Finanças do casal - Contas conjuntas ou separadas? | A Nossa Vida

Finanças do casal - Contas conjuntas ou separadas?

Retrato de Anne Crystal
06.02.2013 | 16:25
Anne Crystal:
Membro desde: 04.05.2012

Olá. Muito boa tarde a todos!
Decidi vir colocar este tópico porque é um assunto no qual penso bastantes vezes. Tenho 22 anos, estou a terminar o meu Mestrado. Quando começar a trabalhar e assim que a vida financeira o permitir, eu e o meu namorado estamos a pensar em viver juntos.
A minha dúvida é então a seguinte:
Quando um casal decide viver na mesma casa, como deve gerir o seu dinheiro? Ou seja:
- Cada um ter a sua conta bancária e vão pagando as despesas "alternadamente"
- Ter uma única conta onde caem os ordenados de ambos e daí utilizam para o que necessitarem
- Ou ter uma conta conjunta, mas cada um continuar a ter a sua própria conta, e quando receberem o ordenado (exemplo: 500 euros)colocarem do género 400 euros na conta conjunta para as despesas conjuntas, mas deixando algum dinheiro de lado para "despesas particulares" (por exemplo, quando se quer comprar um presente ao namorado/marido... desta forma evita-se que ele descubra pelo extracto da conta conjunta! ehehe).

É uma questão em que penso bastante porque não sei muito bem como farei quando chegar a essa situação. Qual é a vossa opinião? Quem já vive em casal, como faz?

Obrigada:)


Retrato de FloribelaCS
Qua, 06/02/2013 - 16:35
FloribelaCS:
Membro desde: 28.03.2012

Vais ouvir muitas opiniões. Para mim é o seguinte, conta conjunta, o dinheiro do casal é depositado lá e gasta-se o necessário nas despesas. O que sobrar é colocado de lado de forma a juntar dinheiro para algo futuro Smile

Vive cada dia intensamente..Como se fosse o último

A melhor madrinha, Sparkly

Afilhada linda, Filipaaa

Retrato de sgomes
Qua, 06/02/2013 - 16:52
sgomes:
Membro desde: 19.08.2008

Ola,
Depende do casal. Se forem "forretas" (ou um deles for) vale mais conta conjunta ou decidir antecipadamente o que paga cada um.
Independentemente disso acho importante cada um ter a sua conta para as nossas coisas e nao ter de ouvir "comentarios". Nao caias no erro de ter de pedir autorizacao para comprar coisas (a nao ser que seja uma coisa cara).

Nos temos uma conta conjunta mas serve apenas para ter a nossa poupanca. As despesas vamos pagando a meias (ha sempre um que paga mais q outro, mas paciencia). Nunca pensamos muito nisso, e ate agora tem corrido bem.

Retrato de Claudia e Francisco
Qua, 06/02/2013 - 16:58
Claudia e Francisco:
Membro desde: 13.01.2009

Olá!

Decerto vais ouvir opiniões muito diversificadas, mas para mim é assim:

Eu e o meu marido achamos que o casamento é para toda a vida.

Quando casámos, por motivos profissionais e para não complicar mantivemos as nossas contas de solteiros.

A gestão das contas e do dinheiro fazemos em conjunto.

Temos um ficheiro em Excel onde anotamos tudo o que gastamos, assim para além de termos a noção de que não estamos a viver acima das nossas posses, temos o nosso dinheiro todo bem gerido. O que temos é de ambos independentemente da conta bancária em que está mais dinheiro.

Quanto aos presentes de aniversário, normalmente cada um de nós escolhe o que o outro lhe vai oferecer. Por exemplo, o ano passado andei o ano todo a dizer ao marido que queria uma máquina de fazer pão. Eu é que escolhi e tudo!!! Assim não há hipótese de se ficar desiludido com o presente.

Quando é suposto ser uma prenda surpresa, primeiro dou a prenda e depois é que registo no mapa...

Retrato de ana.loira
Qua, 06/02/2013 - 17:16
ana.loira:
Membro desde: 24.05.2011

Opinião de quem já está casada há muitos anos,conta conjunta para as despesas da casa,e aliada a essa uma a prazo,para os subs.,reembolsos de Irs.
E uma para cada um para poder comprar as suas coisas sem dar explicações.

Retrato de DMRS
Qua, 06/02/2013 - 18:09
DMRS:
Membro desde: 24.08.2009

Tudo depende da vossa ideia e de como se sentirem bem.
Para nós a relação é para se partilhar tudo e isso inclui as finanças. Temos duas contas e ambos somos titulares das duas,tendo ambos acesso às mesmas.
O dinheiro vai para uma conta de onde são feitas os pagamentos mensais e todas as despesas.

Se queremos comprar uma prenda surpresa podemos sempre levantar o dinheiro e não se adivinha para o que foi.

Isto é o que resulta melhor para nós a nível de gerir contas e despesas

ps: Nós evitamos levantar dinheiro pois conseguimos controlar melhor as despesas e gastos ao pagar com cartão pois se tivermos o dinheiro na carteira ele voa (isto também depende de pessoa para pessoa)

Retrato de Sofia1984
Qua, 06/02/2013 - 18:52
Sofia1984:
Membro desde: 28.05.2010

Cá em casa temos ambos uma conta pessoal, e depositamos 60% dos respectivos salários numa conta conjunta, de onde pagamos tudo o que for inerente à casa, presentes para a família, etc. Se for preciso, um mês ou outro em vez daquela percentagem (que foi a que achamos que dava para fazer face ás despesas mensais), colocamos mais dinheiro, nos meses de pagar revisões aos carros, por exemplo.

Uma conta apenas para tudo, é para dar chatices. Seja casados, namorados ou divorciados (lol).
Mais cedo ou mais tarde, vai acontecer algo em relação a isso e alguém não se vai sentir bem, ou então quando houver chatices vão haver cobranças.

"A meta de uma discussão ou debate não deveria ser a vitória, mas o progresso."
( Joseph Joubert )

Madrinha da TCosta, da florzinha C.A.S.C.S. e da espevitada RuteCris
Afilhada da Joanasantosblue

Retrato de ysa84
Qua, 06/02/2013 - 20:09
ysa84:
Membro desde: 25.01.2009

Nós temos contas separadas onde caem os ordenados e depois colocamos um X préviamente estabelecido na conta conjunta de onde se paga tudo!...
O que sobra vai pra poupança conjunta tb!

Retrato de BeTheOne
Qua, 06/02/2013 - 20:30
BeTheOne:
Membro desde: 12.07.2012

Hoje em dia e com o rumo que as relações tomam o melhor será mesmo cada um ter a sua conta, dividem as despesas entre os dois e criam uma conta poupança acordando o valor que cada um deverá lá colocar cada mês para eventuais contratempos.

Assim ajuda a que cada um seja responsavel pelas suas despesas e como já aqui foi dito , escusam de ouvir bocas sobre o que gastam, onde gastam e etc.

Eu já cai na asneira de ter conta conjunta, e foi uma má experiência, e hoje em dia tenho esta opinião.

امیدوار باش برای بهترین و آماده شدن برای بدترین

Retrato de Andreia_Lelo
Qua, 06/02/2013 - 22:47
Andreia_Lelo:
Membro desde: 18.02.2010

Cada casal tem de encontrar o que funciona melhor para si. No meu caso temos conta conjunto para onde vao ambos os ordenados e de onde se pagam todas as despesas. Se algum de nos quiser comprar alguma coisa paga dessa conta. A conta de solteiro do marido so é usada pk o seguro do carro é descontado de lá e a minha continua aberta mas sem uso.
Mas como te disse, o k funciona comigo pode nao funcionar ctg. Tenho um casal amigo k paga tudo ( e é mesmo tudo tudo) a meias. E isso para mim nao funcionaria nunca mas para eles é o ideal.

Retrato de MiniLuZ
Qua, 06/02/2013 - 23:24
MiniLuZ:
Membro desde: 25.05.2010

Eu e o meu namorado já conversamos sobre isso e acreditamos que a melhor solução seja mantermos as nossas contas pessoais e criarmos uma conta conjunta... A ideia seria que o dinheiro entrasse todo na conta conjunta e que, desse dinheiro, fosse retirada uma determinada quantia para cada um de nós gastar no que entender... Wink