AVERSÃO SEXUAL E EMOCIONAL (DESABAFO) | A Nossa Vida

AVERSÃO SEXUAL E EMOCIONAL (DESABAFO)

Retrato de Solteirinho
06.10.2020 | 17:08
Solteirinho:
Membro desde: 06.10.2020

Bem.
Começando pelo principio.
Basicamente sempre vivia uma vida entre Trabalho e casa.
Sempre fui o "Solteirinho": o Irmão Solteiro, o Colega de trabalho Solteiro, o amigo Solteiro! xD

Acontece que, sempre tive pouca sorte no ramo intimo. Tive os meus momentos claro de descoberta da sexualidade, mas sempre que a descobria, acrescentava mais um ponto negativo à sua importância na minha vida. Sem nunca me ter apaixonado por ninguém e com pouco interesse sexual, eu acabei por me habituar à minha solteirice e assim vivo sem me preocupar em ter relações, e nem sinto falta, se tiver vontades uso a masturbação e problema resolvido.

O grande problema foi que depois bem recentemente, uma colega que se interessou por mim no local de trabalho...

Começou a tocar em mim, a querer estar sempre perto de mim etc...
E meu corpo como raramente ou quase nunca obteve essa sensação de estar a ser flertado, senti alguma excitação sexual, na qual minhas hormonas devem ter se ressuscitado durante anos que tiveram adormecidas! xD

Em todo o caso, tentei ignorar o facto de seguir em frente.
Ate que ela adicionou-me na Whatsap, facebook, etc... E claro, declarou-se de que estava interessada em mim, e que não precisa ser relação, que podíamos só curtir sexualmente sem compromissos.

Eu disse que senti alguma excitação, mas que independentemente eu não quero ter relação sexual.

Ficou meio furiosa, e ainda achar que não era normal eu não querer sexo.
E ainda começou a mandar-me fotos nuas para mostrar o seu desejo sexual "louco" por mim!

No momento que recebi as fotos, a pouca excitação que alguma vez teria morreu! xD

Expliquei-lhe as cenas, de que preferia ter como amiga, de que não dava muita importância ao sexo não por ser assexual mas sim por ter desenvolvido uma certa aversão sexual - Contei sobre as historias de infância, etc...- Acima de tudo, estou bem assim. (Se eu soubesse, teria mentido que era Assexual - Estou a ponderar dar essa dica sempre que me voltarem a chatear pelo facto de estar "solteiro"). Mas estava sempre a insistir se mais tarde não poderia haver algo, se ela não podia ser a "chave" para ajudar-me a tratar o meu "trauma" e eu disse que não. E mandou-me uma resposta típica de: OK Boa tarde!

E eu achei a cena tão infantil e estupida, que agora no local de trabalho eu não consigo falar com ela!
Agora de um momento para o outro é relações cortadas. (Também, já foi despedida - Só vem quando é preciso)

É tipo, por um lado fico triste porque até era uma rapariga engraçada, mas percebi que ser amigo não vai resolver nada exatamente porque ela irá continuar a tentar, mas agora já não há mais nada a tentar, já esta tudo, desmoronado xD

A pergunta que faço é, eu acabei por rejeitar sexo (E ainda bem, porque afinal a gaja não batia bem da cabeça), o que foi saudável numa perspetiva de testar a mim mesmo se consigo controlar meus impulsos sexuais a ponto de não ir pra cama com qualquer uma!? Passei no teste então! xD

Mas depois fico a pensar se, no geral, não terei eu algum problema? Obviamente que tenho consciência de ter uma certa aversão sexual / emocional. Sei que nunca me apaixonei por ninguém, sei que não gosto que me toquem (Mesmo que isso cause excitação), mas mesmo assim não fico triste por tal. (Atenção que: Mesmo tendo aversão sexual eu não sinto nenhum problema de Ansiedade ou algo do género se for provado - Simplesmente sei como agir perante meus conhecimentos de psicologia)

Este "trauma" surgiu muito lentamente:
Tenho conhecimento que originou-se pelo facto de nunca ter recebido amor pelos pais.
Foi uma infância cheia de sofrimento, isso foi realmente.
Muita violência domestica, nada de suporte emocional, eu lembro-me que estava sempre sozinho quando criança a chorar no quarto. Eu acabei por aguentar o sofrimento sozinho e aprendi com isso. (Aprendi a não amar ninguém, certamente foi isso que aprendi)
Todas as discussões familiares, foram sempre causados pela minha mãe VS padrasto.
Na qual Padrasto reclamava todo o sempre que a nossa mãe era uma P***! E minha mãe, pegava nos filhos (Eu e mais 2 irmãs) e dizia que as historias dele eram mentiras! E claro, o padrasto ficou visto como o real problema aos olhos das crianças ao ponto de criar medo. Só foi, exatamente quando fiz os 30 anos de idade, que minhas irmãs (Já adultas), descobrimos a pior (Podia dizer que podia ser uma revelação típica de telenovela xD). Que todas as situações pelas quais o meu padrasto reclamava da minha mãe, na qual originou tantas discussões e violência domestica, eram verdadeiras. Foi um choque, descobrir que mãe realmente andava a trair o meu padrasto e ao mesmo tempo a jogar feio com os filhos manipulando-os dizendo que o padrasto é que era mau e ela a santa. Eu fiquei bastante desiludido, foi como uma revelação que mudou a perspetiva toda do que foi a minha infância. E perceber afinal o que o meu padrasto sofreu e aguentou...Claro que não apaga os erros que ele fez, mas pensar que foi um homem que basicamente trabalhava nas obras todos os dias para sustentar 3 filhos e uma mulher que o traia na qual vizinhos do bairro andavam a falar sobre isso, é normal que ele tivesse passado dos carretes mas mesmo assim ele nunca a mandou fora de casa, isto tudo porque ele gostava dela. Claro para a minha mãe era conveniente viver com ele, porque não tinha ninguém para a sustentar.

Literalmente aquilo que penso da minha mãe: Preferiu ir para a cama com outros para satisfazer suas necessidades sexuais em troca do amor dos filhos! - Foi literalmente isso que aconteceu no fim: Eu e minhas irmãs, deixamos de lhe falar e agora, ela está bem sozinha! (A ver se as quecas lhe compensaram a ter uma vida melhor - acho que não)

Pronto, basicamente ai está a razão da minha aversão sexual /emocional, mas eu reconheço que foram estas experiencias que me tornaram o que sou hoje, admito ver a sexualidade como algo negativo, mas se eu não me sinto mal por não ter, qual o problema real que pode causar se eu continuar vivendo, sem isso?


Retrato de carlos_gomes
Qua, 07/10/2020 - 17:20
carlos_gomes:
Membro desde: 25.09.2007

Isso não explica a totalidade da sua aversão sexual.
Tem de haver mais motivos para não querer em concreto ter sexo, mesmo que livre de emoções, ou incluindo-as.
Talvez as suas relações sexuais tenham sido poucas e como tal pouco prazeirosas.
Na minha opinião como especialista, falta-lhe saber e descobrir o prazer sexual físico! algo que você desconhece. Isso só é possível praticando sexo, algo que me parece que fez muito pouco na vida.