Instinto Maternal... | A Nossa Vida

Instinto Maternal...

Retrato de sandritasilva
20.07.2017 | 18:40
sandritasilva:
Membro desde: 11.07.2011

Boas...

Alguem aqui que achasse que nao tinha instinto maternal, que nunca ia querer ter filhos ??

As vezes penso isso, não sei se vou mudar...

Mas o meu marido quer muito..

Alguem que achava que nao queria e depois teve?


Retrato de Grim Reaper
Qui, 20/07/2017 - 18:56
Grim Reaper:
Membro desde: 29.04.2017
sandritasilva wrote:

Boas...

Alguem aqui que achasse que nao tinha instinto maternal, que nunca ia querer ter filhos ??

As vezes penso isso, não sei se vou mudar...

Mas o meu marido quer muito..

Alguem que achava que nao queria e depois teve?

Por acaso já falei com uma que não tinha. O exemplo que ela deu foi: Se estivesse grávida baixava as calças sentava-se à janela num oitavo andar e abortava atirando-o cá para baixo. Não compreendo o que causa isso, mas algum(a) especialista deve saber.

Porque achas que não tens? O que sentes? Achas que és uma mulher fria e sem sentimentos?

Retrato de esteresteves
Qui, 20/07/2017 - 20:42
esteresteves:
Membro desde: 09.06.2016

Boa noite, conheço pessoas que não tiveram filhos e depois arrependeram-se e já era tarde demais!
Outras que tiveram filhos e que se arrependeram depois.
Tantas opiniões diferentes!
Eu por exemplo, desde pequena que quero ser mãe e a minha vida não teria sentido sem filhos.
Embora, dou muita importância aos meus sonhos e objectivos.
Amo-me incondicionalmente e gosto muito de estar comigo próprio.
Tu tens que pensar longamente no que queres fazer.
Pergunta-te ao fundo de ti se queres filhos ou não.
imagina-te daqui 5, 10, 15 anos.
Como será? Onde estarás? O que terás realizado?
Quais são os teus objectivos e sonhos? Filhos fazem parte destes planos?
Só tu é que tens a resposta...existe pessoas que pensavam que não tinham instinto maternal e afinal...
E outras ao contrario.
é relativo e próprio a cada pessoa...
não te ajudei muito desculpa mas vai encontrar todo o tipo de historias e pensamento totalmente diferentes uns dos outros!
E as opiniões não se discutam e neste assunto, não há verdades universais...
Boa sorte!
( desculpe os erros ortográficos)

Retrato de Kaizoku
Qui, 20/07/2017 - 23:45
Kaizoku:
Membro desde: 02.06.2017

Eu quero ter filhos, mas não com uma maluca qualquer... Tenho que assegurar que os genes da fêmea são de qualidade como os meus, caso contrário, prefiro não os ter! Silly Cao

- 10000 km and 7 hours away from you -

Retrato de gatita5
Sex, 21/07/2017 - 09:52
gatita5:
Membro desde: 21.08.2013

Sandrita, isso de instinto é muito relativo, tenho uma colega que dizia que nunca iria ter filhos, uma vez que não gostava de crianças, Engravidou, não foi planeado e teve um grande choque de início, agora tem uma bebé que diz amar acima de tudo. Continua a não gostar de crianças contudo, ama incondicionalmente a filha.
Se não queres mesmo ter filhos convém abrires o jogo com o teu marido, objectivos diferentes podem destruir um casamento.

Retrato de Tyta.b
Sex, 21/07/2017 - 11:21
Tyta.b:
Membro desde: 29.12.2015

Eu não sou uma mulher "maternal", não sou nada apaixonada por crianças, nem bebés como a maioria é, e tenho 0 paciência para os filhos dos outros.
Nunca planeei ter filhos, mas engravidei sem querer, e confesso que passei a gravidez toda com medo de não conseguir cuidar dele como seria necessário. Mas quando ele nasceu tudo mudou, ele é o melhor do meu mundo, para ele tenho toda a paciência que é necessária e não imagino a minha vida sem ele. Quando é nosso é diferente, eles nascem das nossas entranhas e é de lá que vem também o sentimento, que é completamente animalesco e irracional.
Porém continuo sem gostar lá muito dos filhos dos outros...

Retrato de sandritasilva
Sex, 21/07/2017 - 14:39
sandritasilva:
Membro desde: 11.07.2011
Grim Reaper wrote:

Porque achas que não tens? O que sentes? Achas que és uma mulher fria e sem sentimentos?

Não, pelo contrario... Sou demasiado lamechas, mimada, a mínima coisinha choro...!

Mas, ter um filho causa muitas duvidas.
Acho que inicialmente o problema era mesmo medo da gravidez, do parto...
Entrava em desespero e tinha crises mesmo só de passar por uma gravida (chegando a fazer medicação com causa disto).
Actualmente depende dos dias...
Gosto muito de uma prima (com 3 aninhos), que durante vários meses fui eu que a transportei todos os dias da casa dela para a avo (devido a eu estar desempregada e os pais dela não terem muita disponibilidade), durante esses meses que convivi com ela dizia que ia "roubar a X " (claro a brincar), mas eu e o meu marido dizíamos muito isso... Uma assim era linda, diferente..
Actualmente não convivo muito com ela, quando a vejo da-me sempre um abraço e pouco mais...

Quando vejo fotos por exemplo de um casal a dormir (os três juntos) ou a passear, ... fico a pensar se um dia eu, nós, também podíamos ser assim...

Mas depois na maioria das vezes penso na seca que deve ser... ter de dar banho, dar de comer, mudar fraldas, biberão, ouvir choro...
Quando estou deitada, sossegada, com o meu marido e me vem a cabeça, depois com uma criança esquece, isto não acontece, quando vejo uma viajem e penso depois não dá...
Fico logo a achar que não quero.

A única coisa que me faz mesmo pensar em querer e a tal priminha linda e fofinha,
mas depois também penso e se não sai assim e sai algo terrível, terrorista, irrequieto,...

Enfim, é um mundo de duvidas...

Por vezes o meu marido diz, sabes que eu quero, por mim era já, mas respeito a tua ideia , medo, e quando estiveres preparada... Mas eu respondo diz-me, da-me um exemplo de uma coisa boa que isso tenha?
Não há resposta...
Só vem a cabeça coisas más, choro, fraldas,...

- Se fosse como a tal priminha era diferente... dai brincamos, ok, vamos roubar a X...

Mas o medo do parto, é assustador!

E por vezes também penso se eu sou tão lamechas, mimada, chorona, nem sei cuidar de mim, como saberia cuidar de outro alguém ... ??!

Retrato de Grim Reaper
Sex, 21/07/2017 - 14:45
Grim Reaper:
Membro desde: 29.04.2017
sandritasilva wrote:

Não, pelo contrario... Sou demasiado lamechas, mimada, a mínima coisinha choro...!

Então és fofinha, és óptima para a tarefa Smile Não vejo dúvidas.

Retrato de CACLR
Sex, 21/07/2017 - 15:12
CACLR:
Membro desde: 30.05.2017
sandritasilva wrote:
Grim Reaper wrote:

Porque achas que não tens? O que sentes? Achas que és uma mulher fria e sem sentimentos?

Não, pelo contrario... Sou demasiado lamechas, mimada, a mínima coisinha choro...!

Mas, ter um filho causa muitas duvidas.
Acho que inicialmente o problema era mesmo medo da gravidez, do parto...
Entrava em desespero e tinha crises mesmo só de passar por uma gravida (chegando a fazer medicação com causa disto).
Actualmente depende dos dias...
Gosto muito de uma prima (com 3 aninhos), que durante vários meses fui eu que a transportei todos os dias da casa dela para a avo (devido a eu estar desempregada e os pais dela não terem muita disponibilidade), durante esses meses que convivi com ela dizia que ia "roubar a X " (claro a brincar), mas eu e o meu marido dizíamos muito isso... Uma assim era linda, diferente..
Actualmente não convivo muito com ela, quando a vejo da-me sempre um abraço e pouco mais...

Quando vejo fotos por exemplo de um casal a dormir (os três juntos) ou a passear, ... fico a pensar se um dia eu, nós, também podíamos ser assim...

Mas depois na maioria das vezes penso na seca que deve ser... ter de dar banho, dar de comer, mudar fraldas, biberão, ouvir choro...
Quando estou deitada, sossegada, com o meu marido e me vem a cabeça, depois com uma criança esquece, isto não acontece, quando vejo uma viajem e penso depois não dá...
Fico logo a achar que não quero.

A única coisa que me faz mesmo pensar em querer e a tal priminha linda e fofinha,
mas depois também penso e se não sai assim e sai algo terrível, terrorista, irrequieto,...

Enfim, é um mundo de duvidas...

Por vezes o meu marido diz, sabes que eu quero, por mim era já, mas respeito a tua ideia , medo, e quando estiveres preparada... Mas eu respondo diz-me, da-me um exemplo de uma coisa boa que isso tenha?
Não há resposta...
Só vem a cabeça coisas más, choro, fraldas,...

- Se fosse como a tal priminha era diferente... dai brincamos, ok, vamos roubar a X...

Mas o medo do parto, é assustador!

E por vezes também penso se eu sou tão lamechas, mimada, chorona, nem sei cuidar de mim, como saberia cuidar de outro alguém ... ??!

Não sei a tua idade mas pelo que me parece és um pouco nova. Quanto aos teus receios, penso que são normais na juventude, no entanto numa vida a dois não podes por os teus desejos acima dos desejos do teu marido.

Terás que falar com ele sobre as tuas dúvidas e chegar a um consenso. Acho que acima de tudo estás a ser um pouco egoísta porque para ti o mais importante é viajar, sair, não ter o trabalho de.....Claro que dá trabalho mas tudo o que é bom dá trabalho. Acho que neste momento estás só a pensar em ti e na tua comodidade. Não leves a mal mas é o que eu acho.

Retrato de Tyta.b
Sex, 21/07/2017 - 15:36
Tyta.b:
Membro desde: 29.12.2015

Uma coisa é não se sentir maternal, não ter afinidade com crianças, outra bem diferente é ter medo do parto... acho que esta última todas temos. Qual é a mulher que pensa em engravidar, ou engravida, e não se assusta com a ideia?
Em relação ao resto, não é tudo um mar de rosas, nem sempre as crianças são fáceis, há uns bebés que choram muito, outros que não dormem nada, outros que até são sossegados mas começam a crescer e passam por fases piorzitas de birras e etcs, mas também não é tudo difícil... dá para viajar (ainda há pouco estava num restaurante e chegou um casal com dois pequeninos, um bebé de meses às costas do pai, naquelas mochilas próprias, e outro com uns 3 anitos pela mão da mãe, eram estrangeiros e pela mochila que a mãe trazia às costas são daqueles casais que passam o dia inteiro a conhecer as cidades que visitam, não é por ter filhos que deixam de o fazer), dá para descansar, para namorar (existem avós que até agradecem ficar com os netos umas horas por semana). È um processo de adaptação que é possível.

Retrato de sandritasilva
Sex, 21/07/2017 - 15:50
sandritasilva:
Membro desde: 11.07.2011
CACLR wrote:

Não sei a tua idade mas pelo que me parece és um pouco nova. Quanto aos teus receios, penso que são normais na juventude, no entanto numa vida a dois não podes por os teus desejos acima dos desejos do teu marido.

Terás que falar com ele sobre as tuas dúvidas e chegar a um consenso. Acho que acima de tudo estás a ser um pouco egoísta porque para ti o mais importante é viajar, sair, não ter o trabalho de.....Claro que dá trabalho mas tudo o que é bom dá trabalho. Acho que neste momento estás só a pensar em ti e na tua comodidade. Não leves a mal mas é o que eu acho.

Não acho que seja assim tão nova , tenho 32 anos...
Mas sim, sinto-me uma adolescente, e casei a pouco.

Ele tem a mesma idade que eu, mas já pensa muito em filhos.
Nós falamos sempre de tudo, muito, ele sabe bem os meus receios, e respeita diz que quer quando eu estiver preparada, o problema é que eu não sei se algum dia vou me sentir preparada, tenho muitos medos...
E como referi, já cheguei a ser seguida e tomar medicação por causa de sofrer com medo de simplesmente ver uma gravida...
Não imagino como seria se a gravida fosse eu...
Fico até com medo de acabar internada, ficar maluca..

Mas ele respeita, compreende, sempre soube que eu tinha este problema, e diz que vai esperar até eu vencer isto...!