Era a vida dela, Hoje nao sou nada !

5 respostas [Última]
michel2014
Retrato de michel2014
Offline
Desde: 09.04.2014

Boa Noite, queria partilhar ocm voces a minha historia,
sou um jovem de 26 anos, e em 2009 conheci a minha (ex) namorada.
depois de um meio ano, decidimos ir viver juntos, assim vivemos 4 anos juntos dos quase 5 que temos relecionamento serio.
no inicio tudo foi perfeito, e estavamos muito felizes, eu geralmente sempre fui feliz com esta pessoa. eu sei que ela tinha alguns problemas familiares que a deixacvam muito em baixo e notava que ela nao era uma pessoa muito feliz na vida. eu era a referencia da felecidade dela, assim ela o sempre transmitiu. ela titnha um trabalho muito infeliz que tambem nao a ajudava nada. a vida dela acabava por ser infeliz e eu era a felecidade dela na vida dela, assim ela todos os dias me demostrava em palavras e actos o quanto era o TUDO dela.
ao passar dos anos, o nosso amor se mantia estavel, as discucoes haviam..e por veses com certa rotina, desentendimentos, coisas normais..a parte anormal era que eu tenho um temperamento onde verbalmente me descontrolo e digo muitas coisas que maguam uma pessoa, mas nem uma destas palavras veem de coracao. ela falava me muito em casar e filhos, foi ela mesmo que meteu me a pensar niso, eu nao tinha duvidas ja dez de muito cedo que tinha a mulher dos meus sonhos e da minha vida do meu lado, amava ela com tudo e ate as imperfeicoes. asism o dizia que havia muitas coisas que nao gostava no feitio, mas meu amor superava e era feliz na mesma, mesmo com os defeitos dela. o ano passado pedi ela em casamento. ambos choramos. e estavamos muito felizes, a vida dela turnou se, ver vestidos de casamentos, ela era uma pessoa muito dedicada a mim. eu depois do casamento e o pedido, comesei me a perder...na relacao..e em mim mesmo.. isto quero dizer que comesei a viver um pouco incocnientemente no meio da relacao, nao por falta de amor, mas por me dedicar a muitas outras coisas. derivado a minha dedicacao toda com outras coisas, eu deixei muito andar...o casamento as datas comesou a desvanecer. mas eu preservei isto, eu pensava que UM dia...nao precisa de ser ja amanha. minha mentalidade era esta, sabia que queria casar com ela, mas ainda nao me sentia preparado para o impacto de um casamento, assim sem eu me aperceber ela realmente deixou de falar niso, hoje reparo que parece que desistiu. filhos era eu que queria e ela derepente tambem ja nao parava com a pirula. mas no meio desta relacao e sabendo que ela me amava mais que tudo nunca metia nada em causa que podese ter haver com falta de amor da parte dela, ou mudanca de planos ou sentimentos. foi ouma vivencia onde todos os dias ela me demostrava o quanto me amava, eu tambem era carinhoso pra ela e sempre fui muito expresivo, mandava mensagens muito longas onde descrevia tudo que sentia por ela, era perfundo e ao ler dava lhe muitas certesas do que ela segnificava para mim, hoje reflecto que errei muito quando queria um tempo para mim e deixava passar certas coisas ao lado onde ela queria atencao e eu estava focado no meu trabalho. assim viviamos numa routina, nao faziamos muita coisa...mas tinhamos nossos momentos bons e as coisas de namorados. eu me consedirava feliz e concretizado no amor junto a ela. ela me dizia tanta coisa e assim o demostrava, eram ate as promessas as juras do , nunca te irei deixar, que sou a coisa mais importante da vida dela, ou seija todas as palavras promesas sempre foram feitas, e o amor dela por mim, nunca poderia estar em causa.

ate que...

nos ultimos meses entramos numa faze muito critica..
hoje reflecto que ela ja nao me procurava, na altura nao dava muito conta disso, comecamos a viver um pouco na transparencia. ela no canto dela, eu no meu..
muitas descucoes, iritacoes. pouco carinho de ambos os lados, ouve uma explusao, e ela saiu de casa foi para casa do seu irmao.
acabou comigo. na altura estava muito fresco e mal conseguia levar isto muito aserio, nesses momentos eu poederia ter todo o tipo de atitude, mas eu ai nao jugei com orgulho e sempre segui meu coracao, a unica coisa que eu queria era que ela voltasse, mas mais forcava, mais a afastava, mais a procurava mais ela nao me cria ver, eu turnou me um massacre pra ela, Sem crer ! mas meu coracao estava chorando por ela, cada segundo. a saudade, o arependimento. tudo me veio a cabexa, passaram agora 2 meses, e consegui reflectir muitas coisas, tudo que na altura nunca vi ou me passou pela cabexa.
sei que errei e muita coisa, sei que muitas veses nao tive a melhor postura de um namorado... quando acabamos eu fiz varias coisas que nao devia.
mas ela me blokiou o numero e nao havia meio de a contactar, entrei um pouco em panico, admito que nao consegui levar isto tudo com muita naturalidade, a frieza dela, ela mudou de pessoa, ja nao era a mesma, ela me disse que,

ja nao me avava da mesma maneira. .. amo te sim,... mas nao da mesma maneira. ela dizia tambem que ja nao se sentia sexualmente atraida por mim. entre varias coisas que me surpriederam muito a vir a ouvir, tudo coisas que nunca pensei ouvir dela. nem ela nunca me deu sinais para poder esperar tal coisa, foi um impacto muito grande e completamente inesperado para mim, ela disse tambem que deixou de gostar de mim, e foi se mentalizando psycologicamente para nao ter de sofrer. acho isto um pouco injusto porque agora veijo que ela viveu um bom tempo do meu lado sem realmente gostar de mim. isto e o que parece pelas palavras delas, e pelos ultimos meses que realmente nao se passou muita coisa boa na nossa relacao e nos odiavamos mais no dia a dia do que nos amavamos.

o que mais me custa no meio disto tudo e mesmo ver uma pessoa partir assim, que um dia eu era tudo pra ela, ela dava a vida por mim, e hoje posso cair morto e ela nao quer mesmo saber, como e possivel indepedentemente de preparacao psycologica, uma pessoa conseguir ser tao fria e tao cruel, e deixar de gostar de uma pessoa assim tao radicalmente? existem motivos para muita coisa, mas para isto acho que vai longe demais, doi me seguir em frente e sofrer sozinho, chorar por alguem que esta feliz da vida. que se sente melhor sem mim, nao sente saudade, enquanto ela esta 24hrs por dia no meu pensamento, acabamos a 2 meses e dez do primeiro dia ate hoje, ja revivi momentos, tive flashbacks da nossa vivencia dos ultimos 4 anos assim no dia a dia.. constantemente veiem me pensamentos de coisas que vivemos, no fundo so veijo as coisas boas dela, e as coisas Mas que eu fiz. iso leva me ao arrependimento e ao pensamento que..sera que podia ter feito isto ou aquilo difrente, saber que hoje tudo poderia ser difrente se na altura soubesse o que sei hoje.

ela pelos vistos e uma pessoa que engole as coisas e pouco expressa seus sentimentos, eu andava sego e nao riagia a muito. ela acabou por se afastar de mim sem eu me aperceber.

confesso que quando acabamos eu entrei numa batalha e dei muita luta para reconsquistar ela..
demostrei tudo de todas as formas, lhe disse tudo que me ia na alma, lhe prometi e demostrei que mudei. e o quanto ela e importante para mim, sei que esegarei...isto na visao dela, porque era o que realmente estava a sentir, mandava relatorios por email, a descrever tudo. mas sei que com iso so a afastava mais, porque ninguem quer um homem desesperado ou fraco, mas como ela queria que eu ficasse com uma queda tao enesperada? eu com isto tudo consegui que ela voltasse.. ela disse que ia pensar se ainda queria uma relacao comigo. mas os dias passavam e nao obtia uma resposta sincera, eu pressionei mais ate que ela aceitou..
mas parece que ela aceitou por mim..nao por ela..
ela tinha curiusidade em saber se tava difrente, e ela realmente notava iso. mas ela nao me ligava nenhuma, so queria estar com as amigas, negava meus convites, e ate parece que me ivitava. nao soube lidar bem com iso, e voltamos ao mesmo, acabamos de novo, mas na verdade nunca senti que voltamos de verdade..
entretanto cada dia que passa ela mais se afasta de mim, ela quer mesmo excluir me da vida dela. nao ker mesmo nada comigo, quer estar sozinha como ela diz. tambem chegou a dizer o seguinte.. se nao me deixas em paz como posso sentir tua falta? coisas que me baralham um pouco. semana passada aconteceu algo muito mau. estava numa discoteca, e sai de la as 4 da manha, pensei... o que nao devia mas fiz.. fui ter com ela, fui la bater a porta, ela nao atendia, nao abria, ignurou me. passei mesmo a ser um estranho, eu estive muito calmo nao a chamei nao fiz nada, subi o portao para ir bater a porta. mas fui corrido de la pela policia, ela sem me dizer nada ligou a policia. isto chocou me ! foi a prova que ja nao a connheco mesmo. ela mudou 360 graus. e esta atitude foi o extremo, eu posso ter abusado de chegar ali aquela hora mas a resposta dela foi muito feia no meu ver. foi de bom coracao e com toda a bomdade.
ela voltou me a blokiar, mandou me mensagem muito ofendida pelo facto de ter feito o que fiz de ir la aquela hora. consegui convencer ela para me ligar uma ultima vez para poder exclarecer plo menos que nao fui la com mas etencoes, mas pelo contrario, ela so me ouviu... nao ligou nenhuma, e gritou comigo a dizer, eu nao kero saber o que tens para me dizer, quero que me deixes em paz !!! em voz muito alta ! EU AI... disse realmente o que era certo, exclareci me.. e ela desligou me o telemovel na cara. ate hoje nao disse mais nada. passou uma semana. ela esta muito convicta no que quer e decidiu.

entretanto como passou ja um bom tempo. ja nao morro de dor, como nas primeiras semanas, ja me controlo mais e ja me convenci que nao vale a pena procurala mais. iso acabou de minha parte.

na verdade pergunto me se... sera possivel ela vir se arepender disto?
como e possivel uma pessoa amar te incondicionalmente, pelo menos assim aparenta, estando noivos e ter uma vida tao proxima durante tantos anos, com tanto amor. ela deixar de gostar, e mudar assim tanto de personalidade ao ponto de mal tratar me..por ser tao insensivel?

nao sei mas isto foi uma grande licao, isto foi bom, porque abri os olhos, e jamais irei cometer mesmo tipo de erros onde secalhar nao valorizei ou nao me dedicei o suficiente a uma pessoa que me amava tanto.
eu sempre fui muito fiel ao meu amor por ela, sempre lhe acarinhava muito. vivia sempre cometencao de lhe fazer surpresas pra a fazer feliz, coisas pequenas com seu segnificado especial.

hoje, sinto um grande vasio por ela ter partido, e maguoa me muito sentir tanto a falta de uma pessoa que nem seker posso contactar, e ja me demostrou de varias formas que morri para ela.

por veses me pergunto que... sera que um dia ela vai cair na realidade onde vivo agora? e voltar a sentir coisas? ou sera que ira sempre seguir este caminho que ela sescolheu? ou sera que ela fez mesmo delete aos sentimentos dela? se foi isto, surpeiende me muito, e claro so eu sei, o quanto ela me amava. se eu a amo tanto foi porque correspondi ao grande amor dela. senao nunca teria amado tanto uma pessoa ( digo eu ) sei que por ela fazia tudo. mas hoje so posso seguir em frente..e nem a experanca ela me deixou. que me da ainda mais tristeza.
ter de seguir e ter de pensar que: nos olhos dela sou ninguem..
iso nem me deixa o minimo de orgulho. custa me seguir assim, e ver que ela nem tem respeito pelo que fomos um dia, que obriga mesmo isto ser assim tao feio, e desvaloriza o que fui para ela.. amigo, namorado. e uma pessoa que lhe cuidava sempre que precisase.

isto e um pouco da minha historia, para quem teve pacieccia de ler ate ao fim, e ja passou pelo mesmo, e quiser partilhar comigo a sua experiencia, seria bom, antes de mais , muito obrigado.
e muita sorte e felecidade para todos.

Michel Viega.

csofia_
Retrato de csofia_
Offline
Desde: 19.12.2012
.

Olá Michel, benvindo ao forum.
Apesar dos erros creio que compreendi +- a historia, não gosto de criticar as pessoas na net pelos erros ortograficos porque em alguns casos não sabemos porque não puderam estudar mais.
Em relação à sua companheira.. se choraram juntos quando fez o pedido de casamento é porque até esse momento, ela tinha sentimento.
Infelizmente acho que neste momento a assusta. Porquê, não sei. Talvez não tenha um bom controlo de raiva, pelo menos fiquei com essa impressão quando comentou que perdia o controlo a falar com ela.
Costuma-se dizer dizer que se deve pensar bem em todas as palavras que dizemos porque elas só podem ser perdoadas, mas nunca esquecidas.
Talvez haja um problema da sua parte de controlo de raiva, mas nada que uma terapia com um psicologo não possam resolver.
Na noite em que ela chamou a policia, talvez ela pensasse que estivesse sob a influencia de alguma coisa (alcool)...
Tem mesmo de seguir em frente. Se ainda a ama, pense nela agora como um anjo que está no céu a olhar por si... ela pode seguir a vida dela, mas você também pode ter os seus sonhos.
Acima de tudo não a persiga.. deixe-a seguir, guarde as injustiças no coração com a certeza que foi sempre boa pessoa.
Outra pessoa aparecerá no seu caminho, vai ver.

michel2014
Retrato de michel2014
Offline
Desde: 09.04.2014
obrigado pela resposta, vivi

obrigado pela resposta, vivi muitos anos fora, dai os meus erros,
relativamente a raiva, eu ja controlo iso bem, e tenho a certeza que nunca mais irei ter esse tipo de atitude com ninguem. sim agora irei lhe dar esse lugar e sigo em frente.

lover93
Retrato de lover93
Offline
Desde: 13.03.2012
Tal com a menina de cima

Tal com a menina de cima disse, as palavras podem ser perdoadas mas nunca esquecidas. Você também disse que ela não expressava muito os sentimentos, o que se passava de errado com ela, talvez tenha acumulado muita coisa dentro dela e tenha chegado ao ponto que não aguentou mais.

MicaelaS2Filipe
Retrato de MicaelaS2Filipe
Offline
Desde: 31.07.2013
Olá

Bem-vindo ao fórum Sorriso
Li a tua história e acho que estás com a cabeça numa confusão!
Eu estou com com o meu marido desde o mesmo ano que tu e ela, a exeção que só vivo com ele há mais de um ano!
Na minha opinião de mulher eu acho que ela "sufocou" muito na vossa relação!
Como dizes as discussões eram com algumas coisas que tu dizias com raiva e por muito que ela perdoasse, não se esquece palavras, as palavras ficam sempre gravadas e quando acontece algo de mau, essas palavras voltam a cima! Mas discussões todos temos!
Enquanto ao casamento, bem pela vossa reação, era uma coisa muito desejada que foi de certa forma esquecida por ti e ela calou para não te atrapalhar! Eu posso descrever várias opiniões mas tudo se resume ao mesmo!
A culpa nem deve ser tua, nem dela e sim dos dois! SE tu erras-te, ela também errou!
O sair de casa não quer dizer que deixou de te amar, mas sim que se começou a amar mais a ela! Os anos passam e a relação começa a ter problemas e por vezes na cabeça de um nem se nota, enquanto para o outro está tudo mal!
Ir atrás dela agora não vai adiantar em nada, deixa ela se aperceber por ela o que quer, pressionar não vai resolver, se calhar só afasta! Dá um tempo aos dois! Quem sabe um dia tudo se resolve!
Boa sorte e força.

phiatorres
Retrato de phiatorres
Offline
Desde: 11.11.2011
Eu já estive no lugar da tua

Eu já estive no lugar da tua ex-namorada... Posso-te dizer que não foi exactamente por falta de amor que a minha relação anterior chegou ao fim. Foram 7 anos em que fazíamos planos e traçavamos objectivos mas sempre em torno dele e do que ele queria...parecia que a minha opinião não era importante. Eu queria voltar a estudar, mudar de emprego, viajar...para ele isso eram ideias estúpidas e fúteis.
Além disso, quando discutíamos, ele era muito bruto (incluindo fisicamente) e ciumento.

Quando lhe pedi um tempo para pensar no que queria para mim e para a minha vida, ele teve uma reacção super má... em vez de me deixar em paz, respirar, pensar no que queria, estar um pouco sozinha, começou a perseguir-me, aparecia em todo o lado onde eu estava, ligava às tantas da noite a chorar e as murros às coisas...essas atitudes só me afastaram dele ainda mais.

Digo-te muito honestamente que nesse momento, não havia volta a dar-lhe, o meu amor, transformou-se em ódio, num ápice, ele deixou de ser uma pessoa que eu amava e passou a ser um lunático que me perseguia!

Até hoje, e já passaram 6 anos, vivo com medo dele (mudei de casa, mudei de emprego mas o medo continua). Nunca voltaria para ele e se ele aparecer à minha porta, chamo a polícia.

Não digo que a minha situação seja igual à tua, mas digo-te que talvez se a atitude dele tivesse sido mais pacífica, eu se calhar ainda teria pensado 2 vezes...assim...sem hipoteses...

Por isso só te posso dizer uma coisa: deixa-a pensar na vida dela, no que quer...deixa-a sentir saudades tuas. Qualquer tipo de pressão, telefonar, ir a casa dela, só a vai afastar ainda mais... Se ela tiver de voltar para ti, volta.

Opções de visualização dos comentários

As alterações efectuadas serão aplicadas a todos os tópicos.

Tópicos relacionados

Olá meninas. Há algum tempo que estive para escrever este tópico aqui, mas por preguiça e por medo das respostas nunca fui para a frente com a...
Hoje à hora de almoço, fui ao banco fazer um depósito e puxei do meu filofax para ver o número da conta, não é que a menina da caixa olhou para mim...
Tenho um grande amigo que as vezes fico a pensar se esse "grande" não será pequeno. Passo a explicar: Eu gosto muito dele porque foi o único que me...
bom dia gostaria de poder desabafar um pouco,sinto me triste porque não é como queremos mas.......... bem eu sou uma rapariga com 30 anos e já com...
A pele é o nosso cartão-de-visita, e ter uma pele bonita pode ser alcançado apenas com mudanças simples no estilo de vida. Se pretende ter uma pele...