Com Peso Sem Desprezo | A Nossa Vida

Com Peso Sem Desprezo

Retrato de allayla
22.02.2013 | 17:47
allayla:
Membro desde: 17.02.2013

Com Peso Sem Desprezo

Este projecto tem como objectivo dedicar-se a uma causa nobre, encarar as pessoas com excesso de peso como parte integrante da sociedade, mostrar como essas pessoas são tão activas e competentes como as outras e exterminar o preconceito do excesso de peso sustentado em torno sacos de comida andantes incapazes de pertencer a uma sociedade perfeita a nível da educação, da empregabilidade e de outros de mais assuntos que irei abordar.
Este é um projecto pessoal meu que tem como objectivo mobilizar forças, procurar orientações, e construir uma rede social de estimulação ás pessoas que sofrem este tipo de preconceito.
Desta forma irei procurar criar encontros, fazer caminhadas e abrir tópicos de discussão pertinentes à problemática.
Criei uma página no facebook onde poderão participar com tópicos sobre experiências vossas, dietas, etc..

Mavi


Retrato de aravia
Sex, 22/02/2013 - 20:55
aravia:
Membro desde: 11.08.2012

Olá! Já fui obesa. Agora estou a conseguir recuperar o peso certo.
Gostei da sua causa mas fiquei intrigada com uma questão.
Estou de acordo que os obesos não devam ser preconceito, para mim não são, nunca foram, não serão. Para mim, crianças e adolescentes reagiram mal ao meu físico e mal-trataram-me por tal. Acho correcto que se faça ver que os obesos também são pessoas que merecem respeito.
Mas sinceramente acho que este preconceito se passa mais nas escolas, pois em adultos nunca fui inferiorizada pela obesidade e quis emagrecer pois tenho consciência que é um estado de não saúde.
Penso que, na maioria das vezes os outros não nos estão a olhar de lado por termos excesso de peso, mas estão a olhar de lado porque acham estranho nos deixarmos ficar obesos, sabendo que estamos a arruinar a nossa saúde.
Não sei, é a minha opinião.

Retrato de allayla
Sex, 22/02/2013 - 21:08
allayla:
Membro desde: 17.02.2013

É verdade que ocorre sim muito com as crianças, mas também ocorre com os adultos. Nas crianças as questões do bulling que começam a ser relatadas e faladas, mas nos adultos entre outras existe uma descriminação em certa parte na empregabilidade. Mas não é só ao preconceito que quero chegar, quando era obesa tinha facilidade de encontra roupa atraente para si?
Onde quero chegar é que essas pessoas por vezes não tem força sozinhas, e muitas vezes nem com dietas prescritas, porque se sentem pouco acompanhadas e ansiosas, sós na sua luta.
Basicamente o meu objectivo é ajudar/motivar essas pessoas, lendo e falando com pessoas que já passaram por isso.
Pode até ser meio estúpido o exemplo que vou dar mas o que vejo são muitas vezes pessoas que necessitam daquela massagem cardíaca para voltarem à vida.

Retrato de xana43
Sex, 22/02/2013 - 21:37
xana43:
Membro desde: 25.07.2011

É verdade sim que os obesos passam por situações de descriminação e de desprezo, começando na escola e pela vida fora, nos empregos, na procura de emprego e até na forma como socializam.
Não falo na 1ª pessoa mas da minha irmã. Ela sempre foi gordinha desde pequena, e quando ela casou e teve o 1º filho a coisa perdeu o controle. Sempre acompanhei de perto a minha irmã nas saídas,as idas á praia começaram a ser 1 problema, 1 simples ida ao café por vezes tornava-se constragedor para ela porque ela dizia que se comia 1 bolo sentia os olhos todos postos nela...era mesmo triste. Para mim não tinha importâncian porque eu gostava dela de qualquer maneira, mas para ela estava se tornando muito sofrido. Então há 4 anos ela fez o bypass e simplesmente RENASCEU! Aliás, ela simplesmente começou 1 nova vida apartir daí. Foi finalmente promovida no trabalho onde já lá estava há 20 anos! Até alguns colegas que antes a ignoravam começaram a falar com ela, a olhá-la como gente!
Acho importantíssimo o que pensas fazer! há muita gente por aí que precisa de ajuda e não sabe onde se dirigir.
Bem haja alguem que se lembre dos outros
Infelizmente eu estou no Funchal mas se estivesse no continente certamente me juntaria a vós.
Força nisso!
Já agora podes dizer no facebook posso vos encontrar?
Muitas felicidades

Aos poucos a vida vai me mostrando por quem eu deve lutar e de quem eu devo desistir

Retrato de allayla
Sex, 22/02/2013 - 22:23
allayla:
Membro desde: 17.02.2013

Em baixo envio o link:

http://www.facebook.com/pages/Com-Peso-Sem-Desprezo/425912930821577

Penso que se colocares em procurar: Com Peso Sem Desprezo que também encontrar

obrigado e beijinhos
Mavi

Retrato de Sofia FCosta
Sáb, 23/02/2013 - 00:02
Sofia FCosta:
Membro desde: 16.09.2009

Olá, olá.

Mais uma gordalhufa. Euzinha.

Até há pouco tempo, nunca tido problemas de auto-estima. A coisa complicou-se quando percebi que não conseguia comprar calças numa loja normal...

Que coisa tão má que me passou pela frente.

Na escola fui gozada, como boa gorda que sou, mas sempre me passou ao lado.

Durante as gravidezes, muitos médicos reclamavam comigo pelo excesso de peso e também desvalorizava o que me diziam.

A verdade é que eu gosto verdadeiramente de mim. Mas aquilo da falta de roupa e não ter onde comprar, foi arrasador.

Antes de engravidar do meu filho mais velho, tinha sido encaminhado o meu historial para ser realizado acompanhamento para a possível realização de operação de redução gástrica. Tive que cancelar o pedido por causa da gravidez.

Ele nasceu. Os irmãos nasceram pouquíssimo tempo depois.

Curioso que durante as gravidezes emagreço imenso. Desde que voltei a trabalhar que engordei por estar o dia todo sentada. Bem subo muitas vezes os sete andares e vou a pé até outra estação de metro, mas não é suficiente.

Em casa nunca parava quieta, tinha um ritmo alucinante e nada se compara a tratar diariamente, a todo o instante de três bebés.

Numa consulta de rotina, com a médica de família, aproveitei para indagar a possibilidade de ser reavaliado o pedido e já está.

Tenho a primeira consulta dia 14 do mês que vem.

Depois partilho como correu, se for do vosso interesse. Wink

Pode ser que seja uma solução para algumas de vocês.

Retrato de xana43
Sáb, 23/02/2013 - 01:47
xana43:
Membro desde: 25.07.2011

obrigada já encontrei

Aos poucos a vida vai me mostrando por quem eu deve lutar e de quem eu devo desistir

Retrato de allayla
Dom, 24/02/2013 - 21:53
allayla:
Membro desde: 17.02.2013
Sofia FCosta wrote:

Olá, olá.

Mais uma gordalhufa. Euzinha.

Numa consulta de rotina, com a médica de família, aproveitei para indagar a possibilidade de ser reavaliado o pedido e já está.

Tenho a primeira consulta dia 14 do mês que vem.

Depois partilho como correu, se for do vosso interesse. Wink

Pode ser que seja uma solução para algumas de vocês.

Olá Sofia Smile
Antes de mais bem vinda ao grupo e em segundo lugar gostava muito que partilhes com todas/os as tuas experiências no que toca a dietas ou ao tratamento que ponderas fazer.
Já li alguns post´s teus e vi que tens jeito para escrever por isso espero contar ctg na página do facebook não só como leitora mas para escreveres sobre as tuas próprias opiniões e receios relativos a "obesidade" detesto esta palavras mas prontos Confused
beijinhos
Mavi