Falta de comparencia no centro de meprego

Retrato de veronicacosta
02.03.2012 | 19:39
veronicacosta:
Membro desde: 14.02.2012

Ola meninas! estou muito preocupada! hoje tinha a minha apresentação quinzenal na junta de freguesia, mas por lapso nao me apresentei()nunca mais me lembrei).... e a primeira falta... que consequências terei? será que me vao anular o subsidio? sera que me posso apresentar segunda feira e explicar o sucedido?
ajudem.me pfv.
Obrigada

Veronica


Retrato de jubebe
Sex, 02/03/2012 - 19:48
jubebe:
Membro desde: 27.05.2011

vai la logo na segunda de manha senao podem-te suspender a prestaçao

Retrato de veronicacosta
Sex, 02/03/2012 - 19:51
veronicacosta:
Membro desde: 14.02.2012

julia, mas mesmo sendo a primeira falta eles suspendem? e quando comparecer segunda feira o que digo? que tinha comparência sexta feira e que me esqueci?
Nos papeis que eles me deeram no centro de emprego diz que tenho sireito a uma falta sem corte de subsidio mas eu n tnh a certeza... de qualquer das formas eu apresento me la segunda de manha

Retrato de jubebe
Sex, 02/03/2012 - 19:57
jubebe:
Membro desde: 27.05.2011

ja aconteceu isso ao meu pai e ele foi logo na segunda por isso digo para ires logo assim fica justificada

Retrato de veronicacosta
Sex, 02/03/2012 - 20:00
veronicacosta:
Membro desde: 14.02.2012

Obrigada, Julia. E o teu pai que disse la? que se esqueceu?
Desculpa estar a ser chata.... estou preocupada...

Retrato de jubebe
Sex, 02/03/2012 - 20:11
jubebe:
Membro desde: 27.05.2011

ele foi sincero disse msm k lhe passou o k nao foi mentira lol
nao tem mal na boa

Retrato de veronicacosta
Sex, 02/03/2012 - 20:33
veronicacosta:
Membro desde: 14.02.2012

ok...vou fazer isso! obrigada querida pela disponibilidade!!! eu tb anod meia adoentada nem me lembrei tao pouco...

Retrato de aleacim89
Sex, 02/03/2012 - 21:21
aleacim89:
Membro desde: 13.04.2011

Olha eu não sei, eles agora não perdoam nada! No centro de emprego cortaram-me o subsidio porque receberam informação de uma empresa que eu tinha sido aceite e não tinha nunca mais aparecido, o que nem é verdade, expliquei tudo à funcionária do centro de emprego que de seguida me anulou o subsidio dizendo que eu não podia recusar nenhum emprego e mandou-me escrever uma carta ao director a explicar a minha versão. Depois disso andei a pesquisar e encontrei um decreto lei que diz que podemos recusar emprego desde que esse nos dê uma remuneração inferior ao que recebemos do subsidio. Aconselho-te a ires então o mais depressa possível à junta de freguesia, pode ser que por lá sejam mais compreensivos. Já agora, já vos anularam o subsidio por recusarem uma oferta de emprego muito inferior ao valor que recebem do subsidio?

Retrato de ana.loira
Sex, 02/03/2012 - 21:37
ana.loira:
Membro desde: 24.05.2011

Se diz que tem andado adoentada,eu iria ainda hoje ao Catus queixar-me e pedir uma justificação,quando a minha filha esteve desempregada aconteceu-lhe isso,puro esquecimento,fomos logo à Junta e foi a própria funcionária,que disse para irmos ao médico de familia pedir baixa,porque quando se está a receber do fundo de desemprego,pode-se pedir baixa,assim como meter férias,antigamente ainda aceitavam um atestado de médico particular,mas agora não,por isso ou vai ao Catus ou segunda-feira logo de manhã ao centro de saúde pedir baixa.
No nosso caso quando aconteceu,a médica de familia não atendeu,e a única coisa que me lembrei,foi "matar uma pessoa de familia",ainda tinha cá justificações de uma agencia funerária,e aceitaram.
Quando há ofertas de trabalho,com remuneração inferior ao sub.a SS completa o valor,por isso não se pode recusar.

Retrato de aleacim89
Sex, 02/03/2012 - 21:48
aleacim89:
Membro desde: 13.04.2011

Ana Loira, pois, o problema é que a Senhora do centro de emprego nunca me explicou nada disso, sendo a primeira vez que estou desempregada penso que não sou obrigada a adivinhar caso ninguém me alerte sobre nada. Como poderia eu saber que a SS ajuda com o montante se ninguém me diz? Eu recebo o social, ou seja 300€ e a empresa dava-me de ordenado 200€! Era obrigada a aceitar? Nem sabia disso! Não era suposto me informarem de tudo isso no acto da inscrição? Agora cortaram-me o subsidio, nisso já a senhora foi muito rápida, boas explicações nem vê-las... De qualquer das maneiras ela mandou-me escrever uma carta ao director sobre a minha versão, óbvio que nessa carta vou mencionar que nunca fui informada sobre nenhum desses pontos... Quando me deram a carta para ir á entrevista, porque não me disseram que eu tinha de aceitar mesmo que o ordenado fosse muito baixo, que depois a SS me ajudaria com o resto do montante? Enfim, continuo a achar que é muito má vontade de certas funcionárias...

Retrato de veronicacosta
Sex, 02/03/2012 - 22:24
veronicacosta:
Membro desde: 14.02.2012

O que eu li nos papeis que me deram no centro de emprego e que pode se ter uma falta injustificada... apenas há uma advertência escrita..da segunda vez e que anulam o subsidio.

o que diz no site da segurança social é:

CONSEQUÊNCIAS DO NÃO CUMPRIMENTO DOS DEVERES

O não cumprimento dos deveres para com o centro de emprego determina, entre outras consequências, a anulação da inscrição no Centro de Emprego e a cessação da prestação em curso.

Determinam a anulação da inscrição para emprego, no Centro de Emprego, as seguintes actuações injustificadas do beneficiário:

- A recusa de emprego conveniente, de trabalho socialmente necessário, de formação profissional, do Plano Pessoal de Emprego, bem como de outras medidas activas de emprego;

- O segundo incumprimento do dever de procurar activamente emprego pelos seus próprios meios e efectuar a sua demonstração perante o Centro de Emprego;

- A recusa ou desistência injustificada ou a exclusão justificada de medidas activas de emprego, previstas no Plano Pessoal de Emprego, bem como o segundo incumprimento das restantes obrigações e acções previstas neste Plano;

- A desistência injustificada ou exclusão justificada de trabalho socialmente necessário e formação profissional;

- A primeira falta de comparência à convocatória do Centro de Emprego ou nas entidades para onde foi encaminhado pelo Centro de Emprego;

- A segunda verificação, pelo Centro de Emprego, do incumprimento do dever de apresentação quinzenal.

Nos casos de anulação de inscrição no Centro de Emprego, os beneficiários só podem voltar a inscrever-se decorridos 90 dias consecutivos a contar da data da decisão de anulação.