Ajuda! Despedimento sem contrato | A Nossa Vida

Ajuda! Despedimento sem contrato

Retrato de zorkpt
15.01.2017 | 14:09
zorkpt:
Membro desde: 15.01.2017

Olá boas,
Trabalho numa loja fez dia 13 de Janeiro 5 meses, onde desde logo me disseram que naquela empresa não havia necessidade de um contrato escrito porque eram um tipo de família em que ficavam todos permanentes. Continuei o meu trabalho normalmente até que fui á segurança social direta e verifiquei que não estava a fazer descontos, questionei o patrão sobre esse assunto e sobre o contrato e disseram-me que não queriam pessoas assim, do tipo de se questionar pelos seus direitos a trabalhar na empresa deles, nesse mesmo dia disse para não ir mais trabalhar (sexta-feira 13 de Janeiro) sem me pagar o trabalho deste mês nem nenhum tipo de direitos. Posso proceder legalmente de alguma forma? Estou numa situação extremamente complicada á custa de confiar. nem tempo me deram para procurar outro trabalho e agora fico sem nada de um dia para o outro....
Tenho extractos bancários com as transferências efectuadas em nome do patrão e várias conversas por texto a questionar pelo contrato, tenho também imensas testemunhas em como trabalhei lá todo este tempo.
Tenho 1 filho para sustentar e casamento marcado para Maio, uma situação muito desagradável... Agradeço qualquer resposta !! Smile


Retrato de Spooky
Dom, 15/01/2017 - 19:01
Spooky:
Membro desde: 18.03.2016

Olá,

Neste site http://www.cite.gov.pt/ está lá um nº verde para telefonar. Experimenta pode ser que possa ajudar, ou então experimenta o tribunal do trabalho.

Espero que consiga resolver a sua situação da melhor forma, tanto receber o ordenado do tempo que trabalhou nessa loja, como a arranjar outro empregoe em melhores condições.

Beijinhos,

Retrato de babysitterOeiras
Seg, 16/01/2017 - 10:19
babysitterOeiras:
Membro desde: 12.03.2013

Olá,

Faz queixa na ACT - Autoridade para as Condições do Trabalho, eles depois orientam-te como deves fazer para receberes o que tens direito inclusive o proporcional dos subsídios de Natal e férias.

Retrato de Bemzinho
Seg, 16/01/2017 - 11:05
Bemzinho:
Membro desde: 05.06.2012

Vá ao ACT e exponha a situação eles dizem-lhe como deve agir.

Retrato de someone22
Seg, 16/01/2017 - 12:11
someone22:
Membro desde: 31.05.2015

http://www.act.gov.pt/(pt-PT)/Paginas/default.aspx

Ahaha, não queriam ninguém que questionasse os seus direitos, era tudo família, agora pede o dinheiro à família. Já dizia o Salazar " A melhor forma de governar um povo é mantê-lo na ignorância". Neste caso era mesmo isso que estavam a tentar fazer...

Retrato de BF74
Sex, 03/02/2017 - 00:12
BF74:
Membro desde: 20.05.2013

Olá!
Lamento o que se passou consigo. Posso-lhe desde já dizer que tem os seguintes direitos:
1.º O ordenado desse mês;
2.º Pedir a reintegração e a devida formalização legal e fiscal do contrato (não me parece que queira a reintegração, mas é um direito que tem;
Em alternativa:
3.º Montante equivalente a três meses de remuneração (mínimo) por indemnização em virtude despedimento sem justa causa;
4.º Dez dias de férias não gozadas e igual montante de subsídio de férias;
5.º Subsídio de Natal de 2016 na proporção do trabalho realizado esse ano;
6.º Subsídio de Natal de 2017 na proporção do trabalho realizado este ano;
7.º Catorze horas e meia de formação profissional não prestada;
8.º Eventuais horas extra que se consigam provar;
9.º Eventual pagamento de retroactivos de diferenças salariais que se verifiquem em função do que lhe era pago e do que lhe devia ser pago em função da regulamentação colectiva de trabalho que lhe fosse aplicável;
10.º Indemnização por danos morais (muito difícil, mas pode-se tentar por via da gravidade da situação).
Nunca hesite em exercer os seus direitos!