Como fazer um striptease | A Nossa Vida

Como fazer um striptease

Ele sempre sonhou com isso. Você nunca imaginou conseguir fazê-lo. Marque um encontro picante ou apanhe-o completamente desprevenido, estude esta lição, encha-se de coragem, um pouco de malvadez e dê-lhe algo que ele nunca mais esquecerá na vida: um sensual striptease.

 

  • Convite irrecusável

Seja numa data especial ou a meio da semana sem razão aparente, envie um sms ou e-mail ao seu homem, convidando-lhe para passar lá por casa onde haverá um one woman showespecialmente para ele. Vai deixá-lo a olhar para o relógio todo o dia, contando os segundos para o seu striptease privado. Por outro lado, e para evitar contratempos indesejados (um péssimo dia de trabalho, emergência familiar, dor de cabeça…) faça-lhe uma surpresa num dia em que esteja a 100%. A preparação do striptease pode ainda ser a razão que precisa para quebrar a monotonia do quarto: planeie-a para executar na sala mal chegue a casa; ou na cozinha, depois de um jantar romântico, sendo você a mais apetecível de todas as sobremesas.

 

  • Cenário escaldante

Qualquer divisão da casa pode ser palco de um striptease, basta que exista uma cadeira ou poltrona onde ele se possa sentar confortavelmente e avistá-la por completo, de cima a baixo. No que toca à iluminação, o objectivo é verem-se e não começar a tropeçar sobre a mobília, ou seja, nem oito nem oitenta. Troque a luz de tecto por alguns candeeiros ou muitas velas. E não há nada como um bom champanhe ou um cocktail que ambos apreciem para desinibir um pouco e começar a aquecer – não abuse muito no início, senão ainda corre o risco de não conseguir levar avante o seu striptease, que, como se sabe, requer algum equilíbrio e muita elegância.

 

  • Música para o momento

As profissionais (as nossas amigas da Playboy!) afirmam que um bom striptease dura pelo menos 3 músicas, ou seja, pelo sim pelo não, prepare mais do que uma. Não existem músicas certas ou erradas, por isso, escolha sempre temas que a façam sentir sensual, feminina e com muita vontade de mostrar o que vale. Para além de clássicos como “You can leave your hat on” de Joe Cocker, “You sexy thing” dos Hot Chocolate e “Let’s Get it On” de Marvin Gaye, peça ainda ajuda à Madonna, à Tina Turner e às Pussycat Dolls, … elas não vão desiludir!

 

  • Roupa… para começar

Ao contrário do que possa pensar, a roupa é fundamental num striptease: é como o papel de embrulho de um presente muito especial: você. E como esse conteúdo é “frágil” e para os olhos dele apenas, há que fazer render o momento, ou seja, cada peça de vestuário deve ser retirado muito, muito devagar (senão ainda acaba antes da primeira música!). Por razões óbvias, a lingerie é essencial: pode ser um corpete, um fio dental quase invisível, ligas ou boxers com renda, o mais importante é dar-lhe a volta à cabeça, enchendo-lhe de vontade de arrancar tudo do seu corpo num ápice. Pode ainda aproveitar para fazer um 2-em-1, ou seja, vestir-se de enfermeira ou professora, cuidando do seu “doente” ou premiando o seu “aluno” exemplar com um espectáculo muito sexy. Em suma: o paraíso masculino.

 

… e tirar

Volte-se de costas (não quer começar já a mostrar tudo!) e comece por tirar o casaco, passando depois para a saia ou calças. A roupa inferior é sempre mais traiçoeira, porque pode ficar presa nos tornozelos, derrubando as mais desastradas! Quando a roupa estiver aos seus pés, tente dar um passo elegante para fora da mesma, deixando-a aonde está ou, para as mais experientes, experimente levantá-la com as mãos ou com o sapato e lance-a na direcção dele.

Os sapatos devem ser fáceis de remover (ou seja, sem tiras, cordões ou fivelas), bastando levantar a perna atrás de si e retirar um de cada vez.

Seguem-se as meias ou collants: apoie a perna numa cadeira ou mesa (o que estiver mais à mão) e vá descendo-as muito lentamente até chegar ao tornozelo, altura em que são retirados.

Volte-se para ele quando tirar a camisola ou a camisa, virando-se maliciosamente de costas na hora de retirar o sutiã. Deixe cair uma alça de cada vez e só depois é que desaperta o sutiã, mantendo-o no sítio com as mãos enquanto se volta e caminha na direcção dele. Enquanto um braço continua a tapar os seios, utilize a outra mão para libertar o sutiã, deixando-o cair no colo dele enquanto se afasta.

Vire-se novamente de costas para retirar o que falta – as cuecas! Para que não pareça que se está a preparar para ir à casa de banho, faça isto de costas ou de lado, levantando a cueca para cima e para fora, mostrando e tapando o que ainda está escondido. À medida que vai descendo as cuecas, deixe que o seu corpo acompanhe o movimento. Quando chegarem aos joelhos, devem deslizar até ao chão. Retire um pé de cada vez.

Agora resista ao impulso de correr para o colo dele e venha daí um encore: dance, passe as mãos sensualmente pelo seu corpo, dê uma voltinha à sala, torture-o mais um bocadinho…

 

  • Regras do espectáculo

Todos os movimentos do striptease devem ser executados lentamente… contribuiu para a antecipação do que está para vir, para além de ser um espectáculo de beleza digno de ser apreciado sem pressa.

Mantenha uma distância de segurança. Se tiver de o amarrar à cadeira com a própria gravata ou cinto, força!

As mulheres altas devem posicionar-se um pouco mais atrás do que as mais baixas, para que eles não percam nem um segundo desse dirty dancing.

Durante o striptease, a roupa é para ficar onde cair, ou seja, tem tempo para arrumar a saia e a blusa logo… ou amanhã.

Você pode tocar-lhe a ele, mas ele não lhe pode tocar, de forma alguma.

Dica importante: mantenha sempre a barriga para dentro, seios e rabo para fora.

Tantalize-o com movimentos sensuais: toque o seu corpo, brinque com o cabelo, mexa as ancas e tudo o resto. Seja uma private dancer que ele dificilmente vai esquecer…

Nos momentos em que está parada, coloque sempre uma perna em frente à outra, levantando ligeiramente o pé do chão. Em vez de se sentir que está numa pose desajeitada e pouco sexy, sentir-se-á elegante, alta e em controlo.

Uma vez retirada a roupa e como as mãos deixam de estar ocupadas, não tenha receio de utilizar acessórios: a gravata dele ou a sua écharpe é perfeita para passar sugestivamente pelo seu corpo e o dele. Uma brincadeira inocente…

Mantenha sempre o contacto visual com o seu homem – ambos vão sentir-se mais confortáveis e envolvidos. Mesmo quando estiver de costas, vá espreitando a sua cara de contentamento por cima do ombro.

Divirta-se e sorria muito!

 

  • Movimento sexy

Não precisa de ter um corpo de top model para executar uma performance como esta. Um striptease inesquecível resume-se a três coisas: sensualidade, confiança e atitude. Esta não é a hora de pensar nas inseguranças que tem sobre a celulite, as ancas largas ou os peitos pequenos, afinal de contas estará sozinha, frente a frente com o seu parceiro que, para além de já conhecer cada centímetro seu, gosta de si tal e qual é… caso contrário não estaria a pensar preparar-lhe este striptease, pois não?

Comentários (0)

Leia também...