Quem está a passar uma fase critica na vossa relação?

Retrato de Helena21
08.02.2013 | 14:04
Helena21:
Membro desde: 06.11.2012

Eu e o meu namorado estamos juntos ha 6 anos (desde os meus 14 anos) , ja vivemos muita coisa . Ha dois anos decidimos emigrar para a holanda , fomos sozinhos , voltamos temos a nossa casa e a nossa vida.
Não tenho duvidas que o ame e tambem tenho a certeza que ele me ama , mas estamos numa fase da relação em que todos os dias ha uma discussao. Ha minima coisa , depois qualquer coisa irritamo-nos e falamos logo mal um para o outro , e a coisa descamba logo. Se estamos bem parecemos um casal perfeito mas se estamos mal a casa vai abaixo. Amamo-nos e ate andamos a tentar ter um bebe . Recentemente ele esteve desempregado em casa : 1 mês e pouco mas segunda começou a trabalhar e pensei que as coisas melhorassem mas continua tudo igual .
Queria saber se algum/a de vós já passou pelo mesmo? Se acham que é so uma fase? E o que fazer para salvar a minha relação?


Retrato de veruska oliveira
Sex, 08/02/2013 - 14:49
veruska oliveira:
Membro desde: 17.02.2010

Olé, por incrivem que pareca indentifico me muito na tua história namoramos ja ha 9 anos e uns meses, ja moramos juntos quase 4 anos, mas ás uns tempos para cá andamos sempre a discutir, ao ponto de ele dizer que anda farto de tudo, vou me muito a baixo nós nao eramos assim, e nao consigo perceber o que se passa, pode ter a ver com a vida financeira, pois tive desempregada durante 1 ano e tudo era em cima dele, agora metemo nos os dois num negocio, mas nunca pensei que viessemos a discutir mais agora, e depois começa ele a dizerque esta arrependido de se ter metido nisto comigo.
Sinto que sou uns estorvo para a vida dele, quando lhe digo isto ele ainda fica mais revoltado comigo, ontem discutimos e nao consigo compreender pq ele olhava para mim com olhos de odio e de raiva, sinto me destruida por dentro.
Ja nao sei o que hei de lhe dizer, quando lhe digo como me sinto ele fica irritado comigo, quando nao falo ele fica chateado pq nao falo, tambem gostava de saber o que se passa se é normal, tb estamos a tentar der um bebe ja lá vai 3 anos, de dia para dia sinto a minha vida a desmoronar, nunca imaginei que a minha vida se fosse tornar assim, nao sei o que fazer.
Quando estamos bem aos olhos das outras pessoas somos um casal feliz mas depois tudo isto que acontece deixa me muito em baixo.
Gostava de te por ajudar mas tb estou numa situação semelhante, nao me consigo imaginar sem ele, pois acho que sem ele morria pois amo por demais.

Retrato de Helena21
Sex, 08/02/2013 - 14:55
Helena21:
Membro desde: 06.11.2012

Eu amo-o muito e sei que ele tambem mas ultimamente nao nos conseguimos entender . Temos estado sempre as turras fogo , e depois quando fazemos as pazes parece que estamos em lua de mel fogo Worried queria estar sempre assim

Retrato de AnaRV
Sex, 08/02/2013 - 15:15
AnaRV:
Membro desde: 28.12.2010

Olá,

Sim, há fases assim. Eu mantenho uma relação de 13 anos e já tive 2 fases más, mas depende de nós ultrapassá-las!! De ambos. É dificil, mas quando o amor existe, tudo é ultrapassado. O melhor será falarem sobre o que se passa e o que vos anda a causar essa irritabilidade, se possivel mudarem de "ares" um dia ou 2, e vais ver que a coisa melhora...

Retrato de MissLola
Sex, 08/02/2013 - 15:23
MissLola:
Membro desde: 02.07.2012

Tenho uma relação a fazer 8 anos, tá quase, quase Smile
E já passamos por uma fase assim quase 10 meses em que conseguiamos estar constantemente a discutir.
Tinhamos feito 3 anos de namoro na altura.
O segredo está na conversa. Devemos sentar e conversar sobre os nossos problemas, o que nos preocupa e o estado da relação.
Façam em conjunto um balanço de tudo.
E sim também concordo um fim de semana os dois longe de tudo só vos irá fazer bem.
Nós de vez em quando fazemos isso. Porque felizmente a carteira ainda permite.
Todos os anos programamos 3 fins de semana fora de casa (para além de 1 semaninha de férias).
Os dois juntos a conhecer uma terra nova neste nosso Portugal.
E por muito dispendioso que possa parecer nem sempre o é.
Aproveitem promoções do Odisseias ou outro qualquer site que vende fins de semana.
Por vezes encontram-se excelentes pechinchas e é tão bom mudares de ares.

Força para ambas, conversem com o mais que tudo.
Olhem aproveitem e façam um jantar especial. Não é preciso ir a um restaurante, em casa podem fazê-lo Smile

Estou desempregada e dedico-me as costuras.
Visitem a minha página, façam gosto e partilhem com os vossos amigos, por favor.
http://www.facebook.com/EntreLinhasBotoes

Retrato de Helena21
Sex, 08/02/2013 - 16:21
Helena21:
Membro desde: 06.11.2012

Hoje vou falar com ele , o pior e que estamos sempre a conversar e vai dar sempre ao mesmo. 3ª nao vou trabalhar e ele vai , vou fazer um jantar especial para os dois quem sabe possamos namorar um pouco !

Retrato de sandrapep
Sex, 08/02/2013 - 16:24
sandrapep:
Membro desde: 02.01.2013

Olá, Helena.

Sou casada ai fazer 11 anos, compreendo perfeitamente a tua situação.
Eu e o meu marido temos fases em que está tudo bem cor-de-rosa e outras em que parece que não nos podemos ver à frente.

Ao longo do tempo, fui percebendo que temos mais diferenças do que pontos em comum (ou as diferenças tornaram-se mais relevantes...), mas o que o tempo me tem ensinado é a agir com calma.
Quando as coisas se começam a descontrolar, paro, reflito sobre tudo o que está a acontecer e penso naquilo que eu posso mudar e naquilo que eu gostaria que ele mudasse.
Depois, sento-me com ele e digo-lhe em que pensei, às vezes ainda discutimos mais, mas depois ele, de cabeça fria, reflete também e as coisas acabam por entrar num ponto mais morno.
Os motivos para discutir não faltam: trabalho, filhos, despesas...temos é que saber o momento de ceder, o momento de não levar tão a peito certas coisas, enfim, na teoria é mais fácil do que na prática,mas eu acho que cresci muito ao longo desta relação e não sou tão emotiva, o que complicava muito as coisas.

um programa diferente só os dois pode ser um bom começo para conversarem, com calma. Vais ver que depois tudo se resolve.

Retrato de Claudia e Francisco
Sex, 08/02/2013 - 16:33
Claudia e Francisco:
Membro desde: 13.01.2009

O que te está a acontecer até pode ser normal, mas não é de todo benéfico para a saúde da relação.

Há várias estratégias que podem implementar para que isso não aconteça, mas depende de cada pessoa fazer um esforço extra para resultar.

-Nunca responder de cabeça quente
-Quando os ânimos acalmarem, conversar sobre o assunto por forma a chegar a um consenso
-Nunca usar a expressão: "Eu não te disse?"
-Nunca acusar o outro de fazer isto ou aquilo, porque de volta vamos receber: "E tu? Que fazes não sei o quê e não sei o quê mais?"
-Não revolver o passado em cada discussão
-Pensar antes de responder se há mesmo necessidade absoluta de ser como nós queremos, ou se pode perfeitamente ser como o outro quer
-Nunca nos queixarmos a terceiros dos defeitos que vemos no outro e nem ao próprio (Uma pessoa só perde os defeitos que tem se ela entender por si própria que está errada. Se outra pessoa nos disser que isto ou aquilo em nós é um defeito, só vamos achar que essa pessoa é parva e tem a mania que sabe)

E pronto! Espero ter ajudado!

PS: Em quase 4 anos de casamento, nunca tive uma discussão com o meu marido, nem antes de nos casarmos...

Retrato de FloribelaCS
Sex, 08/02/2013 - 16:51
FloribelaCS:
Membro desde: 28.03.2012

Olha eu acho que são fases... Eu namorei 5 anos e agora ja vivo com ele há um ano e meio. De a meio ano para cá eu discuto com ele por tudo e por nada, e eu admito que exagero, mas na hora parece que aquilo é uma razão para discutir.
O que vale ele cala-se e até diz que tenho razão. Ele estava desempregado e então eu pedia para ele cuidar da casa, e quando eu chegava ele até tinha cuidado, mas nada como eu queria. Eu chateava-me e discutia (sozinha, porque ele nunca me responde, deixa-me falar e depois diz "Tens razão") porque ele não tinha aspirado bem a casa de banho porque estavam DOIS cabelos no chão, e porque ele não tinha limpo bem o pó do móvel da sala, ou porque a cama não estava feita como eu queria. Tretas e eu fazia uma discussão daquilo, eu já não me aturava a mim própria. Depois passou-me, não sei o que é que eu tinha (Devia ser o stress da época de exames), e agora por causa dele ir embora, chorava arrependida de ter desperdiçado tempo a discutir com ele em vez de aproveitar.

Vive cada dia intensamente..Como se fosse o último

A melhor madrinha, Sparkly

Afilhada linda, Filipaaa

Retrato de Helena21
Sex, 08/02/2013 - 16:53
Helena21:
Membro desde: 06.11.2012
Claudia e Francisco wrote:

O que te está a acontecer até pode ser normal, mas não é de todo benéfico para a saúde da relação.

Há várias estratégias que podem implementar para que isso não aconteça, mas depende de cada pessoa fazer um esforço extra para resultar.

-Nunca responder de cabeça quente
-Quando os ânimos acalmarem, conversar sobre o assunto por forma a chegar a um consenso
-Nunca usar a expressão: "Eu não te disse?"
-Nunca acusar o outro de fazer isto ou aquilo, porque de volta vamos receber: "E tu? Que fazes não sei o quê e não sei o quê mais?"
-Não revolver o passado em cada discussão
-Pensar antes de responder se há mesmo necessidade absoluta de ser como nós queremos, ou se pode perfeitamente ser como o outro quer
-Nunca nos queixarmos a terceiros dos defeitos que vemos no outro e nem ao próprio (Uma pessoa só perde os defeitos que tem se ela entender por si própria que está errada. Se outra pessoa nos disser que isto ou aquilo em nós é um defeito, só vamos achar que essa pessoa é parva e tem a mania que sabe)

E pronto! Espero ter ajudado!

PS: Em quase 4 anos de casamento, nunca tive uma discussão com o meu marido, nem antes de nos casarmos...

O nosso problema :
- Sempre que discutimos dizemos baboseiras e dizemos coisas que nao queremos.
-Nunca acusar o outro de fazer isto ou aquilo, porque de volta vamos receber: "E tu? Que fazes não sei o quê e não sei o quê mais?" é o que mais utilizamos
-E trazemos sempre o passado em cada discussao

Retrato de Helena21
Sex, 08/02/2013 - 17:00
Helena21:
Membro desde: 06.11.2012

nao conseguiste salvar a tua situação? Conosco passa-se praticamente o mesmo o pior e que ele discute comigo e eu com ele . ou seja eu nao me calo e ele tambem nao.