Quanto dinheiro conseguem poupar por mês (casal)? | A Nossa Vida

Quanto dinheiro conseguem poupar por mês (casal)?

nenhum
40% (1277 votos)
entre 50€ e100€
19% (609 votos)
entre 100€ e 250€
13% (405 votos)
entre 250€ e 500€
12% (385 votos)
entre 500€ e 1000€
8% (249 votos)
mais de 1000€
9% (272 votos)
Votos totais: 3197

Comentários (11)

Retrato de aprendiz
aprendiz Há 6 anos
Mais de 1000€?? Há gente a ganhar bem...
Retrato de Texuga
Texuga Há 6 anos
No mínimo..... Adorava poupar mais de 1000€ por mês, mas nem sei o que é isso como ordenado =))
Retrato de Diana 3S
Diana 3S Há 6 anos
A ganhar bem ou a saber poupar :) Conseguia sem problemas gastar tudo o que ganho eheh Mas eu e o meu namorado, com a vida que levamos, conseguimos poupar bastante e tem mesmo de ser e é se queremos fazer casa. Fazemos alguns sacrifícios. Conheço muita gente que se queixa, mas que não põe de lado os jantares fora, os maços de tabaco, prefere almoçar fora do que levar a marmita e comer no trabalho, o cinema, as saídas à noite, as férias caras, etc. Tudo tem a ver com a maneira como se gere o orçamento. Mas claro que com ordenados de 500€, é complicado fazer milagres... Era interessante outra sondagem que reflectisse a percentagem de poupança em relação ao que se ganha. Boas poupanças!
Retrato de FilipaBS
FilipaBS Há 6 anos
Não sei se é esse o caso... Mas convenhamos que um casal de namorados, em que cada um vive com os pais, consegue sem grandes problemas poupar bastante. Já um casal a viver juntos (casados ou não), que partilhem as despesas e orçamentos e sem grandes ajudas dos pais, é muito mais difícil poupar!
Retrato de deia.costa
deia.costa Há 6 anos
contradizer um pouco a FilipaBS se me permites :D Eu e o meu marido notamos uma enorme diferença casados. Em solteiros não conseguiamos poupar tanto quanto agora. Talvez porque o nosso objectivo sempre foi ter tudo pago e deixar apenas a casa e bens essenciais... carros, estudos, mobilia recheio foi tudo pago durante o tempo que ainda não viviamos juntos. É possível poupar sim, mas eu acredito que infelizmente ainda há uma mentalidade muito estranha na nossa sociedade. Os que não levam marmitinha com o comer porque dá trabalho, os que vão de carro porque transportes é muito chato... os que têm empregada doméstica porque é chato partir a unha a limpar a casa, idem aspas! :) Boas poupanças
Retrato de Diana 3S
Diana 3S Há 6 anos
Concordo contigo dei.costa. A nossa sociedade vive muito para as aparências e consumismo. Infelizmente, há certas coisas "que ficam mal" aos olhos de outros, e temos de comprar determinadas coisas porque toda a gente tem... O que é preciso é pensar realmente no que queremos na vida e ter objectivos bem definidos. Eu não moro em casa dos meus pais. Vivo com o meu namorado há dois anos e conseguimos poupar aquilo que disse graças a bastantes sacrifícios mas sem deixarmos de nos divertir minimamente. Vamos construir casa para o ano, e se não for assim, com uma dívida maior iremos ficar. E mesmo depois de construir vamos ter os primeiros 10 anos do crédito complicados pois queremos amortizar ao máximo. São escolhas que se fazem... Boas poupanças para todos.
Retrato de deia.costa
deia.costa Há 6 anos
Tens toda a razão, eu às vezes paro e olho à minha volta e vejo só carros novos... restaurantes cheios, quando passo na via rápida ao pé do forum montijo o parque está sempre a ABARROTAR! Incrivel... para se ter algo na vida, já dizia a minha avó, é preciso sacrificios! :) beijinhos
Retrato de Marta2009
Marta2009 Há 6 anos
Por vezes um bom ordenado ganha-se à custa de sacrifícios pessoais, sacrificios esses em prol de alguma estabilidade financeira. Posso dizer que consigo poupar porque tanto eu como o meu marido ganhamos relativamente bem, porque não temos grandes despesas fixas (filhos, créditos pessoais/automóvel,...) nem entramos em aventuras caras (restaurantes, férias paradisiacas) pois sou forreta, não deixando de nos divertir. Também podia dizer que é um mar de rosas ganhar bem mas não é, pois para auferirmos o nosso ordenado o meu marido só está um dia por semana em casa, dia esse em que nem sempre posso folgar e/ou tenho formações pós-laborais, quando muito está um fim-de-semana que com sorte não coincide com o fim de semana em que trabalho. Não é fácil estar sozinha o tempo todo ou ter de trabalhar quando ele folga mas é um esforço que nos dispusemos a fazer, sem sequer questionar, nos primeiros anos de casados, enquanto essa oportunidade de ganhar bem existe e enquanto não temos filhos, de modo a amortizarmos o mais possível no crédito a habitação e finalmente vivermos juntos como qulaquer casal e com o crédito mais ou menos controlado.

Amo-te, hoje mais do que ontem e muito menos do que amanhã!

Retrato de kenina
kenina Há 6 anos
Li todos estes comentários e falta algo... Que tal um lar, poupar-se para construir um lar; eu não tenho casa propria, mas tenho um lar. Toda a minha vida os meus pais só discutiram por uma unica coisa: dinheiro. Deram-me educação até onde puderam: o 12.º ano; eu sempre quiz estudar mais e fui então recentemente realizar esse sonho, mas infelizmente tive que desistir e porque : dinheiro. Criei um negocio de familia que não ta dar muito resultado e agora vou abandonar a minha familia para ir trabalhar fora do pais, sabem porque ? _Dinheiro_ Todas as minhas tristezas derivam de um factor : Dinheiro; A escola que não concretizei, ter que agora deixar a minha familia, as discussões que ouvia quando era miuda quando era altura dos livros ... Dinheiro, dinheiro , dinheiro... Eu não procuro dinheiro, porque os meus pais não me deram a escola que queria eu os amo e admiro na mesma, não pude continuar a estudar eu admiro quem estuda na mesma vou ter que ir para fora será uma etapa na vida.. Eu não quero dinheiro, quero um lar onde tudo nas suas justas propoções se possa realizar... grandes casas não significam grandes lares... e a vida não se resume nas nossas idas ao banco, mas a passeios pelo rio, mesmo quando chove levar uma chouriça, um assador de alcool e um bom rosé, e rir às gargalhadas. :)
Retrato de Rakel84
Rakel84 Há 6 anos
não consigo poupar nadinha... tem alturas que tenho de pedir emprestado aos meus sogros para pagar as contas