular para depois devagarinho vir com a conversa se nao me importo de ir tomar café. É assim que a minha vida tem andado e nao sei o o que fazer mais.

O que me aconselham? Qual a melhor decisão que eu possa ter?

Obrigado.


Post