Fui despedida - sinto-me uma falhada | A Nossa Vida

Fui despedida - sinto-me uma falhada

Retrato de plimplamplum
19.12.2016 | 20:51
plimplamplum:
Membro desde: 09.03.2015

Olá a todas,

Não quero muito com este post, talvez só queria algum conforto... algumas palavras amigas. Nunca fui muito de abraços mas juro que precisava TANTO de um agora.

Este ano foi muito complicado para mim... saltei de trabalho em trabalho e coisas bastante precárias. Dei tuuudo de mim no ano passado em Dezembro numa loja de shopping e elas gostaram muito de mim, mas foi só o reforço de natal, no final de Dezembro o contrato acabou. No ano seguinte comecei a trabalhar noutra loja do shopping mas detestava aquilo e o ambiente e nunca me esforcei muito porque sempre contei que me chamassem de novo para a tal loja onde trabalhei em Dezembro, elas fizeram-me acreditar que sim mas enganaram-me e vim a saber um mês depois que já tinham contratado uma outra pessoa para aqueles 6 meses. Fiquei tão magoada porque dei tudo de mim ali e eu gostava tanto delas e afinal mentiram-me e percebi que afinal não fiz um trabalho assim tão bom porque chamaram outra em vez de a mim. Recusei entrevistas de trabalho porque estava a contar com este trabalho. Sad

Entretanto uma empresa da minha área de curso (de licenciatura) andou em muitas conversações comigo porque estava interessada em mim para ingressar num estágio profissional. Sempre me disseram que tinha que esperar porque as respostas para os estágios estavam atrasadas por parte do iefp (e é verdade) mas passados 4 meses e meio telefonei mais uma vez e ai disseram que ainda nem tinham entrado com o pedido e não sabiam quando iam precisar de um estagiário, eu tinha percebido mal. ALÔ????? ESTÃO A FAZER-ME DE PARVA!

No final dos 6 meses onde estive na loja que não gostava nada vim embora (eles não renovaram o contrato mas eu também não queria). Nessa altura já tinha emprego assegurado numa outra loja do shopping para fazer 2 meses (um reforço da altura). Falei 3 vezes com a gerente e ia começar no dia 1 de agosto. Telefonei dias antes porque achei estranho ela não dizer para passar por lá antes... ela disse que me telefonava no dia 1, achei estranho mas concordei. No dia 1 bem cedo tinha uma mensagem longa no tlm a dizer que pedia imensar desculpas mas os recursos humanos preferiram à última da hora outra menina para o lugar.

Fiquei completamente desnorteada. Consegui um part-time como promotora para o mês de Setembro. Fiz ainda 2 dias em outubro e outros 2 em Novembro. Em finais de Novembro comecei a trabalhar numa loja de telecomunicações no shopping, eram contratos assinados mensalmente. Mas passados 4 dias recebi um telefonema DA LOJA X, a dizer que fui admitida para um contrato de pelo menos 7 meses a tempo inteiro. Fiquei ssssssssssssuper contente e o trabalho era muito mais calmo do que na loja de telecomunicações e de que numa loja de roupa. Despedi-me da loja de telecomunicações e comecei este mês (dia 1) a trabalhar nesta nova loja.

Nunca disseram como devia atender os clientes, nesta loja não havia divisão de tarefas nem metas a cumprir. Basicamente atendia-se os clientes e arrumava-se a loja, isto porque nem caixa fazia para já. Hoje a subgerente chamou-me ao armazém e deu-me uma carta e disse que estava despedida. Telefonei ao gerente (que estava de folga), foi super frio e distante e disse-me que achava que eu era uma pessoa muito cabisbaixa, muito triste, sempre de olhos no chão e que não me estava a enquadrar na equipa. Ele disse que pediu a opinião ao resto da equipa e que partilhavam da mesma opinião. Disse que também viu uma ou outra situação destas com um ou outro cliente mas basicamente era por não me enquadrar na equipa e que se notava que eu não estava contente por lá estar. Disse também que falou com outras pessoas mas não podia dizer quem e que achou que era melhor ficar por aqui. Não sei se ele estava a referir-se a pessoas da equipa ou se foi perguntar aos sítios onde já trabalhei. Só sei que tive de me sentar no armazém porque acho que ia desmaiar. Fiquei sem chão. Completamente.

Eu nunca gostei de mim, nunca mesmo. E sou uma pessoa muito envergonhada, custa-me muito socializar mas eu juro que me esforço. Há lá uma miúda que passou do tempo de experiência e ficou e é muiiiito mais calada do que eu, ela quase nunca se ri e a ela não lhe dizem nada...

Tenho 28 anos, não estou a ganhar de lado nenhum. Não vou ter dinheiro a nenhum tipo de sub. de desemprego e vou de novo ter de começar a procurar trabalho sei lá eu onde. Isto porque a minha cidade JÁ ESTÁ CHEIA DE CURRÍCULOS MEUS. Eu matei-me à procura de trabalho nestes últimos meses e agora é isto...

Sabem como me sinto uma falhada??? Um monte de bosta??? A pessoa mais vazia e sem interesse?

Eu precisava de um trabalho a tempo inteiro para me ocupar a cabeça, para me sentir um bocadinho útil, para ter um ordenado. Estava a contar em juntar algum dinheiro para comprar um carro daqueles antigos mas o meu primeiro carro, e juntar dinheiro para para o Ano fazer um curso numa outra cidade. Sabem como me sinto neste momento? Meu deus, parece que tenho um buraco no peito tamanha é a tristeza e o cansaço enorme de tentar ter esperança e lutar mas a vida mostrar-me sempre que EU NÃO CONSIGO. Como eu queria um abraço... ;(


Retrato de esteresteves
Seg, 19/12/2016 - 22:58
esteresteves:
Membro desde: 09.06.2016

Boa noite, o desemprego é uma coisa terrível.
não desiste de mandar currículos e enquanto, podes sempre fazer um trabalho qualquer( café, fábrica,restaurante, etc.) só para não te sentir inútil.
tens que mudar os teus pensamentos negativos para positivos.
«eu não consigo» é uma frase a eliminar do teu vocabulário.
já ouviste falar da lei da atracção que é uma lei reconhecida tal como a lei da gravidade.
Tens tempo agora, recomendo-te livros para fazer um bom curriculo, para vencer a timidez, para ter mais confiança em ti, etc.
vão te ajudar, prometo.
todas as experiências que tivestes na tua vida não são fracassos mas sim, experiências que te fazem crescer.
tu não és falhada, és uma pessoa maravilhosa que está a passar um má fase somente.
Nunca desistes da tua vida, dos teus sonhos e objectivos.
se quiseres conversar, não hesites
cump.

Retrato de babysitterOeiras
Ter, 20/12/2016 - 11:44
babysitterOeiras:
Membro desde: 12.03.2013

Olá PlimPlamPlum,

A vida é mesmo assim, cheia de desilusões e respostas negativas mas há que ir á luta e não desistir.

Quanto ao "Eu nunca gostei de mim, nunca mesmo" poderá ser muito bem isto que te impede de continuar nos empregos. Sentimentos de pouca auto-estima e insegurança reflectem-se em muito no contacto com as outras pessoas o que sendo atendimento ao publico é natural que prefiram colaboradores mais confiantes. Porque não procuras ajuda especializada? Pode ser que na tua zona haja grupos de auto-ajuda, fala com a tua médica de família. Também exercício físico ajuda a sentir-tes melhor.

Envia currículos para callcenter de apoio ao cliente (não telemarketing que isso é horrível), talvez te dês melhor a falar ao telefone sem ser em contacto presencial com o publico. Foi o que me safou quando era mais nova (tinha os mesmos problemas que tu, de socialização).

Força, não desistas!

Retrato de Dilema
Qua, 21/12/2016 - 12:11
Dilema:
Membro desde: 20.05.2010

Não és falhada nenhuma. Tens a personalidade que tens, podes melhorar alguns aspecto se achares que o deves fazer. Ser tímida não é crime, cada um de nós tem as suas característica, tens é que gostar muito de ti, há um livro que fala no poder dos calados. Mesmo que toda a gente te leve a pensar que não vales nada, não acredites, os outros podem desistir de ti, mas tu tens que procurar reconhecer o teu valor. Pensa, de certeza que tens n aspectos positivos. Um ponto a teu favor é a tua persistência, o mercado de emprego está uma selva, muitos nem à fase das entrevistas chegam, mas tu continuas a batalhar. Muita sorte

Cumprimentos,
Dilema