Principais razões porque um homem diz não ao sexo

Homem deitado

Se o seu marido começar a dizer não ao sexo, não se preocupe pois a culpa não é sua, mesmo que já faça de tudo para deixar o seu homem louco. Ficam aqui alguns motivos mais comuns que fazem com que um homem diga não ao sexo.

Numa relação, mais de 95% dos homens não rejeitam sexo devido a algum tipo de problema da parceira, por isso é importante saber quais as razões que os podem levar a dizer não.

Então porque é que ele diz não ao sexo?

A ideia geral é que na hora do sexo, o homem está sempre disponível e com vontade. Todavia… nem sempre. Um homem se estiver envolvido numa atividade ou num pensamento perturbador poderá dizer não a um momento sensual. É quase estranho imaginar um homem heterossexual que, com uma bela mulher à sua frente, não mude o seu estado mental do que está a fazer ou pensar para um estado sexual, mas a realidade é que isso por vezes acontece. Numa relação, este tipo de comportamento pode ser muito perturbador devido às pré-conceções que existem acerca do género masculino. Uma mulher poderá sentir que o marido já não a ama, que poderá existir uma relação extraconjugal

Se o homem começar a recusar os avanços sensuais da mulher, poderá existir uma boa explicação para a sua falta de interesse sexual. Ficam aqui alguns motivos comuns devido aos quais o homem poderá recusar sexo; e ficam também algumas ideias de como inverter isso.

Depressão

A depressão é dos principais motivos devido ao qual um homem pode recusar sexo. Qualquer homem, independentemente da idade, poderá sofrer uma depressão; muitas vezes nem ele próprio quererá admitir o que de facto se passa lutando contra a realidade, ou até porque nem sequer está ciente que estará a sofrer de uma depressão.

Que fazer?

Antes de poder pensar que a depressão é um sinal de fraqueza, lembre-se que é uma doença não só psíquica como física, onde o cansaço, o desinteresse e a tristeza levam avante toda a vontade de viver. É necessário uma grande dose de compreensão e de amor para ajudar o parceiro a lidar com a depressão. Especialmente durante o tratamento, os antidepressivos usualmente diminuem a libido e por consequência a vontade de fazer sexo. Conversem com o médico cerca deste tipo de consequências, é muito importante que estejam bem informados e preparados para lidar com esta situação.

Níveis de testosterona baixos

Depois de uma certa idade, usualmente depois dos 40, os níveis de testosterona do homem diminuem. Com a diminuição gradual dos níveis de testosterona ao longo do tempo, o homem tende a perder o desejo sexual mais intenso. Mas alguns homens podem baixar os níveis de testosterona muito rapidamente (esta condição é usualmente referida como andropausa), incluindo sintomas como a perda de energia, baixa libido e maiores níveis de cansaço.

Que fazer?

Os baixos níveis de testosterona são uma condição física que pode se ser tratada por um médico. Se suspeitam que isto pode estar a surgir, nomeadamente a andropausa, peçam ao médico um teste aos níveis de testosterona para determinar se de facto poderá ser este o motivo que desencadeou a falta de interesse sexual.

Problemas de ereção

A disfunção erétil ou a ejaculação precoce são problemas comuns entre os homens. Se o homem experienciar este tipo de problemas, e ele não tiver o à-vontade para conversar sobre eles, a única coisa que poderá transparecer é a falta de desejo sexual. A autoestima de um homem pode se muito abalada com um tipo de problema como este.

Que fazer?

Tenham a noção que este assunto pode ser algo bastante sensível para conversarem, contudo, nunca deve ser evitado. Este tipo de problema, se não for conversado e tratado atempadamente poderá trazer mazelas muito graves para a relação. Este tipo de situação deverá de ser abraçada com todo a capacidade de compreensão e de tolerância entre ambos. É importante que a mulher mostre ao homem que o amará independentemente das circunstâncias e que estará presente como companheira que é.

Problemas graves no trabalho

Quando um homem começa a ter problemas graves no trabalho, é certo que a sua vida pessoal sofrerá. Se estiver relacionado com a ansiedade de desemprego ou com a frustração de sentir que não está a ter o reconhecimento devido, ou que poderá estar a estagnar na carreira, isso poderá afetar-lhe o ego, contribuindo para que ele se sinta menos masculino e por consequência afetar a sua vida sexualidade.

Que fazer?

A abordagem a este tipo de situação deve ser feita num momento calmo, onde possam conversar sobre a vida e sobre as expectativas acerca dela. A mulher deve mostra-se disponível para poder ajudar, nem que seja a escolher uma nova carreira e a apoiar o seu companheiro num momento decisivo destes como este. Contudo, conversar e expor as emoções acerca do quanto este tipo de situação poderá estar a afetar a relação, é essencial.

Cansaço

Caso isto não seja uma desculpa constante, é normal que um homem também se sinta cansado.

Que fazer?

Isto não é motivo para a mulher sentir que é menos atraente ou que foi rejeitada; é apenas uma questão de respeitar o cansaço físico do outro. Em vez de ficar sentida pelo facto de ele não estar interessado numa investida debaixo dos lençóis, deixe para o dia seguinte a vontade de conversar acerca do assunto e de tentar perceber o porquê dele se sentir cansado. Porém, se o problema persistir durante mais de um mês poderá estar na altura de consultar um médico.

Intimidação

Um homem nem sempre é aquele estereótipo confiante que aparenta ser. É um ser humano, e como tal poderá sempre sentir problemas de confiança e caso a mulher tenha andado com algumas ideias sexuais arrojadas à vista dele, ele poderá sentir-se intimidado por elas.

Que fazer?

O ideal é, através de uma conversa honesta, discutir o assunto, caso sintam que este pode ser o verdadeiro problema; se não for, é importante chegar ao real motivo.

Média: 4.2 (188 votos)