Quando os €€€ não esticam!!! O que fazer?? | A Nossa Vida

Quando os €€€ não esticam!!! O que fazer??

Retrato de Bexinha
27.07.2010 | 13:03
Bexinha:
Membro desde: 11.02.2008

Olá a todas as meninas...

Para dizer a verdade neste fórum nunca participei, apenas no onosso casamento!! Mas agora, tomei a coragem e venho pedir a vossa ajuda!

Quando era solteira eu e o meu marido (agora) tínhamos cada um a sua conta e uma em conjunto. Quando recebíamos colocávamos um valor certo cada um na nossa conta em conjunto já a pensar no casamento.

Tanto eu como ele, ainda dávamos x€ aos nossos pais para ajudar nas despesas da casa! e ainda dava para as nossas coisas.. Passeios, cinema, jantares fora, roupas!!! Todas essas coisas.

Pensava eu que quando casasse ia continuar a ser igual ou ainda mais fácil pois com o dinheiro que dávamos aos nossos pais podíamos pagar as contas da casa e o resto ia continuar a ser igual!!!

Pois o problema é que não tem sido assim..

Ganhamos os dois juntos por volta de 1200 a 1300€ por mês..
Tenho um crédito pendente de 250€ e contas fixas de tv/ net/ agua/ luz.... de mais ou menos 120 a 150.. Ainda tentamos colocar de lado todos os meses 150€ para precaução temos seguros de carro para pagar e se precisarmos de algum temos de ter de lado..

Ao inicio o dinheiro que sobrava para compras para a casa e para nós não chegava tínhamos sempre de ir buscar á reserva.

Depois deixamo-nos de cinemas, passeios e jantares fora e mesmo assim é sempre a esticar para chegar ao fim do mês..

Tanto eu como ele não somos de gastar em compras supérfulas ou compulsivos em roupa nova...

Vejo, por exemplo, colegas que tem sempre uma roupa ou calçado novo! como conseguem??

Já não falo de férias é claro!! Isso é palavra que não usamos em casa!!!

Agora mais de 1ano de casada queria pensar em ter um bebe mas como???? Se agora só os dois o salário é sempre a esticar!! Fazer contas quanto é que recebemos o próximo, como podemos ter um bebe???

Desculpem o testamento... Estou a ficar desesperada...

Peço a ajuda das meninas aqui do fórum, meninas com ideias do que posso fazer para ganhar um dinheirinho extra... testemunhos como vocês fazem....

Obrigado a todas que tiveram a paciência para ler o meu desabafo... E mais obrigado ainda a quem me poder dar alguma dica!!

Beijinhos
Vanessa


Retrato de artemis13
Ter, 27/07/2010 - 13:13
artemis13:
Membro desde: 08.06.2009

Acho que o mais "fácil" para tentar gastar menos dinheiro é ver quanto se tem gasto e em quê...

Por exemplo, eu tenho uma tabela em excel que tem os valores por mês que gastamos em água, electricidade, gás, supermercado, empréstimo, telemóveis ... está assim por "grupos"

Vamos vendo de um mês para o outro se aumentamos em alguma coisa ou diminuimos e tentamos perceber o porquê. Não temos internet em casa, nem tv cabo porque achamos que não é essencial para já...

Tentem cortar naquilo que acharem que é superfulo...

Vi uma vez um programa em que falavam sobre como gerir o orçamento de uma casal, as maneiras melhores de poupar e de gastar o dinheiro bem gasto...basicamente diziam para tomar nota de todos os gastos e ir comparando de mês para mês, diziam para poupar em coisas que não fizessem falta em casa, mas não deixar de jantar fora nem que seja 1vez de 2 em 2 meses, para não nos privarmos de fazer coisas que gostamos de vez em quando, caso contrário deprimimos e é ainda pior!

É a minha opinião e é o que tentamos fazer lá em casa Tongue

Retrato de inezitah
Ter, 27/07/2010 - 13:21
inezitah:
Membro desde: 22.11.2009

Olá... eu faço como a menina anterior, também tenho uma tabela em Excel para as minhas finanças. Já o fazia antes de conhecer o meu actual marido e ele também fazia Smile É muito bom para sabermos ao fim do mês quanto gastámos, no que precisamos de gastar, prever gastos a curto/médio prazo, etc. Somos muito organizados nessa matéria!
Acho que a organização é a base para a poupança. Olha, eu costumo visitar um site de uma menina que já é famosa por estas bandas, a Mónica, é a rainha das poupanças e além disso tem uma imaginação super fértil para dicas de organização, etc. Ela tem lá uns livros muito interessantes sobre poupança, estou a pensar seriamente em comprar um, "America's Cheapest Family" Wink
O site é www.organizaracasa.com Wink
Espero ter ajudado qualquer coisita...
Beijinhos Kiss

Retrato de Patrícia Pavão
Ter, 27/07/2010 - 13:41
Patrícia Pavão:
Membro desde: 24.01.2008

gerir o orçamento familiar é uma grande tarefa, mas tem que ser feita. Doh Quantas familias vivem com menos do que nós?! e vivem, não é?
A dica do excel é óptima Clap , e eu nunca tinha pensado nisto, portanto a tua questão é útil para nós todos.
Temos que pensar em o que é que nos faz mesmo falta? olhar para os preços no hiper e talvez deixar algumas coisas menos importantes na prateleira. Rollingeyes
No meu caso, estou a contruir a minha casa, vivo numa casa que é dos meus pais e não pago renda, ainda não comecei a pagar o empréstimo da casa, por isso estou numa fase em que consigo poupar algum. Mas faço-o desde que trabalho, quando comprei o meu carro queria um novo, mas pensei qual é a necessidade que tenho de ir fazer um empréstimo só para ter um carro bom! assim comprei um carro com o dinheiro que eu tinha poupado que faz o mesmo que um carro novo!
Estas coisas todos nós sabemos, temos é que as por em prática, o que por vezes se torna dificil. Na realidade temos que ter alguma estabilidade quando decidimos ter bebés, por isso vão sempre fazendo a v/poupança e pensem que o dinheiro não estica, mas tem que dar...
A partir do próximo mês vou criar a minha tabela em excel Wink

beijinhos e boas poupanças

Patrícia

Retrato de artemis13
Ter, 27/07/2010 - 13:43
artemis13:
Membro desde: 08.06.2009

Só uma pergunta...pagam as contas de agua, edp e gás por débito directo no banco???

Eu tinha ideia de fazer isso mas pensamos melhor e decidimos que não é boa ideia! Eles muitas vezes fazem estimativas ou leituras erradas e depois primeiro que façam os acertos...é uma eternidade!
Assim como o dinheiro ainda não está do lado de lá eles mexem-se mais rápido!

Retrato de Pipocas_e_Pipo
Ter, 27/07/2010 - 13:50
Pipocas_e_Pipo:
Membro desde: 04.12.2009

Pelo que dizes já não há muito por onde esticar e esse valor a ser pelos dois deve ser mesmo muito complicado.
O problema aqui não é a gestão... é a falta de dinheiro...

Procura ofertas de internet e tv mais baratas.

Outra solução é fazerem um esforço para cada um de vós obter um rendimento extra durante um determinado periodo para com o valor que ganharem negociarem o valor mensal desse crédito.

Se for possivel e mais rentavel andem de transportes publicos.

Retrato de DACP
Ter, 27/07/2010 - 13:50
DACP:
Membro desde: 23.06.2008

Olá

Eu faço um orçamento para tudo. Sei sempre que tenho x dinheiro para gastar em alimentação outro x na prestação da casa, outro x em lazer, etc.
Tenho uma conta onde são debitadas as despesas fixas, como a prestação da casa (agregada a esta conta tenho uma sub conta para a poupança), água, luz, gás e outra conta onde coloco os € para o supermercado. Depois cada um tem as suas contas para o seu dia-a-dia, se os € nestas contas se acabarem, azar , o que importa é que temos as contas fixas asseguradas! Quanto à poupança, retiro logo quando recebemos uma percentagem de lado, e o resto do mês é gerido como se recebessemos X-1.

Retrato de DACP
Ter, 27/07/2010 - 14:00
DACP:
Membro desde: 23.06.2008

Pipocas_e_Pipo wrote: Pelo que dizes já não há muito por onde esticar e esse valor a ser pelos dois deve ser mesmo muito complicado.

Pipocas, compreendo e não compreendo

O importante é sabermos gerir o orçamento familiar, seja com 1000€ , seja com mais, pois se não existir orientação os €€ nunca vão chegar, certo?
Tenho um casal de familia que vive perfeitamente com estes valores, têm um único crédito de 80€, logo consegue suportar bem as restantes despesas. Tudo depende do tipo de vida que se tem e que se quer fazer! Eu confesso que depois de pagar as minhas contas todas sobram-me menos € o que ao casal que aufere 1300€. Percebes o ponto de vista?

Retrato de estrelinhah
Ter, 27/07/2010 - 14:06
estrelinhah:
Membro desde: 02.09.2009

A minha mae nk trabalhou e os rendimentos mensais eram so os do meu pai k rondava os 700euros.

Eramos 4, os meus pais, eu e a minha mana. É certo k nk tivemos luxos mas nk nos faltou nada. Eram 250euros p renda, 75 para agua,luz,tlms, 50 p combustivel o k da 375euros

Sobravam 325 . . . 200 p alimentação e os restantes 125 eram p algo k foxe necessario como a escola, ou roupa, ou mm p alguma necessidade.

Sei k n é facil viver c pouco dineiro mas aprendi mt c os meus pais. Neste momento estou desempregada(tive uma bebe) e so o meu marido é k trabalha e no entanto nk falta nada cá em casa nem a nos nem a bebe, mas é certo k os jantares fora, o cinema, as ferias, as compras supérfolas acabaram. Mas em breve irei trabalhar, espero eu, e há-de melhorar

Beijinhos

Retrato de Pipocas_e_Pipo
Ter, 27/07/2010 - 14:10
Pipocas_e_Pipo:
Membro desde: 04.12.2009
DACP wrote:
Pipocas_e_Pipo wrote:

Pelo que dizes já não há muito por onde esticar e esse valor a ser pelos dois deve ser mesmo muito complicado.

Pipocas, compreendo e não compreendo Tongue

O importante é sabermos gerir o orçamento familiar, seja com 1000€ , seja com mais, pois se não existir orientação os €€ nunca vão chegar, certo?
Tenho um casal de familia que vive perfeitamente com estes valores, têm um único crédito de 80€, logo consegue suportar bem as restantes despesas. Tudo depende do tipo de vida que se tem e que se quer fazer! Eu confesso que depois de pagar as minhas contas todas sobram-me menos € o que ao casal que aufere 1300€. Percebes o ponto de vista? :D

Percebo. Eu respondi um bocado influenciada por casos que conheço que não têm muito a ver com este.
Por exemplo tenho um amigo que se divorciou e claro que nesta altura não consegue vender a casa dele... só metade do ordenado vai para a casa... Nestes aspectos é o que considero que não se trata de má gestão entendes?

Retrato de DACP
Ter, 27/07/2010 - 14:16
DACP:
Membro desde: 23.06.2008
Pipocas_e_Pipo wrote:
DACP wrote:
Pipocas_e_Pipo wrote:

Pelo que dizes já não há muito por onde esticar e esse valor a ser pelos dois deve ser mesmo muito complicado.

Pipocas, compreendo e não compreendo Tongue

O importante é sabermos gerir o orçamento familiar, seja com 1000€ , seja com mais, pois se não existir orientação os €€ nunca vão chegar, certo?
Tenho um casal de familia que vive perfeitamente com estes valores, têm um único crédito de 80€, logo consegue suportar bem as restantes despesas. Tudo depende do tipo de vida que se tem e que se quer fazer! Eu confesso que depois de pagar as minhas contas todas sobram-me menos € o que ao casal que aufere 1300€. Percebes o ponto de vista? :D

Percebo. Eu respondi um bocado influenciada por casos que conheço que não têm muito a ver com este.
Por exemplo tenho um amigo que se divorciou e claro que nesta altura não consegue vender a casa dele... só metade do ordenado vai para a casa... Nestes aspectos é o que considero que não se trata de má gestão entendes?

Sim, também percebo! Infelizmente é por esses casos que existem "N" casais a partilharem a mesma casa mesmo depois de separados. É muito triste...