Como escrever uma carta de amor | A Nossa Vida

Como escrever uma carta de amor

Com os telemóveis, SMS, MMS, e-mail, Skype e redes sociais, comunicar nunca foi tão fácil e acessível mas, pelo caminho, perdeu-se a arte de escrever, à mão, numa folha de papel ou num bonito cartão. Quer seja para celebrar o Dia dos Namorados ou outra ocasião especial, coloque os seus sentimentos preto no branco e escreva uma carta romântica, surpreendendo quem mais ama com palavras de amor.

Que tipo de carta de amor?

Nem toda a gente tem “jeito” para escrever mas, quando as emoções são sinceras e a intenção apaixonada, vai sem dúvida nascer uma bela carta de amor, nem que a sua escrita necessite de um pouco mais de tempo. E vai apressar-se para quê? Demore o tempo que precisar até encontrar as palavras certas para escrever uma carta romântica que a sua cara-metade vai querer ler e reler vezes sem conta. Sem inspiração para começar? Inspire-se noutras cartas de amor – como este livro por exemplo – citações apaixonantes ou poemas românticos. Depois, deixe os sentimentos falar e escreva…

O que escrever?

Para quem tem dificuldade em começar a escrever uma carta de amor, pode sempre experimentar estas sugestões como ponto de partida:

  • Pense/escreva sobre aquilo que a atraiu ao seu companheiro;
  • Pense/escreva sobre aqueles primeiros momentos enquanto casal apaixonado, quando tudo é novidade e não conseguia parar de pensar nele;
  • Pense/escreva uma lista das coisas que mais gosta nele e porquê;
  • Pense/escreva sobre a forma como ele potencia o melhor que há em si;
  • Pense/escreva uma lista das pequenas coisas que ele faz e que tornam os seus dias melhores, mais felizes;
  • Pense/escreva sobre aquilo que espera que o futuro vos reserve enquanto casal.

Onde escrever?

A verdade é que, no que toca a uma carta de amor, o mais importante são as palavras que se escrevem e a emoção colocada em cada uma delas – isso significa que uma carta romântica tanto pode ser curta e rabiscada de forma apressada num pequeno post-it, como extensa e com uma caligrafia cuidada num bonito papel de carta. No fundo, o que interessa é a intenção, mas pode sempre adaptar a carta de amor à pessoa a quem ela se dirige, à data ou à ocasião que se comemora ou não.

Como enviar uma carta de amor?

Já ninguém (ou quase ninguém!) recebe cartas de amor no correio, por isso, imagine a surpresa que causará no seu companheiro ao abrir a caixa postal e deparar-se com uma carta escrita por si e endereçada a ele! Para além deste meio tradicional, existem várias outras formas de fazer uma carta romântica chegar ao seu amado: entregar pessoalmente, deixá-la sobre a almofada na cama ou noutro local inesperado para ele a encontrar durante o decorrer do seu dia. Use a imaginação, seja romântica…

Comentários (0)

Leia também...