Entregar CV em loja - Dicas sobre o que omitir (ou não) | A Nossa Vida

Entregar CV em loja - Dicas sobre o que omitir (ou não)

Retrato de Carla Sofia Oliveira1
28.10.2017 | 03:38
Carla Sofia Oli...:
Membro desde: 28.10.2017

Bom dia, toda a gente!

Depois de ler uma thread antiga sobre ir (ou não) entregar CVs às lojas, que fazer/não fazer e mencionar/não mencionar em relação ao CV, competências, etc.. Fiquei com algumas dúvidas que gostaria que me pudessem esclarecer!

Trabalho por conta própria à 2 anos. Adoro o que faço e estou a estudar à noite (3x/semana) para aprofundar conhecimentos. Mas trabalhar a partir de casa tem os seus senãos… Incluindo ter interacções cara-a-cara e SAIR de casa!

Para resolver esse problema, gostaria de arranjar um trabalho em part-time. E algum dinheiro extra não seria mau de todo, para além do beneficio de trabalhar com outras pessoas e interagir com o público.

Vi, num site, que a Promod está à procura de colaboradores para uma loja a dois passos de minha casa e fiquei super entusiasmada com a ideia de ir lá entregar o CV em mão. Mas… fiquei com imensas dúvidas sobre o que escrever no CV.

Tenho algum receio que o facto de ter licenciatura me limite.
E tenho medo de dizer que trabalho também por conta própria.
E de mencionar o facto que estou a estudar (ainda que só alguns dias por semana!).
Poderão pensar que não me vou dedicar ao emprego, que tenha qualificações a mais, ou outra treta qualquer.

Por outro lado… Se tentar omitir tudo isso:

1. Seria muito estranho ter um CV com pequenos trabalhos (com mais de 4 anos de antiguidade).
Pequenos trabalhos de verão que fazia quando no secundário. Em pequenas lojas ou restaurantes de amigos de amigos e coisas parecidas.

2. Depois desses trabalhos tenho 3 anos sem nada.
O tempo em que estive a tirar a licenciatura em Design

3. Seguido de 2 anos numa loja de roupa em Paris.
Onde fiz um estágio (seguido de contratos). Fui contratada como Designer gráfica e web mas, sendo uma loja independente com poucos funcionários (mas várias lojas físicas abertas - e uma loja online) eu também fazia tudo o que era preparação de stocks, ajuda a atender clientes, back-office, falar com fornecedores, etc.

4. E, depois, 2 anos sem fazer “nada”. Se omitir que trabalho por conta própria!

Managers e colaboradoras de lojas…
O que fazer numa situação assim? O que escrever no CV?
Que dicas me podem dar?


Retrato de Mia.
Sex, 03/11/2017 - 22:59
Mia.:
Membro desde: 12.09.2013

Acho que, na situação que relatas, não deves omitir nada.
Aposta numa boa carta de motivação, onde expliques exactamente o que aprendeste até agora pode ser uma mais-valia no cargo a que te candidatas. Aposta numa boa exploração do teu perfil pessoal: competências, qualidades, experiência, etc..
Certamente que te vais sair bem!
Boa sorte.