Alguém já passou por isso ? | A Nossa Vida

Alguém já passou por isso ?

Retrato de Luanasan
06.02.2019 | 20:03
Luanasan:
Membro desde: 03.01.2019

Meu namorado nunca teve uma moto e tem umas semanas que ele vem conversado todo animado que quer comprar uma. (Ele ja tem um carro).
Eu falei que ele ja tem um carro e que a moto causa muitos acidentes de trânsito vindo com morte. Moramos no Brasil e aqui a imprudência de outros é enorme.
Fui contra. Disse que se ele.quer adrenalina pra ele ir pular de asa delta ou de paraquedas ou qualquer coisa assim. E que não precisa arriscar a vida andando de moto.
Fui contra até hoje. Falei pra ele que se ele quiser ter, ele pode ter. Além disso, ser responsável o suficiente para assumir os riscos.
O intuito foi dar liberdade para ele não querer andar mais . Pelo jeito não deu certo pois ele ja está vendo para tirar carteira de moto.
Eu nao gosto de moto, não quero andar com ele e nem com ninguém.
Ele, provavelmente, ficará muito triste por eu não andar com ele nenhuma vez.
O que fazer ou argumentar para que não acabe o nosso relacionamento?
Estamos a um tempo.juntos, se organizando para morar juntos e futuramente casar.


Retrato de Konigvs
Qui, 07/02/2019 - 23:31
Konigvs:
Membro desde: 21.10.2011

É uma gestão complicada de se fazer. Percebo o teu ponto de vista, mas por outro lado também não podes não ir contra os desejos dele....
Tens de pesar bem nos pratos da balança o que é mais importante, se o amor que tens por ele, se o medo que tens dele passar a andar de moto e ter um acidente...

Retrato de Mia.
Qui, 07/02/2019 - 23:54
Mia.:
Membro desde: 12.09.2013

Eu já passei por isso, quase a mesma "história".
O meu marido sempre me falou no gosto em ter uma mota, e quando casámos começou a falar nisso de forma mais frequente. Sempre lhe disse que não era a favor, mas sempre lhe dei a liberdade para ele comprar a mota se assim o entendesse... no entanto, deixei-lhe sempre bem claro que mesmo comprando ele a mota, eu não iria andar nela, nem como condutora, nem como "pendura".
E assim foi: ele comprou a mota, anda nela, volta e meia chateia-me para irmos dar uma volta a um sítio tranquilo, e eu digo-lhe sempre que sim, vou, mas se formos de carro. Eu respeitei a decisão dele comprar a mota, ele respeita a minha decisão de não andar nela. Simples e eficaz.

Retrato de SweetBlonde
Sex, 08/02/2019 - 10:45
SweetBlonde:
Membro desde: 02.08.2012

O meu marido há 4 anos quis uma. Tirou carta. Fui eu que escolhi a mota.

Não vi mal nisso. Damos muitas voltas nela. Não tenho medo. Não fazemos disso trasnporte diário , apenas passeamos aos fins de semana e férias.

Se tivesse medo, teria de respeitar o desejo dele. Somos um casal mas acima de tudo pessoas inidividuais que também temos gostos individuais. Iria passear sózinho.

Não vejo isso como um motivo para acabar um relacionamento.

Sweet Blonde

Post