Os 14 segredos que o seu cabeleireiro não lhe conta | A Nossa Vida

Os 14 segredos que o seu cabeleireiro não lhe conta

Quer pense em visitar o salão de cabeleireiro porque lhe apetece um mimo ou porque tem de ser, deverá esperar sempre o melhor serviço. Ficam aqui algumas coisas que o seu cabeleireiro não lhe diz, mas que nós vamos revelar e que a ajudarão a obter um melhor serviço sempre que vá cuidar do cabelo.

1. A melhor forma de escolher um cabeleireiro

Através de referências – assim funciona o negócio dos cabeleireiros – pergunte a amigas, ou até a estranhos na rua, a qualquer pessoa da qual goste do cabelo. Descubra onde vão essas pessoas, quando deve marcar vez, e o nome de quem fez a recomendação. Depois, se gostar e o resultado for bom, passe também essa referência a outras pessoas, o cabeleireiro agradecerá.

2. As piores alturas para fazer marcação

Sábados de manhã são para esquecer. No geral o sábado, especialmente de manhã, é o dia mais atarefado dos cabeleireiros. À sexta-feira também não é o melhor dia porque é o final da semana e o seu cabeleireiro está mais cansado e a pensar no fim de semana, afinal todos estamos assim à sexta...
Outras alturas desaconselhadas para fazer marcação no cabeleireiro são a primeira marcação do dia, pois o cabeleireiro ainda não ganhou ritmo, e pode sempre atrasar-se. A última marcação do dia também não é a melhor porque o cabeleireiro quer ir para casa. À hora de almoço também poderá não ser a melhor altura, porque o cabeleireiro como todos, pode estar com fome e logo mais irritadiço.

3. As melhores ocasiões para fazer marcação

São no início da semana, à terça ou quarta, mais ao final da manhã ou ao início da tarde. O cabeleireiro não está tão cansado, mas está na sua rotina, está menos ocupado, por isso terá mais tempo e disponibilidade, e até se necessitar de uma marcação de última hora será mais fácil de conseguir. Tente ser a segunda ou terceira marcação do dia, assim o cabeleireiro está preparado mas não está cansado.

4. Se está nervosa com um novo corte de cabelo

Faça uma marcação para aconselhamento, especialmente se pretende fazer um penteado ou corte pela primeira vez. Muitos cabeleireiros fazem este tipo de consulta gratuitamente. Leve imagens de revistas ou da internet que mostrem o tipo de penteado que pretende. Fale com o cabeleireiro sobre as suas ideias e expectativas. Um bom cabeleireiro deverá ser honesto consigo e dizer-lhe se esse corte irá resultar em si ou não, explicando o que poderá fazer para adaptar esse corte e cor a si, modificando alguns detalhes, dando-lhe o melhor corte e cor possível.

5. Se o seu cabeleireiro lhe prometer demasiado

A realidade é que ele não estará a ser completamente honesto. É praticamente impossível executar um penteado exatamente igual à de uma imagem retirada de uma revista, porque todas as pessoas têm formatos de faces diferentes e cabelos com texturas distintas. Por isso, se o seu cabeleireiro lhe assegurar que vai ficar uma gémea da Kate Moss, tenha cuidado.
Por outro lado, um bom cabeleireiro será honesto consigo sobre o que realisticamente se poderá fazer, e trabalhará consigo encontrando um penteado e coloração certo para a sua face e tipo de cabelo.

6. A melhor forma de conseguir a marcação na hora que deseja

É fazendo uma marcação ainda quando estiver no salão. Desta forma não só assegurará que terá a marcação no dia e hora que deseja, mas o seu cabeleireiro tratá-la-á melhor porque perceberá a sua lealdade ao salão.

7. A pior coisa que pode fazer

Chegar tarde à marcação. Não só demonstra uma falta de respeito pelo tempo do cabeleireiro, mas também fará com que as restantes marcações se atrasem durante o resto do dia. Se pretende receber o melhor serviço, esteja à hora marcada no salão, especialmente se for a última marcação do dia.

8. A melhor coisa que pode fazer

Dar uma boa gorjeta. Se pretende ter um atendimento de estrela, e por vezes conseguir uma marcação à última da hora, deve dar uma boa gorjeta, entre 10 e 20%. Os cabeleireiros lembram-se sempre das pessoas que dão boas gorjetas, e da próxima vez ainda tentarão fazer um trabalho melhor.

9. Não se esqueça de dar gorjeta ao colorista

O assistente do cabeleireiro ou o colorista também deve receber gorjeta, porque afinal são eles que fazem a cor do seu cabelo, e é importante tratá-los bem. A gorjeta não tem de ser grande, mas fará uma grande diferença no atendimento e no resultado, especialmente com a pessoa responsável pela coloração.

10. Relativamente aos preços dos produtos que existem no cabeleireiro

Sim, em muitos salões os cabeleireiros ganham uma percentagem sobre os produtos que vendem. Mas a verdade é que se um cabeleireiro recomendar vivamente um produto, experimente-o, porque certamente será benéfico para o seu cabelo, e se confiar nele, oiça-o, especialmente no que diz respeito a produtos para manterem a coloração e a saúde dos cabelos. Para o cabeleireiro fará bastante diferença se voltar com os cabelos saudáveis em vez de estragados, a maioria das vezes essa é a sua verdadeira motivação. Se por acaso perceber que o seu cabeleireiro lhe está a tentar impingir produtos que não fazem diferença alguma, então talvez esteja na hora de mudar de cabeleireiro.

11. Um bocadinho nem sempre significa 1 cm

Sempre que apenas se quer cortar as pontas dos cabelos, e se diz “um bocadinho”, este bocadinho não é bem 1 cm. A ideia de um bocadinho para si pode ser diferente para o seu cabeleireiro, por isso, em vez de lhe dizer o tamanho em centímetros ou em ideia, mostre-lhe concretamente quanto cabelo pretende cortar para que não haja confusão. Outros termos como escalar, fazer camadas, ondular, etc... podem significar coisas diferentes para si e para o seu cabeleireiro. Para ser mais clara, use imagens para ilustrar a sua ideia em vez de termos ou conceitos.

12. Se precisa de uma marcação de urgência

Deve sempre ser honesta e explicar a sua situação porque o seu cabeleiro ficará certamente feliz se a puder ajudar, especialmente se for uma boa cliente e costumar dar gorjetas. Peça para ser colocada na lista de espera, depois vá ligando ou peça ao salão para lhe ligar caso surja uma vaga. Não ligue mais do que as vezes necessárias. Se tem uma boa relação com o seu cabeleireiro peça de forma educada à rececionista se lhe pode passar a sua chamada, para lhe explicar a situação pessoalmente. Por vezes, os cabeleireiros saem mais tarde do salão devido a marcações de última hora.

13. Já pensou porque é que os preços variam tanto de salão para salão

Os preços dependem normalmente de dois fatores: o local e o cabeleireiro. Se o local for muito central e afluente os preços serão mais altos, se o cabeleireiro for famoso e for cabeleireiro de moda e de celebridades, então os preços também tendem a aumentar, e claro que a experiência também influenciará bastante os preços. Na maioria dos casos, o preço não é o melhor indicador do quanto bem irá sair o seu corte ou penteado. Por isso, é melhor confiar em recomendações do que em preços, nome ou morada do salão.

14. A verdadeira razão porque um corte demora mais do que outros

A textura do cabelo é o elemento mais importante na quantidade de tempo que se demora a fazer um corte. Um cabelo fino é mais rápido de cortar do que um cabelo mais forte com mais textura e com mais comprimento, por isso, e de acordo com o seu tipo de cabelo, prepare-se para estar mais ou menos tempo no cabeleireiro. Se estiver com pressa, esqueça uma coloração, e faça a marcação de acordo com o que pretende fazer, porque uma coloração demora mais tempo do que um corte e secagem. Desta forma, tudo estará preparado para si.

Comentários (0)

Leia também...

Post