Estágios remunerados VidaEdu

43 respostas [Última]
Atspl
Retrato de Atspl
Offline
Desde: 10.01.2015
Olá DanielaCZ, Eu ando à

Olá DanielaCZ,

Eu ando à procura de informações sobre a empresa VidaEdu, porque estou um bocado inclinado a ir para o Reino Unido pelo programa Easy London.

Os estágios não são muito do meu interesse, porque posso ser colocado em qualquer lugar no Reino Unido, inclusive alguns mais isolados, e tenho preferência por um sitio onde me permita ir procurando possiveis trabalhos para o futuro para me poder manter no Reino Unido, pelo que o Easy London me parece uma melhor solução, embora tenha que ir para Londres sem um trabalho e ir a várias entrevistas.

A minha dúvida é a de toda a gente, se a empresa é séria, se são cumpridores. Por exemplo, tenho receio de ir para Londres e não conseguir o trabalho ao fim de uma média de 14/15 dias como eles dizem, e isso implica despesas que estou a suportar sem estar a ganhar dinheiro nenhum.

Em relação aquilo que disse na sua mensagem, que não gostou muito do local... fiquei em dúvida se se referia à zona do Reino Unido ou à entidade.
também disse que a VidaEdu não procedeu de forma muito correcta quando quis desistir, pode explicar melhor?
Outra dúvida é em relação aos trabalhos, perguntei ao representante sobre a carga horária, uma vez que os trabalhos são pagos à hora e se só trabalhar em part time nem vale a pena pensar ir. Como é a carga horária? O salário depois de impostos é suficiente tendo em conta as despesas de alojamento, alimentação?

Conheceu outras pessoas que tenham feito estágio pela VidaEdu? Havia opiniões muito negativas?

Eu agradecia muito se me pudesse responder. É que ir para Londres na área da restauração, hotelaria seria uma oporunidade de aperfeiçoar o meu inglês que é bom mas tem falhas e com isso e com a minha presença lá, poder ver onde tenho mais oportunidades.

Obrigado,
António

catiamoreira87
Retrato de catiamoreira87
Offline
Desde: 13.05.2015
Atspl

Olá @Atspl,

sempre decidiu ir?

estou a ponderar ir para inglaterra mas estou receosa...

Marina Alexandr...
Retrato de Marina Alexandra Domingos Ferreira
Offline
Desde: 16.02.2016
VidaEdu Islândia

boa tarde.

Estou de partida no fim deste mês para fazer um destes programas. Até agora não tenho razão de queixa. Têm respondido praticamente na hora aos emails e duvidas que apresento.

Alguém que já tenha feito através deles, o programa na Austrália?

cita19
Retrato de cita19
Offline
Desde: 04.11.2007
VidaEdu Islândia

Olá Marina tudo bem?

Acabei de enviar o pacote de documentos para o progtama Summer Job na Islândia. Agora pelos vistos é aguardar que surja colocação. Uma vez que já iniciaste podes partilhar a tua experiência até á data? Sorriso

Para que país foste? E para que programa?
Quanto tempo estiveste á espera de colocação?
Estás a gostar da experiência?

Obrigada! Piscar o olho

PapasDeAveia
Retrato de PapasDeAveia
Offline
Desde: 01.01.2016
.

É normal que respondam rápido... são basicamente commisionistas que chulam 900 euros para porem outros a trabalhar por uma mesada lol, mas lá vendem a imagem de "aventura" e as pessoas vão nessa, apesar que toda a gente podia arranjar esses estágios sem intermediários.

DanielaCz
Retrato de DanielaCz
Offline
Desde: 20.07.2011
Olá António. Eu não conheço

Olá António.

Eu não conheço o estágio Easy London, mas trabalhei com uma rapariga portuguesa que fez esse estágio e ela disse que não valia a pena. Eles direccionavam para as entrevistas, mas é só isso. Ora, para isso mais vale pegar no dinheiro e vir directamente para Londres e procurar as entrevistas.

Fiquei numa zona muito isolada. Sem transportes, nem rede. Os donos cortavam a internet às 10h da noite, quando eu terminava o turno e acabava por ficar sem falar com a minha familia e amigos por dias. Acabamos por nos vir embora todas as que lá trabalhavamos, e eu enviei um email à vidaedu a explicar as razões por que queria desistir e não obtive resposta. Eu tinha um contrato de 6 meses que não terminei, porque abandonei o trabalho aos 5 meses, e eles deixaram-me por minha conta e risco. Tendo em conta que estava num pais desconhecido, sem familiares ou amigos por perto, e sem ter muito conhecimento da parte burocrática do pais...

Eu recebia o salário minimo, e trabalhava cerca de 45 horas semanais. Conheci pessoas que faziam 30/35 às vezes mais, às vezes menos. Depende da entidade. Alojamento, etc, era barato porque estava fora de grande cidades.

Em relação a Londres, habitação é cara. Transportes são caros. E para ser sincera, acho que devia avaliar muito bem se quer ir realmente pela vidaedu. Se tiver um conhecido pela zona, então venha sem a entidade. Trabalho em hotelaria e restauração à imenso. Eu vim sozinha, directamente do estágio, peguei num autocarro e sai em Londres. Arranjei casa e trabalho rápido, mas também já tinha a experiencia anterior o que facilitou. Mas tendo um amigo em Londres, então venha e envie curriculus que não tarda nada chamam-lhe para entrevistas.

Não me arrependo de ter feito o estágio, porque abriu-me portas e deu-me experiência, mas também puderia ter sido melhor.

Polaris
Retrato de Polaris
Offline
Desde: 27.10.2016
Estagio na Noruega

Fiz um estagio remunerado pela VidaEdu na Noruega no âmbito de agricultura e animais durante 4 meses, pela minha experiência, não vou dizer que recomendo ou não, depende do local onde se encontram, mas no meu caso não recomendo o local onde estive:
Não ha controlo de horas de trabalho, ou seja, trabalha-se mais que o combinado;
Não querem saber da tua saude (apenas se for visivel, desloquei um osso da mão durante o trabalho, embora mal aceite, reconheceram que havia trabalhos que não podia realizar apenas com uma mão), passo a explicar: desloquei a coluna vertebral e tive dores agoniantes durante 4 semanas e nuna chamaram um medico ou deram antibioticos ou pomadas; (Poderia ser uma desculpa plausivel, mas vendo os factos, desde o inicio que nao tive dores, fazia os que me pediam sem negar, fazia com eficacia e rapidez, mas então, porque raios e que quando desloco a coluna demoro o dobro do tempo e com menos eficacia? eu acho que os olhos servem para alguma coisa...)
Pediram-me para faezr o trabalho deles a alimentar as vacas apos as mugir enquanto o chefe conta batatas na carrapana (constantemente, se não for batatas è por outra coisa);
Trabalha-se das 6h as 19h
por vezes, das 6h as 23h (colheita) e sem folgas durante as semanas;
Queixas-te de dores de coluna e dizem piadas e pensam que não queres trabalhar.

PauloMartinsVidaEdu
Retrato de PauloMartinsVidaEdu
Offline
Desde: 25.11.2016
Estágio na Noruega

Polaris, trabalhar mais do que o que está na apresentação do Programa na Noruega, que lhe enviámos antes de se inscrever, e que se repete no contrato (35h/semana) é muito estranho e deveria ter reportado. Na Noruega levam os contratos muito a sério, uma vez ou outra pontualmente poderá acontecer, sendo que depois é compensado em outra semana ou com mais folgas, mas deveria ter-nos dito para falarmos com os seus hosts.
Saúde ainda é mais grave! Como foi possível estar 4 semanas com a coluna vertebral deslocada e com dores agoniantes e sem nos dizer nada?! Depois de ver o seu comentário percebemos quem é e fomos imediatamente confirmar que já está bem de saúde e foi apenas "um desabafo". Ficamos descansados que assim seja.

Recordo que uma das mais-valias dos Programas é ter apoio e acompanhamento pela equipa no país. Seja na Noruega ou em outro destino, é importante que usem esse contacto para ajudar a resolver qualquer assunto.

Paulo Martins
VidaEdu

Tiago Jota
Retrato de Tiago Jota
Offline
Desde: 30.11.2016
Olá Joana

Eu já fiz a pré- inscrição , mas mesmo assim estou um pouco receoso , o meu projecto é para Austrália , e é isso mesmo que me deixa um pouco amedrontado, posso confiar nesta empresa, sei que é um passo enorme a seguir , por favor se puderes esclarece me estas dúvidas .

Saudações

PauloMartinsVidaEdu
Retrato de PauloMartinsVidaEdu
Offline
Desde: 25.11.2016
Austrália

Olá Tiago,
Só para partilhar os testemunhos de dois participantes na Austrália que a Antena 1 contactou em direto, no dia 23, para entrevistar sobre como ia ser o Natal na Austrália. Pode ouvir os dois participantes a partir do minuto 12 e do minuto 44 neste link: http://www.rtp.pt/play/p661/e265505/jose-candeias
Depois há outro participante que esteve 1 ano também na Austrália e agora está a correr o mundo (minuto 21) e depois ainda outros participantes da VidaEdu em outros destinos para falarem também sobre o Natal nos países onde estão.

saraLdn
Retrato de saraLdn
Offline
Desde: 07.02.2017
Bom dia, Peço que quem tenha

Bom dia,

Peço que quem tenha feito o estágio com a vidaedu (mais precisamente o do Reino Unido) entre sff em contacto comigo ou deixem o email para que possa tirar algumas dúvidas. Estou a ponderar realizar o estágio com eles e há muito pouco feedback de participantes sem ser aqueles que eles têm no site.

Obrigada.

Marco Cruz
Retrato de Marco Cruz
Offline
Desde: 20.02.2017
Eu estou a fazer um programa

Eu estou a fazer um programa pela Vidaedu e não podia estar mais satisfeito, Pessoas simpáticas e sempre dispostas a ajudar. Sem qualquer dúvida que estão a corresponder com o que eu tinha em mente.

danipgc29
Retrato de danipgc29
Offline
Desde: 05.03.2017
Estágio no Reino Unido

Como é que foste a trabalhar para o Reino Unido?

Opções de visualização dos comentários

As alterações efectuadas serão aplicadas a todos os tópicos.

Tópicos relacionados

Olá, antes de mais um bom ano a todos, encontrei este forum através de uma pesquisa no Google, procurando por "VidaEdu testemunhos", de forma a...
Olá, Alguém conhece alguém que tenha frequentado este programa em Londres??? Gostava de ter feedbacks.
Olá Já alguém participou no Programa Experiência Profissional Easy London pela VidaEdu? (viver+trabalhar+estudar ingles) (http://www.vidaedu.com/...
Pois é, tirei o curso de Arquitectura, acabei em 2013 e até agora nada de estágio mesmo sendo não remunerado e part-time! Para mim tem que ser part-...
Boas. Preciso de umas luzes. Estou a fazer um estágio profissional remunerado pelo IEFP e gostaria de saber o que acontece se tivermos uma má...