disturbio do sono? | A Nossa Vida

disturbio do sono?

Retrato de tanita1982
02.03.2011 | 15:16
tanita1982:
Membro desde: 08.02.2011

estou a passar por um tratamento de um inicio de uma insónia cronica e gostava de falar com pessoas que já passaram por situação semelhante no sentido de saber mais sobre isso em geral.


Retrato de AnitaB
Qua, 02/03/2011 - 15:26
AnitaB:
Membro desde: 27.12.2010

Havendo disponibilidade financeira eu falaria com profissionais.

Existem Clínicas do Sono/Instituto do Sono pelo menos em Lisboa Coimbra e Porto. No resto do País não sei se existem.

-----------------------------------------------------------
I used to have an open mind but my brains kept falling out.

Retrato de tanita1982
Qui, 03/03/2011 - 12:11
tanita1982:
Membro desde: 08.02.2011

Estou a fazer um tratamento já referi. Estou na clinica do sono em lisboa. só queria opinião de alguém que passou pelo mesmo só isso!!

Retrato de Andreia Beato
Sáb, 05/03/2011 - 17:18
Andreia Beato:
Membro desde: 23.10.2010

Eu tive o mesmo problema, dormia 1 a 2 horas por noite, andava exausta,estive assim durante 4 meses, muitos destes sintomas de insónia estão relacionados com disturbios emocionais, como é o meu caso, mas graças ao meu excelente médico em 2 dias pos me a dormir a noite inteira, e em menos de 1 semana comecei a retirada de medicamentos e agora durmo que nem uma pedra,

Retrato de mary23
Ter, 19/04/2011 - 23:50
mary23:
Membro desde: 18.05.2010

quem bom....eu sempre dormi mal desde pequena ,tipo mesmo k me deitasse tarde demoro umas 3 ou 4 horas para dormir e acordo cedo...como ele fez esse milagre

mary

Retrato de Andreia Beato
Qua, 20/04/2011 - 08:09
Andreia Beato:
Membro desde: 23.10.2010
mary23 wrote:

quem bom....eu sempre dormi mal desde pequena ,tipo mesmo k me deitasse tarde demoro umas 3 ou 4 horas para dormir e acordo cedo...como ele fez esse milagre

Bem nao é milagre, sao os medicamentos, cada caso é um caso, e aquilo que se aplica a mim pode nao ser necessário para ti. Essencialmente eu estava com insónia crónica e exausta emocionalmente. Tinha o meu pai muito doente (acabou por falecer em menos de um mês) e tudo isso me deixou muito afectada pois durante um ano movi o mundo há procura de alguém que o podesse ajudar. Em fim a vida tem destas coisas. A carga de comprimidos que comecei a tomar era imensa, mas de todos os psiquiatras que conheço para mim é o melhor, sensível humano e que nos encara como pessoas e não como "maluquinhos". Para além disso tive que começar a fazer psioterapia, para me ajudar a repor o equilibrio emocional. Amava muito o meu pai e quando o perdi senti que tinha perdido tudo. Ao fim de dois meses ainda não consegui interiorizar que o perdi, mas dou graças por ter ido ao meu médico antes do meu pai falecer caso contrário acho que hoje estaria um caco. Ando bem, claro que choro, mas levo a minha vida como sempre levei e consigo levantar me de manha cheia de energia para o dia.