Criação do proprio emprego IEFP

Retrato de Estel
09.04.2013 | 15:01
Estel:
Membro desde: 30.07.2012

Boa tarde,
Alguém já aderiu a este projeto?
tenho andado a informar me sobre este projeto, dá bastante animo e ando a fazer um "estudo" do mercado...o que poderá ser rentável e não falível neste tempo de crise.
Mas tenho ouvido muita gente a dizer que normalmente nunca são aprovados os projetos e que financiamento demora imenso tempo.

Se pudessem falar me das vossas experiências e/ou dar alguns conselhos agradecia.


Retrato de Suse Marlene
Ter, 09/04/2013 - 18:51
Suse Marlene:
Membro desde: 01.12.2012

Ola quer investir em que? Eu procuro o mesmo mas para um bar.

Retrato de crisva
Ter, 09/04/2013 - 21:15
crisva:
Membro desde: 24.08.2008

Boa noite

Também eu pretendo criar o meu emprego, no entanto ando à mais 2 meses a tentar falar com alguém do centro de emprego sobre este assunto e o funcionário nunca está disponível.
Não conheço ninguém que tenha aderido a este incentivo, mas parece que nesta altura é a melhor opção para trabalhar.
Apenas conheço uma pessoa que foi, mas à mais de 3 anos a uma sessão de esclarecimento no centro de emprego, mas já perguntei se ainda faziam e a resposta foi negativa.
O que me parece é que o centro de emprego (no meu caso do Seixal) não se deve querer interessar (não deve haver dinheiro), mas de qualquer forma vou fazer o projecto e entregar e depois logo se vê a resposta.

Retrato de Estel
Qui, 11/04/2013 - 10:40
Estel:
Membro desde: 30.07.2012

Eu quero investir ou em hotelaria ou numa loja. Ando a pedir orçamentos para fazer um calculo de tudo. Sempre pensem também em abrir um bar, mas requer muito dinheiro, tanto para abrir como para manutenção e eles só financiam 20 mil euros.
Crisva eu também tentei pedir informação no IEFP mas lá não souberam dizer nada, o que já é costume. Então contatei diretamente com o microcrédito. O senhor que falou comigo foi muito atencioso.
Pode falar com eles por uma linha verde ou por mail.
Deixo aqui o link o site " Sou mais". Lá tem alguma explicação e os contatos.
http://www.sou-mais.org/apresentacao/conheca-o-sou-mais

Retrato de catarinav
Qua, 24/04/2013 - 10:39
catarinav:
Membro desde: 24.04.2013

Olá!

Por acaso entreguei o meu projeto há cerca de um mês e meio no banco e estou a aguardar a resposta a qualquer momento.
Também tive muitas dúvidas sobre os apoios/incentivos, portanto, caso precisem de ajuda, estou cá para vos elucidar da melhor forma.
O caminho a traçar (tipo de apoio) irá depender do montante que necessitam para criar a vossa empresa.
Podem solicitar o pagamento da totalidade das prestações de desemprego;
Podem recorrer à linha microinvest (até 20.000,00€);
E à linha Invest+ (de 20.000,00€ até 200.000,00€).
Eu solicitei o microinvest e a totalidade das prestações de desemprego.
O processo está mais fácil e mais rápido.
Só se tiverem problemas bancários e/ou se o projeto não tiver viabilidade económica, é que será recusado, caso contrário será sempre aceite, uma vez que tem garantia, ou seja, se a empresa falir (devem manter a atividade 3 anos), não ficam com encargos às costas.
Perguntem-me e eu respondo, ok?
Este é o meu primeiro post neste forum, mas ando por aqui todos os dias Smile

Retrato de Leti e Pedro
Qui, 02/05/2013 - 13:10
Leti e Pedro:
Membro desde: 12.06.2009

Eu estou a pensar abrir algo meu e queria pelo microinvest, mas sinceramente morro de medo de não dar nada e ficar cheia de dívidas, e não sei se é possível para um negócio que sejas só tu, isto é quero abrir uma loja, é possível para aluguer de loja?

Obrigada
Carla

Retrato de catarinav
Qui, 02/05/2013 - 23:33
catarinav:
Membro desde: 24.04.2013

Essa questão convém colocá-la a um contabilista, pois não te sei responder bem, apesar de achar que não. Eu falo por mim: no meu plano de negócios foi mencionado o valor da renda, mas não foi incluído no valor do investimento.
O valor de financiamento, no teu caso, engloba todo o material que é necessário, desde móveis, obras, equipamentos, mercadorias, etc.
No entanto, necessitamos de fundo de maneio para arrancar, e podemos apresentar para tal, 30% do financiamento, que poderás aplicar para pagamento de rendas.
Quanto aos teus medos, é compreensível, mas nos dias atuais, não há empregos, portanto, porque não arriscar? O projeto tem que apresentar viabilidade económica, e o teu contabilista deve ser sincero quanto a isso. A CASES e o Banco também só aprovam se o projeto for viável, e se for aprovado, é bom sinal.
Já agora, estás a pensar em abrir uma loja de quê?

Espero ter ajudado,
Catarina V.

Retrato de Estel
Sex, 03/05/2013 - 17:11
Estel:
Membro desde: 30.07.2012

Ola,
Catarina V, obrigado pelos teus conselhos.
Tenho estado a tentar juntar as informações necessárias.
Quero fazer através do micro credito ( 20.000 euros). Mas com esse dinheiro não dá para comprar um espaço, tenho de arrendar para começar.
Sabes se tem problema nisso?
e quanto tempo mais ou menos demora ate darem o financiamento?
Quanto tempo levaram para te darem aprovação do projecto?

Obrigado pela ajuda,beijinho

Retrato de catarinav
Sex, 03/05/2013 - 19:00
catarinav:
Membro desde: 24.04.2013

Não existe qualquer problema em arrendar, existia se quisesses comprar e pedir para compra através do microcrédito, pois isso não é possível, só para arrendar.
O meu projeto já foi aprovado pela CASES, foi uma questão de dias, talvez 10 dias, super rápidos, mas no meu caso, como preciso de quase 20.000,00€ recorri ao microinvest. Apresentei ao banco no dia 15 de março e ainda não obtive resposta. Dizem que está quase Smile
Li em algures que o tempo legal para o banco dar a resposta são 2 meses, portanto, deve estar quase.
Desejo-te toda a sorte do mundo e se tiveres dúvidas, não hesites,
Beijos
Catarina Viegas

Retrato de Leti e Pedro
Ter, 07/05/2013 - 08:46
Leti e Pedro:
Membro desde: 12.06.2009

Depois de ver várias lojas, vi uma pequena em que a renda são 150 € o que até é porreiro para começar! O centro da Vila é pequenino, e por isso não se consegue ter o melhor lugar mas é um começo!
A minha dúvida agora é que preciso perto de 5 mil euros para começar. Se eu pedir o meu subsídio de desemprego que são perto de 2500€ tenho de ter casa aberta por um período de 3 anos não é? Tenho medo que se dá para o torto não posso fechar simplesmente a porta.....
Estava a pensar num negócio de meias, cuecas, pijamas, robes, camisolas interiores, bikinis, edredons... algo assim, que a meu ver se vende. Que dizem?

Retrato de catarinav
Sex, 10/05/2013 - 21:55
catarinav:
Membro desde: 24.04.2013

E no teu sitio existe mais alguma loja desse género?
Como é a concorrência? Existe? E se sim, consegues oferecer preços melhores?
Se achas que é rentável e que se vende, acho que deves seguir em frente. Tens perspectivas de trabalho? Se não, porque não avançar?
Tens que manter a atividade durante 3 anos, sim, mas se vais pedir tão pouco, não tenhas medo.
Com esse valor, podes recorrer ao microcrédito, que é muito mais fácil e menos burocrático.

Força,
Catarina