Abrir lojinha de miudezas | A Nossa Vida

Abrir lojinha de miudezas

Retrato de srbalp
11.06.2017 | 22:22
srbalp:
Membro desde: 31.07.2014

Olá a todos. Estou a pensar em criar o meu próprio emprego com medida do Centro de emprego para desempregados. Tenho espaço em casa e não existe nada do gênero na minha zona. Penso em vender roupa interior, meias, alguns artigos bebé, têxtil lar, etc. Gostava de conversar com alguém do ramo, de preferência da zona Norte e saber se acham uma Boa ideia. Sei que é complicado pq assim terei a obrigação de estar 3 anos com as portas abertas mas não terei encargos com renda e não são artigos perecíveis. Não sei mesmo. To que acham? Obrigada desde já.


Retrato de CACLR
Seg, 12/06/2017 - 09:02
CACLR:
Membro desde: 30.05.2017

Não trabalho nessa área mas a minha irmã já trabalhou mas desistiu. Ela mora na zona de Lisboa. O problema é que tens que ter capacidade financeira para suportar a compra de material e tens que ter a noção que podes estar vários meses na penúria ou podes fazer de repente boas vendas.

Mas claro que deves de ter feito uma análise de estudo e saberás se nessa zona é viável ou não.

Retrato de srbalp
Seg, 12/06/2017 - 10:20
srbalp:
Membro desde: 31.07.2014

Tenho falado com as pessoas da área e é do que sentem falta. Eu não estava a contar com este dinheiro porque pensei que não tinha direito e também tenho umas horas aqui e acolá que não deixaria. Abriria a loja mais tarde por exemplo e estando em casa bastava tocarem a campainha para serem atendidos ☺ estou perdida em termos de fornecedores porque apesar de já ter contatos irei ter de ir ao terreno para ver se vale a pena. Aqui num raio de 10 km não há concorrência e é um meio pequeno. E assim teria um horário flexível para ser a mãe que quero ser. Agradeço o seu testemunho. Beijinho

Retrato de CACLR
Seg, 12/06/2017 - 11:20
CACLR:
Membro desde: 30.05.2017

Tenho uma tia que fez um cantinho na garagem também para este tipo de venda. Ela não se deu bem. Tenta ter um stock pequeno mas muita variedade. Á medida que vais progredindo nas vendas logo verás o que podes melhorar. Vou te dar um conselho, a minha tia teve que fechar por causa do que se passa em Portugal. Enquanto há dinheiro o Português vai para as grandes superfícies mas depois quando já se vê o fundo da carteira vão pedir fiado ás lojas da terra.

Viu-se muitos mini-mercados e mercado tradicional a fechar portas porque a teoria eu vou dar fiado porque senão perco o cliente é treta. Nunca dê fiado. Quer comprar tem que pagar. A vida custa a todos. Eu penso assim. Dever só ao banco e não é dever. Eu pago ao banco bem pago.