Principiante neste assunto?! Ajudem!!

15 respostas [Última]
ngaspar
Retrato de ngaspar
Offline
Desde: 03.10.2010

Olá a todas

Tenho 29 anos e estou casada faz meio ano. Namoramos 2 anos e meio até casarmos, mas posso dizer que neste momento penso que é a pessoa certa para ficar comigo até a velhice…hehe. Mas isto, para dizer que somos um casal que nos entendemos até agora bem e cheguei aquela fase de pensar em filhos.
Até a pouco tempo nunca pensei engravidar, não conseguia imaginar-nos alterar hábitos e rotinas e achava que não tinhamos condições económicas para ter um filho. Quando o meu marido começou a ficar entusiasmado com este assunto, parei para pensar o porque de não me imaginar mãe!! Não que me sinta pressionada, mas não sabia a razão de não dar importância a essa possibilidade.
Cheguei a conclusão que tinha medo. E porque? Nunca vi ninguém crescer, ou seja, desde o dia do nascimento ao seu desenvolvimento. Não sei mudar uma fralda. Meu dEus!!!!
Para tentar ultrapassar esta minha ideia, comprei um livro “Socorro sou mãe” da Rita Ferro, e tenho feito algumas pesquisas sobre este assusto, acho que já fiz um progresso.
Acho que no fundo nunca tinha pensado neste assunto a sério, nem nunca tinha perdido tempo analisar como tudo funciona.
Qual é a vossa opinião acerca deste assunto? Conhecem bons manuais para principiantes nesta área? Gostava de saber as vossas ideias. Please!!!

turtleeyes
Retrato de turtleeyes
Offline
Desde: 17.04.2011
fizeste me rir é bem

Espertalhão fizeste me rir Careta é bem verdade.. manuais n há.. mas há aqui mm ao ladinho o forum "de mãe para mãe", é quase quase um manual, com respostas rázpidas, práticas e mt importante, variadas Sorriso

Bellinhah
Retrato de Bellinhah
Offline
Desde: 26.12.2007
Ola

Eu tambem sempre tive a ideia de que os bebés deviam vir todos com manual de instrucçoes!! Espertalhão
Mas na verdade, sei, embora ainda nao tenha tido o previlégio de ser mãe, que quando um filho nasce..aprendemos a fazer tudo com naturalidade pois temos o nosso instinto maternal!
È verdade também que estamos a atravessar uma grande crise económica no nosso país e é uma grande responsabilidade ter um filho..mas essa responsabilidade nao passa apenas por esse factor. Acho que se tivermos muita vontade de sermos mae e tivemos mt amor para lhes dar, tambem nao será preciso muita coisa!! Hoje em dia temos tudo para nos facilitar a vida..antigamente era bem mais dificil, lavava se roupa á mao..nao havia a variadade de coisas que ha hoje e os filhos criavam-se!

Se tens a certeza que é isso que queres..força! Vai em frente sem medos! vai tudo correr bem! Piscar o olho

ngaspar
Retrato de ngaspar
Offline
Desde: 03.10.2010
Já sei da existencia desse

Já sei da existencia desse site Sorriso
Se já tivesse encontrado as resp as minhas duvidas não publicada este topico. Afinal para que serve este site??!

É verdadede Beli. acho que falta o principal!! Dar o tal passo Piscar o olho

Sofia1984
Retrato de Sofia1984
Offline
Desde: 29.05.2010
.

turtleeyes escreveu:
Espertalhão fizeste me rir Careta é bem verdade.. manuais n há.. mas há aqui mm ao ladinho o forum "de mãe para mãe", é quase quase um manual, com respostas rázpidas, práticas e mt importante, variadas Sorriso

pois...eu não vou ajudar "à missa"...tenho 3 sobrinhas e embora tivesse trocado algumas das suas fraldas isso em nada abonou em meu favor na hora de ser mãe. Porque o problema não é pôr fraldas ao bebé, nem vesti-lo, nem dar de mamar...isso mesmo um alien que tivesse sido posto aqui de pára quedas faria, comparado com reviravolta que a vida dá depois da vinda de um filho.
Traduzindo por miúdos: é esta nova vida aquilo que "mais custa" aprender a ter.
Por isso não gosto de complicar muito. Hoje em dia há várias informações para nos ajudar na prática. Como esta mamã disse, há o fórum aqui ao lado, onde volta e meia tanto leio coisas úteis como perfeitos disparates. Mas isso cabe-nos a nós filtrar.

Se estás preparada para nascer de novo...acho que talvez não haja mais nada com o que te devas preocupar.

Pré-visualizaçãoAnexoTamanho
img_4187.jpg
img_4187.jpg68.53 KB

"A meta de uma discussão ou debate não deveria ser a vitória, mas o progresso."
( Joseph Joubert )

Madrinha da TCosta, da florzinha C.A.S.C.S. e da espevitada RuteCris Sorriso
Afilhada da Joanasantosblue Sorriso

turtleeyes
Retrato de turtleeyes
Offline
Desde: 17.04.2011
ainda ha dias houve uma

ainda ha dias houve uma menina q la perguntou se a vida mudava assim tanto ou se era assim tão bom ser mãe... faz a tua pergunta lá e vais ter as respostas q precisas Sorriso
pq lá n se pergunta só sobre as fraldas ou cremes ou.. sei lá.. é de tudo literalmente tudo! se n encontraste resposta, é pq n fizeste a pergunta Espertalhão apesar de q o q os outros vivem n tem de ser o ideal p nós.. mas daí tb eu ter dito q o mais importante q s vê lá são variadissimas respostas... uma há de te dar a luzinha!
desafio-te a dar lá um salto e participar Sorriso

AL
Retrato de AL
Offline
Desde: 12.02.2011
ngaspar

ngaspar escreveu:
Olá a todas

Tenho 29 anos e estou casada faz meio ano. Namoramos 2 anos e meio até casarmos, mas posso dizer que neste momento penso que é a pessoa certa para ficar comigo até a velhice…hehe. Mas isto, para dizer que somos um casal que nos entendemos até agora bem e cheguei aquela fase de pensar em filhos.
Até a pouco tempo nunca pensei engravidar, não conseguia imaginar-nos alterar hábitos e rotinas e achava que não tinhamos condições económicas para ter um filho. Quando o meu marido começou a ficar entusiasmado com este assunto, parei para pensar o porque de não me imaginar mãe!! Não que me sinta pressionada, mas não sabia a razão de não dar importância a essa possibilidade.
Cheguei a conclusão que tinha medo. E porque? Nunca vi ninguém crescer, ou seja, desde o dia do nascimento ao seu desenvolvimento. Não sei mudar uma fralda. Meu dEus!!!!
Para tentar ultrapassar esta minha ideia, comprei um livro “Socorro sou mãe” da Rita Ferro, e tenho feito algumas pesquisas sobre este assusto, acho que já fiz um progresso.
Acho que no fundo nunca tinha pensado neste assunto a sério, nem nunca tinha perdido tempo analisar como tudo funciona.
Qual é a vossa opinião acerca deste assunto? Conhecem bons manuais para principiantes nesta área? Gostava de saber as vossas ideias. Please!!!

Ninguém nasce ensinado! Mas sabes que ler como se muda uma fralda é diferente do que estar a fazê-lo! Careta
Isto tudo só para te dizer que não vale a pena teres medo! Ser mãe é das coisas mais bonitas do mundo e tu vais conseguir como toda a gente consegue! Antigamente não havia nada disso e corria tudo sempre bem! Careta

Força!

Foste a melhor coisa que me aconteceu na vida. Amo-te para sempre! Apaixonado

Madrinha: MeVi
Afilhada: Mari Fernandes

ngaspar
Retrato de ngaspar
Offline
Desde: 03.10.2010
Obg pelas vossas resp. Talvez

Obg pelas vossas resp. Talvez o que preciso é msm de força e vontade Piscar o olho é sempre bom encontrar pessoas c as mesmas questões, o que parece muito complicado para umas para outras não, e com testemunhos acho que se torna mais facil.

Um bjinho para voces

Marshmallow
Retrato de Marshmallow
Offline
Desde: 27.11.2011
De facto não me parece que

De facto não me parece que encontres um manual que responda às tuas dúvidas. Claro que através dos livros encontras histórias que podem ajudar, acho que deves encara-los mais como uma partilha de conhecimentos. Como já foi dito, aprendes a cuidar de um bebé por puro instinto.
Quanto às condições económicas, infelizmente, nas condições que o nosso país se encontra se estiveres à espera de 1001 condições para que nada falhe então nunca terás filhos. Claro que é preciso um certo investimento mas à uns anos à trás, no tempo da minha mãe e avó, não havia nem metade do que há hoje, as condições erram bem piores e tudo correu pelo melhor.

Polliana
Retrato de Polliana
Offline
Desde: 14.01.2012
estou no mesmo barco...rs

Eu sou casada a 3 anos,mas casei novinha,com 17.
Por mim eu teria tido filho até antes,mas meu marido não quis,hoje vejo que foi melhor esperar...
Agora decidimos ter filhos,eu procuro muitas coisas na net...rs...
E fui no médico para fazer os exames de rotina e ver se está tudo bem,a médica me passou uma vitamina para tomar(ácido fólico).Ela disse que todas as mulheres que pensam em engravidar deviam tomar essa vitamina antes...
Mas eu acho que com o bebê a gente pega o jeito depois...eu também não tenho nenhuma experiência com bebês...
Mas vamos ver no que vai dar...rs

ngaspar
Retrato de ngaspar
Offline
Desde: 03.10.2010
Quando digo manual, não me

Quando digo manual, não me referia a um livro que ensine como mudar uma fralda, etc. Mas sim a um livro que nos de uma ideia do que nos espera.. Na net, sites, existem milhoes de artigos, é verdade, mas nem sempre se enquadra na minha situação. Acho que é insegurança o que sinto, e procuro respostas,

AL
Retrato de AL
Offline
Desde: 12.02.2011
ngaspar

ngaspar escreveu:
Quando digo manual, não me referia a um livro que ensine como mudar uma fralda, etc. Mas sim a um livro que nos de uma ideia do que nos espera.. Na net, sites, existem milhoes de artigos, é verdade, mas nem sempre se enquadra na minha situação. Acho que é insegurança o que sinto, e procuro respostas,

É normal quereres saber de tudo! Sorriso
É a ansiedada! Um dia ainda te vais rir! Espertalhão

Foste a melhor coisa que me aconteceu na vida. Amo-te para sempre! Apaixonado

Madrinha: MeVi
Afilhada: Mari Fernandes

ngaspar
Retrato de ngaspar
Offline
Desde: 03.10.2010
hehehe eu tb acho AL. Até lá

hehehe Sorriso eu tb acho AL. Até lá vou explorando para por as ideias em dia. Sabes, eu n tenho uma familia unida e isso faz com que sinta esta insegurança, porque sei que basicamente só posso contar comigo e com o meu marido. Mas sei que vou ultrapassar. O primeiro passo já dei, que era assumir que estou a ponderar..

Bjinhos

AL
Retrato de AL
Offline
Desde: 12.02.2011
ngaspar

ngaspar escreveu:
hehehe Sorriso eu tb acho AL. Até lá vou explorando para por as ideias em dia. Sabes, eu n tenho uma familia unida e isso faz com que sinta esta insegurança, porque sei que basicamente só posso contar comigo e com o meu marido. Mas sei que vou ultrapassar. O primeiro passo já dei, que era assumir que estou a ponderar..

Bjinhos

Assim é sempre complicado porque os conselhos dos familiares mais velhos dão sempre jeito...
Mas vais ver que tu própria vais ter a tua maneira de cuidar e o teu médico também te vai explicar muita coisa e fornecer-te informação de certeza! Espertalhão

Foste a melhor coisa que me aconteceu na vida. Amo-te para sempre! Apaixonado

Madrinha: MeVi
Afilhada: Mari Fernandes

Sofia1984
Retrato de Sofia1984
Offline
Desde: 29.05.2010
.

ngaspar escreveu:
hehehe Sorriso eu tb acho AL. Até lá vou explorando para por as ideias em dia. Sabes, eu n tenho uma familia unida e isso faz com que sinta esta insegurança, porque sei que basicamente só posso contar comigo e com o meu marido. Mas sei que vou ultrapassar. O primeiro passo já dei, que era assumir que estou a ponderar..
Bjinhos

Ora aqui está um verdadeiro "problema"...não no sentido de impedimento, mas eu por exemplo considero que , nos dias de hoje, é fundamental ter o apoio da família nesta fase. Ter alguém que nos dê uma mão é muito bem vindo, principalmente quando é altura de irmos trabalhar e ponderamos deixar o nosso filhote com alguém.
Digo isto porque até há bem pouco tempo atrás pensava que o meu filho ia para a minha sogra em vez de ir para uma creche, e ficaria "livre" para ir trabalhar, pois as contas estão na mesma à nossa espera ao final do mês. Acontece que tivemos uma desavença familiar e agora já não quero que seja ela a tomar conta do meu filhote, por isso agora tenho um problema: ou fico em casa sem receber ou então vou trabalhar para pagar uma creche, que não deve ser tão pouco como isso. Gosto de estar com o meu filho, mas a vida de uma pequena família apenas sustentada por um ordenado também não é fácil.
A coisa que mais me afligia era isto: onde é que eu ia deixar o meu filho quando fosse trabalhar. Fiz planos e sairam "furados" por isso aconselho todas as pessoas que querem ser mamãs a pensarem bem nisto para não terem surpresas como a que eu tive. É om ter sempre um plano B em mente.

"A meta de uma discussão ou debate não deveria ser a vitória, mas o progresso."
( Joseph Joubert )

Madrinha da TCosta, da florzinha C.A.S.C.S. e da espevitada RuteCris Sorriso
Afilhada da Joanasantosblue Sorriso

ana.loira
Retrato de ana.loira
Offline
Desde: 24.05.2011
Se,se pensar muito,nunca

Se,se pensar muito,nunca damos o passo de engravidar,o melhor é deixar correr,eu com 29 anos,a minha filha já andava na escola,e quando engravidei(tudo planeado),só o meu marido trabalhava,e se hoje estamos em crise em meados dos anos 80,também não estava nada bem.
Não é preciso manual,é tudo tão natural,a melhor altura de um filho é mesmo essa,a das fraldas,das birras,das noites mal dormidas.
Esperem até eles terem a mania que já sabem tudo,onde são eles que querem escolher as roupas,sair à noite,desgostos de amor,más notas,não vos quero assustar,já que passei por tudo isso e sobrevivi,como não sou a super mulher,todas conseguem.
Tratar dum bébé é instintivo e apesar de ser muito cansativo,é ao mesmo tempo relaxante,é o melhor que pode acontecer a uma mulher!
Força,e muitas felicidades.

Opções de visualização dos comentários

As alterações efectuadas serão aplicadas a todos os tópicos.

Tópicos relacionados

Ola boa noite, desde ja passo a explicar qual a razao pela qual nao posso ter uma crianca neste momento; Estou numa relacao relativamente recente,...
Ola Boa tarde a todos, estou numa situação um pouco estranha, estou a trabalhar num restaurante ha 6 anos nunca me pagaram o sub de ferias nem de...
olá no meu caso, eu tive o meu primeiro namorado com 14 anos e este durou 2 anos e meio. depois dele tive outro rapaz, e agora tenho o meu actual, de...
Olá. Esta pergunta é para esclarecer uma amiga que tem este problema em mãos. Ela nunca trabalhou porque a doença de foro mental apareceu-lhe na...
Olá, "compinchas" do fórum. Vou já avisar que vou escrever muito.. Se tiverem vontade de ler, leiam, se não tiverem, leiam na mesma e digam algo para...