Candidíase Crónica?? (por favor, ajudem-me!!) | Page 7 | A Nossa Vida
196 entradas / 0 new
Última entrada
Retrato de MrsMuir
Seg, 23/05/2011 - 16:58
MrsMuir:
Membro desde: 30.05.2010

Bom, vou deixar aqui o meu testemunho para que mais mulheres que sofrem do mesmo mal não se sintam sozinhas.

Sofro desse pavor há uns anos, e realmente não há tratamento que valha. Ultimamente, só de pensar em sexo só me apetece fugir. Tenho dores e fissuras e nada parece melhorar. Acho que em breve tentarei a via dos alergologistas, uma vez que nenhum ginecologista que consultei (e forma vários!) conseguiram resolver esta praga.

Bom, beijinhos a todas e espero que nos vejamos livres disso depressa

Retrato de ysa84
Dom, 05/06/2011 - 21:37
ysa84:
Membro desde: 25.01.2009

Eu descobri o que me provocava a minha... collants de descanso... passei a usar meia liga e to muitoooooooooooooooooooooooo melhor... só tive 1 surto este ano e foi por toma de antibiótico e já não tinha desde junho de 2010... Smile

Retrato de Ag 92
Ter, 28/06/2011 - 00:44
Ag 92:
Membro desde: 28.06.2011

(Tenho 19 anos)

Felizmente ou não agora sei que não sou a única a passar por este mal. Até à coisa de 3 semanas nunca tinha ouvido falar da candidiase vaginal, até que comecei a sentir alguns sintomas que vocês aqui foram referindo. Não me sentia confortável, sentia uma certa "dor", comichão, até que comecei a ter um corrimento esbranquiçado. Não confortável com tal facto fui às urgências e disseram-me que tinha candidiase vaginal e princípio de uma infecção urinária. Inicei então um tratamento com 1 lavagem por dia de Rosalgin durante 5 dias, 1 comprimido vaginal gino-canesten durante 6 dias e um antibiótico durante 8 dias. No entanto, para azar dos meus azares, durante o tratamento tive a menstruação.

Com o fim do tratamento sentia-me melhor e a coisa parecia ter terminado. Esperei uma semana e quando voltei a ter relações, com preservativo, para além das dores que senti, passado uns dias os sintomas voltaram. Mas desta vez muito mais intensos, o corrimento é mais frequente, um desconforto total que nem consigo vestir calças e estar sentada é um grande incómodo. Tendo os mesmos sintomas que a primeira vez, fui hoje ao médico, e este, sem me observar, receitou-me o gino-travogen durante sete dias e mandou-me ir à médica de família, onde irei amanhã. Também me indicou que lava-se só com sabão ou de preferência só mesmo com água e poucas vezes ao dia, para nunca lavar com gel intimo vaginal.
Hoje quando iniciei o tratamento com o gino-travogen, em creme, ao inserir o aplicador na vagina doeu bastante e o aplicador até veio com um pouco de sangue, coisa que nunca tinha dito.

Ao princípio, pensei que com o primeiro tratamento este tormento passa-se, mas pelos vistos não. Para além de estar afectada fisicamente com a situação, começo também a ficar afectada psicologicamente. Já não sei que mais fazer, isto torna-se de tal modo incomodativo que nem dá vontade de acordar (para não falar da comichão que sinto a todo o momento, dou por mim a chorar, não sei bem porquê, devido a esta situação. No fundo tenho medo que não passe e que a minha vida não volte à normalidade Confused

Retrato de Joao Ferro
Qui, 27/10/2011 - 22:15
Joao Ferro:
Membro desde: 24.10.2011

Olá,

Tenho o mesmo problema da alrac exactamente... Tal e qual. Não passa por nada mesmo depois de 6 meses de tratamento... Já lá vão 3 anos. É desesperante.
Houve resolução da situação? Como?
Bjs,
JF

Retrato de Joana1808
Ter, 01/11/2011 - 18:07
Joana1808:
Membro desde: 06.09.2011

Ola, alrac,
Entendo te bem pois ja passei pelo mesmo do que estas agora, andei cerca de 2 anos, todos os meses aparecia antes do periodo, normalmente andava 3 semanas, e num desespero tremendo, sexo era um pesadelo pela falta de lubrificacao e ardor terrivel, entre varias coisas k tive de me abituar, descobri k o principal causa era o detergente da roupa, compra um non-bio como o persil, original sem fragrancias( nada) amaciador igual, Sempre non bio, lixivias e branqueadores sao completamente proibidos, relava tua roupa,e lencois ( eu descobri, pois kuando algumas pessoas vinham a minha casa, so o cheiro da roupa deles principalmente uma familia k usava detergente Bold, eu sentia logo uma impressao de ficar com a vagina seca, nao sei bem explicar,e pumba la estava eu mais 2/3 semanas, era horrivel.eu desde k mudei o detergente, nunca mais tive
Lava te apenas com agua, cuecas so brancas e puro algodao, nao uses cremes depilatorios nas partes intimas, se o fizeres faz-o com cera, nao uses gel na agua do banho,
Espero k consigas ultrapassar isso, fogo foram tempos k kero eskecer:(((
Boa sorte jks

Retrato de Suzie_slb
Seg, 16/01/2012 - 10:39
Suzie_slb:
Membro desde: 12.09.2011

... e já fiz essas mesinhas todas de que falam... e enfim, continuo mal.

Minhas caras,

Encontro-me a chorar neste momento. Estou desesperada... já não chorava assim à uns tempos, mas agora teve mesmo de ser. TEnho que deitar tudo cá para fora.

Em relação à candidíase, essa cabra me merda (porque não tem outro nome, desculpem a linguagem) continua a fazer-me a vida num inferno.

Já fiz Dafnegil, Gino-Canesten, Gyno-Pevaryl, óvulos de lactobacilos, toma de antibióticos contra bactérias e parasitas de doenças venéreas (como a tricomoníase, clamídia e gonorreia - que não tinha, mas ok senhor doutor, vamos lá tentar). Fiz tratamento de fluconazol para a vagina: 150mg por mês durante 2 meses; nada! Fiz 50mg por semana durante 2 meses; nada, nem cócegas!

Já fiz desparatisação interna; como as minhas fezes variam entre o mole e a diarreia (e isso surgiu a partir da mesma altura que o ardume e corrimento vaginal me surgiram também).

Já fui vista por 4 médicos diferentes. Sempre me passaram só as pomadinhas ou os ovulozinhos que não me fazem nada. Ao início sim, mas agora já não...

Já fui a um homeopata... disse-me que a origem do meu problema é nos intestinos e passou-me um anti-fúngico natural (à base de alho e outras coisas do género) e probióticos (lactobacilos, etc, etc) para repôr a flora intestinal... Essas coisas são caríssimas... Tomei durante meses e continuo a tomar os probióticos, mas não vejo melhoras.

De facto a teoria de o meu problema ter origem nos intestinos até me fez sentido. Não só matei a flora vaginal como a intestinal, claro... e enquanto tomava antibióticos nunca tomei probióticos e para piorar as coisas tinha uma dieta muito docinha (neste momento a minha dieta é praticamente só vegetais, carne, peixe e ovos - cortei com os açúcares para tentar matar a candida à fome, visto que adora doces). Com tantos doces que eu comia, e sem bactérias amigas, a candiíase teve a oportunidade de se desenvolver à grande nos meus intestinos. Ok, isto é o que eu penso que tenha acontecido. Não tenho confirmação de nada.

Os meus sintomas não são só vaginais... tenho muito ardume rectal, tenho cólicas fortes nos intestinos que pioram exponencialmente na menstruação e as minhas fezes são horrivelmente moles e meio pegajosas (não têm definitivamente aquela consistência normal do antigamente). Já para não falar nos sintomas emocionais: falta de libido, mudanças súbitas de humor, irritação, tristeza, desânimo... esse tipo de coisas. Agora sofro de tensão pré-menstrual, coisa que nunca tive! Enfim... sinto tanta porcaria e parece que nada disso é significante para os médicos.

Perguntei à actual médica se o meu problema sendo originário nos intestinos (ao que ela disse que era possível ter esse problema também nos intestinos) se não podia fazer um tratamento adequado, visto que não tinha feito nenhum para tratar intestinos. Ela lavou as mãos do assunto e disse que não era nada com ela.

Como é que eu, sem médico de família consigo tratar-me? Porque é que nem a porcaria de um médico me ajuda e deixam-me andar assim e não se incomodam com o sofrimento de um paciente?

Na farmácia já devem andar fartos de me ver a caminhar para lá a chorar. Falei com a minha farmacêutica (que já me conhece desde que usava fraldas) e pedi-lhe se não me vendia alguma coisa para tentar um tratamento para intestinos. Ela lá andou a ver o que poderia eu tomar e vendeu-me fluconazol para tomar todos os dias durante 1 a 2 meses... tratamento para mucosas (bronquios, etc, etc). Disse que era bom eu fazer uma análise às fezes, mas neste momento não tenho como o fazer (visto que não tenho médico para me passar a análise). Além disso, se os fungos e outros seres que vivem nas nossas floras vaginais e intestinais são anaeróbios (ou seja, vivem em ambientes sem oxigénio e morrem na presença dele), de que vale fazer análises às fezes se entre o tempo da recolha e o tempo de observação morre tudo por estar exposto ao oxigénio?

Comecei por tomar 50mg por dia durante 3 semanas. Os primeiros dias parece que piorei; mais irritação, mais corrimento... tinha naúseas, sentia-me bastante mal... Depois fui sentido melhorias. Caramba! Cheguei a andar vários dias praticamente sem sentir nada! E estava a maior parte do dia sem sentir nada, efectivamente nada de irritação! Que maravilha!

Agora resolvi passar para 100mg por dia, uma vez que já não sentia naúseas e o corrimento continuava por lá e a fezes moles e tal, vamos lá reforçar a dose... mas em vez de melhorar, a irritação vaginal e rectal voltaram em força. As fezes lá continuam moles, como sempre e sinto-me basicamente uma merda...

O meu namorado está a morar no estrangeiro. Outra bela merda... e só ainda não estou com ele, porque não consigo resolver nada nesta porcaria de país.

Estive 8 meses! Sim, 8 meses sem ver o meu namorado e quando ele veio cá, logo o primeiro dia que fizemos amor, deu merda... O dia a seguir tinha contraído outra infecção urinária. Nas urgências disseram que como tenho candidíase que isso altera o pH, blá blá blá e ficamos mais sujeitas a infecções urinárias. Lá tive que tomar antibiótico e passou... isto para dizer que estive tanto tempo sem a pessoa que amo e quando ela veio visitar-me por uma mísera semana, nem podemos estar juntos como deve ser. Isso foi outro golpe duro para mim.

Resumindo e concluíndo: não sei o que mais fazer. Eu quero sair do país e fazer a minha vida, mas queria ir com os assuntos médicos resolvidos. Estou com candidíase há 1 ano e 2 meses... a cabra não se vai embora.

Por favor, alguém que me possa ajudar... por favor, estou tão desesperada. Espero que haja alguém que já tenha passado pelo mesmo e tenha conseguido superar esta doença à qual a maior parte dos médicos não dá a devida importância e nem é capaz de fazer um diagnóstico correcto. Espero que exista alguém que me possa ajudar, porque eu já não sei o que fazer.

Estava a depositar as minhas esperanças no fluconazol, com este tratamento mais completo, digamos assim, mas porque é que voltei a piorar?

Sinto-me lixo como pessoa, como mulher. Não tenho libido nenhuma, já não sou a pessoa alegre que era. Andava sempre na palhaçada, eu lançava os foguetes, festejava e ainda apanhava as canas, como se costuma dizer... eu hoje em dia não sou assim. E noto que as pessoas já não têm tanta vontade de estar comigo, pois não sou tão boa companhia como era antigamente. Eu tenho saudades da pessoas que eu era.

Eu quero a minha vida de volta, percebem?

Por favor, ajudem-me... por favor, por favor, por favor...

Retrato de Suzie_slb
Seg, 16/01/2012 - 10:40
Suzie_slb:
Membro desde: 12.09.2011

Minhas caras,

Encontro-me a chorar neste momento. Estou desesperada... já não chorava assim à uns tempos, mas agora teve mesmo de ser. TEnho que deitar tudo cá para fora.

Quanto à candidíase, essa cabra me merda (porque não tem outro nome, desculpem a linguagem) continua a fazer-me a vida num inferno.

Já fiz Dafnegil, Gino-Canesten, Gyno-Pevaryl, óvulos de lactobacilos, toma de antibióticos contra bactérias e parasitas de doenças venéreas (como a tricomoníase, clamídia e gonorreia - que não tinha, mas ok senhor doutor, vamos lá tentar). Fiz tratamento de fluconazol para a vagina: 150mg por mês durante 2 meses; nada! Fiz 50mg por semana durante 2 meses; nada, nem cócegas!

Já fiz desparatisação interna; como as minhas fezes variam entre o mole e a diarreia (e isso surgiu a partir da mesma altura que o ardume e corrimento vaginal me surgiram também).

Já fui vista por 4 médicos diferentes. Sempre me passaram só as pomadinhas ou os ovulozinhos que não me fazem nada. Ao início sim, mas agora já não...

Já fui a um homeopata... disse-me que a origem do meu problema é nos intestinos e passou-me um anti-fúngico natural (à base de alho e outras coisas do género) e probióticos (lactobacilos, etc, etc) para repôr a flora intestinal... Essas coisas são caríssimas... Tomei durante meses e continuo a tomar os probióticos, mas não vejo melhoras.

De facto a teoria de o meu problema ter origem nos intestinos até me fez sentido. Não só matei a flora vaginal como a intestinal, claro... e enquanto tomava antibióticos nunca tomei probióticos e para piorar as coisas tinha uma dieta muito docinha (neste momento a minha dieta é praticamente só vegetais, carne, peixe e ovos - cortei com os açúcares para tentar matar a candida à fome, visto que adora doces). Com tantos doces que eu comia, e sem bactérias amigas, a candiíase teve a oportunidade de se desenvolver à grande nos meus intestinos. Ok, isto é o que eu penso que tenha acontecido. Não tenho confirmação de nada.

Os meus sintomas não são só vaginais... tenho muito ardume rectal, tenho cólicas fortes nos intestinos que pioram exponencialmente na menstruação e as minhas fezes são horrivelmente moles e meio pegajosas (não têm definitivamente aquela consistência normal do antigamente). Já para não falar nos sintomas emocionais: falta de libido, mudanças súbitas de humor, irritação, tristeza, desânimo... esse tipo de coisas. Agora sofro de tensão pré-menstrual, coisa que nunca tive! Enfim... sinto tanta porcaria e parece que nada disso é significante para os médicos.

Perguntei à actual médica se o meu problema sendo originário nos intestinos (ao que ela disse que era possível ter esse problema também nos intestinos) se não podia fazer um tratamento adequado, visto que não tinha feito nenhum para tratar intestinos. Ela lavou as mãos do assunto e disse que não era nada com ela.

Como é que eu, sem médico de família consigo tratar-me? Porque é que nem a porcaria de um médico me ajuda e deixam-me andar assim e não se incomodam com o sofrimento de um paciente?

Na farmácia já devem andar fartos de me ver a caminhar para lá a chorar. Falei com a minha farmacêutica (que já me conhece desde que usava fraldas) e pedi-lhe se não me vendia alguma coisa para tentar um tratamento para intestinos. Ela lá andou a ver o que poderia eu tomar e vendeu-me fluconazol para tomar todos os dias durante 1 a 2 meses... tratamento para mucosas (bronquios, etc, etc). Disse que era bom eu fazer uma análise às fezes, mas neste momento não tenho como o fazer (visto que não tenho médico para me passar a análise). Além disso, se os fungos e outros seres que vivem nas nossas floras vaginais e intestinais são anaeróbios (ou seja, vivem em ambientes sem oxigénio e morrem na presença dele), de que vale fazer análises às fezes se entre o tempo da recolha e o tempo de observação morre tudo por estar exposto ao oxigénio?

Comecei por tomar 50mg por dia durante 3 semanas. Os primeiros dias parece que piorei; mais irritação, mais corrimento... tinha naúseas, sentia-me bastante mal... Depois fui sentido melhorias. Caramba! Cheguei a andar vários dias praticamente sem sentir nada! E estava a maior parte do dia sem sentir nada, efectivamente nada de irritação! Que maravilha!

Agora resolvi passar para 100mg por dia, uma vez que já não sentia naúseas e o corrimento continuava por lá e a fezes moles e tal, vamos lá reforçar a dose... mas em vez de melhorar, a irritação vaginal e rectal voltaram em força. As fezes lá continuam moles, como sempre e sinto-me basicamente uma merda...

O meu namorado está a morar no estrangeiro. Outra bela merda... e só ainda não estou com ele, porque não consigo resolver nada nesta porcaria de país.

Estive 8 meses! Sim, 8 meses sem ver o meu namorado e quando ele veio cá, logo o primeiro dia que fizemos amor, deu merda... O dia a seguir tinha contraído outra infecção urinária. Nas urgências disseram que como tenho candidíase que isso altera o pH, blá blá blá e ficamos mais sujeitas a infecções urinárias. Lá tive que tomar antibiótico e passou... isto para dizer que estive tanto tempo sem a pessoa que amo e quando ela veio visitar-me por uma mísera semana, nem podemos estar juntos como deve ser. Isso foi outro golpe duro para mim.

Resumindo e concluíndo: não sei o que mais fazer. Eu quero sair do país e fazer a minha vida, mas queria ir com os assuntos médicos resolvidos. Estou com candidíase há 1 ano e 2 meses... a cabra não se vai embora.

Por favor, alguém que me possa ajudar... por favor, estou tão desesperada. Espero que haja alguém que já tenha passado pelo mesmo e tenha conseguido superar esta doença à qual a maior parte dos médicos não dá a devida importância e nem é capaz de fazer um diagnóstico correcto. Espero que exista alguém que me possa ajudar, porque eu já não sei o que fazer.

Estava a depositar as minhas esperanças no fluconazol, com este tratamento mais completo, digamos assim, mas porque é que voltei a piorar?

Sinto-me lixo como pessoa, como mulher. Não tenho libido nenhuma, já não sou a pessoa alegre que era. Andava sempre na palhaçada, eu lançava os foguetes, festejava e ainda apanhava as canas, como se costuma dizer... eu hoje em dia não sou assim. E noto que as pessoas já não têm tanta vontade de estar comigo, pois não sou tão boa companhia como era antigamente. Eu tenho saudades da pessoas que eu era.

Eu quero a minha vida de volta, percebem?

Por favor, ajudem-me... por favor, por favor, por favor...

Retrato de ysa84
Seg, 16/01/2012 - 11:56
ysa84:
Membro desde: 25.01.2009

Querida respondi-te no outro tópico... mas mais uma ideia, faz um esfregaço vaginal... quem sabe se não terás também outra bicheza além da candida... e que por não estar a ser tratada não consegues ver-te livre de nenhum

Retrato de Suzie_slb
Seg, 16/01/2012 - 13:29
Suzie_slb:
Membro desde: 12.09.2011

Já respondi no outro tópico também. Tu e outra rapariga tiveram a amabilidade de me responder.
Especificamente ao esfregaço vaginal não acusou nem fungos, nem parasitas, nem bactérias. Só alguns bacilos de Döderlein... alguns não são muitos, por isso, pelo menos sei que a flora vaginal não anda bem. O mesmo deve estar a passar-se a nível intestinal, desconfio eu.

Tenho um problema de infecções urinárias de repetição cada vez que tenho sexo, e andei 1 ano a fazer profilaxia com antibióticos. Foram as bactérias má para o caraças... mas as boas também foram.

Só de imaginar que tenho metros e metros de intestinos sem as nossas bactérias amigas e povoados de fungos... NEm quero imaginar o tempo que isso vai demorar a tratar. Aliás, já ando a tentar há tanto tempo.

Estou há 4 meses sem tocar em doces... nem pão, aliás, praticamente nada. Os tratamentos vaginais já não fazem nada e enfim...

Alguma coisa tenho. Irritação vaginal e rectal como se não houvesse amanhã, algum corrimento branco na vagina e fezes que variam entre o mole e a diarreia TODOS os dias há quase um ano...

Bom, lê o resto no outro post. Obrigada pela atenção.
É sempre um pouco reconfortante "ouvir" uma palavra de apoio...

Retrato de ysa84
Seg, 16/01/2012 - 14:59
ysa84:
Membro desde: 25.01.2009

Respondo porque andei 1 ano e meio assim... Até que descartei as meias de descanso e de Julho de 2010 para cá só tive 2, uma por estar a toma Antibiótico e outra agora que associo ao tratamento hormonal para engravidar...