Dúvidas Jurídicas

239 respostas [Última]
Faninha
Retrato de Faninha
Offline
Desde: 08.04.2011
Indeminização por acidente de trabalho

Bom dia Dra,
antes de mais agradeço a sua inteira disponibilidade em responder às nossas questões e esclarecer as nossas dúvidas.
É o seguinte: o meu marido teve um acidente de trabalho hà 3 anos, partiu um pé. Foi operado três vezes no espaço de meio ano. Já sabemos a incapacidade atrituida pela tribunal do trabalho. Agora estamos à espera de uma carta com a data para o meu marido se dirigir ao tribunal, pensamos nós, para a oferta de quantia indmnizatória. Assim, pergunto se o meu marido recebe por cada operação, por danos morais, por danos psicológicos, pela cicatriz, pelo tempo que esteve internado, pelo tempo que está à espera, pela incapacidade parcial permanente.
Desculpe este tópico mas já nos disseram das duas formas: que ele tem que receber por isso tudo ou, por outro lado, que ele até poderia ser operado 20 vezes que recebe o mesmo.
Fico imensamente grata por qualquer resposta.
Muito obrigada.

Atenciosamente.

NowAndForever
Retrato de NowAndForever
Offline
Desde: 09.03.2011
Dúvida - telecomunicações

Bom dia, Dra Sara!
Acho muito interessante e útil disponibilizar-se para nos ajudar aqui no fórum!

Eu neste momento estou a ter alguns problemas com um serviço de internet que contratei há algum tempo, e não sei até que ponto a empresa em questão está a agir de acordo com a lei. Vejamos:
O serviço foi instalado a 12/4/2010 na minha morada de então, com um período de fidelização de 18 meses. Entretanto, em Fevereiro deste ano, mudei-me para o Seixal e liguei para a empresa a solicitar a mudança do serviço para esta nova morada, e fui informada de que estavam a realizar os testes da fibra, pelo que, por enquanto, não realizariam quaisquer instalações e que a alternativa seria mudar para o serviço de banda larga, o que implicaria a aquisição do equipamento, um agravamento no período de fidelização e ainda significaria pagar mais ou menos o mesmo valor por um serviço de qualidade muito inferior ao contratado por mim. Decidi, então, rescindir, e fui informada de que teria que pagar cerca de 200e por incumprimento. Achei errado, mas disponibilizei-me para pagar.
Entretanto, a factura com os dados para efectuar esse pagamento nunca me chegou às mãos, porque terá sido enviada para a antiga morada(mesmo contando no pedido de rescisão que eu me tinha mudado, e a empresa tendo conhecimento da minha nova morada), pelo que eu solicitei, por telefone, que enviassem os dados por sms, como tinha sido feito em relação às mensalidades. Tal nunca sucedeu e, na semana passada, fui contactada por uma empresa de cobranças a informar que teria que pagar 204€ nos três dias seguintes para evitar que o caso tomasse outras proporções. Recusei e dirigi-me à loja afim de esclarecer que os dados que solicitei nunca me tinham sido enviados e que era absurdo exigirem um pagamento desse valor em 3 dias. A reclamação seguiu para a empresa e foi-me pedido que pagasse cerca de 40€ referentes a duas mensalidades pós-pedido de rescisão, e que, seria contactada por volta do dia 1/6/2011 para tratar do restante valor. Paguei os tais 40€ no dia 22/5 e ontem, dia 25, ligaram-me novamente dessa empresa de cobranças a pressionar-me para pagar os 164€ ainda esta semana, quando me tinham dito que o poderia fazer no próximo mês.
As minhas dúvidas são:
- posso ser responsabilizada pelo cancelamento do contrato quando a empresa não me consegue prestar o serviço que contratei?
- É legítimo ser-me exigido esse pagamento tão imediatamente, mesmo eu não tendo tido acesso às facturas, e tendo-as solicitado anteriormente?
- Se me disseram para pagar faseadamente, neste mês e no próximo, e eu já paguei o valor que me indicaram, podem realmente exigir o pagamento imediato do restante valor 3 dias depois (e no mesmo mês)?

Muito obrigada e bem haja!

te_te
Retrato de te_te
Offline
Desde: 13.12.2010
Sarinha, permite q te trate

Sarinha, permite q te trate assim.
Neste momente és como um anjo caido do ceu! Piscar o olho
Tenho estado toda a tarde a tentar ver do problema que surgiu a uma pessoa, e se calhar poderei mesmo vir a aconsselhar-me contigo.
Nem sabes como fiquei contente ao encontrar este post

Beijocas

O meu canto de futilidades e devaneios

http://mysweetlifebytete.blogspot.pt/
Sabe as ultimas aqui:
https://www.facebook.com/mysweetlifebytete

M_19
Retrato de M_19
Offline
Desde: 20.02.2010
Ajuda URGENTE!!!

Olá boa tarde Drª,
Peço desculpa de chatear mas estou desesperada.
Quando eu vivia com a minha mãe ela abriu os meus recibos verdes e quem usufruia deles era ela, hoje passados 6 anos recebi uma carta da segurança social com uma divida de 4mil e tal euros.
Desconhecia esta situação, falei com a minha mãe mas claro que ela diz que não tem nada a ver com isso, pois claro que não quer responsabilidades para não pagar o que ela fez, mas eu não trabalhei pois estudava e apenas me limitei a assinar os recibos.
O que posso fazer legalmente? é que não tenho como pagar isto, falaram-me na linha de apoio que posso contestar, expondo a situação toda mas haverá algo em concreto que possa ajudar?

obrigada e mcpts.
Marta

lourencovera
Retrato de lourencovera
Offline
Desde: 22.06.2011
Penhora de Vencimento

Boa tarde,
Tenho uma dúvida que gostaria que me ajudesse se possível.
O meu ordenado foi penhorado em 1/3, ganho o SMN mais subsídio de alimetação,e está a ser penhorado o excedente.
O subsídio de férias de de natal também será penhorado? E se sim em que montante.
Poderá me responder para o e-mail: lourencovera@hotmail.com
Obrigado pela sua atenção

yoko
Retrato de yoko
Offline
Desde: 16.05.2009
Olá

Gostaria de colocar uma questão, relacionada com a adopção ou condiçoes para se ser familia temporária.

É possivel escolhermos os pais a quem queremos dar o nosso filho para adopção?

Desde já agradecida

deixo o meu mail sevensberry@hotmail.com

anasn
Retrato de anasn
Offline
Desde: 01.07.2011
Legal ou ilegal??

Olá Drª. Por motivos óbvios, não vou dizer o meu nome. Tenho um contrato de trabalho (2ª renovação) e agora a minha entidade patronal quer que assine um contrato adicional ao existente com clausulas duvidosas, em que está descrito que as funcionárias não podem falar nada lá fora sobre assuntos que se podem passar dentro da empresa, caso contrário, serão obrigadas a pagar uma indemnização á entidade patronal de danos morais e outros.

Nem sequer está descrito o valor da indemnização. Acontece que já tenho uma clausula parecida no meu contrato de trabalho, daí não perceber o motivo de quererem que assine este documento adicional!

Agradeço uma resposta da Drªa. Obrigada.

claudia_mimi
Retrato de claudia_mimi
Offline
Desde: 29.07.2009
Boa tarde, Sou proprietária

Boa tarde,
Sou proprietária de um imóvel,o qual vou alugar.
Como faço para obter um contrato?Tem de ser feito por um profissional?Tem de ser autenticado nas finanças?Que documentos devo pedir aos arrendatários?
Muito obrigada

InêsPedro
Retrato de InêsPedro
Offline
Desde: 05.07.2011
Muito obrigada pela tua

Muito obrigada pela tua disponibilidade saraarg! Fico muito contente por haver pessoas empenhadas em satisfazer as nossas dúvidas.

Parabéns!

Gemma
Retrato de Gemma
Offline
Desde: 07.04.2010
casa em nome dos filhos com usufruto dos pais

ola sara,
a minha duvida é a seguinte, eu e o meu marido vamos ter 2 filhos, e entao keremos iniciar a construçao de uma casa. como nunca se sabe o dia de amanha, estamos a pensar se é possivel a casa ficar em nome das crianças com nosso usufruto até morrer. Assim em caso de separaçao evitava-se problemas com a mesma.
obrigado Sorriso

alecardoso
Retrato de alecardoso
Offline
Desde: 07.07.2011
acidente de trabalho

ola eu tive um caidente de trabalho em janeiro fiz um entorce num pe embora trabalhe num hospital IPO lisboa fui logo ser tratada pelo seguro fui a cuf belem a qual me atendeu o medico e tirou Rx que secundo ele estria bem normal e me mandou para casa com incapacidade a 100% com 2 moletas mandou por gelo peem repouso e um medicamento estive assim 1mes e meio e o meu pe piorou comesei a ter dores constantes a inchar mt nao consegui pousa lo no chao etc. fui a ele e com 2 meses de lesao me tirou um moleta a disse que eu nao tinha nada e me emndou para fisiatria a fisiatra pediu uma eco pois sabia que eu terias uma inflamaçao no pe nos tendoes ele se negou a faze la relutnte consegui convencelo a fazer a eco que ja com 2 meses acusara de um lado so do pe uma tenissovite e uma bolça de liquido de 14 mm ele virou para esse resultado e disse que nao era nada e mais fisioterapias nasse mesmo dia fui de urgencia para o hospital garcia horta onde detectaram uma contusao no tornozelo. levei a ele o exame e relatorio e ele o doutor disse mais uma vea isso noa è nada! mais fisoterapia dentre tanto o pe so piorava comesei a ficar sem poder mexer 2 dedos fiz 56 sessoes de fisioterapia e so agravou mais resutado ele me deu alta pata trabalhar com 30% quando me apresentei miha chefe nao me aceitou no serviço mandou me para o nosso servisso de saude one fui vista pelo sr. drt clinico que pediu me de imedia to o nome do medico em causa e bufava ele viu todos os exames que dentre tanto fiz por minha conta. e me madou devolta pata ele com auma incapacidade de 100% outravez la fiu sendo quendo cheguei la ele nae, me obcervou como sempre estava mt mt aflito e pediu para marcar com muit muit aurgencia uma junta medica que meu caso era muito urgente e qui estou aquardando esse dia que seria dia 10 de agosto e passoua seer 13 de julho pra semana . qeuria saber o que conciste uma junta medica e como e feita a contagewm para indeminizaçao dando em conta que perdi qualidade de vida que teho 36 anos saou casada tenho 3 filhos um deles bebe de 1 ano. queria saber o que terei direito por lei. obrigada

NikaBoob
Retrato de NikaBoob
Offline
Desde: 11.07.2011
ajuda

Bom dia..
eu queria tirar uma duvida..eu comprei um ciclomotor no ano passado. assim que o estacionei, i fui a casa deixar a papelada para depois ir a concervatoria mudar de nome, tentaram-me rouba-la..ou seja, quando vim para a mota deparei-me com aquilo quase destruido pela tentativa frustrada de roubo..levei-a logo a um mecanico de motos amigo, pensava eu..Disse-lh o que aconteceu i que, como o arranjo ia demorar, dito por ele, que so poderia vir levantar a moto este ano..pois me iria ausentar..como o conhecia, nao pedi papel nhum, nem nada.ou seja, ficou com a moto i as chaves na mao..acontece que agora fui para ir buscar a minha moto i por i simplesmente ele vendeu-a para peças.. diz que nao tinha que ficar ali com a moto tanto tempo, bla, bla..como nao tenho nhum comprovativo em como la deixei a moto, poço fazer alguma coisa, juducialmente?!?..Cump..

TixiTa27
Retrato de TixiTa27
Offline
Desde: 04.05.2011
Penhora Vencimento

Olá Sara espero que me possa ajudar numa questão, então é assim o meu namorado em salário penhorado por ter sido fiador de um emprestimo para a compra de um carro, como o comprador deixou depagar e nunca avisou o meu namorado, acabaram por lhe penhorar o salário, o valor em divida era de 10.156,33€ que com os juros e tal ficou tudo nos 11.171,96€. A minha questão é que na carta do tribunal diz que este valor final é "a penhora destina-se ao pagamento da quantia exequenda, acrescida de juros e despesas prováveis que calculada provisoriamente se fixa em 11.171,96€". A minha questão é a penhora tem sido efectuado normalmente, 1/3 do salário há já quase um ano, mas o valor que vamos pagar são os 11 mil euros ou podem lembrar-se e cobrar mais? Como faço pra saber o valor total?

Se me puder ajudar fico eternamente agradecida Sorriso

didel
Retrato de didel
Offline
Desde: 18.07.2011
alteração do poder paternal

Boa noite doutora sara...desde ja agradeço a sua ajuda a todas as pessoas, que tal como eu, teem algumas duvidas juridicas... neste momento tenho uma grande duvida... o meu namorado, quando se divorciou da mulher, o poder paternal ficou partilhado e ela ficou com os meninos. o que aconteçe neste momento é que o filho quer vir morar com o pai, e a mãe aceitou que ele viesse, mas nos queremos fazer a alteração do poder paternal para que fique registado em tribunal. o que teremos de fazer? visto ser mutuo acordo que o menino venha pa ca morar basta fazer ambos um requerimento ao tribunal pa alteração?obrigada desde já pela sua atenção

AnaPimpas
Retrato de AnaPimpas
Offline
Desde: 04.02.2010
Boa tarde Em primeiro lugar

Boa tarde

Em primeiro lugar queria agradecer a sua disponibilidade para nos ajudar.

A minha questão é a seguinte:
os meus pais tinham duas casa. Quando casei fui morar para uma delas. Entretanto a minha mãe faleceu mas não houve partilhas. Nas finanças esta em comum: do meu pai do meu irmão e meu.

A minha questao concreta é a seguinte, se um dia eu me divorciar do meu marido e a situação da casa se manter (ou seja sem haver partilhas) o meu marido tem direito a exigir a parte dele na casa?
Não sei se me fiz entender...

Desde já muito obrigada pela atenção.

Syll
Retrato de Syll
Offline
Desde: 27.04.2010
Sempre ouvi assim.

AnaPimpas escreveu:
Boa tarde

Em primeiro lugar queria agradecer a sua disponibilidade para nos ajudar.

A minha questão é a seguinte:
os meus pais tinham duas casa. Quando casei fui morar para uma delas. Entretanto a minha mãe faleceu mas não houve partilhas. Nas finanças esta em comum: do meu pai do meu irmão e meu.

A minha questao concreta é a seguinte, se um dia eu me divorciar do meu marido e a situação da casa se manter (ou seja sem haver partilhas) o meu marido tem direito a exigir a parte dele na casa?
Não sei se me fiz entender...

Desde já muito obrigada pela atenção.

Não sou advogada, mas se te casaste em regime de bens adquiridos, as heranças nunca são partilhadas em caso de divórcio. Só se partilha aquilo que se adquire depois do casamento, e as heranças e doações não são consideradas aquisições.

edit: grande gaffe que aqui tinha^^

SílviaCr
Retrato de SílviaCr
Offline
Desde: 18.10.2007
Bom dia Dra. Sara Tenho uma

Bom dia Dra. Sara
Tenho uma questão ao nivel do direito laboral, que se me pudesse ajudar agradecia... então cá vai:
Estou no meu 3.º contract de trabalho a termo certo, que teve inicio a 1 de Junho de 2011 e que termina a 30 de Abril de 2012 - 11 meses (todos os contractos foram de 11 meses)...

Estou a pensar rescindir o contracto no proximo mês de agosto, dando o dito "mês" de aviso prévio, pois só sairia em Setembro.

De férias deste contracto só gozei 4 dias (já me pagaram 11 dias do subsideo de férias), dos outros gozei tudo!!!

Diga-me uma coisa, se faz favor, que direitos terei?
O dito mês de caução é o correcto ou é mais ou menos tempo de aviso prévio?

Agradeço a sua resposta
Atentamente
Sílvia

silvia-casamento@hotmail.com.com

elf3
Retrato de elf3
Offline
Desde: 08.02.2011
horario flexivel

Olá Dra Sara.
Preciso de ajuda para redigir uma carta para pedir à minha entidade patronal que me dê horário flexivel.
Será k me pode ajudar a fazê-lo. É k parece k me faltam alguns termos e palavras e não me sai nada de jeito.
Se me pudesse ajudar eu agradecia.
Bjinhos e obrigado.

elf3
Retrato de elf3
Offline
Desde: 08.02.2011
horario flexivel

Olá Dra Sara.
Preciso de ajuda para redigir uma carta para pedir à minha entidade patronal que me dê horário flexivel.
Será k me pode ajudar a fazê-lo. É k parece k me faltam alguns termos e palavras e não me sai nada de jeito.
Se me pudesse ajudar eu agradecia.
Bjinhos e obrigado.

saraarg
Retrato de saraarg
Offline
Desde: 12.10.2008
Horário Flexível

elf3 escreveu:
Olá Dra Sara.
Preciso de ajuda para redigir uma carta para pedir à minha entidade patronal que me dê horário flexivel.
Será k me pode ajudar a fazê-lo. É k parece k me faltam alguns termos e palavras e não me sai nada de jeito.
Se me pudesse ajudar eu agradecia.
Bjinhos e obrigado.

Boa tarde,

Horário Flexível?

Não sei se a entidade patronal vai aceitar. De qualquer modo, nada perde em tentar Piscar o olho

Para uma carta, deve identificar a entidade patronal e colocar o assunto. Depois colocar o que pretende (especificar que tipo de horário pretende) e justificar - argumentos que justificam tal pedido.

Boa sorte Piscar o olho

saraarg
Retrato de saraarg
Offline
Desde: 12.10.2008
Boa tarde

AnaPimpas escreveu:
Boa tarde

Em primeiro lugar queria agradecer a sua disponibilidade para nos ajudar.

A minha questão é a seguinte:
os meus pais tinham duas casa. Quando casei fui morar para uma delas. Entretanto a minha mãe faleceu mas não houve partilhas. Nas finanças esta em comum: do meu pai do meu irmão e meu.

A minha questao concreta é a seguinte, se um dia eu me divorciar do meu marido e a situação da casa se manter (ou seja sem haver partilhas) o meu marido tem direito a exigir a parte dele na casa?
Não sei se me fiz entender...

Desde já muito obrigada pela atenção.

Boa tarde,

A resposta a esta questão depende do regime de casamento em que vocês casaram e se foi feita ou não alguma convenção antenupcial relativamente aos bens.

saraarg
Retrato de saraarg
Offline
Desde: 12.10.2008
Boa tarde

didel escreveu:
Boa noite doutora sara...desde ja agradeço a sua ajuda a todas as pessoas, que tal como eu, teem algumas duvidas juridicas... neste momento tenho uma grande duvida... o meu namorado, quando se divorciou da mulher, o poder paternal ficou partilhado e ela ficou com os meninos. o que aconteçe neste momento é que o filho quer vir morar com o pai, e a mãe aceitou que ele viesse, mas nos queremos fazer a alteração do poder paternal para que fique registado em tribunal. o que teremos de fazer? visto ser mutuo acordo que o menino venha pa ca morar basta fazer ambos um requerimento ao tribunal pa alteração?obrigada desde já pela sua atenção

Podem solicitar a alteração da regulação do poder paternal, junto do mesmo Tribunal onde decorreu a regulação do poder paternal.

Podem fazer um requerimento simples, mencionado qual a alteração que pretendem - se possível assinado pelo pai e pela mãe.

saraarg
Retrato de saraarg
Offline
Desde: 12.10.2008
Boa tarde

claudia_mimi escreveu:
Boa tarde,
Sou proprietária de um imóvel,o qual vou alugar.
Como faço para obter um contrato?Tem de ser feito por um profissional?Tem de ser autenticado nas finanças?Que documentos devo pedir aos arrendatários?
Muito obrigada

Boa tarde,

O Contrato de arrendamento não tem de ser feito por um profissional, embora seja aconselhável Piscar o olho

A partir do momento em que celebra um contrato de arrendamento tem que o comunicar às finanças pois vai pagar imposto sobre as rendas que receber.

Terá também, junto das Finanças, de liquidar o imposto de selo - 10% sobre o valor da renda.

Cumps,

SílviaCr
Retrato de SílviaCr
Offline
Desde: 18.10.2007
Faltou a minha resposta...

Faltou a minha resposta...

Triste

armandojoao
Retrato de armandojoao
Offline
Desde: 16.08.2010
Removido

Removido

Julienne
Retrato de Julienne
Offline
Desde: 11.08.2011
Dr. Sara

Tenho uma questão com alguma urgencia para esclarecer. Se me puder ajudar agradeço imenso.

Ando a fazer umas limpezas em casa e todo o lixo que sai é colocado no contentor do lixo para que os homens venham recolher. Pois os meus vizinhos foram ao contentor do lixo e agarram em todo o meu lixo la deixado e foram colocar num pinhal e chamaram a GNR para que vissem, e disseram que tinhamos sido nós a colocar o lixo la, e ainda tivemos que de la tirar o lixo, pagar uma multa e ainda se quisermos provar que não fomos nós que colocamos la o lixo, pois a GNR não acredita que alguem sejam tão baixo a ponto de fazer uma coisa destas. E ainda para complicar mais a situação, os vizinhos como não têm mais nada para fazer andam nos a seguir, todos os nossos passos, para poderem arranjar mais alguma coisa para nos incriminar, começo a ficar farta disto, ja acordo a meio da noite assustada, a pensar que me vao entrar em casa para me fazerem mal.
A policia quando veio a minha casa, pediu o meu B.I. e o da minha mae, retirou os nossos dados. Disse que viria ter a nossa casa uma multa. Provaram que o lixo era meu porque trouxeram com eles um teste escolar meu.

Eu e o meu marido fomos la para tentar fazer isso e eles disseram nos que nós tinhamos que esperar pelo auto para se quisermos nos 15 dias seguintes ha recepção do auto fazermos a reclamação, e nós é que tinhamos que provar que não tinhamos sido nós a colocar lá lixo. Pois eles não disseram se eles foram ao local verificar o que la estava, nem disseram se tinha sido alguem a fazer lhes a queixa. Disseram que tinhamos de ser nós a retirar o lixo que la estava o mais rapido que pudessemos (que foi o que fizemos nesse mesmo dia depois de sairmos da GNR), mas que antes de isso, não podiamos fazer nada (reclamar). E nós dissemo lhes que tinhamos contratado tres pessoas para colocar o lixo no caixote do lixo e eles disseram que era para nós levarmos la as 3 pessoas que contratamos para deixar o lixo no caixote do lixo que era para ele abrirem inquerito para investigarem.
(tirando a parte de quando os GNR's estiveram ca em casa, o que estava a apontar os nossos dados, que se virou para mim, com um ar muito serio e disse: "Boas notas Juliana", só por o teste que eles tinham ter uma nota negativa, ate parecia que eu tinha cometido algum crime)

O que devo fazer agora?

Julienne
Retrato de Julienne
Offline
Desde: 11.08.2011
Dr. Sara

Tenho uma questão com alguma urgencia para esclarecer. Se me puder ajudar agradeço imenso.

Ando a fazer umas limpezas em casa e todo o lixo que sai é colocado no contentor do lixo para que os homens venham recolher. Pois os meus vizinhos foram ao contentor do lixo e agarram em todo o meu lixo la deixado e foram colocar num pinhal e chamaram a GNR para que vissem, e disseram que tinhamos sido nós a colocar o lixo la, e ainda tivemos que de la tirar o lixo, pagar uma multa e ainda se quisermos provar que não fomos nós que colocamos la o lixo, pois a GNR não acredita que alguem sejam tão baixo a ponto de fazer uma coisa destas. E ainda para complicar mais a situação, os vizinhos como não têm mais nada para fazer andam nos a seguir, todos os nossos passos, para poderem arranjar mais alguma coisa para nos incriminar, começo a ficar farta disto, ja acordo a meio da noite assustada, a pensar que me vao entrar em casa para me fazerem mal.
A policia quando veio a minha casa, pediu o meu B.I. e o da minha mae, retirou os nossos dados. Disse que viria ter a nossa casa uma multa. Provaram que o lixo era meu porque trouxeram com eles um teste escolar meu.

Eu e o meu marido fomos la para tentar fazer isso e eles disseram nos que nós tinhamos que esperar pelo auto para se quisermos nos 15 dias seguintes ha recepção do auto fazermos a reclamação, e nós é que tinhamos que provar que não tinhamos sido nós a colocar lá lixo. Pois eles não disseram se eles foram ao local verificar o que la estava, nem disseram se tinha sido alguem a fazer lhes a queixa. Disseram que tinhamos de ser nós a retirar o lixo que la estava o mais rapido que pudessemos (que foi o que fizemos nesse mesmo dia depois de sairmos da GNR), mas que antes de isso, não podiamos fazer nada (reclamar). E nós dissemo lhes que tinhamos contratado tres pessoas para colocar o lixo no caixote do lixo e eles disseram que era para nós levarmos la as 3 pessoas que contratamos para deixar o lixo no caixote do lixo que era para ele abrirem inquerito para investigarem.
(tirando a parte de quando os GNR's estiveram ca em casa, o que estava a apontar os nossos dados, que se virou para mim, com um ar muito serio e disse: "Boas notas Juliana", só por o teste que eles tinham ter uma nota negativa, ate parecia que eu tinha cometido algum crime)

O que devo fazer agora?

Julienne
Retrato de Julienne
Offline
Desde: 11.08.2011
Dr. Sara

Tenho uma questão com alguma urgencia para esclarecer. Se me puder ajudar agradeço imenso.

Ando a fazer umas limpezas em casa e todo o lixo que sai é colocado no contentor do lixo para que os homens venham recolher. Pois os meus vizinhos foram ao contentor do lixo e agarram em todo o meu lixo la deixado e foram colocar num pinhal e chamaram a GNR para que vissem, e disseram que tinhamos sido nós a colocar o lixo la, e ainda tivemos que de la tirar o lixo, pagar uma multa e ainda se quisermos provar que não fomos nós que colocamos la o lixo, pois a GNR não acredita que alguem sejam tão baixo a ponto de fazer uma coisa destas. E ainda para complicar mais a situação, os vizinhos como não têm mais nada para fazer andam nos a seguir, todos os nossos passos, para poderem arranjar mais alguma coisa para nos incriminar, começo a ficar farta disto, ja acordo a meio da noite assustada, a pensar que me vao entrar em casa para me fazerem mal.
A policia quando veio a minha casa, pediu o meu B.I. e o da minha mae, retirou os nossos dados. Disse que viria ter a nossa casa uma multa. Provaram que o lixo era meu porque trouxeram com eles um teste escolar meu.

Eu e o meu marido fomos la para tentar fazer isso e eles disseram nos que nós tinhamos que esperar pelo auto para se quisermos nos 15 dias seguintes ha recepção do auto fazermos a reclamação, e nós é que tinhamos que provar que não tinhamos sido nós a colocar lá lixo. Pois eles não disseram se eles foram ao local verificar o que la estava, nem disseram se tinha sido alguem a fazer lhes a queixa. Disseram que tinhamos de ser nós a retirar o lixo que la estava o mais rapido que pudessemos (que foi o que fizemos nesse mesmo dia depois de sairmos da GNR), mas que antes de isso, não podiamos fazer nada (reclamar). E nós dissemo lhes que tinhamos contratado tres pessoas para colocar o lixo no caixote do lixo e eles disseram que era para nós levarmos la as 3 pessoas que contratamos para deixar o lixo no caixote do lixo que era para ele abrirem inquerito para investigarem.
(tirando a parte de quando os GNR's estiveram ca em casa, o que estava a apontar os nossos dados, que se virou para mim, com um ar muito serio e disse: "Boas notas Juliana", só por o teste que eles tinham ter uma nota negativa, ate parecia que eu tinha cometido algum crime)

O que devo fazer agora?

Julienne
Retrato de Julienne
Offline
Desde: 11.08.2011
Dr. Sara

Tenho uma questão com alguma urgencia para esclarecer. Se me puder ajudar agradeço imenso.

Ando a fazer umas limpezas em casa e todo o lixo que sai é colocado no contentor do lixo para que os homens venham recolher. Pois os meus vizinhos foram ao contentor do lixo e agarram em todo o meu lixo la deixado e foram colocar num pinhal e chamaram a GNR para que vissem, e disseram que tinhamos sido nós a colocar o lixo la, e ainda tivemos que de la tirar o lixo, pagar uma multa e ainda se quisermos provar que não fomos nós que colocamos la o lixo, pois a GNR não acredita que alguem sejam tão baixo a ponto de fazer uma coisa destas. E ainda para complicar mais a situação, os vizinhos como não têm mais nada para fazer andam nos a seguir, todos os nossos passos, para poderem arranjar mais alguma coisa para nos incriminar, começo a ficar farta disto, ja acordo a meio da noite assustada, a pensar que me vao entrar em casa para me fazerem mal.
A policia quando veio a minha casa, pediu o meu B.I. e o da minha mae, retirou os nossos dados. Disse que viria ter a nossa casa uma multa. Provaram que o lixo era meu porque trouxeram com eles um teste escolar meu.

Eu e o meu marido fomos la para tentar fazer isso e eles disseram nos que nós tinhamos que esperar pelo auto para se quisermos nos 15 dias seguintes ha recepção do auto fazermos a reclamação, e nós é que tinhamos que provar que não tinhamos sido nós a colocar lá lixo. Pois eles não disseram se eles foram ao local verificar o que la estava, nem disseram se tinha sido alguem a fazer lhes a queixa. Disseram que tinhamos de ser nós a retirar o lixo que la estava o mais rapido que pudessemos (que foi o que fizemos nesse mesmo dia depois de sairmos da GNR), mas que antes de isso, não podiamos fazer nada (reclamar). E nós dissemo lhes que tinhamos contratado tres pessoas para colocar o lixo no caixote do lixo e eles disseram que era para nós levarmos la as 3 pessoas que contratamos para deixar o lixo no caixote do lixo que era para ele abrirem inquerito para investigarem.
(tirando a parte de quando os GNR's estiveram ca em casa, o que estava a apontar os nossos dados, que se virou para mim, com um ar muito serio e disse: "Boas notas Juliana", só por o teste que eles tinham ter uma nota negativa, ate parecia que eu tinha cometido algum crime)

O que devo fazer agora?

Julienne
Retrato de Julienne
Offline
Desde: 11.08.2011
Dr. Sara

Tenho uma questão com alguma urgencia para esclarecer. Se me puder ajudar agradeço imenso.

Ando a fazer umas limpezas em casa e todo o lixo que sai é colocado no contentor do lixo para que os homens venham recolher. Pois os meus vizinhos foram ao contentor do lixo e agarram em todo o meu lixo la deixado e foram colocar num pinhal e chamaram a GNR para que vissem, e disseram que tinhamos sido nós a colocar o lixo la, e ainda tivemos que de la tirar o lixo, pagar uma multa e ainda se quisermos provar que não fomos nós que colocamos la o lixo, pois a GNR não acredita que alguem sejam tão baixo a ponto de fazer uma coisa destas. E ainda para complicar mais a situação, os vizinhos como não têm mais nada para fazer andam nos a seguir, todos os nossos passos, para poderem arranjar mais alguma coisa para nos incriminar, começo a ficar farta disto, ja acordo a meio da noite assustada, a pensar que me vao entrar em casa para me fazerem mal.
A policia quando veio a minha casa, pediu o meu B.I. e o da minha mae, retirou os nossos dados. Disse que viria ter a nossa casa uma multa. Provaram que o lixo era meu porque trouxeram com eles um teste escolar meu.

Eu e o meu marido fomos la para tentar fazer isso e eles disseram nos que nós tinhamos que esperar pelo auto para se quisermos nos 15 dias seguintes ha recepção do auto fazermos a reclamação, e nós é que tinhamos que provar que não tinhamos sido nós a colocar lá lixo. Pois eles não disseram se eles foram ao local verificar o que la estava, nem disseram se tinha sido alguem a fazer lhes a queixa. Disseram que tinhamos de ser nós a retirar o lixo que la estava o mais rapido que pudessemos (que foi o que fizemos nesse mesmo dia depois de sairmos da GNR), mas que antes de isso, não podiamos fazer nada (reclamar). E nós dissemo lhes que tinhamos contratado tres pessoas para colocar o lixo no caixote do lixo e eles disseram que era para nós levarmos la as 3 pessoas que contratamos para deixar o lixo no caixote do lixo que era para ele abrirem inquerito para investigarem.
(tirando a parte de quando os GNR's estiveram ca em casa, o que estava a apontar os nossos dados, que se virou para mim, com um ar muito serio e disse: "Boas notas Juliana", só por o teste que eles tinham ter uma nota negativa, ate parecia que eu tinha cometido algum crime)

O que devo fazer agora?

Opções de visualização dos comentários

As alterações efectuadas serão aplicadas a todos os tópicos.

Tópicos relacionados

Olá a todos, Preciso de um esclarecimento de um advogado ou advogada, nada de grave ou especial mas como não conheço ninguém dessa área, estou com...
Não saber o que substituir numa receita é muito comum e acontece muitas vezes; alguns ingredientes surgem advindos de algumas receitas americanas e...
Bom dia! Então, qual é a vossa profissão? Gostam do que fazem? E para vocês quias são as profissões que tem futuro? Bem, este tópico também foi...
Olá a todos Eu não quero ser autopsiada.Alguém aqui sabe como posso impedi-lo,independentemente da forma de morte? Obrigada
Boas, Trabalho num bar com contrato de 3 meses, e andava ja meio chateado com a patroa, tinha-mos tido algumas discussoes e a semana passada com o...
...