HELP!Orçamento mensal...?? | A Nossa Vida

HELP!Orçamento mensal...??

Retrato de ivfer
07.04.2008 | 01:31
ivfer:
Membro desde: 07.04.2008

Boa noite!
Ainda não me casei nem tenho casamento marcado, embora espere que já não falte muito...Bem, comecei este ano a trabalhar e o meu namorado também vai começar brevemente.
Como andamos a pensar em casar e em alugar/comprar casa daqui a 1 anito ou assim, queria saber mais ou menos com que despesas fixas devo contar, para saber quanto vamos ter que ter...Ou seja, o que eu quero saber é se com os nossos ordenados vamos conseguir dar esse grande passo...alguém pode partilhar os seus orçamentos para eu ter uma ideia? Falo de despesas como prestação/aluguer de casa, água, electricidade, seguros, compras de supermercado, e outras que achem importantes...é que não tenho mesmo ideia de quanto se gastará com isto e agradeço muito a vossa ajuda!


Retrato de little_
Seg, 07/04/2008 - 08:19
little_:
Membro desde: 10.03.2008

Olá!

É um passo que deve ser cuidadosamente pensado, para não depois não haver surpresas. Acho que é importante pensar no rendimento que vocês os dois pensam ter e não esquecer que para além dos gastos fixos existem sempre gastos que não estão planeados.

A prestação da casa deverá ser a maior fatia de gastos. Por isso, e como a taxa de juro continua a subir, tem que se pensar com calma nas várias hipóteses que existem. Arrendar uma casa tem a vantagem da flexibilidade: mudam para outra caso as despesas se alterem, caso mudem de emprego e queiram morar mais perto, para experimentar nos primeiros tempos, etc. Comprar uma casa, sentimos que ela é nossa. Mas se a quisermos mudar entretanto, demora imenso tempo, para não falar nos custos.

Nós decidimos comprar casa e o valor foi de acordo com as nossas poupanças, para não ficar com a "corda ao pescoço" caso um de nós ficasse desempregado. Por isso é importante pensar: casa nova ou usada? qual a melhor localização? quantas assoalhadas precisamos? comprar uma casa mais barata, com renda mais baixa, e poupar durante algum tempo para depois comprar casa maior? etc etc etc Pensa também nos gastos com móveis e tudo que precisarem para rechear a casa.

Entretanto, conta com as seguintes despesas fixas:

- Água: 25 eur cada 2 meses
- Electricidade: 40 eur cada 2 meses
- Gás: 20 eur/mês
- Condomínio: 50 eur/mês
- ADSL: 30 eur/mês
- telemóveis: 10 eur/mês, por pessoa
- passe: 50 eur/mês, por pessoa
- gasóleo: 45 eur/mês
- alimentação: 150 eur/mês (compras para casa) + 250 eur/mês (refeições fora de casa)

Depois, se tiverem carro, conta com o seguro anual do carro mais a manutenção e eventuais portagens. Não te esqueças também das despesas de saúde e roupa.

E pronto, com amor tudo se faz... Espero ter ajudado.

Retrato de Dirc
Seg, 07/04/2008 - 09:25
Dirc:
Membro desde: 10.09.2007

Nao sei de onde es, mas tens de ter atençao a muita coisa.
Eu comprei casa porque foi um negocio excelente e tao cedo nao me mudo porque tenho um T3 e na altura aventurei-me sozinha na compra, mas as contas sao:

- Escrituras provisorias e definitivas: +/- 2000€
- Colocar contadores, fazer contractos: 85€ para o gaz, 500€ para a agua (apartamento novo), luz nao se paga, net pagas o modem, tv cabo tb nao paguei porque o constructor tinha contracto de um ano gratuito.
- O banco so empresta 92% da avaliaçao (casa custa 100000€ e avaliada a mais e na boa, mas se e a menos tens de pagar do teu bolso)
- Condominio: +/-50€ + as duas cotas de 50€ em Agosto e Dezembro
- Seguros do condominio, carro, emprestimos, saude, etc sao anuais
- Agua: 40/45€ a cada 2 meses (pelo menos na zona do grande Porto)
- Luz: 40€ por mes (e preferivel que devolvam ao dim de um ano que pagues as surpresas)
- Gaz: 45/55€ a cada dois meses
- comida/casa: 200€/300€
- almoços: 100 a 200€ mas pode ser mais
- trnasportes: depende do carro, dos consumos, da distancia, etc (no meu caso 2 depositos por mes chegam porque o carro consome pouco - 120€)
- Manutençao do carro: pneus, revisoes, imprevistos ronda sempre os 600€ anuais mais coisa menos coisa
- prestaçao do carro: nao a deves ter se tiveres a comprar casa, mas conta com esse valor porque um dia mais tarde vais querer trocar de carro (poe tipo 50e de lado todos os meses)
- telemoveis, net, tv cabo parece que nao mas sao mais 60€ no minimo por mes.
- roupa, calçado, etc mesmo que nao compres poe algum de parte para quando precisares.
- Quando se compra a casa tens de ver moveis, tapetes, candeeiros, tachos, etc e olha que sao caros.
Em relaçao a isso andei dois anos a comprar todos os meses qualquer coisa e quando me mudei foi so mesmo os moveis e pouco mais, mas fiz as contas e so na cozinha ja tinha la mais de 2000€ em utensilios de dia a dia.
Os moveis preferi esperar e depois da escritura o que sobrou comprei uma boa mobilia para o quarto e para a sala, o resto foi aos poucos.
Em electrodomesticos gastei 2500€/3000€ e sao todos classe A (gastam menos energia e sao mt eficientes).

Acho que o maior problema e mesmo os gastos iniciais com a casa, mas bem gerido consegue-se sempre o que se quer.
Eu em menos de dois anos tive um aumento de 150€ na prestaçao da casa.

Para o casamento vamos gastar 10000€ ja com lua-de-mel.

Bj
Diana
(18/04/2009)
http://onossocasamento.pt/forum/23277
http://onossocasamento.pt/forum/26671

Retrato de Carla Costa
Seg, 07/04/2008 - 10:25
Carla Costa:
Membro desde: 27.11.2006

oi!
eu n sei de que zana és, mas nao esperes por pouco dinheiro!
Eu sou da Zona Norte do país e vivo numa pequena vila.
Gasto entre prestação da casa ao banco, luz, telemovel, supermercado e gasolina cerca de 1200€.
Vai o ordenado todo e ás vezes se me exceder um pouquinho nem chega e tenho de ir ás economias...
se bem que ainda estou a pagar tb uma prestação dos electrodomésticos que acaba em breve graças a Deus.

É bom que contes muito bem com as despesas que tens para poderes organizar-te.
pegas nos vossos ordenados e somas, começa por subtrair os valores que nao podes mmo deixar de ter, por explo agua luz, casa e supermercado, carros e gasolina se for o caso.
Depois ja ves o que sobra, se é que sobra para outras despesas.
Atenção ao fazeres creditos para electrodomesticos e outras coisas pra casa, pois pode nao chegar para tudo!
No meu caso qd casei fiquei com dois anexados ao meu ordenado, onde me retiravam cerca de [email protected] mês, se nao medisse mto bem as despesas olha, não comia pros poder pagar!
Estes creditos ate são bons pois evitas pagar tudo de uma vez e as vezes nao é mmo possivel e como nao cobram juros é uma grande ajuda, mas mmo assim, tudo somado é dinheiro, parece pouco mas nao é! infelizmente hoje paga-se tudo e a preço de ouro! Atenção a isso.
E depois tens mmo d contar com algum imprevisto, que infelizmente nao estamos livres de acontecer...
por explo, um mês depois de casar bati com o carro, 1500€ pro concerto, pois pra comprar outro nao podia mesmo! Agora imagina que eu tinha ido de lua de mel pro estrangeiro! tinha-o gasto e depois ficava sem o dinheiro e sem o carro.

mas juntos, a remar em sintonia pro mmo lado e com força e determinação ides conseguir.

Força e felicidades para vocês

Ah! uma coisa...
nao ponhas o dinheiro à frente da vossa relação!
nao há nada que valha mais nem que pague o amor e os bons sentimentos...
a vida são dois dias!...

desculpa-me pelo testamento...
jocas

Carla & João - 28.04.2007

Retrato de ivfer
Seg, 07/04/2008 - 10:47
ivfer:
Membro desde: 07.04.2008

Carla Costa: não há problema pelo testamento, eu até agradeço!:)
Às restantes meninas:obrigado pelo vosso contributo, já dá para ter uma ideia, é que eu sou bastante cautelosa e antes de dar esse passo quero mesmo pensar bem e saber como vai ser td, para dp n nos arriscarmos a passar dificuldades!
Se mais alguém quiser deixar o seu testemunho, será mto benvindo!
E já agora, eu sou da zona do Porto.

Retrato de ploureiro78
Seg, 07/04/2008 - 11:53
ploureiro78:
Membro desde: 08.01.2007

Queria aqui corrigir uma coisa. Alguém disse que o banco não empresta mais de 90%. Isso não é verdade. Os bancos fazem todos os negócios e mail algum que a gente invente desde que para eles esteja claro que temos maneira de pagar a dívida. O que fazem variar são as condições. Por isso é que é bom ter dinheiro para a entrada, pq melhora as condições.
Além da entrada é preciso algum para o IMT e escritura. No meu caso entre as 2 foram quase 5000 euros - valor é proporcional ao valor do imóvel.
Nós lá em casa gastamos mais de 150€ cada um a almoçar fora. Depois ainda há os jantares com amigos aqui e ali... As contas de super nunca me ficam a menos de 250 € por mês.
Depois tenho a empregada que me fica por mais 150€, mais o subsidio de Natal em Dezembro.
O seguro do carro são 450€ por ano.
O seguro de saúde é Medis, pago pela empresa. Mas se não tiveres esse benefício conta com mais 300 ou 400€ por ano mais as despesas não comparticipadas.
Tb era bom fazeres as contas às férias e fins de semana.
Beijos
Pat

Retrato de Dirc
Seg, 07/04/2008 - 14:41
Dirc:
Membro desde: 10.09.2007

Os bancos emprestam 92% do valor da avaliaçao, nao e do que te pedem pela casa. Por norma da sempre para pagar a casa e para escrituras, mas quando fores aos bancos ve bem o spread, a euribor e a taxa de referencia porque muitas vezes a taxa e que e diferente e parecendo que nao o valor ao fim do mes e diferente.

Eu nao sei se na tua zona existe alguma cooperativa de habitaçao, mas no meu caso e de uma amiga compramos pela coopermaia. Todos os meses pagava uma taxa que depois foi descontado ao valor da casa e no meu caso a casa e de custos controlados, ou seja, os valores dos materiais nao podiam subir acima de determinado valor para nao ser considerado de luxo e assim o iva era de 5%.
A outra vantagem e que vou pagar menos de IMT quando terminar a isençao.

Bj
Diana
(18/04/2009)
http://onossocasamento.pt/forum/23277
http://onossocasamento.pt/forum/26671

Retrato de Isabelinha
Seg, 07/04/2008 - 15:12
Isabelinha:
Membro desde: 14.02.2007

Relativamente a bancos, a % que financiam varia de banco para banco, por isso convém esclarecer junto dos bancos qual é essa %. Essa % é sobre o valor da avaliação que o banco fará da casa.

Falaram aqui em taxa de referência, Euribor e spread... Pois bem, taxa de referência = Euribor, neste aspecto o que pode variar de banco para banco são os prazos da taxa de referência (EUR 3M, EUR 6M, EUR 12M), bem como a forma de cálculo dos juros (360 dias ou 365 dias), se bem que neste último caso a situação vai alterar, uma vez que saiu a semana passada um decreto-lei que obriga os bancos a calcularem os juros numa base de 360 dias.

O principal elemento de diferenciação entre bancos é, á partida, o spread. Mas atenção, porque de facto, quando negociarem empréstimos com os bancos, não basta o spread, mas sim verem que indexante querem (Euribor a 3 meses, a 6 ou a 12, sendo que o valor entre eles varia ligeiramente e determina tb a periodicidade de revisão da prestação no caso de taxas variáveis), e se querem taxa fixa ou variável.

Tenham tb mt atenção pq o custo do empréstimo ñ fica por aqui... mts bancos, apesar de oferecerem spreads mais baixos, acabam por ir buscar $ de outra forma, por exemplo nas comissões de gestão de conta ou anuidades de cartões.

Qt às despesas mensais propriamente ditas, é preciso ter em conta mt coisa. Nós por ex somos 'obrigados' a almoçar fora todos os dias, logo aí vai uma pipa de massa. Alimentação/produtos para a casa deve rondar os 200/250€ por mês, já sempre de pestana bem aberta a promoções e produtos de marca branca.

Valores aproximados de despesas 'fixas': gás 25€ cada 2 meses, EDP 30/mês, TV+telefone+net 60/mês, telemóveis 20/mês (2 telemóveis), agua 25/mês. Temos empregada, anda à volta dos 180/mÊs. Gasóleo - devemos gastar cerca de 70/80 com cada carro.

Há que contar com seguro de saúde se ñ for pela empresa, idem para manutenção do carro, portagens e estacionamento(se for o caso) ou passes de transporte, mais outras despesas, tipo farmácia, jantares, etc.

****
Visitem http://miss-gourmet.blogspot.com e comentem!

Retrato de monika73
Qua, 09/04/2008 - 13:55
monika73:
Membro desde: 08.02.2008

Olha eu vivo junta à 3 anos e digo te que antes também tinha dúvidas em relação ao orçamento mensal e quando me juntei é que vi a realidade...
É mesmo um arrombo no ordenado o quanto gastamos com a casa.
Por isso convém contares com isto e muito mais que surja

- Água: 15 euros / 2 meses
- Luz: 45 euros / 2 meses
- Gás: 40 euros / 2 meses
- Condomínio: 20 euros / mês
- Net, Tv Cabo: 80 euros /mês
- telemóveis: 35 euros / mês ( 2 pessoas )
- passe: 30 euros / mês, para mim
- gasóleo: 80 euros / mês
- alimentação: 225 eur/mês (compras para casa), tenho a sorte de poder almoçar no trabalho por isso poupo aí e o meu namorado tb come no refeitório da empresa ( é baratissimo ).
- Mais renda de casa, seguro do carro, saúde, estacionamentos e portagens e ainda algum para jantar fora...

Chega ao fim do mês a soma é terrivel.

Por isso é bom que estejas preparada

Bjinhos

Monica

Retrato de daiana
Qua, 09/04/2008 - 14:29
daiana:
Membro desde: 03.03.2008

meninas sendo assim eu axo que nunca vou consegir nem metade do que voces têm! eu so tenciono casar la para 2012,pois tou a pagar carro e so no fim senao é muita divida na cabeça! mas vejam so eu ganho 450€ e ele entre 700/1000€,no casamento sao prai 120 pessoas sei la daqui 4 anos deve ser 80€ p/pessoa na quinta do casal [agora é 65/70)ou seja: 9600€ + igreja 500€ + foto 1500€ + convites 200€ + lembrnças/placares/menus = 500€ + vestido meu e meninos ou seja entre 10.000 a 15.000€,ficando com as poupanças em baixo..falta lu-a-de-mel e claro o dinheiro das ofertas que dá jeito para nao gastarmos as nossas economias...bom eu já penso sao 120 pessoas +/- 60 casais se todos derem pelo menos 100€ de prenda(é pouco mas é o normal) já rende 6000€!
Agora meninas o meu namorado tem terreno,fazer uma casa deve ser 120.000€,pedir emprestimo ao banco deve ficar uma prestação bue alta tipo 600/700€ o que para nos e mt tipo ideal seri entre 500/550 mas é impossivel na vida de hoje...
bom amigas isto é mt dificil...
tenho mt medo de nao conseguir

Retrato de daiana
Qua, 09/04/2008 - 14:32
daiana:
Membro desde: 03.03.2008

tens empregada?bom inda mais isso,descl a mh curiosidade e indescrição mas voces ganham bem?ne qlq pessoa que pode ter empregada..qual vosso profissao?

Retrato de sandrad1
Qua, 09/04/2008 - 14:43
sandrad1:
Membro desde: 26.10.2006

Ganhamos 600 e 900€ ordenado,ja me casei ha 2 anos e meio, a quinta foram os meus pais/sogros que pagaram(65€ p/pessoa),qdo comprei casa procurei em 2ª mao entao compramos uma num predio c/30anos mas remodelada completamente, até fomos nós a escolher os armarios de cozinha.
Pagamos 250 de renda.TEmos prestacao fixa de luz,23€;agua 20€ de 2 em 2 meses, tv, internet e telef.56€, comida... tentamos levar alguma coisa de casa,pois os restaurantes sao mto caros, so as vezes comemos fora e qdo isso acontece, tentamos a volta dos 3 a 5€.Carro 135€.Gasolina uns 15e por semana Se fizermos bem as contas sobra uns trocos para estragos e arrumar algum.
Qdo recebemos o ordenado, ponho logo 120€ de parte, faz de conta que nao existe.

O meu marido arruma o dinheiro que os pais nos dao nas prendas de natal e aniversarios e fica para ferias( temos que por algum claro)
Tudo controladinho dá para aquilo que queremos.

So dou um conselho nao se estiquem conheco pessoas que estao em risco de perder a casa. lembrem-se que algum pode ficar sem trabalhar e depois e que sao elas.

Retrato de sandrad1
Qua, 09/04/2008 - 14:47
sandrad1:
Membro desde: 26.10.2006

Empregada? isso nao e uma despesa é um luxo.
Faço as minhas coisinhas eu e o meu marido, qdo nos juntamos segue tudo, ele agarra-se ao pó e ao aspirador e eu ao resto e a roupa. a dois faz-se bem.

existem certos gastos que sao desnecessarios, a nao ser que a vida o permita.

Retrato de monika73
Qua, 09/04/2008 - 14:52
monika73:
Membro desde: 08.02.2008

Era bom mas não pode ser...concordo plenamente que é um luxo.
Eu adoro tratar da casa, e o meu namorado não me ajuda muito porque trabalha por turnos e tem um trabalho muito puxado por isso como tenho um emprego das 9 às 6 faço as coisas durante a semana e ao fim de semana faço as limpezas maiores...
Quando ele está de folga deixo sempre uma " tarefa " para ele fazer e ele faz, mas ter empregada não é para todos...

Monica

Retrato de little_
Qua, 09/04/2008 - 15:20
little_:
Membro desde: 10.03.2008

Bom, para além de ser um luxo, faz-me confusão ter alguém a mexer nas nossas coisas... E, geralmente, numa manhã de fim-de-semana, fazemos a limpeza geral os dois. Como estamos pouco tempo em casa, aguenta perfeitamente.

Por isso, acho importante distinguir entre o que é mesmo importante para nós e o que é acessório. Mesmo que sobre dinheiro e se tenha um bom ordenado, pode ser importante poupá-lo para outras coisas (amortizar a casa, ir de ferias, etc etc)...

Por exemplo, nós optámos por não ter TV Cabo: acho que passariamos muito + tempo a ver tv, e assim optamos por outros programas... ehehehehe e por ano já se poupa o suficiente para fazer um fim-de-semana fora!

Retrato de Isabelinha
Qua, 09/04/2008 - 16:47
Isabelinha:
Membro desde: 14.02.2007

É um facto que nem toda a gente pode ter empregada, mas nós temos um orçamento que o permite. Para nós, o facto de ter empregada não é um mero capricho, resulta também da necessidade de ter alguém que nos ajude com a lida da casa, uma vez que ambos passamos mt tempo fora de casa e a casa é grande. De resto, só temos empregada há 6 meses, pq tornou-se incomportável sermos nós a tratar da casa.

É um facto que ganhamos bem os dois, mas não é por isso que somos esbanjadores. Talvez por defeito profissional e de formação, fazemos em casa o que apregoamos a nível profissional: maximizar lucro e minimizar custos.

POr exemplo, 20% do ordenado são garantidos na conta poupança assim que recebemos os salário, sem prejuízo de ao longo do mês se efectuarem reforços. O mesmo destino têm os subsídios de Natal, os prémios que eventualmente recebamos nas empresas em q trabalhamos e os reembolsos de IRS.

Estas poupanças não são mexidas a não ser q haja algum azar. Nada de mexer pq queremos ir para aqui ou para ali de férias. Para as férias servem as promoções das agências de viagem, não as poupanças.

Amortizações do crédito da casa fazemos regularmente, bem como renegociações de spread. Neste momento, estamos a falar com 2 bancos para transferirmos o crédito e poupar €. O $ das poupanças é parcialmente aplicado, e nisso o meu marido tem o mérito todo... Tem a pachorra de andar sempre atento ao mercado e de falar com os bancos para negociar condições para as aplicações financeiras. O que ganhamos em juros nessas aplicações pagam várias empregadas...

Nas compras para a casa sou extremamente cuidadosa a nível do que escolho e do que gasto, sou fã incondicional de produtos de marca branca e estou atenta a promoções que me façam jeito. Não cozinho para desperdiçar, lá em casa não há comida deitada fora. Se não se comer tudo, termina-se na refeição seguinte, congela-se, ou reaproveita-se para outros pratos.

Jantar fora? Sim, de vez em quando, mas cada vez mais raramente... Cada vez mais os jantares são receber amigos em casa ou ir a casa deles. Cinema tb algum, mas sem mt tempo para isso.

Tenho uma relação fácil com o dinheiro... Desde os meus 13, 14 anos que para além da mesada que os meus pais me davam, me habituei a fazer por ganhar $ extra se queria alguma coisa. Fiz babysitting, passei trabalhos a computador, passeei cães, dei aulas de natação, dei explicações na faculdade e comecei a trabalhar na área profissional em que trabalho actualmente (consultoria) ainda durante o curso. Por isso, o meu hábito de amealhar começou cedo. Cartão de crédito, por exemplo, tenho pq dá jeito qd vou para o estrangeiro, pq de resto nem lhe toco, fica sempre em casa. Crédito, apenas o da habitação, e mesmo assim não foi pela totalidade.

O meu marido tem a mesma postura, e talvez por isso o casamento tenha sido totalmente pago por nós. As únicas coisas que não foram, foram o vestido e o fato dele, oferta dos meus pais (no meu caso) e da mãe dele. De resto, cada cêntimo saiu-nos do bolso com o que tínhamos amealhado. O $$ das prendas dos convidados foi certinho e direitinho para a poupança...

Eu acho que é tudo muito relativo... uma pessoa pode ganhar muito bem, gastar muito e mesmo assim ter uma taxa de poupança significativa, como pelo contrário ter a corda ao pescoço mais apertada do que quem ganha mt menos...

****
Visitem http://miss-gourmet.blogspot.com e comentem!

Retrato de sandrad1
Qui, 10/04/2008 - 10:46
sandrad1:
Membro desde: 26.10.2006

como disse mais acima

ha gastos desnecessarios a nao ser que a vida o permita, se no teu caso a vida o permite...a cho que sim pq nao.
RA ISSO
O problema e que ha pessoas a endividarem-se para ter esses luxos... qd nao tem nivel finANCEIRO p/isso

Retrato de Isabelinha
Qui, 10/04/2008 - 21:37
Isabelinha:
Membro desde: 14.02.2007

Uma sugestão - é o que faço, apesar de já saber mts gastos de cor: apontar os gastos q se fazem durante o mês e perceber onde se pode cortar e quais pesam mais. às vezes pode dar preguiça ao início, mas conhecer o nosso padrão de consumo é importante, e aprende-se a gerir mt melhor o dinheiro.

Outra coisa q é extremamente importante é retirar parte do salário logo no início do mês para pôr de parte, nada de aumentar as poupanças no final, porque euro aqui, euro ali, acaba-se por ter menos disponível do que se retirar logo no início do mês.

Se pesquisares, há uns ficheiros na net de orçamento doméstico, podes utilizar um pelo menos até te sentires mais à vontade com as rotinas financeiras mensais!

Bj

****
Visitem http://miss-gourmet.blogspot.com e comentem!

Retrato de monika73
Seg, 14/04/2008 - 11:55
monika73:
Membro desde: 08.02.2008

Olá,

podes me dizer onde viste esses orçamentos domésticos na net?
É que andei à procura e não encontrei nada, ou então não sei procurar, lol

Podes me ajudar?

Bjinho

Monica

Retrato de Isabelinha
Seg, 14/04/2008 - 12:21
Isabelinha:
Membro desde: 14.02.2007

Vou cuscar! Acho q não guardei nenhum, mas vou procurar! Qd encontrar, posto aqui, OK?

Bj

****
Visitem http://miss-gourmet.blogspot.com e comentem!

Retrato de Isabelinha
Seg, 14/04/2008 - 12:31
Isabelinha:
Membro desde: 14.02.2007
Retrato de ploureiro78
Qua, 16/04/2008 - 11:59
ploureiro78:
Membro desde: 08.01.2007

Daiana,
claro que podes perguntar o que faço e como estamos de vida.
Eu sou licenciada em Engenharia Electrotécnica e trabalhei uns meses na Efacec mas descobri que não gostava mto e mudei para uma multinacional americana de consultoria de gestão e estou cá há já 6 anos. Trabalho mto, tenho muitas responsabilidade e um horário mais exigente que a média, mas tb ganho relativamente bem.
O meu marido trabalhava em consultoria também mas saiu e está a fazer o doutoramento no IST. A bolsa de doutoramento não é mto boa (é menos do que ele ganhava a trabalhar em consultoria) mas ele compensa dando umas aulas e também poupa pq anda de metro e almoça na cantina.
Tenho empregada porque posso. É tão simples quanto isso. Sempre tive e portanto para mim é uma coisa importante. Mais importante se torna pq os meus horários são complicados (nunca saio antes das 19h30m) e por isso preciso mesmo da ajuda. É que chegar a casa às 20h e ter de fazer o jantar, tudo bem, mas para grandes limpezas já não dá e ao fim de semana quero descansar. Pelo que faço a escolha de gastar parte do que ganho nisso.
Acho que é uma questão de alocar o dinheiro ao que achamos importante.
Eu, por ex, gasto o mínimo possível em carros. Não ligo nada, por isso compro em 2a mão e só trocamos de carro qd eles param e não andam mais. Temos 2 carros, ambos com mais de 10 anos (isso tb faz com o seguro seja mais baixo).
Tb não compro CD's nem filmes. Mas em compensação vou ao cinema com alguma regularidade.
Mas, tal como a Isabel, procuro poupar $ e amortizar a casa e também comecei agora um fundo de pensões (PPR).
Acho que é fundamental cada um analisar os seus custos e quanto dinheiro pode fazer. O objectivo É MINIMIZAR OS CUSTOS E MAXIMIZAR OS RECEBIMENTOS. Tendo isto claro é preciso ter ideias para influenciar as 2.
A bolsa do meu marido acaba no final do ano. Já começamos a pensar em alternativas de salário se ele ainda precisar de tempo para acabar a tese: dar explicações, por ex.
Quando eu andava na universidade eu tinha mesada, mas dava explicações e distribuia publicidade e também estava naquelas empresas de eventos, estilo Hospedeiras de Portugal.
Patrícia

PS - Little, a mim não me faz confusão nenhuma que uma empregada mexa nas minhas coisas. Sempre tive empregada (em míuda tinha empregada interna, inclusivé). Sinto o contrário: adoro chegar a casa no dia em que ela vem, pq mal entro cheiro o liquido do chão e vejo o meu tapete da sala super fofo pq ela aspira-o até ficar com o pelo todo em pé!

Retrato de daiana
Qua, 16/04/2008 - 12:10
daiana:
Membro desde: 03.03.2008

quem pode...pode! quem nao pode,xuxa no medo!!
se todas ganharem como eu,vai tudo á falencia!!! pois parece que nao mas 450/ 500 para 800 ou ate mais faz toda a diferenca..eu tb gostava de ter empregada...assim tinha mais tempo para mim..para ser uma senhora,mas a vida não tá para vaidades e não me sai o euromilhoes e tb não tenho conta no bes,para ter um genio que aumente a mh conta! lol!!! ai coitado de que n ganha bem.........xiiiiiii

Retrato de daiana
Qua, 16/04/2008 - 12:16
daiana:
Membro desde: 03.03.2008

gosto mt de cuidar de casa e de crianças..até já pensei como saiu do trab as 17h ter outro trab para arranjar mais uns trocos!!! mas n arranjo nadinha...ninguem precisa????ofereço-me mas tem que pagar bem!!! sou do norte povoa de varzim/vila do conde! lol!!!!

Retrato de Isabelinha
Qua, 16/04/2008 - 12:31
Isabelinha:
Membro desde: 14.02.2007

Já tentaste colocar anúncios na net? Há site específicos
para isso, quem sabe se allguém não te responde?

****
Visitem http://miss-gourmet.blogspot.com e comentem!

Retrato de bern
Qua, 16/04/2008 - 17:46
bern:
Membro desde: 03.05.2007

Fiquei satisfeita por ver por aki uma Eng.ª Electrotécnica, pois tb sou, uma vez q predominam os homens. Tirei a minha licenciatura na UTAD (Univ. de Trás-os-Montes e Alto Douro). Já agora onde tiras-te o teu curso? Actualmente trabalho numa Empresa na qual sou responsável do Departamento da Qualidade. Bjnhs

Retrato de little_
Qua, 16/04/2008 - 18:02
little_:
Membro desde: 10.03.2008

Eu sou professora universitária e trabalhei em consultoria durante 2 anos. Nunca tive empregadas e desde pequena que me habituei a tratar das minhas coisinhas, optimizando custos e tempo... São opções de cada uma, nem melhores nem piores!!

Retrato de Tânia B
Qui, 17/04/2008 - 11:30
Tânia B:
Membro desde: 07.02.2007

Bern, então já somos 3 engenheiras electrotécnicas, se bem que o meu ramo é diferente do da Patrícia, sou de correntes fortes.
O curso tirei-o no politécnico de Tomar e no Isel e sou gestora de contractos na área de subestações na Efacec,
mas o ano passado fui a responsável de Qualidade de outro departamento na Efacec, mas o curso falou mais alto e voltei para a àrea.

Retrato de bern
Sex, 18/04/2008 - 09:32
bern:
Membro desde: 03.05.2007

Olá TâniaB, afinal vejo que ainda somos algumas, fico satisfeita por isso. Andávamos era escondidas. O meu curso é ramo da Instrumentação, Computação e Electrónica. Td de bom p/a ti. Bjnhs

Post