Querida Diane 35 - Malevola Minigeste - grávida??? Eu apenas hormonas??? | A Nossa Vida

Querida Diane 35 - Malevola Minigeste - grávida??? Eu apenas hormonas???

Retrato de SusanarsCarvalho
08.06.2017 | 15:53
SusanarsCarvalho:
Membro desde: 08.06.2017

Minhas queridas, isto não é uma questão, é uma vivência e uma ajuda para quem está com sintomas depressivos e não sabe a razão.

Tenho, antes de mais, de agradecer aos imensos post que li sobre as vossas gravidezes, pois durante estes últimos 2 meses, pensei mesmo que tivesse grávida. E vocês, inconscientemente, ajudaram-me imenso.

Vamos lá então.
Desde sempre tomei Diane como contraceptivo. Nunca me queixei de nada, mas li (acreditamos em tudo que está na net é o que dá) que era uma pílula perigosa e até causava mortes (bem, qual é a pílula que não causa, né?), então pedi para me alterarem a pílula e receitaram-me Minigeste, sem qualquer exame, sem qualquer informação sobre efeitos negativos, sem nada, a única coisa que me disseram é que era mais fraca mas que não iria engravidar. Que podia confiar na pílula. Eu, Burra, também não fiz questões, não pedi exames/analises, nada... Confiei, pois não sou médica e tenho de confiar nos médicos que estudaram para darem opiniões certas e corretas. Durante muito tempo (prai 2 anos) tomei minigeste. Como não senti nenhum sintoma negativo, nunca mais me preocupei com nada. Há coisa de 3 meses, comecei a sentir muito enjoos, falta de ar, pressão no peito, fome e imensas dores de cabeça. Há 2 meses fiquei sem menstruação. 1ª preocupação, será que estou grávida?
Pensei nisso no 1º mês sem menstruação, mas logo desapareceu a ansiedade com 1 teste de farmácia negativo. Tudo normal, apenas continuava com sintomas de grávida mas confiei no teste e fiz a minha vida normal pois podiam ser apenas sintomas por me ter faltado o dito cujo.
2º mês sem menstruação - novo teste negativo - corri para o médico e ele mandou fazer beta e ecografia - dia seguinte fiz beta e recebi o resultado ao fim da tarde (quase morri de ansiedade, coração a mil a toda a hora) não era planeado, mas se tivesse gravida não me importava de ter um bebe, aliás é um sonho ter um filho, apenas ainda não tentei pois quero estar um pouco mais estável. Fim da tarde - NEGATIVO. Chorei e chorei por não estar grávida (já estava mentalizada e feliz) e depois chorei e chorei por não saber o que estava a acontecer comigo. Estou doente? Que tenho?
2 dias depois fiz a eco, ainda com uma pontinha de esperança que fosse gravidez e que não fosse nenhum problema. Bem, não estava grávida e não tinha nenhum problema, "uma mulher saudável" disse o Médico. Mas colocou uma questão que me deixou a pensar: "Mudou de pílula Recentemente?"
EU: "Bem eu tomava Diane 35 e alterei para Minigeste, mas já foi há bastante tempo".
MÉDICO: "O melhor mesmo é falar com a sua médica e ponderar mudar de novo de pílula, pois isso é tudo hormonal".

O quê? Comecei a matutar em tudo que me disse e fui ler as contra indicações da pílula (acho que também são todas iguais ou quase) e realmente estavam lá, todinhas e muitas mais:
- ansiedade e depressão (ao longo do tempo fui desenvolvendo, sem dar por ela e cada vez mais grave, já não me conhecia e pensava que era trabalho a mais ou preocupações)
- irritabilidade e mudanças de Humor (já estava há muito a reparar e pensei mesmo que estivesse a ficar bipolar, mas a gente tenta sempre esconder com medo que seja mesmo uma realidade)
- falta de ar e palpitações (que foram agravadas principalmente nos últimos 2 meses, pensei que fosse da "gravidez" que nunca existiu)
- Dor/calor/comichão nas pernas (aparecimento de derrames que pensei que fosse da gravidez)
- Problemas gastrointestinais e infecções bacterianas (no pipi) que nunca tinha tido na minha vida até mudar de pílula (e agora é que associo)
- ausência menstrual
- TPM muito dolorosos
- inchaço abdominal (causados pelos constantes problemas gastrointestinais - até pensei que fosse intolerante a certas coisas e cortei-as da minha alimentação - não resultou continuei igual)
- Dor de cabeça constante (principalmente nestes 2 meses que era todos os dias, até acordava com a dor)
- cansaço frequente, falta de memória, trocar coisas que digo, sem vontade para nada
- veias na barriga, braços, pernas cada vez mais aparentes

- falta de libido
- dor durante sexo (no colo do útero)
- secura vaginal
Estes 3 sintomas foram os primeiros que foram aparecendo, deixei para último pois são os sintomas que não podemos mesmo ignorar. Como foram os primeiros, duraram até hoje, e hoje sinto-me mal por ter ignorado e por ter deixado que interferissem tanto na minha vida de casal.
- O meu namorado começou a perceber e a achar que eu estava a perder o interesse;
- Eu irritada, cada vez com menos paciência para discutir estes assuntos, ele a achar que eu estava ausente e que já não o amava;
- Eu a discutir com ele e a dizer que era normal por causa do trabalho/preocupares/sono/cansaço/irritação/tpm/dor de cabeça constante (sei lá)... Ignorei tudo o que estava há minha frente, ou por ser um problema silencioso e progressivo, ou por não ter ido logo saber o que era, ou por MEDO de ser algo mais...

Minhas queridas, nunca deixem de falar sobre as coisas que estão a acontecer. Falem ou com o vosso mais que tudo, ou com uma amiga, um médico, alguém...

Uma das maiores causas de depressão e falta de libido é a pílula errada. Por isso, nada melhor que estarmos bem com o nosso corpo e a nossa mente. O corpo não é tudo, mais importante é a nossa cabecinha.

A Minigeste teve sintomas tardios no meu corpo, estava-me a provocar derrames (que poderiam piorar MUITO) e quase colapsei com ataques de pânico e nervosismo extremo. Se não detetasse a tempo, podia ter problemas para a vida, principalmente a vida de casal, que estava a ficar insuportável tudo por minha culpa. Pois estava farta, cansada, triste, deprimida, sem paciência, só sabia discutir, ia para a cama para dormir apenas.... Agora olho para trás e vejo que tenho o melhor homem do mundo, que teve a paciência de aturar tudo aquilo que eu não ia aturar se me fizessem a mim...
Meninas estou com a Diane outra vez, estou-me a sentir eu outra vez, aos poucos estou a voltar a ser eu, adeus transtornos de personalidade, adeus cama só para dormir (olá sofá e banco de trás do carro NOVAMENTE ;P) adeus tristeza até nunca....

Espero que nenhuma de vós passe por isso, mas INFELIZMENTE, há muita gente a passar por isso e não sabe que pode ser a nossa amiga pílula. Sad

Beijinhos para toda
Agora vou ser MULHER outra vez Grin iuuuupiiiiii


Retrato de gsv
Ter, 13/06/2017 - 20:34
gsv:
Membro desde: 23.07.2013

A Diane é uma pilula de tratamento e não deve ser tomada de forma regular. Tal como tu também tomei a minigeste... mas pessoalmente tomei durante quase 5 anos. No ultimo ano, tal como tu, comecei a notar efeitos secundários, que cada vez ficavam piores:

- Falta de libido (sempre tive libido mt elevada), mas chegou a um ponto que era praticamnete nula. Nao tinha interesse sexual, fantasias, nada. Não lubrificava quase nada, não tinha praticamente sensação nenhuma. Estava anestesiada, sentia-me anestesiada.
- Irritabilidade a toda a hora--- tipo TPM constante
- Depressão, falta de motivação

Depois de ler o que as hormonas sinteticas fazem realmente ao meu corpo internamente, quase sem darmos por ela, decidi em definitivo deixar de utilizar qualquer contraceptivo hormonal. Hoje, 4 meses depois, não podia estar mais feliz com a minha decisao. Sinto-me outra pessoa e recuperei a intimidade com o meu namorado. Sinto-me mais energica, mais feliz, mais motivada...

Sabendo o que sei hoje sobre o meu corpo e sobre o meu ciclo menstrual, não voltarei a utilizar contraceptivos hormonais, a não ser por razões médicas.

Retrato de SusanarsCarvalho
Qua, 14/06/2017 - 17:25
SusanarsCarvalho:
Membro desde: 08.06.2017

Olá e obrigada pelo teu exemplo. Estou mesmo a ponderar fazer o mesmo que tu. So pelas complicações que apareceram e que nem sabia a razão, já é mais que suficiente para "mudar de vida" Wink

Andava completamente paranoica a pensar que tinha uma doença grave. Só espero que muita gente leia isto para se prevenir. Porque é realmente muito complicado. Obrigada mais uma vez